Por Que o Crente Sofre?


porque o crente sofre

No âmago da mensagem do livro de Jó, acha-se a sabedoria que responde à questão a respeito de como Deus se envolve no problema do sofrimento humano. Em cada geração, surgem protestos, dizendo: “Se Deus é bom, não deveria haver dor, sofrimento e morte neste mundo”. Com este protesto contra as coisas ruins que acontecem a pessoas “boas”, tem havido tentativas de criar um meio de calcular o sofrimento, pelo qual se pressupõe que o limite da aflição de uma pessoa é diretamente proporcional ao grau de culpa que ela possui ou pecados que comete. No livro de Jó, o personagem é descrito como um homem justo; de fato, o mais justo que havia em toda a terra. Mas Satanás afirma que esse homem é justo somente porque recebe bênçãos de Deus. Deus o cercou e o abençoou acima de todos os mortais; e, como resultado disso, Satanás acusa Jó de servir a Deus somente por causa da generosa compensação que recebe de seu Criador. Da parte do Maligno, surge o desafio para que Deus remova a proteção e veja que Jó começará a amaldiçoá-Lo. À medida que a história se desenrola, os sofrimentos de Jó aumentam rapidamente, de mal a pior. Seus sofrimentos se tornam tão intensos, que ele se vê assentado em cinzas, amaldiçoando o dia de seu nascimento e clamando com dores incessantes. O seu sofrimento é tão profundo, que até sua esposa o aconselha a amaldiçoar a Deus, para que morresse e ficasse livre de sua agonia.

Na continuação da história, desdobram-se os conselhos que os amigos de Jó lhe deram, Elifaz, Bildade e Zofar. O testemunho deles mostra quão vazia e superficial era a sua lealdade a Jó e quão presunçosos eles eram em presumir que o sofrimento indescritível de Jó tinha de fundamentar-se numa degeneração radical do seu caráter. Eliú fez discursos que traziam consigo alguns elementos da sabedoria bíblica. Todavia, a sabedoria final encontrada neste livro não provém dos amigos de Jó, nem de Eliú, e sim do próprio Deus. Quando Jó exige uma resposta de Deus, Este lhe responde com esta repreensão:

“Quem é este que escurece os meus desígnios com palavras sem conhecimento? Cinge, pois, os lombos como homem, pois eu te perguntarei, e tu me farás saber” (Jó 38.2, 3).

O que resulta desta repreensão é o mais vigoroso questionamento já feito pelo Criador a um ser humano. A princípio, pode parecer que Deus estava pressionando Jó, visto que Ele diz:

“Onde estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da terra?” (v. 4)

Deus levanta uma pergunta após outra e, com suas perguntas, reitera a inferioridade e subordinação de Jó. Deus continua a fazer perguntas a respeito da habilidade de Jó em fazer coisas que lhe eram impossíveis, mas que Ele podia fazer. Por último, Jó confessa que isso era maravilhoso demais. Ele disse:

“Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem. Por isso, me abomino e me arrependo no pó e na cinza” (42.5-6).

Neste drama, é digno observar que Deus não fala diretamente a Jó. Ele não diz: “Jó, a razão por que você está sofrendo é esta ou aquela”. Pelo contrário, no mistério deste profundo sofrimento, Deus responde a Jó revelando-se a Si mesmo. Esta é a sabedoria que responde à questão do sofrimento — a resposta não é por que tenho de sofrer deste modo particular, nesta época e circunstância específicas, e sim em que repousa a minha esperança em meio ao sofrimento. A resposta a essa questão provém claramente da sabedoria do livro de Jó: o temor do Senhor, o respeito e a reverência diante de Deus, é o princípio da sabedoria. Quando estamos desnorteados e confusos por coisas que não entendemos neste mundo, não devemos buscar respostas específicas para questões específicas, e sim buscar conhecer a Deus em sua santidade, em sua justiça e em sua misericórdia. Esta é a sabedoria de Deus que se acha no livro de Jó.

R. C. Sproul

Obviamente essa resposta tão clara e objetiva á um problema marcante da vida cristã não satisfaz as mentes frívolas do tipo comum que perambulam pelo arraial cristão nesses últimos dias. O cristão comum moderno ingeriu uma fé totalmente materializa mixada com a falsa ciência da psicologia e ideologias de auto-ajuda, adaptações exigidas por uma sociedade cada vez mais humanista. Colher um sofrimento que não se plantou soa absurdo para uma legião de crentes que foi convencida a acreditar no sofisma de que nasceu para ser feliz. O crente mediano do século XXI não abre mão de seu bem estar em primeiro lugar e age como se Deus existisse para servi-lo. Essa é a razão porque o cristão moderno encontra tremenda dificuldade em compreender como os cristãos da bíblia conseguiam apresentar um testemunho de nível tão elevado em meio a dificuldades aterradoras. Se olhar-mós para o ponto de partida da fé desses primeiros cristãos então iremos entender o porquê de apesar de verbalizar fé no mesmo Deus, nossos testemunhos são tão inferiores.

Roberto Aguiar

About these ads

30 Respostas para “Por Que o Crente Sofre?”

  1. Kássiu Alves Diz:

    Obrigado irmão…
    Estudo bastante edificante….
    Realmente a importancia de aprendermos a seguir Jesus em meio as afliçoes é somente pela revelação de sua grandeza e santidade…

    Deus te abençoe lhe revelando seu poder…
    apaz…

  2. Marco Antonio IBE Diz:

    olá, a paz do Senhor, achei muito instrutivo, o seu estudo sobre “porque o cristão sofre”, mas vejo que fica aparentemente um incoerência sobre, saia de uma vida de dor e sofrimento, ACEITE JESUS. E o que acontece depois, aquele que não toma a sua cruz e não vêm após mim não é digno de mim, o que podemos dizer sobre SL 119 – 71 e Hb 5-8, sei que Deus não trabalha sem propósitos e que apesar de Deus estar no controle de tudo ele não manipula tudo o tempo todo, sei o que significa as bem aventuranças, mas também sei que os pensamento do Senhor são de paz e não de mal…, querido irmão não estou em perigo apenas peço para Deus me dar Sabedoria para auxiliar a tantas pessoas, cristãos ou não a passar pelos seus momentos de dificuldade sem que o espírito de de tomé o alcance, obrigado pela atenção e que Deus o abençoe.

  3. leonardo Diz:

    na verdade o crete que não carrega em sua vida as marcas de cristo não foi um verdadeiro crete.pois sabenmos que no mudo terenmos afliçâo.Sabendo que toda a tor,sofrimento,pesequiçâo produzirâo um pezo de gloria para a vida eterna.

  4. PR SIRISMAR Diz:

    A Paz do Senhor a todo o Povo de Deus. __ Irmãos, gostei do texto Por que o Crente Sofre? __ Creio que O Senhor nosso Deus tem obviamente os seus propositos e dá a todos indistintamente a Salvção e a Vida Eterna, a todos quanto aceitaram a Jesus Cristo como seu unico e suficiente Salvador. ___ Quanto ao sofrimento pessoal, isto de forma alguma pode ser entendido como um subsidio à salvação, porque ela veio gratuitamente por Jesus Cristo. Outra coisa nem todo cristão passa por privações, por exemplo na área financeira; contudo, a cruz de Cristo é oferecida a todo aquele que crê. Mas alegremo-nos com as palavras de JÓ: Eu sei que o meu redentor Vive, e por fim se levantará sobre a terra. (JÓ: 19:25).
    DEUS ABENÇÕE A TODOS!

  5. jonas engler Diz:

    Como disse Agostinho:Deus só teve um filho justo,mas nenhum sem sofrimento.Isso é uma grande verdade.

  6. Josias Correa Vianna Diz:

    O ser humano teem dois tipos de sofrimento : O sofrimento fisico , e o espiritual.
    O sofrimento fisico , é aquele que nos leva a morte do corpo. O sofrimento espiritual, é aquele que nos leva a vida eterna.
    Para o crente, a doença fisico , é um sinal de bençãos , porque ela está nos avisando, que nossa ida para se encontrar com Jesus está proxima. Se todos os crentes pensassem assim, evitariamos essas correntes de oração, na qual se pede para Deus curar uma pessoa, quando não é éssa vontade de Deus , mesmo porque Deus não está preocupadp com a dor de barriga de ninguém , e sim com a salvação das almas perdidas. A dor espiritual , é aquele que mostra alegria. Sabemos que no passado, quando os crentes iam para a fogueira, eles cantavam dando gloria a Deus. Foi assim com a morte de Estevam. Quanto mais éra apedrejado, mais louvava a Deus. O sofrimento de Jó, foi diferente dos que sofreram nossos irmaõs do passado. Jó não ouviu Deus dizer , eu levo seu sofrimento . Hoje Jesus nos diz : coloque seu sofrimento em meus ombros, que eu levo para você. Acontece, que nossa fé é tão pequena , que não acreditamos em Jesus. Preferimos ficar pedindo orações de cura, que não se realisam. grato josias

  7. José Jopson Albuquerque da Silva Diz:

    Amados, concordo que o sofrimento existe e faz parte da vida de qualquer ser humano, que o mundo em que vivemos é feito em sua maioria por pessoas egoistas, mesquinhas, individualistas, centralizadoras, contenciosas, vaidosas, avarentas entre outros adjetivos. No entanto, não posso acreditar que quando aceitamos a Jesus Cristo como único e eterno salvador precisamos viver um a vida de sofrimento, prova e dores, pois qual o sentido da salvação eterna e uma vida neste mundo de miséria, derrota, perdas, lágrimas, sofrimento, dor, angústia, não faz nenhum sentido Cristo ter vindo ao mundo simplesmente para dizer me siga para viver uma vida de dor. Pois este mesmo cristo nos diz que veio para que tiversimos vida em abudância e a palavra de Deus também nos diz em Salmo 1 que tudo quanto fizermos prosperaremos. Além do mais, apesar das perseguições que Cristo sofreu Ele teve uma vida de Vitória, curando, salvando, participando de festas e casamentos, fazendo milagre da multiplicação, alimentando multidões e seu sofrimento teve um proposito especifico nos salvar do pecado. Automaticamente se fomos salvo do pecado, estamos livre do peso do mesmo, então devemos viver uma vida vitoriosa. E não de derrota e e derrota com alguns no nosso meio vivem. Confeço aos irmãos que não entendo o sofrimento e pertubação mental como crescimento espiritual, pois só gera angústia, sofrimento, depressão, auto-piedade, multilação e muita, muita dor aos que estão próximo. Sendo assim, não posso aceitar a teologia da dor como sinal dos que seguem a Cristo. A não que ser que a referida dor seja para pregar dos ensinamento de Cristo, pois este gera quebra de paradigma, automaticamente, gera dor aos que preciso mudar de vida, ou ensinar a outros mudar de vida. Não quero confundir aos irmãos. Mas preciso fazer esta reflexão para que não vivamos pregando um evangelho de sofrimento, pois este é o modelo que os espiritas acreditam. Cristo já pagou na cruz um alto preço para que cada um de nós fossemos livre.

  8. o crente sofre porque o reino dos ceus e mui grande para nois poriso. O crente sofre tanto … vc que esta passando aflições em sua casa não pare de louvar o senhor JESUS CRISTO que a vitória vem pela manha. apaz

  9. marcelo fm Diz:

    Shalom a todos muito bom..mostre p/ os pastores da universal meditar pois eles falam que D-us não prova a ninguem e Avraham D=us provou ali no monte moria.D-us prova p/ exaltar todos o que sabe que vai suportar a dor,mas vem a recompensa porque?D-us é bom.

  10. é importante saber que apesar do sofrimento pelo qual passamos,temos a certeza de que Deus esta sempre presente em nossas vidas

  11. Não consigo compreender o propósito de Deus no sofrimento. Porque que o ímpio vive as delícias deste mundo e somente vai sofrer no futuro? A ele cabe a morte, mas todos passaremos por ela! Pra que servir a um deus que nunca está satisfeito com o que eu faço? Apesar de toda dedicação à sua obra, de buscar a melhora como ser humano e cristão, continuo padecendo! E tudo isso para ouvir “a minha graça te basta”. Mas que graça, se o “ímpio” que mora ao lado é nitidamente mais abençoado e feliz do que eu?! Como falar de Jesus com uma vida frustrada para o “ímpio” que é mais feliz do que eu?! Se Deus realmente existisse ele faria mais por mim, além de garantir uma vida feliz só no futuro, e o hoje? Se Ele sabe mesmo todas as coisas, porque ainda não percebeu que tantas frustrações estão fazendo a minha fé morrer?! O que mais Ele quer de mim?! Estou cansada de tanta hipocrisia na igreja, de tanto consumismo gospel, de tanto $$$ envolvido, de tanta vaidade, de tanta mentira. Alguns podem pensar: mas como ela ousa a duvidar de Deus, e se ela for castigada?” Ora, mas se eu for castigada é mais um motivo para descrer dele e não acreditar no seu amor, ou misericórdia. È muito fácil colocar a culpa na minha “pequena fé”, mas e quando ela era grande e ainda assim Deus não me ouviu? Sempre busquei glorifica-lo nos momentos de angústia e dor, mas ultimamente minha vida perdeu o sentido, pois tudo o que tenho de mais precioso Ele tem tirado ou até mesmo deixado de dar. As vezes acho que Deus é masoquista, que gosta de ver o meu sofrimento, para que então eu recorra a ele. Não deveria ser o contrário? Busca-lo por reconhecer suas bênçãos, busca-lo por que Ele nos faz vencedores? Cansei disso tudo!

  12. Tathiany Diz:

    Na verdade a gente não consegue compreender e entender Deus, pq se fosse dessa forma Ele não seria Deus, não é mesmo?
    Deus é amor. O amor que devemos ter por Ele, não pode estar condicionado às circunstancias dessa vida aqui. Ou se temos algo ou não. Jesus disse, que no mundo teríamos aflições, mas tende bom animo, eu venci o mundo. Não acredito que Deus quer que tenhamos uma vida de derrota aqui, mas que o nosso foco seja a vida eterna. Sou cristã…busco estar no centro da vontade de Deus e há 1 mês o meu marido faleceu. Estavamos casados há apenas 9 meses. Tinhamos um casamento lindo e abençoado. Nos amavamos muito, tudo perfeito. Uma morte sem explicação, tomando banho. Poderia estar revoltada com Deus, pq perdi o que tinha de melhor. Perdi sonhos, perdi o chão. Mas não perdi minha fé e aceitar que Deus é o nosso criador. Mesmo que não entendamos os propósitos do nosso sofrimento.A vida aqui é passagerira demais, o que devemos querer mesmo é a vida eterna. Pq a promessa de Deus é essa, aquele que permanecer fiel até o fim, herdará a coroa da vida. Fique firme nos caminhos do Senhor.

  13. Roberto Aguiar Diz:

    Muito bonito seu testemunho Tathiany!

    Assino em baixo tudo que você afirmou.

  14. Roberto Aguiar Diz:

    Nobre Carla, saudações!

    Seus questionamentos são profundos e sinceros, e alguns até legítimos, já outros nem tanto. Já passei pelo que você está passando, e sua trajetória religiosa explica o resultado negativo. O motivo desse esgotamento espiritual, que é mais comum do que a maioria revela, é o resultado da tentativa de se viver um evangelho adulterado.

    A maioria dos crentes não se dá conta, mais existe no “mercado evangélico” uma variedade razoável de modelos de evangelho à escolha das “ovelhas”. Vamos lá, existe o evangelho pentecostal, o tradicional, o evangelho pop de igrejas como a bola de neve, existe o evangelho da cura e da prosperidade, existe o evangelho da auto-ajuda que o público alvo é a classe média, só para citar alguns. O que todos esses modelos de evangelho têm em comum? Todos eles são uma diluição do evangelho dos apóstolos. E onde está a prova? No detalhe santidade. Em todos esses evangelhos ninguém precisa ser santo para ser aceito como um crente normal. Ora, a santidade é o que distingue o evangelho de Cristo de todas as outras religiões do mundo. Toda religião, filosofia, ou agremiação humanitária oferece ajuda aos diversos problemas humanos, menos um. Só o genuíno evangelho oferece socorro para a questão do pecado.

    Em qualquer religião ou filosofia, inclusive nesses evangelhos diluídos, os problemas do homem tem diferentes causas e soluções. Já no evangelho genuinamente cristão, aquele pregado pelos apóstolos, todos os problemas da humanidade tem apenas uma fonte: O pecado. E também apenas uma solução: A santificação a Deus. O significado da palavra santificação é a rendição voluntária, incondicional e absoluta a palavra escrita de Deus. Significa que o individua renuncia a sua própria soberania de vida, e a entrega ao todo poderoso. Há partir daquele ponto, ele não tem mais o direito de governar, dirigir ou ingerir na sua própria vida, deixando-a a cargo do sábio e bondoso Deus. Esse estilo de vida radical e revolucionário vivido segundo os conceitos escritos de Deus, se ocupará de sarar e libertar todos os aspectos da vida da pessoa.

    O evangelho quando pregado ou recebido adulterado, não consegue realmente cumprir tudo aquilo que prometeu ao seu seguidor. E não consegue porque não pode. E não pode porque não é real, genuíno.

    Você não entende o sofrimento do cristão porque no evangelho que você recebeu, o valor do sofrimento foi omitido. Você inveja as delícias desse mundo porque no evangelho que recebeu elas apareciam como tal, já no evangelho de Jesus, as delícias desse mundo são pedras de tropeço, e seu valor real é muito menor.

    No evangelho de Jesus, poucos são os ricos que vivem felizes, porque o fardo do pecado não respeita condição social. Se fartura de bens fosse sinal de felicidade, os ricos não se matavam, não faziam terapia e nem tomavam remédio para dormir.

    No evangelho de Jesus você não tenta agradar a Deus no sentido da palavra, porque passa a entender que de si mesmo é impossível fazê-lo. Antes, procura obedecê-lo porque para isso foi criado, e o estilo de vida que ele oferece é a única forma de vida inteligente.

    No evangelho de Jesus, tentar vivê-lo segundo a ótica humana é perca de tempo. Esse evangelho só faz efeito em alguém se for vivenciado segundo os termos do próprio Deus.

    Concordo com você, é ridículo evangelizar, tentar “vender” um produto do qual não se experimentou, ou que não se testificou sua funcionalidade.

    Todos os cristãos que vivenciaram o evangelho conforme está escrito, declararam que Deus cumpriu sua palavra ofertando uma vida boa no presente. Mas essa vida boa não vem sem que os pré-requisitos de Deus, escritos em sua palavra, sejam preenchidos. De fato existem condições para que essa vida boa chegue até o indivíduo.

    Deus não é a fonte de suas frustrações, mas sim a mistura de um evangelho adulterado que você recebeu, com as suas escolhas pessoais. Se Deus dirige a sua vida e ela é ruim, Deus é o culpado. Mas se você dirige a sua vida e ela é ruim, só você poderá ser responsabilizada por esse fracasso.

    O que ele quer de você? O que ELe quer de todos, que você leve à sério a sua palavra e pare de guiar sua vida pelos seus próprios sentimentos. A causa do fracasso de sua vida é que você está no comando. Pare de olhar para a bíblia como se ela fosse uma parábola só, como se tudo que é dito ali tivesse um duplo ou triplo sentido. Na bíblia só existem umas 40 parábolas, e a maioria delas é de fácil interpretação. O restante dos textos dizem o que Deus quis dizer, ou seja, o que você lê é exatamente o que Deus quer que você entenda.

    Pare de guiar a sua vida pelos seus sentimentos e passe a guiá-la apenas pelo texto escrito de Deus, trará mudanças positivas colossais em sua vida.

    Concordo com você, a igreja evangélica em sua grande parte se rendeu ao mundo, ao dinheiro, ao sucesso material. Não dá para viver assim. Por outro lado, não se pode abandonar a igreja. A saída, mesmo indo sempre a igreja, viver uma vida cada vez mais dependente do próprio Deus e menos dos homens.

    Nem toda dúvida é do diabo assim como nem toda certeza é de Deus. Suas frustrações são pertinentes e plausíveis. Temos a obrigação de duvidar do que não funciona.

    Você pensa que suas dúvidas são para serem endereçadas a Deus, mas na verdade o endereço correto para onde elas deveriam ser enviadas é ao evangelho adulterado que você recebeu ou torceu, e a pessoa que dirige a sua vida, no caso, você mesma. Ou você ou Deus controlarão a sua vida. Um controle compartilhado jamais será tolerado pelo Senhor.

    Não, não, Deus não é masoquista nem precisa das suas orações, muito menos de você ou de mim. Nesse tribunal Ele está sendo condenado injustamente por coisas pelas quais não foi responsável. Não é justo que você monopolize a administração sua vida, e quando ela der errado, Deus seja responsabilizado como bode expiatório.

    Finalizando. Sua saída está em renunciar o controle de sua vida junto com suas opiniões e conceitos e enterrá-las junto a cruz. Daí por diante, siga tão somente o texto bíblico sobre todas as coisas, e verá que uma nova vida, cheia de maravilhosos frutos surgirá.

  15. Tathiany Diz:

    Roberto Aguiar, muito bonito o seu texto.

    Palavras sábias e verdadeiras. Hoje vivemos uma época de que o evangelho simples de Jesus, virou um mercado. Cada um vai ouvir o que lhe agrada. Se o que buscamos é carro, casas, vamos para o evangelho da prosperidade. Casamento, vamos seguir as correntes para conseguir um marido ou esposa e por aí vai.
    Ser crente e discipulo de Jesus não nos dá um cartão ou passaporte de uma vida aqui feliz e sem provações. Muito menos recebendo tudo o que queremos. O maior sacrifício Jesus já fez, que foi morrer na cruz por todos nós para que tivessemos a vida eterna.
    Quando Jesus vai orar no Getsemani, antes da sua crucificação Ele orou ao Pai…o seu suor era como gotas de sangue. E Jesus sendo o Filho de Deus não recebeu resposta na sua oração. Deus se calou. Mas Ele, apesar de tudo, pediu para que fosse feita a vontade do Pai. Será que nossas dificuldades aqui, pode ser comparada à este momento vivido por Jesus?
    O salmista Asafe, também olhou para a prosperidade do ímpio e quase se desviou.

    [Salmo de Asafe] Verdadeiramente bom é Deus para com Israel, para com os limpos de coração.

    Quanto a mim, os meus pés quase que se desviaram; pouco faltou para que escorregassem os meus passos.

    Pois eu tinha inveja dos néscios, quando via a prosperidade dos ímpios.

    Porque não há apertos na sua morte, mas firme está a sua força.

    Não se acham em trabalhos como outros homens, nem são afligidos como outros homens.
    Salmos 73:1-5

    A experiência do salmista é aquela de todos os santos em algum tempo de suas vidas. Nas tribulações mais amargas das nossas vidas, duvidamos da bondade de Deus para conosco. Duvidando, sentimos nos afastar de Deus, que é a nossa salvação.
    Citei aqui a passagem de Jesus, mas temos tantos outros exemplos na Bíblia que sofreram pelo amor ao Evangelho, pregando a Palavra de Deus.

    Obedecendo o Ide de Jesus. Engana-se quem está preocuapdo somente com esta vida aqui. Não existe na Bíblia, imunidade para crente. Quem acredita nisso, ainda não experimentou do Evangelho Genuíno e verdadeiro de Jesus Cristo. O Evangelho da transformação, que salva e nos dá a vida eterna.
    As pessoas usam versículos isolados e pregam de uma maneira como se Deus fosse obrigado a fazer tudo aquilo que queremos. Receba benção, benção e mais bençãos.
    E com certeza, respondendo a pergunta da Carla…não devemos buscar á Deus por bençãos e sermos abençoados. Deus não quer migalhas nossas, nem precisa de um amor mesquinho condicionado ao que temos. Amamos Deus pelo o que Ele é. Jesus é o mesmo hoje, ontem e ternamente. Amamos Jesus, pelo sacrifício que Ele já fez e ainda que não temos nada daquilo que queremos nesta vida, teremos a certeza que o melhor está por vir. Este por vir, que é a vida eterna. Um lugar aonde não haverá nem pranto e nem dor. Eis que tudo se fará novo.
    Uma pena, para os que pensam que isto se refere ao mundo aqui. O que temos a garantia é que se passarmos pelo fogo, ele não nos queimará, nem as águas nos submergirão…pq Ele estará conosco. Consolando e nos ajudando nos momentos dificeís que teremos que passar por aqui.
    Falo isso com propriedade, pois como já citei estou passando pelo fogo ou pelas águas…mas não me afoguei, pq Deus está comigo.
    Perdi o meu marido há dois meses. Temos casa linda, carros, fizemos a viagem de lua de mel dos nosos sonhos….fomos para dois países…e em nove meses de casamento ele faleceu tomando banho. A causa da morte, não sabemos…pq nada pode detectar. Ele estava bem e feliz. Viviamos em comunhão com Deus e um com outro.
    Casamento exemplo. E estou aqui, para falar que nada pode nos separar do amor de Cristo Jesus. Nem a morte. Tudo aqui é passageiro. Bens materiais, riquezas não é garantia de alegria. A alegria e paz é servir e ter convicção da nossa salvação. É ter a paz que excede todo o nosso entendimento.
    O autor do livro ” O Peregrino” o segundo livro mais vendido e lido, depois da Bíblia foi escrito por John Bunyan. Ele escreveu esse livro quando estava preso. E sabe o que ele disse? bendita seja a prisão por fazer parte da minha vida.
    Teve uma vida sem grandes “bençãos”. Perdeu a mãe, logo em seguida a irmã. O pai casou-se logo depois e foi servir ao exército. Casou-se teve a primeira filha cega e mais três. A mulher morreu após 10 anos de casamento. Ficou com as filhas pequenas…mas continuou servindo à Deus e o seu nome será lembrado para sempre.

  16. jovane Diz:

    motivo porque sofremos
    sofremos devido a consseguência da queda do homen
    sofremos devido aquilo que plantamos

  17. pinheiro Diz:

    vou fazer uma comparaçao por que o homem sofre:
    Bem, vejamos na nossa constituiação a uma lei que se nos infrigimos sofreremos alguma puniçao, como aqui no Brasil nao tem pena de morte, seremos apenas presos, mesma coisa acontece com o cristao, Deus deixou seu livro suas leis para que nos seguimos a ela e nao fazer nada ao contrario e quano nos fazemos algo que nao devemos sofremos as consequencias somos punidos pelo amor de Deus.
    se quisermos ter uma vida de paz e nao sofremos muito devemos seguir a Jesus como deve ser com amor, sabedoria, e respeito guardando seus mandamentos….

  18. Otimo testenhunho. Deus nos lapida … o sofrimento tras a procura ao deus, o questionamento, a humildade , a falição , quem no momento de sofrimento nao procura a deus , nao se aproxima dele. Deus usa o sofrimento pra atraves dele nos ensinar os segredos da esperança, da paciencia, da humildade, da resignação, da aceitaçao,.. foi o que aconteceu com jó e até jesus cristo seu filho foi o maior exemplo disso. Um justo que sofreu e ate o ultimo momento obedeceu ao pai,,, pois na cruz disse – Esta consumado. O que Deus quiz foi totalmente obedecido e cumprido com muito sofrimento de seu proprio filho mas com o proposito de elevar o seu filho ao trono e todo o poder…. pois ele estava pronto, lapidado e aprovado por DEUS, a recompensa é ser o nosso salvador. O rei de judá. O filho de DEUS.

  19. ADEMIR Diz:

    ADEMIR.

  20. ADEMIR Diz:

    De um jeito ou de outro, todos nos ferimos. Estamos todos no mesmo barco. Até as multidões cheias de riso e de ôba-ôba se machucam. Tentam esconder a dor com bebidas e brincadeiras – mas ela não se vai.
    Quem se fere? Os pais de um filho ou uma filha esbanjadores, pródigos. Milhões de pais são feridos profundamente por um filho que rejeita seus conselhos. Pais amorosos sofrem pela decepção e delinqüência do filho, que antes era amoroso e bom.
    As vítimas dos lares partidos estão feridos. A esposa abandonada, foi rejeitada pelo marido por outra mulher. O esposo que perdeu o amor da esposa. As crianças que perderam sua segurança.
    Outros sofrem de enfermidades. Câncer, problemas de coração e uma multidão de outras doenças humanas. Ouvir do médico: “Você está com câncer – você pode morrer!” é aterrador. Em verdade, muitos dos que estão lendo esta mensagem experimentaram esta dor e esta agonia.
    Namorados rompem. Um garoto ou uma garota vai embora, pisando em cima daquilo que já foi um belo relacionamento. Só resta um coração partido, ferido.
    E os desempregados? Os desanimados, cujos sonhos morreram? Os presos? O encarcerado? O alcoólatra?
    É verdade! De um jeito ou de outro – todos nos machucamos. Cada pessoa na terra carrega sua própria carga de dor e de mágoa.
    Não Há Cura Física !
    Quando a dor é profunda, ninguém nesta terra consegue interromper os medos íntimos e a mais profunda das agonias. Nem o melhor dos amigos pode entender na realidade a batalha que você está enfrentando, ou as feridas que lhe foram impostas.
    Só Deus pode deter as ondas de depressão, e a sensação de solidão e de fracasso que caem sobre você. Unicamente a fé no amor de Deus pode libertar a mente ferida. O coração ferido e partido que sofre em silêncio, só pode ser curado por uma obra sobrenatural do Espírito Santo – e nada menor que a intervenção divina realmente funciona.
    Deus tem de intervir e assumir o controle. Ele tem de deter o andamento de nossas vidas quando chega o ponto de rotura; e esticando Seus braços amorosos, trazer para a Sua proteção e Seu cuidado, aquele corpo e aquela mente feridos. Deus tem de surgir como Pai cuidadoso, e demonstrar que está presente, fazendo com que as coisas resultem no bem. Ele precisa, através de Seu próprio poder, dispersar as nuvens carregadas, afastar o desespero e a amargura, enxugar as lágrimas – e substituir o sofrimento pela paz de espírito.
    Por Que Eu – Senhor?
    O que machuca mais é que você sabe que seu amor por Deus é grande – contudo, parece que não dá para entender o que Ele está tentando produzir na sua vida. Você iria entender o porquê de as orações não serem atendidas, se fosse frio em relação ao Seu amor. Caso estivesse fugindo de Deus, provavelmente entenderia porque as provações e os severos julgamentos continuam chegando. Se fosse um pecador derrotado, que despreza as coisas de Deus, você poderia chegar a pensar que merecesse um sofrimento atroz. Mas você não está fugindo; não está rejeitando-O de nenhuma maneira. Você anseia cumprir Sua perfeita vontade; deseja ardentemente servi-lO com tudo que há em você. E é isso que faz com que sua dor seja tão debilitante. Faz você achar que há alguma coisa muito errada consigo. Você questiona a sua profundidade espiritual; e às vezes, até questiona a sua sanidade mental. De algum lugar lá no fundo, uma voz sussurra: “Talvez eu tenha algum defeito! Vai ver que estou sofrendo tanto porque Deus não vê nada de bom em mim! Devo estar tão fora da Sua vontade, que Ele tem de me disciplinar para me tornar obediente.”
    Os Amigos Se Esforçam Muito Para Ajudar
    Um coração machucado ou partido causa a dor mais lancinante conhecida pelo homem. A maioria das outros sofrimentos humanos são só físicos. Mas um coração ferido, carrega uma dor que é ao mesmo tempo física e espiritual. Os amigos e os queridos podem ajudar a amenizar a dor física de um coração partido. Quando estão lá, sorrindo, amando e cuidando, a dor física se atenua, e há um alívio passageiro. Mas a noite cai, e com ela vem o terror da agonia espiritual. A dor sempre piora à noite. A solidão cai como uma nuvem quando o sol desaparece. O sofrimento explode quando você está sozinho, tentando entender como se confrontar com as vozes e os temores interiores que continuam vindo à tona.
    Os seus amigos, que realmente não compreendem o que você está enfrentando, oferecem todos os tipos de solução fácil. Ficam impacientes com você. Estão muito felizes e despreocupados na ocasião, e não entendem por que você simplesmente não “sai dessa”. Suspeitam que você esteja se entregando à autocomiseração. Ficam lembrando que o mundo está repleto de pessoas desanimadas e feridas, que sobreviveram. O mais comum, é que desejem orar aquela oração “que se faz uma única vez, cura tudo, resolve tudo”. Mandam você “liberar a fé, reivindicar uma promessa, confessar a cura, e sair do desespero.”
    Tudo isto está certo e é bom, mas é uma pregação que geralmente vem de cristãos que nunca conheceram muito sofrimento em suas próprias vidas. São como as “babás” de Jó, que tinham todas as respostas – mas que não conseguiram aliviar a sua dor. Jó disse o seguinte sobre eles: “vós todos sois médicos que não valem nada”. Graças a Deus pelos amigos bem intencionados, mas se eles experimentassem a sua agonia só por uma hora, iriam mudar a conversa. Se estivessem em seu lugar só um pouquinho, sentindo o que você sente, vivendo a dor íntima que está carregando, lhe diriam: “Como você agüenta? Eu não suportaria isto.”
    O Tempo Não Resolve Nada!
    E existe a velha frase: “o tempo resolve tudo.” Dizem para você agüentar um pouco, sorrir, e esperar que o tempo anestesie a sua dor. Mas tenho a suspeita de que todas as regras e as frases sobre solidão são cunhadas por pessoas felizes e saudáveis. Soam bem – mas não é verdade. O tempo não resolve nada – só Deus resolve.
    Quando você está ferido, o tempo só amplia a dor. Os dias e as semanas se arrastam e a agonia insiste. A dor não cessa, não importa o que diga o calendário. O tempo pode abafar a dor no interior da mente, mas uma mínima lembrança pode trazê-la à tona.
    Na verdade, nem ajuda muito saber que cristãos sofreram antes de você, ao longo da história. Você se identifica com o sofrimento dos personagens bíblicos que sobreviveram à terríveis experiências de dor. Mas saber que outros enfrentaram enormes batalhas não acalma a dor do seu peito. Ler como saíram vitoriosos de suas batalhas – e você ainda não conseguiu isto – só aumenta a dor. Faz você achar que eles estavam muito próximos de Deus para receber tamanhas respostas às suas orações. E faz com que se sinta sem valor diante de Deus, pois seus problemas continuam, apesar de todos seus esforços espirituais.
    Problema Em Dobro
    Raramente as pessoas se machucam só uma vez. A maioria dos feridos pode lhe mostrar outros machucados também. É dor em cima de dor. Um coração partido, geralmente é sensível, frágil. É facilmente magoado porque não é protegido por uma casca dura. A brandura é confundida com vulnerabilidade pelo coração de casca dura. O silêncio é interpretado como fraqueza. Entrega total de si mesmo é tomada por “atitude muito drástica”. O coração que não teme admitir sua necessidade de amor, é mal interpretado como “muito direcionado ao sexo.”
    Segue-se, então, que um coração sensível que busca amor e compreensão, em geral é o mais fácil de ser partido. Corações abertos e que confiam, geralmente são mais machucados. O mundo está cheio de homens e mulheres que rejeitaram o amor oferecido por um coração suave e terno. Os corações fortes, cobertos por carapaça dura e que não confiam em ninguém, corações que dão muito pouco – corações que exigem que o amor constantemente lhes seja provado – corações calculistas – corações que sempre manipulam e cuidam só de si – corações que temem correr riscos, estes corações raramente se partem. Não se ferem porque não há o que os fira. São muito orgulhosos e muito egoístas para permitir que alguém os faça sofrer de alguma maneira. Eles saem ferindo o coração dos outros e atropelando as almas frágeis que tocam suas vidas – simplesmente porque são tão compactos e embotados em seus corações, que acham que todos deveriam ser como eles. Corações duros não gostam de lágrimas. Detestam se comprometer. Sentem-se sufocados quando lhes pedem para compartilhar seus próprios corações.
    Os Ofensores Não Saem Fácil !
    Parte da dor que um coração ferido tem de agüentar é saber que o ofensor, o agressor, sai impune. O coração diz: “Eu fui o ofendido e o ferido, e mesmo assim, tenho de pagar o preço. O ofensor fica livre, em vez de pagar pelo que fez.” Este é o problemas das cruzes – geralmente crucificam a pessoa errada. Mas Deus guarda os livros, e no dia do Juízo, os livros serão avaliados. Mas mesmo nesta vida, os ofensores e os que ferem as pessoas pagam um alto preço. Não importa como tentem justificar seus atos ofensivos, não podem secar o choro daqueles a quem ofenderam. Como o sangue de Abel que clamava da terra, o grito de um coração machucado pode penetrar a barreira do tempo, do espaço, e aterrorizar o mais duro dos corações. As dores geralmente são produzidas por mentiras claras. E todo mentiroso com o tempo é levado à justiça.
    Haverá um bálsamo para um coração ferido? Haverá cura para aquelas feridas profundas, interiores? Será que os pedaços podem novamente ser juntados, e o coração se tornar ainda mais forte? Será que a pessoa que conheceu uma dor e um sofrimento tão terrível, pode se levantar das cinzas da depressão e encontrar uma nova maneira de viver, mais poderosa? Sim! Definitivamente sim! Caso não fosse assim, a palavra de Deus seria uma piada e o próprio Deus seria um mentiroso. E não é assim!
    Quero compartilhar com você alguns pensamentos simples, sobre como lidar com a sua dor.
    Pare de Tentar Descobrir Como e Por Que Você Foi Ferido!
    O que lhe aconteceu se trata de um sofrimento muito comum na humanidade. O seu caso não é o único. Pertence à natureza humana . Neste ponto, não adianta nada saber se você estava certo ou errado. O importante agora é a sua disposição de prosseguir em Deus, e de confiar em Suas misteriosas operações na sua vida.

    A Bíblia diz: “Amados, não estranheis o fogo ardente que surge no meio de vós, destinado a provar-vos, como se alguma cousa extraordinária vos estivesse acontecendo; pelo contrário, alegrai-vos na medida em que sois co-participantes dos sofrimentos de Cristo, para que também, na revelação de sua glória, vos alegreis exultando” (I Pedro 4: 12-13).
    Deus não prometeu um modo de vida desprovido de dor. Prometeu “um escape” (livramento). Prometeu ajudar a tolerar a sua dor; força para novamente lhe colocar em pé, quando a fraqueza lhe deixa tonto.
    Muito provavelmente, você fez o que era preciso. Moveu-se dentro da vontade de Deus – seguindo o coração com honestidade. Você ingressou nela de coração aberto, desejando dar-se de si. O amor foi a sua motivação. Você não interrompeu a vontade de Deus – outra pessoa o fez. Se isto não fosse verdade, você não seria a pessoa que está sofrendo tanto. Você está sofrendo por tentar ser honesta.
    Você não consegue entender porque as coisas explodiram na sua cara, quando parecia que Deus estava guiando tudo. O seu coração fica perguntando: “Prá começar, por que Deus permitiu que eu entrasse nesta, sabendo que nunca iria dar certo?” Mas a resposta é clara. Judas foi chamado pelo Senhor. Estava destinado a ser um homem de Deus. Foi escolhido à mão pelo Salvador. Poderia ter sido poderosamente usado por Deus. Mas Judas abortou o plano de Deus. Partiu o coração de Jesus. Aquilo que havia se iniciado como um belo e perfeito plano de Deus, terminou em desastre, porque Judas escolheu os seus próprios caminhos. O orgulho e a teimosia destruíram o plano de Deus em ação.
    Então, lance fora as suas culpas. Pare de se condenar. Pare de ficar tentando descobrir o que fez de errado. O que conta realmente para Deus é o que você está pensando neste instante. Você não errou – o mais provável é que simplesmente tenha dado em excesso. Como Paulo, você deve dizer: “…(Eu) amando-vos cada vez mais, seja menos amado” (2 Coríntios 12:15).
    Lembre-se de Que Deus Sabe Exatamente o Quanto Você Pode Agüentar – E Não Permitirá Que Chegue ao Ponto de Explodir!
    O nosso Pai amoroso diz: “Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar” (I Coríntios 10:13).
    A maior das blasfêmias é imaginar que Deus esteja por trás do seu sofrimento e da sua dor; que se trata da disciplina do Pai celestial; que Deus ache que você precisa de mais um ou dois ofensores antes que esteja pronto para receber Suas bênçãos. Não é assim!
    É verdade que Deus corrige a quem ama. Mas essa correção é só por um período, e não deve nos machucar. Deus não é o autor da confusão em sua vida. Nem você. É a falência humana. É o inimigo semeando ervas daninhas no campo do seu esforço. Trata-se do engano dentro de outra pessoa perto de você, pessoa essa que perdeu a fé em Deus. O inimigo tenta nos agredir através dos outros seres humanos, assim como tentou agredir Jó através da esposa incrédula.
    O seu Pai celeste cuida de você com um olho que não pisca. Cada movimento é acompanhado. Toda lágrima é pesada. Ele Se identifica com cada uma de suas dores. Sente cada machucado. E sabe quando você foi exposto à excessiva perturbação por parte do inimigo. Intervém e diz: “Chega!” quando o ferimento e a dor deixam de levá-lo mais próximo do Senhor – quando, em vez disto, começam a rebaixar sua vida espiritual. Deus assume. Não permitirá que um confiante filho seja rebaixado devido ao excesso de dor e agonia na alma. Quando a mágoa começa a agir em favor de uma desvantagem sua, quando começa a atrasar o seu crescimento, Deus age para colocá-lo acima das batalhas por um tempo. Nunca permitirá que você se afogue em lágrimas. Não permitirá que a dor deteriore sua mente. Ele promete chegar na hora certa, para enxugar as suas lágrimas e lhe dar alegria em lugar do pesar. A palavra de Deus diz: “Ao anoitecer, pode vir o choro, mas a alegria vem pela manhã” (Salmo 30:5).
    Quando a Dor Chegar ao Máximo, Vá ao Seu Lugar Secreto e Derrame Todas as Lágrimas do Desespero
    Jesus chorou. Pedro chorou – amargamente! Pedro carregava consigo a dor de negar o próprio Filho de Deus. Ficou andando só pelas montanhas – chorando de tristeza. Aquelas amargas lágrimas produziram nele um suave milagre. Ele voltou para abalar o reino de Satanás.
    Jesus jamais afasta o olhar de um coração que chora. Ele diz: “…a um coração quebrantado…não desprezarás (não desprezarei)” [Salmo 51:17]. Nem uma vez o Senhor dirá: “Vire-se! Vá lá tomar seu remédio! Cerre os dentes e seque as lágrimas.” Não! Jesus guarda todas as lágrimas em Seu recipiente eterno.
    Você está ferido? Gravemente? Então vá em frente e chore! E fique chorando até as lágrimas pararem de correr. Mas deixe que estas lágrimas se originem só da dor – e não da incredulidade ou da autocomiseração.
    Convença-se de Que Vai Sobreviver – You Você Vai Sair Desta – Convença-se de que, Vivo ou Morto, Você Pertence ao Senhor!
    A vida continua. Você fica surpreso do quanto se pode agüentar quando Deus ajuda. Felicidade não é o viver sem dor ou mágoas. De jeito nenhum. A felicidade verdadeira é aprender como viver um dia de cada vez, a despeito de todo sofrimento e da dor. É aprender como se alegrar no Senhor, não importando o que tenha acontecido no passado.
    Você pode sentir-se rejeitado. Pode sentir-se abandonado. A sua fé pode ficar débil. Você pode achar que chegou ao fim. Pesar, lágrimas, dor e vazio podem lhe devorar às vezes – mas Deus ainda está em Seu trono. Ele ainda é Deus!
    Você não pode se ajudar! Não consegue interromper a dor e o sofrimento. Mas o nosso bendito Senhor lhe buscará – e colocará Sua mão amorosa sob você e o elevará para se assentar outra vez nos lugares celestiais. Ele lhe livrará do temor da morte. Revelará Seu infinito amor por você.
    Olhe para cima! Encoraja-se no Senhor. Ao ficar coberto pelo nevoeiro, quando não vê saída para o seu dilema, deite-se nos braços de Jesus e simplesmente confie nEle. Ele é Quem tem de fazer tudo! Ele quer a sua fé – a sua confiança. Ele quer que você grite alto: “Jesus me ama! Ele está comigo! Ele não vai falhar! Ele está resolvendo tudo neste instante! Não serei rejeitado! Não serei derrotado! Não serei uma vítima de Satanás! Não vou perder o juízo e nem o rumo! Deus está do meu lado! Eu O amo – e Ele me ama!”
    O ponto principal é a fé. E a fé repousa nAquele que é Absoluto – “Toda arma forjada contra ti não prosperará” (Isaías 54:17).

  21. ADEMIR Diz:

    IRMA KARLA, LEIA A POSTAGEM DO IRMAO ADEMIR

  22. oi pastor ,roberto ,tô sofrendo!!
    já tive a oportunidade de ser ouvinte da palavra e aceitei Jesus,começei a ir na igreja e logo fui muito abençoado por Deus em tudo o que eu fazia,
    até que um triste dia começei a beber cerveja ,deste dia em diante não parei mais ,começou então meu sofrimento ,sofri um acidente de moto ,perdi o emprego por que eu mesmo quis ,e chegei a fazer um estrago tão grande que até minha mulher queria largar de mim ,creio que eu fiquei manifestado com o coisa ruim,
    ah,tem um detalhe eu não me afastei da igreja ,sei que eu plantei todo esse sofrimento ,
    hoje estou sem nada ,só tenho a mulher e cicatrizes ,no coração porque acho que Deus nunca vai me perdoar ,pesso perdão tô buscando Ele mais ,não consigo velo mais na minha vida ,
    o que será que está acontecendo ,será que o meu sofrimento vai ser assim pra sempre atualmente estou morando no interior do ceará ,mais não tenho certeza de nada .
    como posso fazer pra chamar a atenção de Deus pra mim ,pois sei que Ele vive,já o vi na minha vida ,pois antes de todas as benção que eu tive ,já havia vivido um vida desgraçada não sei o que fazer ,não consigo mais ver DEus ,sai do que não prestava mais ,não bebo mais ,não me drogo sofro pedindo aDeus e pareçe que ele se calou para mim,como eu já disse pessoperdão todos os dias mais o silencio continua ,detalhe aqui não tem igreja e nem pastor que pregue a palavra,as vezes aparece um grupo de crentes em outra vila que tem por aqui e eles não tem compromisso de convidar ou anunciar as boa s novas ,o que faço? ,pois não sei não quero mais ver minha familia sofrer,tenho habilitação ,2 grau ,conheço a palavra ,mais alé de eu estar isolado sem ninguém que compartilhe a fé que eu tenho,não tem igreja
    ,como ja disse não sei oque faço,me ajude por favor!!!!!!!!!!!!!!!!

  23. Desculpe pastor não sou bom em digitação,
    esqueci de dizer mais coisa para o Sr,Sou de são paulo ,olha aonde eu fui jogado ,no meio do mato ,um lugarque não chove ,pois aqui como disse é interior do ceará ,ja perdi as minhas expectativas ,mais não a fé ,tenho fé que Deus existe mais não sei se ele vai me deixar sofrendo,já pedi perdão e como dizem por ai : quem crê é crente então eu acho que eu me enquadro na pergunta acima ,
    por favor ,sei que as vezes tem que ser tratamento de choque ,mais não pense que é falta de vergonha ,nem sei mais o que dizer,
    o que mais me encomoda é que eu estou isolado,e minha mulher sofre e minha filha tmb,e por minha causa,esses dias eu chorei porque Deus deixa a minha filha sofrer,esses dias ela viu na tv um danone e eu não tinha como dar a ela ,só choro agora ,já li a biblia,livros estudo mais,tenho conhecimento teórico de tudo mais não acho resposta,por que eu estou sofrendo ,não fui perdoado?
    e se algum Irmão quiser comentar fique a vontade ,toda ajuda será bem vinda!

  24. nada ainda!!

  25. Vick Lockhart Diz:

    Tá com vou comentar então…..rs..
    Você tem que passar pelo que DEUS coloca na tua frente pra passar ! Pra isso é essa mundo. Pra passar…….
    A um grande valor em si passar….
    Tanto crente ou não crente tem q passar por muitas coisas…

    Veja o video a respeito de passar…….

  26. Vick Lockhart Diz:

    Marcelo… veja o video que te enviei.
    Shalom Adonai – Deus quer você forte não de corpo mas de espirito ! Então passe….. passe….. passe….vai passar….

  27. OBRIGADO irmão vick ,gostei muito do video!!
    espero que não fique só nesse,isso se não for pedir muito pois quero ser mais crente!
    DEUS abençõe o Sr e toda a sua familia!
    se o Sr tiver contato por favor ,gostaria muito de ter contato com pessoas que tem compromisso com cristo, pois aqui não tenho ninguém!

  28. Olá, Deus disse venham a mim todos que sofrem, todos aqueles que são perceguidos, todos que estejam passando por tribulação, todos os atormentados, todos aqueles que tenham fome e eu os aliviarei !!! Para ser feliz faça pelos outros aquilo que quer que aconteça pra ti mesmo. Esqueça os problemas e entregue eles ao Senhor… Não sejas egoista pois a mesma chuva que cai sobre tua cabeça tbm cai na cabeça de todos. Tire a mente de si mesmo e deixe DEUS fazer uma benção atraves de ti para com as outras pessoas … e sua vida terá um sentido ! verdy2010@hotmail.com , eu tudo posso naquele que me ama e fortalece. Os meus inimigos caem por terra, as suas armadilha Deus transforma em bençãos e os seus ataques DEUS reprime e humilha o inimigo … nem que mil 1000 caiam a meu lado e 10.000 a minha direita , eu nada sofrerei pois o Senhor levanta a tua destra e tua sombra me protege…. Como são fortes e abençoados todos aqueles a quem DEUS és com eles. Amém.

  29. Deus disse a Habacuque que escrevesse numa tábua de pedra (igualzinho aos 10 mandamentos) qual seria o centro da sua mensagem: O justo viverá pela fé.

    Aprendendo a lição, o profeta declarou que se tudo na vida acabasse, a figueira não florescesse, a oliveira murchasse, os currais ficassem vazios, ainda assim ele se alegraria em Deus e na sua salvação.

    Será que esse evangelho pode ser pregado como suficiente?

    Se tudo o que der prazer ao leitor: família, emprego, estabilidade e o que mais você puder pensar for requerido de você hoje, você precisa entender que viver pela fé é, ainda nas piores circunstâncias poder dizer: ainda assim eu me alegro no Deus da minha salvação.

    Parece diferente do que você vê na TV? Mas esse é o evangelho daquele que nos chamou assim: Quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.

  30. Abmael Marcelo dos Santos Diz:

    Quando Deus nos chama e nos apresenta a Seu Filho,Ele nos ajudará na missão que Ele nos enviar,pois Ele disse em Mateus 28.19-20,que estará conosco todos os dias até a consumação do século.
    Sofrimentos virão apenas para nos garantir mais experiência com Cristo e,aumentar a nossa fé,pois sem fé é impossível agradar a Deus.
    João 16.33,Jesus nos alertou sobre tudo que teremos que passar,tendo sempre bom ânimo.
    Bom é servir ao Senhor Jesus,pois Naquele grande Dia,ouviremos o nosso nome ser chamado entre a grande multidão,dos que lá estarão.

Nesse blog, 100% dos comentários são publicados, portanto contribua com sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 219 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: