Discernimento Cristão

"Tudo está errado até que Deus endireite"

O Lado Obscuro de Jonh Lennon


Por semanas, em 1964, um jovem chamado Joseph Niezgoda aguarda com expectativa o dia 7 de fevereiro. Seria seu aniversário de 8 anos. O que ele não sabia era que no dia 7 de fevereiro seria também o dia que sua vida iria mudar, o dia em que os “The Beatles” desembarcariam nos Estados Unidos. Duas noites depois, Niezgoda sentou-se com sua família para ver Tv, e a televisão estava sintonizada no programa, “The Ed Sullivan Show”, e como os americanos mais jovens, ele foi hipnotizado daquele dia em diante. Depois de assistir o show dos Beatles o jovem se tornou um verdadeiro fã e começou a colecionar revistas, pôsteres, livros e álbuns.

Então, em 8 de dezembro de 1980, Lennon foi baleado e morto em New York City. Logo após o choque inicial, Niezgoda começou a notar como muitas das coisas estranhas e místicas sobre os Beatles pareciam completar-se na morte de John. Sem sequer perceber, ele começou a descobrir algumas pistas perturbadoras. Depois de ouvir, ler e estudar os Beatle pela maior parte de sua vida, debruçando-se sobre as muitas questões desconcertantes em torno dos astros pop, deparou-se com pistas incontáveis, camufladas, então todas as imagens começaram a se encaixar. Enquanto o mundo se concentrou sobre o louco assassino de Lennon, Niezgoda sentiu algo completamente diferente: Ele percebeu que John Lennon pode ter vendido sua alma ao diabo, e que o assassinato poderia ter sido um desfecho de sua escolha pessoal pelo mal.

[Nota: Não há nenhum indício que Niezgoda tenha alguma tendência religiosa]

Nos próximos 20 anos, Niezgoda leu inúmeros livros que detalhavam a vida de Lennon e mais pistas iam surgindo. Ele ouviu todas as canções de Lennon, e dezenas de letras que outrora pareciam inocentes e despretensiosas, mas que de repente, soaram com um novo significado sinistro. Ele examinou fotografias observado detalhes que anteriormente lhe pareciam imperceptíveis, mas que agora pareciam tão reveladores e tão claros. Enquanto que no inicio da vida de fã ele tropeçava em evidências, agora Niezgoda estava sendo conduzido a descobrir o que estava por trás do mistério do incrível sucesso dos Beatles e do chocante assassinato de John Lennon. Niezgoda nunca gostou do que viu, afinal de contas era sobre o seu ídolo que tudo se desenrolava, mas ele se tornou obcecado com a descoberta de mais e mais informações que apoiaram a sua suspeita. Assim em 1987 Niezgoda começou a organizar essas pistas  no papel. O Resultado dessa pesquisa é o livro, “The Lennon Prophecy” (A Profecia de Lennon).

O Livro

A subida meteórica dos Beatles, sem precedentes na cultura popular e sem rival durante quase quatro décadas depois que a banda se dividiu, é explicada pelo menos em parte por um pacto que John Lennon fez com o diabo, diz um livro recente.

No livro “The Lennon Prophecy”, o escritor Joseph Niezgoda revela que o próprio Lennon, obcecado com o ocultismo, poderes mágicos, a numerologia e em ser maior do que Elvis Presley, confidenciou a seu amigo Tony Sheridan que ele fez tal acordo. O livro também defende a idéia de que os “sinais sobre morte” há muito ligados a Paul McCartney eram realmente mensagens subliminares dando pistas sobre o destino fatal de Lennon.

Escrito por um músico que foi fã dos Beatles a vida inteira, o livro especula que o pacto foi feito logo antes de a banda experimentar seus primeiros grandes sucessos e terminou 20 anos mais tarde com o assassinato de Lennon em Nova Iorque. O assassino, Mark David Chapman, que posteriormente afirmou que demônios foram expulsos dele enquanto ele estava cumprindo sentença na Prisão Estadual de Attica pelo assassinato.

Mark David Chapman o assassino de Lenon

“Chapman, que era um fã inveterado de lenon, disse que quando o último demônio saiu do seu corpo ele entendeu o motivo por que ele vivia possesso”. “Foi para exibir o grande poder de Satanás no mundo usando o assassinato de John Lennon como um veículo publicitário. Sempre cri intuitivamente… que o verdadeiro autor dessa história é Satanás e que eu sou apenas o mensageiro”.

É claro que muitos rejeitarão a noção de que há um espírito real chamado Satanás. Outros zombarão da noção de que as pessoas possam fazer pactos com ele e que esses pactos possam trazer resultados no mundo real.

Por isso, Niezgoda dedica um capítulo ao que pode surpreender a muitos leitores como exemplos de pactos satânicos razoavelmente bem documentados durante a História – inclusive o caso de Johann Faust, que, no período da Renascença, conquistou fama e fortuna talvez iguais às de Lennon e dos Beatles quatro séculos depois. Ele também teve uma morte prematura misteriosa e estranhamente inexplicável 20 anos depois.

O fato curioso é que Faust se gabava de realizar mais milagres do que Jesus Cristo,  e Lennon criou controvérsia ao se gabar de que sua banda era mais famosa do que Jesus Cristo.

“Se John tivesse entrado num pacto de 20 anos com Satanás para adquirir riqueza e fama mundial, esse contrato terminou em 8 de dezembro de 1980, com sua morte violenta”, disse Niezgoda. “Contando 20 anos passados, ocorreu algo incomum na história dos Beatles em dezembro de 1960?”

De fato, ocorreu, recorda Niezgoda. Em 27 de dezembro de 1960, os Beatles fizeram um show no salão de bailes da prefeitura de Litherland, Inglaterra.

“Dizem que depois da apresentação nessa única noite, os Beatles nunca mais foram os mesmos”, recorda Niezgoda. “Cada um dos Beatles se lembra dessa noite como o momento mais decisivo de suas carreiras”.

John Lennon

Logo depois dessa apresentação inesquecível, os Beatles começaram a tocar no Clube Caverna de Liverpool, onde se tornaram um fenômeno local. Então foram para Hamburgo, onde as audiências alemãs ficavam fora de si.

Essa apresentação também marcou o começo da conduta declaradamente anticristã de Lennon. No livro “The Love You Make”, de Peter Brown, ele reconta como Lennon vestia uma coleira de cachorro feita de papel, depois recortava-a, transformando-a numa cruz de papel, e começou a “pregar” à audiência de Hamburgo – desenhando um retrato debochado de Jesus pendurado na cruz usando um par de pantufas.

Mais tarde, também na Alemanha, na Sexta-Feira Santa, Lennon direcionou para um grupo de freiras um retrato de Jesus em tamanho real na cruz pendurado na sacada de seu apartamento.

“Enquanto as freiras fitavam pasmas essa exibição sacrílega, John começava a jogar nelas camisinhas cheias de água”, escreveu o biógrafo Albert Goldman.

Pete Best, o baterista original do grupo, também testemunhou tal conduta e escreveu sobre isso em seu próprio livro descrevendo como Lennon urinou em outro grupo de freiras da sacada de seu prédio enquanto proclamava: “Gotas de chuva celestial!”

Esses eram apenas alguns dos modos como Lennon confrontava e antagonizava quem adorasse a Cristo – sem nenhuma razão aparente, a não ser para seu próprio divertimento.

O livro dedica um capítulo inteiro às tragédias, desapontamentos e tristezas de Lennon. Sua mãe, Julia, e seu pai, Freddie, brigavam para ficar com a custódia do menino John. Aos 5 anos, ele foi forçado a decidir se queria ficar com o pai ou com a mãe. De início, ele escolheu seu pai. Mas quando sua mãe lhe perguntou se ele tinha certeza, ele correu para ela.

“John nunca se esqueceu do horror desse incidente”, escreve Niezgoda. “Deixou uma cicatriz permanente e grandes sentimentos de insegurança, e só depois de passados 20 anos é que ele viu seu pai de novo”.

Viver com Julia Lennon não era fácil. Ele era muitas vezes deixado em casa sozinho e tinha dificuldade para dormir. Mais tarde Lennon lembrou que ela “não estava se prostituindo por dinheiro, mas para ter vestidos caros”.

Aos 6 anos, Lennon começou a fugir de casa para ficar com sua tia Mimi. Ele aprendeu qual bonde pegar pela qualidade das poltronas de couro preto, explicou ele.

“Até hoje, adoro couro preto”, diria ele mais tarde. “Acho-o confortante”.

Às vezes, ele era apanhado por adultos preocupados com seu bem-estar e levado a uma delegacia de polícia local.

“Nunca consegui achar as palavras certas para explicar minha situação”, diria ele.

Os problemas de Lennon prosseguiram no período escolar – ele tinha pouco interesse em aprender na sala de aula, mostrava desprezo pelos professores, faltava às aulas, fumava e falava palavrões, colava nas provas, roubava doces das outras crianças e furtava cigarros para fazer dinheiro.

Ele foi expulso de um coral de igreja por substituir as letras dos hinos por palavras obscenas.

Outro biógrafo escreveu: “John regularmente zombava das lideranças da igreja, satirizava os hinos e fazia desenhos blasfemos de Cristo na cruz de um jeito que só [pessoas anticristãs] conseguem fazer”.

Talvez para compensar sua dura infância, Lennon ficou obcecado de se tornar rico e famoso.

Pete Best recordou como Lennon diria que ia chegar ao topo – de um jeito ou de outro.

“Se tivermos de ser determinados e enganadores, então isso é o que teremos de fazer para chegar ali”, Best citou Lennon, que disse: “Não importa o que seja necessário para chegar ao topo. Poderia causar alguma dor de cabeça, mas uma vez ali em cima, será um tipo diferente de maçada. Sim, ele dizia, ‘eu’ e não ‘nós’. Esse era o real John Lennon, brilhante, divertido, mas cruel”.

Niezgoda cita o “delírio” sem precedentes e sem igual que cercava os Beatles como um dos sinais mais intrigantes sugerindo algo sobrenatural na carreira deles.

“John, Paul, George e Ringo eram escritores e músicos de muito talento – como ficou bem evidenciado pelas carreiras solo deles”, Niezgoda disse para WND. “Mas o que é que estava no começo que os distinguiu de outros músicos da época deles? O que foi que os elevou em poucos anos da total obscuridade para se tornarem o maior espetáculo da terra? Quando eles viajaram para a Austrália em 1964, que tipo de força terrena fez com que 400.000 fãs se ajuntassem fora do hotel deles para meramente olhar de relance os quatro rapazes de Liverpool? Como dá para explicar de forma lógica que eles tenham conseguido, por 20 vezes, o lugar número 1 nas paradas de sucesso num curto período de seis anos?

“Nada antes ou depois chegou perto de se igualar ao rápido e popular delírio emocional universal que cercava os Beatles. Não dá para eu ficar enumerando interminavelmente as realizações sobrenaturais deles… Tentar explicar a fonte da fama e fortuna dos Beatles é como tentar definir os poderes da magia”.

No pico da popularidade deles, os fãs dos Beatles ficaram obcecados com o que pareciam ser sinais na música deles acerca de uma morte dentro da banda. Na época, o foco era sobre uma especulação de que McCartney havia morrido num acidente de carro e havia sido substituído por um sósia.

Nem mesmo uma entrevista coletiva à imprensa de Paul conseguiu persuadir os fãs dos sinais de que ele era, de fato, o real Paul. Tudo pareceu bobagem depois que a longa e reconhecida carreira solo de McCartney decolou.

“A suspeita, porém, não era sem mérito”, explica Niezgoda. “As pistas estavam ali, e numerosas demais para se ignorar. Elas só precisavam ser vistas mediante lentes diferentes para criar não um quadro de uma conspiração passada, mas uma tragédia futura. Quando examinadas como possível profecia, os sinais parecem ser bem claramente não sobre Paul, mas sobre John Lennon”.

Niezgoda está convencido de que os Beatles tinham assistência sobrenatural – não só com sua subida ao topo, mas com esses “sinais” que pareciam tão convincentes de que algo não estava certo dentro dos Beatles. Ele não está feliz com sua conclusão. Aliás, como fã a vida inteira dos Beatles, ele parece estar num conflito profundo.

“Sempre tive de lidar com o constante conflito do meu amor pela música genuína deles e o mal que percebo que os cerca”. “A única diferença é que tenho procurado definir ou fazer sentido dela com a ajuda deste livro”.

Aleister Crowley e os Beatles

Aleister Crowley foi um mago inglês, que ficou famoso no ínicio do século XX, quando escreveu os “Livros de Thelema” guiado por uma entidade sobrenatural no Egíto. Por praticar vários rituais com sacrificios de animais entre outras barbáries… ele é considerado um dos maiores satânistas que já existiu, tendo talvez (não é confirmado) influenciado a “Church of Satan” (A Igreja de Satanás) nos anos 50, idealizada por Antony LaVey. Ele é o “Mr. Crowley” na música do cantor Ozzy Osbourne.

Aleister Crowley

A música do grupo Iron Maiden “Revelations” refere-se á afirmação do próprio Crowley de que ele era a “reencarnação do Anti-Cristo”. Em outras palavras, o “próprio Diabo”. Crowley é considerado o mais proeminente mago cerimonial do século XX.

Crowley é o segundo no alto da esquerda para direita

Os Beatles fazem uma homenagem a Aleister Crowley ao colocá-lo na capa de seu disco mais famoso, o “Sgt. Pepper’s”, ao lado de grandes personalidades da história como Einstein, Carl Jung, Fred Astaire, Karl Marx entre outros. Os Beatles declararam que os personagens que apareceram na capa do álbum eram seus “heróis. John Lennon declarou em uma entrevista à revista Playboy que “a filosofia dos Beatles era toda baseada no famoso ensino “faze o que tu quiseres” de Crowley. (Lennon, citado por David Sheff, as entrevistas da Playboy com John Lennon e Yoko Ono, p. 61). Esse disco é frequentemente citado como o melhor e mais influente álbum da história do rock e da música mundial.

Os Beatles e uma entidade chamada Mahavatar Babaji

Imagem de Mahavatar Babaji

Umas das personalidades que também é homenageada pelos Beatles nesse disco é uma entidade. A entidade chama-se Mahavatar Babaji e foi “revelada” ao mundo pela primeira vez em 1946, na Autobiografia de um Iogue, por Paramahansa Yogananda um guru hindu. Segundo relatado nesse livro e em obras de outros autores que supostamente estiveram com Bábaji entre 1861 e 1935, ele é um mestre espiritual e avatar. Sua idade e o local de nascimento são desconhecidos. Mahavatar Bábaji transcendeu os limites temporais do corpo há séculos (talvez milênios), mantendo-se no anonimato, acessível apenas a um seleto grupo de discípulos, e vive nas recônditas montanhas dos Himalaias, entre o Nepal e a Índia.

Pensamentos de John Lennon

“O Cristianismo irá acabar. Irá diminuir e sumir. Eu não preciso de argumentos para provar isso. Eu estou certo e será confirmado que estou certo”.

“Nós somos mais populares que Jesus hoje em dia”.

“O cristianismo não significa nada para mim”.

“toda a ideia dos Beatles” era o famoso ensino ‘faze o que tu quiseres’ de Crowley”

“Nós temos Hitler dentro de nós, mas também temos paz e amor”.

“Antes de Elvis não existia nada. Nós sempre quisemos ser maiores que o Elvis porque ele era o maior.

“Eu sou um egomaníaco, mas quem não é?”

Imagem esquisita de pedaços de ossos de verdade junto com corpos de crianças de brinquedo na capa desse disco.

Bem, parece que esse não é o John Lennon altruísta, pacato, humilde, desapegado a coisas materiais, embaixador da paz e autor da musica que se tornou quase um hino pela paz,” Imagine”, que a mídia conseguiu vender ao mundo. Segundo as próprias palavras de John, nota-se que ele tinha pouco em comum com a imagem que propagava. John na verdade era uma pessoa ambiciosíssima, esnobe, que não sabia conviver com opiniões discordantes, exibicionista, de personalidade conturbada e que paralelamente cobrava um mundo perfeito. Lennon zombava de Jesus ao passo que defendia uma filosofia esdrúxula de um bruxo apelidado pela imprensa de seu país como “A Besta” e que se auto-intitulava como a reencarnação do anticristo. Lennon ainda dispunha de fé para colocá-la numa entidade hindu, sobre a qual ele sabia quase nada. O que mais uma vez fica evidente é que, no mundo, acreditar em Jesus é coisa pra gente de mente pequena. Mas acreditar em seja lá o que for, contanto que seja novo e diferente é sinal de perspicácia e pensamento evoluído.

Roberto Aguiar

Fonte: Adaptação de:

http://thelennonprophecy.com/

http://thelennonprophecy.blogspot.com/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Sgt._Pepper’s_Lonely_Hearts_Club_Band

http://www.illuminati-news.com/art-and-mc/rockmusic-and-crowley.htm

“John Lennon fez pacto com Satanás”, traduzido por Julio Severo via WND / www.padom.com

Anúncios

29 comentários em “O Lado Obscuro de Jonh Lennon

  1. Augusto
    19/07/2010

    Você está enganado.
    Faça o que tu queres pois há de ser o Todo da lei, viva a lei de Thelema.

    Curtir

  2. andreas epp
    03/01/2011

    Este é um artigo sobre Casos Recentes de Pactos como Diabo, após sua leitura conheça alguns produtos relacionados.

    Os Pactos com o Diabo ainda existem embora crença e prática como essas pareçam absurdas aos espíritos medianamente esclarecidos dos dias atuais de pós-modernidade, alta tecnologia e conhecimentos mais avançados em Ciências Humanas. Renovado, adaptado aos dias atuais, a grande novidade dos Pactos Diabólicos contemporâneos são os humanos signatários. Na Antiguidade, Idade Média e Moderna eram intelectuais, ocultistas e feiticeiros de aldeia os principais interessados nestes contratos. Hoje, além dos supostos “magos” e místicos que se prestam a esse “papel”, os casos que se destacam envolvem grandes estrelas dos midia, artistas em geral e, em especial, os músicos do Rock. Entretanto, esta associação entre sucesso musical e Pacto com o Diabo é mais começa bem antes, remonta à Lenda de Paganini ( 1782-1840 ), “O Violonista Maldito”:

    Por causa das habilidades aparentemente inumanas dele no violino, como também a sua figura cadavérica, alguns ouvintes acreditaram que ele tinha vendido a alma ao diabo. Não só era a sua ascensão européia rápida e a adulação vertiginosa que ele inspirou em âmbito quase faustiano, mas um motivo ocorrendo periodicamente em contos do povo europeu retrata o diabo como um violinista. Várias caricaturas feitas de Paganini consistem nele tocando o violino, alto e magro, com o cabelo desleixado, se assemelhando a chifres.
    [PAGANINI, 2005]

    Hoje, vários cantores e bandas inteiras foram e são apontadas como sócios do Diabo na barganha tradicional: sucesso na carreira e faturamento alto em troca das almas dos contratantes. Entre as celebridades que possuem um Pacto com o Diabo em sua biografia folclórica são sempre mencionados, Robert Johnson (bluesman da década de 1930), as bandas Rolling Stones, Black Sabbath (em especial o vocalista, Ozzy Ousborne), Eagles, The Doors (cujo vocalista, Jim Morrison, casou com uma “bruxa” em ritual pagão), AC/DC e o escandaloso setentista Alice Cooper (segundo o próprio, seu nome artístico teria sido sugerido por espírito em uma mesa de Ouija) entre muitos outros nomes.

    HERDEIROS DE NAGASAKY

    A identificação do Rock com signos e/ou práticas demoníacas (satânicas) nasceu e se fortificou por causa dos aspectos estéticos e poéticos que caracterizam figuras, postura, discurso e misanscene (performance de palco e/ou em público) dos artistas do gênero. Os precursores do rock, expressavam, na música, o estado de espírito dos herdeiros de Hiroshima e Nagazaki, de uma humanidade desumana, pós-Segunda Guerra Mundial; uma juventude nillista e aterrorizada pelas notícias da guerra atômica e da guerra química. Uma horda de decepcionados emergiu daquele horror adotando valores que buscavam demonstrar seu enorme desprezo pela ordem social e política predominantes. Alguns vestiram túnicas leves, calçaram sandálias rústicas, cobriram de flores suas longas cabeleiras e disseram: “Paz e Amor!”. Outros, vestiram-se de negro e metal, calçaram pesadas botas, rasgaram suas camisas e disseram: “Deus não existe” ou pior, “Deus é o Diabo!”.

    Entre os “casos” de Pacto com o Diabo envolvendo personalidades do mundo Rocker, a “Lenda dos Beatles” e a biografia de Jimmy Page, líder da banda Led Zeppelin, são os mais destacados. Os BEATLES, com seus terninhos e cabelos colegiais, são apontados pelas interpretações de certos místicos com verdadeiras “Bestas do Apocalipse” (CAVALCANTI, 2005), cujo surgimento e ação malígna teria sido prevista em profecias. Alguns profetas, de fato, avisam que os filhos de Satanás virão ao mundo com a face dos anjos. Para muitos místicos apocalípticos, o sucesso espantoso do grupo foi o resultado de um Pacto Maldito e, ao fim das contas, teria custado a vida do pacifista John Lennon (SOARES MAYER, 2004). A publicização destes Pactos acontece por declaração dos artistas ou testemunhada (ou denunciada) por pessoas próximas, como empresários ou jornalistas.

    A ligação de JIMMY PAGE com grupos satanistas é mais explícita. O guitarrista e compositor do Led Zeppelin dedicou-se ao estudo da obra de Aleister Crowley. Comprou manuscritos, objetos pessoais e até a mansão Boleskine, às margens do Lago Ness, palco de rituais satânicos que consolidaram a fama de Crowley como “A Grande Besta: o homem mais perverso do mundo”. (TABERNÁCULO.NET, 2001). Tal como teria acontecido com John Lennon, o preço da fama do Zeppelin foi cobrado nos termos característicos de Satã, em intensidade de dor: “A morte do baterista John Bonhan e freqüentes acidentes envolvendo os membros restantes são considerados por muitos, provas definitivas do pacto feito entre a banda e o demônio.” [URL-cit].

    SHARON TATE

    O envolvimento dos Beatles com o satanismo ainda foi relacionado com outro episódio trágico: o Caso Sharon Tate. Na década de 1960, a cultura religiosa oriental virou uma espécie de moda que ganhou a simpatia de artistas famosos da música e do cinema, dos Estados Unidos e na Europa. Muitos desses artistas fizeram “retiro espiritual”. Na Índia, a tribo Xamandú, além dos Beatles, recebeu o ator e diretor Roman Polansky e a atriz Mia Farrow. Aparentemente, experiência mística de Polansky resultou em sua adesão, na América, a uma seita demoníaca liderada por Charles Manson. É muito possível que o diretor estivesse em busca de elementos de composição e inspiração para a produção do filme O Bebê de Rosemary. Na trama, a jovem protagonista, Mia Farrow, espera um filho do Diabo depois de ser “negociada” pelo próprio marido, integrante de uma Igreja Satânica seguidora da dourina de Aleister Crowley. Coincidência ou não, algum tempo depois do lançamento do filme, quando a mulher de Polansky, a atriz Sharon Tate, anunciou sua gravidez adiantada, de oito meses, membros fanáticos do grupo de Manson assassinaram a jovem. Eles acreditavam que a artista esperava o filho do Diabo, como no filme, e arrependidos de suas práticas “heréticas”, temendo a vinda do Anticristo, perpetraram o crime (CAVALCANTI, 2005).

    Aqui mesmo, no Brasil, com o avanço das “denominações evangélicas”, igrejas cristãs que enfatizam a influência do Diabo no cotidiano das pessoas, publicam com freqüência, tanto em impressos quanto na internet, casos e depoimentos, de artistas e pessoas comuns relacionados a pactos demoníacos. Esses relatos, são tão numerosos e variados que já desbancaram a comunidade de Rockers na primazia dos contratos com Satã. Atualmente, Satanás, firma Pactos com todo tipo de gente: donas de casa, políticos, duplas sertanejas, sempre providenciando sucesso na carreira, nas finanças e no amor em troca da alma de seus clientes.

    Curtir

  3. andreas epp
    03/01/2011

    Perdoado pelo sucesso

    A biografia O Mago revela detalhes escabrosos do
    passado de Paulo Coelho – mas, para quem já vendeu
    100 milhões de livros, isso conta como promoção

    Jerônimo Teixeira

    Antonio Ribeiro

    Paulo Coelho: “Minha vida privada não mais me pertence”

    VEJA TAMBÉM
    Exclusivo on-line
    • Trecho do livro

    “A minha vida privada não mais me pertence”, afirmou Paulo Coelho, no ano passado, em um artigo no qual criticava o acordo judicial que censurou a biografia Roberto Carlos em Detalhes, do historiador Paulo Cesar de Araújo. A prova de que a afirmação é verdadeira acaba de chegar às livrarias: O Mago (Planeta; 632 páginas; 39,90 reais), biografia escrita pelo jornalista Fernando Morais. Consta que Coelho não interferiu no trabalho de seu biógrafo. Ao contrário, facilitou-lhe o acesso a diários que cobrem quarenta dos seus 60 anos de vida. Longe de ser temerária, tamanha exposição íntima atesta a inteligência publicitária do escritor. Paulo Coelho atropelou um menino e fugiu sem prestar socorro? Consumiu drogas? Firmou pacto com o demônio? Sim, a biografia confirma tudo isso. Mas foram meros tropeços no caminho de um homem obstinado na realização de seu sonho: tornar-se famoso como escritor. No fim, o herói converte-se no Guerreiro da Luz, o sábio autor de O Alquimista. Os 100 milhões de livros que o mago vendeu em 160 países redimem (em tese) o passado vil.

    Filho desgarrado de uma família de classe média conservadora do Rio de Janeiro, Coelho foi o típico doidão que a cultura hippie glamourizou na virada dos anos 60 para os 70. A biografia revela suas experiências alucinógenas e sexuais. Ele teve, por exemplo, relações com homens – fato que já admitira em entrevista a VEJA em 2003 – só para concluir que, no fim das contas, não era homossexual. Mas nem tudo foi colorido nos anos de desbunde. Coelho passou por duas internações psiquiátricas e teve relacionamentos difíceis, beirando o patológico. O mais tumultuado deles foi o romance com a arquiteta Adalgisa Magalhães, a Gisa. Depois de se submeter a um aborto, ela teve uma depressão pesada. Coelho incentivou-a a tentar suicídio – por motivos meio místicos, meio psicanalíticos, achava que essa terapia de choque poderia ajudá-la.

    Paulo Coelho fez muito dinheiro, nos anos 70, como parceiro do roqueiro Raul Seixas. Mas o que ele queria mesmo era fazer fama como escritor. Sua determinação começou a dar frutos com O Diário de um Mago, de 1987, e O Alquimista (até hoje seu maior sucesso, com 40 milhões de exemplares vendidos), do ano seguinte. O estilo pedestre e o misticismo de supermercado desses livros encontraram ressonância no grande público, mas desagradaram aos críticos. O Mago retrata Coelho como uma vítima da mídia, perseguido pela intelectualidade elitista e preconceituosa. Não é surpresa. Morais é um ardente apologista da ditadura de Fidel Castro e acredita na inocência de José Dirceu, acusado de ser o chefe do mensalão. Com essa larga experiência na defesa do indefensável, não admira que ele busque afirmar o mérito literário de Paulo Coelho.

    Divulgação

    Raul Seixas e Paulo Coelho: a parceria fez sucesso, mas Coelho queria a fama literária

    Morais nem sempre compra barato as lorotas de seu personagem. Em uma entrevista à Playboy, em 1992, Coelho gabou-se do tempo em que viveu com duas mulheres em Londres. O biógrafo corrigiu-o: Coelho não dava conta das duas sozinho – havia um segundo homem na animada cama inglesa –, e uma delas mais tarde reclamaria da performance sexual do escritor. Morais só não desacredita Coelho no seu terreno de eleição, o misticismo. Epifanias, assombrações, visões angelicais – a biografia dá crédito a tudo o que é bobagem sobrenatural. Nas páginas que precedem essas aventuras mágicas, porém, Paulo Coelho aparece falsificando a assinatura do próprio pai, plagiando um texto de Carlos Heitor Cony e dando entrevistas sobre um encontro com John Lennon que nunca aconteceu. O leitor que conhece aritmética básica pode levantar a dúvida legítima: as aventuras sobrenaturais do tal “mago” não serão invenções da mesma ordem? Paulo Coelho é um péssimo escritor, mas talvez seja um gênio da ficção.

    Divulgação

    Com Gisa: depois do aborto, Coelho recomendou o suicídio

    Curtir

  4. Marcelo Alves
    19/03/2011

    Todos os sites/blogs, sejam católicos, protestantes etc. cometem
    um grande equívoco ao atribuir o assassinato de John Lennon com
    um pacto nos anos 60. Tem uma certa relação, que tentarei lhes
    explicar.
    Existiu sim, um pacto envolvendo John e as “forças” do mal,
    satanismo etc. Isso ocorreu no início dos anos 60, quando os
    Beatles (com outro nome ainda) faziam shows na Alemanha,
    sem nenhum sucesso, a não ser local. O pacto foi citado por
    Tony Sheridan, cantor que gravou com os Beatles – que no
    disco aparecem como Beat Brothers, uma banda de apoio –
    em 1961. “Tenho certeza que faremos sucesso como nenhuma
    outra banda fez”…”Fiz um pacto com o diabo…” declarou
    John a Sheridan.
    Os Beatles explodiram mundialmente em 1964. Em novembro
    de 1966 o pacto foi cobrado e Paul McCartney morreu
    num acidente automobilístico. Tudo foi ocultado pela
    produção do grupo, e um sósia de Paul foi colocado em
    seu lugar para que a banda não se dissolvesse. Esse indivíduo
    tinha incrível semelhança com Paul, e realizou pequenas
    cirurgias plásticas para melhorar a semelhança. Foi quando
    os Beatles surgiram com novos penteados e de bigodes, em
    1967, na época do lançamento de “Sgt. Pepper’s” o mais
    demorado LP a ser lançado pelo grupo. Muitos confundem
    com o acidente de moto que Paul (verdadeiro) sofreu em
    1965 – um indício que as coisas não andavam boas para o seu
    lado – mas a verdade é que esse Billy Shears (também
    chamado de WilliamCampbell) assumiu a identidade de Paul
    McCartney até os dias de hoje.

    Segundo dizem, quando John resolveu retomar a carreira-
    solo, em 79/80, havia a possibilidade dele reunir toda a
    imprensa e divulgar a verdade. Foi quando foi assassinado,
    aliás esse mesmo indivíduo, Mark Chapman, declarou anos
    depois que estava determinado a matar Paul ou John.
    Ou seja, a intenção dos mandantes seria enterrar de vez
    o assunto.

    Curtir

  5. Oscar
    18/04/2011

    De onde saiu tanta besteira?, este artigo tem tantas besteiras e mentiras, que da até vergonha ler. Primeiro de tudo…. Esse Niezgoda não era ninguem!!, todo o que le sabe o porque leu, ou ouviu… e você acredita nesse cara…. que triste.

    Curtir

  6. joel
    16/11/2011

    nao agredito em nada que vc digam ou pense ,so sei de uma coisa john era um genio

    Curtir

  7. Aisthim
    27/02/2012

    Jesus é a verdade,
    Jesus é a vida,
    Jesus é a salvação!

    Curtir

  8. Aurus Crestus
    17/05/2012

    A mais misterios entre o ceu e a terra , do que julga a sua vã filosolfia ……….

    Curtir

  9. Mari
    30/06/2012

    Que texto descabelado, Se ele fosse assim, ele seria individualista e uma pessoa má, o cara ficou dias na rua fazendo protestos por belissimas causas… Era pra ele ter morrido mutio mais rico do que morreu, mas ele se importava muito com as pessoas. Ele não acreditava em Deus não sei por qual razão, mas fez muito mais pelo mundo do que muito cristãos!!!

    Curtir

  10. Luis Felipe
    05/07/2012

    ATE ACREDITO QUE POSSA TER HAVIDO UM PACTO COM O CRAMUNHÃO,JA QUE ELE SE UTILIZA DE PESSOAS INFLUENTES PARA MANDAR SEUS RECADOS SUAS MENSAGENS OCULTAS ,TIPO UTILIZAR POLITICOS EMPRESARIO,MAS QUE O PAUL MORREU E COLOCARAM UM SOSIA E DE MATAR KKKKK

    Curtir

  11. marcilio leão
    20/07/2012

    O satanismo dos beatles fica evidente na sua obra e nas conseguências dela. Contracultura(cristã), drogaísmo, antireligiosismo(imagine there are no religions), sexo promíscuo, irresponsabilidade familiar, rebeldia, etc…. enfim não é preciso ler livro algum, basta conhecer a obra de John lennon e da sua banda.
    além disso, enaltece descaradamente satanistas como Crowley e Marx.

    O satanismo tem ânsia de tornar-se oficial, declarado, ostensivo, ocorre que não é a melhor tática, por isso a forma velada e disfarçada, atenuada de se difundir. Contudo, hoje, com a inversão de valores, tão reforçada pelos beatles, o espaço esta se delineando e em breve o “bom” será o satânico humanismo e o mal o critianismo divino.

    marcilio leão

    Curtir

  12. Oliveira
    05/08/2012

    Só Jesus é o caminho, a verdade e a vida. Só existe dois caminhos a serem seguidos; ou você faz parte da Luz, do verdadeiro amor, que está em Cristo Jesus, ou você está com as trevas, que o príncipe das trevas é Satã. Fica claro na Profecia de John Lennon de seu pacto com Satã, e suas consequências, para quê querem mais provas do que isso? Agora não vou concorda com a afirmação do Rodrigo Aguiar no final do seu texto quando ele fala; “O que mais uma vez fica evidente é que, no mundo, acreditar em Jesus é coisa pra gente de mente pequena”. Você Rodrigo Aguiar tem ainda uma mente pequena. Isso é pura ignorância e falta de conhecimento do Rodrigo Aguiar ao afirmar uma coisa dessas. Com essa afirmação do autor acima, podemos compara-lo ao próprio John Lennon, com suas opiniões e frases de anticristo. Saiba de uma coisa; o Mundo nunca vai conhecer o verdadeiro amor de Jesus em seus corações e nunca vão compreender das coisas celestiais, por que o mundo já é do Maligno (Satanás) e suas obras estão às claras para todo mundo ver e comprovar. Mas chegará um dia, que todo joelho dobrará e toda língua confessará perante o Senhor Jesus. Deus deu seu filho unigênito para todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha vida eterna. Vocês preferem seguirem esses satanistas como Crowley e outros, e como ficou provado de sua ligação com John Lennon, e do mesmo com outros Satanistas. FICA SIM evidentes o Pacto de Lennon com Santa, e suas consequências, Satanás dá, mas também cobra daquilo que ele dá. Ele não é uma força como muitos dizem, ele realmente é autor de todos os males e suas consequências existentes em todos os meios, não só no meio musical, mas existem em todas as esferas. Só existe uma forma de desviar desse mal tão grande que existe desde o surgimento da vida: é conhecer a verdade. Quando você conhece a verdade, a verdade vos libertará. E só existe uma forma de conhecer a verdade e ser liberto, é através de Jesus Cristo de Nazaré, o filho do Deus único e Todo Poderoso, que tem tudo ao seu controle, que é vivo, que é único TODO PODEROSO. Satanás pode ter seus poderes do mal e suas “legiões de demônios”, pois Lúcifer, o anjo caído, onde Satanás quis “ser igual ou maior que Deus”, ele levou consigo 1/3 dos anjos do céu, que agora são demônios que habita aqui na terra, são a incorporação do próprio mal. Mas Deus, ele tem “todo e todo o poder em suas mãos”. Deus é Luz, e luz não combina com trevas, e Satã não tem poderes contra a Luz. Por que hoje, pela Graça de Deus em nossas vidas não somos órfãos, não estamos só, não estamos desamparados e esquecidos por Deus, pois ele nos deixou o Consolador, o Espírito Santo de Deus habita naquele que o seguem , habita naqueles que tem comunhão com Deus, habita naqueles que amam a Deus e segue seus mandamentos, que seguem Jesus. Esse Espírito Santo que menciono, o Espírito da Verdade, que o mundo não pode receber, por que não o vê, nem o conhece, e o mundo nunca vai conhecer enquanto o mundo estiver ligado às obras do mal, enquanto o mundo estiver enraizados com as obras de Satã, enquanto o mundo estiver cegos e ligados a Ceitas e vãs filosofias de vidas, enquanto o mundo estiver sendo aconselhados por espíritos imundos desses magos, desses satanistas, desses principados e potestades, quando as pessoas não converterem o seus corações a um Jesus ressuscitado, vivo, que hoje habita convosco e estará convosco até a consumação dos séculos, por que ele voltará e quando acontecer, todo o joelho dobrará, todos confessarão que ele é filho de Deus, e infelizmente muitos irão para o fogo do Juízo preparado para Satã e seus demônios, e lá haverá choro e ranger de dentes. Por que para o Satã não existe mais perdão, ele já foi condenado, para ele não tem mais arrependimento, e ele quer levar almas e vidas junto com ele para o grande Juízo Final. Amados irmãos, arrependei-vos, pois é chegada a hora do reino de Deus, arrependei-vos por que ainda dá tempo. Irmãos façam uma experiência real com Deus, e vocês vão conhecer a verdade que só Jesus pode dar. As Coisas Espirituais só se discernem espiritualmente, as coisas carnais discernem carnalmente. Nunca vocês irão compreender as coisas de Deus se vocês não tiverem comunhão com Deus. Fiquem com todos em Paz. A Paz que só Jesus pode trazer para sua vida.

    Curtir

  13. Nerivanne Brandão
    26/10/2012

    eu acho que tudo isso é loucura

    Curtir

  14. Paulo Ramon
    13/11/2012

    Todo mundo que prospera agora,tem pacto com o cão..daqui a pouco, vão dizer que o Obama fez pacto,pq é mais aberto com os homosexuais e o direito ao aborto…o sósia do Paul é canhoto, tem a mesma voz e talento..hauuhahuauhaauhahuahuauhahuahu..tão de brincadeira….Mas é assim mesmo,sempre tentam desmerecer o talento nato…

    Curtir

  15. marcilio leão
    13/11/2012

    O que Lenon propunha? Sexo promíscuo, uso drogas, irresponsabilidade cilvi, fim do cristianismo, ( embora em “imagine” ele insinue o fim de todas as religiões, é notória a sua admiração por ceros “gurus” orientais. Sua homenagem ao satanista Aleister Crowley esta na capa do Srg. Pipers Jazz Band. E o Lgado de Lenon não deixa dúvida: por trás da musicalidade revolucionária existe uma ideologia satânica. è papel de presente embalando estrume

    Curtir

  16. Li, somente opiniões com muitas palavras. Não redigirei uma longa opinião devido ao escasso tempo pelo qual estou dispondo. Li a Bíblia e percebi que desde o velho testamento até o novo testamento e ainda hoje, há antagonismos, conflitos de todos os tipos e é inegável que há autoridade forte do mal, com seguidores trevosos, tais são espíritos invisíveis que seduzem os que agora estão vivendo em Terra. No outro lado estão aqueles que se esforçam para colocar em regras de boa conduta e edificação de vida. E Pedro foi revestido de tal autoridade que a ele foi concedido a chave de um lugar imenso e riquíssimo no qual a denominação mais mencionada é céu. No Espaço há local e locais de várias características. Assim como aqui há vários países, cada qual com suas particularidades. O próprio Mestre Jesus mencionou que há muitas moradas na casa do Pai. Estamos em uma delas, mas a salvação mencionada por Jesus refere-se a uma exceção de punição pelas ações más e iníquas cometidas por muitos. O inferno e outro local mencionado pela bíblia é real. Há séculos quando alguém mencionava convictamente que existia micro organismos causadores de doenças, embora havendo inexistência do microscópio óptico e ainda do eletrônico que surgiu no final da primeira metade do século XX, era tachado de louco ou alienado. Então o que é hoje invisível, amanhã se tornará visível. Jesus cumprirá o que disse: Com os meus anjos virei em grande glória e muitos lamentarão, outros felicitarão por haver crido e permanecido fiel. Todo joelho se dobrará, nem o mais arrogante ou poderoso terreno ou espiritual conseguirá permanecer insubmisso á grande irradiação de luz. O chefe dos anjos das trevas será julgado e seus seguidores tanto os que estão em carne, como os que estão fora da carne. Então o sofrimento dos que se esforçaram exatamente por seguir o caminho estreito será recompensado. Todos os profetas sofreram, os discípulos foram perseguidos, os apóstolos foram chicoteados, cuspidos, aprisionados, naufragaram, enfim, o mal é fácil de ser feito, é muito fácil matar, roubar, estuprar, mentir, trair, subornar, desviar dinheiro, enganar, fingir. Exemplos do caminho largo, o da perdição. No qual Jesus advertiu. Fazer o Bem é mais difícil e geralmente é pago com ingratidão. já perceberam? Mas percebam a afirmação de Jesus: A cada um será dado conforme suas obras. Aliar-se às trevas na minha humilde opinião é equívoco e prejuízo. Os sábios verdadeiros sempre serão odiados. Jesus é muito odiado por causa da liderança de sua suprema sabedoria inextinguível.

    Curtir

  17. Jeronimo Martins
    09/11/2013

    Quem pratica a justiça vem para a luz, nunca se opõe a ela. Se Lenon fosse um passifista teria reconhecido o Principe da paz como sua fonte de inspiração. A luz veio para Lenon e ele preferiu mais as trevas (Aleister Crowley) do que a luz, porque suas obras foram e, sempre serão reprovadas, por quem tem condições de julgar o homem pela reta justiça, o próprio Deus. Este a quem Crowley e Lenon aborreceram com suas maledicências e devassidão.

    Curtir

  18. Israel dos Santos
    29/04/2014

    Todos estes comentários será testemunhado naquele grande dia, que para alguns, imensa alegria para outros desespero e aflição de alma… A Bíblia é Luz para caminhar e Lâmpada para iluminar.

    Curtir

  19. Israel dos Santos
    29/05/2014

    “Acho muito exagerado o artigo… Se for assim todo mundo iria fazer pacto com o mal para conseguir grandes coisas… O grande problema dos cristãos (e sou cristão) é ficar reparando nos outros e não em si próprios. Abraço!”…todo mundo fazer pacto com o mal em troca de coisa perecível, bem material? Acho que não. Pode ser que os obscuros, possa ser enganados. Os Iluminados pela LUZ DIVINA, jamais é tragados pelas trevas!

    Curtir

  20. Deyvid Livrini
    29/05/2014

    Perfeito amigo… Continue na idade média….

    Curtir

  21. Israel
    30/05/2014

    Amigo Deyvid, “Iluminismo…” diferente de ‘ILUMINADOS’… rsrsrs!!!

    Curtir

  22. vini9ciosg
    28/09/2014

    cara que zuado isso o cara era genial sempre a favor da paz entre as pessoas acho um absurdo que o cristianismo condene tantas religioes como sendo satanismo o ser humano tem liberdade pra se expreçar da forma que quizer fazer o que quiser por que vcs cristaos veem isso como uma coisa erada ? ficar preso a uma ignorancia dessa e um absurdo o ser humano tem que evoluir e nao ficar preso a uma ideia de muitos anos atraz !

    Curtir

  23. Kate
    03/10/2014

    Nossa vida segue o rumo feito por nossas escolhas e decisões.
    John Lennon escolheu ganhar o mundo e perder sua alma. Ele foi o responsável pelo o que aconteceu com ele na eternidade e ninguém mais. Que vida e existência miserável que ele teve ao decidir virar as costas para Jesus! Não passou de mais um tolo enganado pelo diabo. Uma das áreas mais atacadas pelo diabo é a indústria do entretenimento porque os artistas são formadores de opinião e influenciam muitas pessoas. Lamentável. Coitado!

    Curtir

  24. Deyvid Livrini
    03/10/2014

    John Lennon era o cara… Esses pensamentos medievais é que impedem o ser humano de evoluir..

    Curtir

  25. Vinicius costa
    27/03/2015

    ESSA MERDA DESSE CONCEITO INSANO DE FÉ VAI ACABAR COM A HUMANIDADE COMEÇOU COM A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL QUE TEVE MAIS MALEFICIOS DO QUE BENEFICIOS ,SEM CONTar todas as guerras santas no oriente medio e INFELIZMENTE John lennon essas pessoas burras so vão perceber quando ja estiver tudo fudido e um desses caras que DIZEM ouvir “DEUS” na merda de cabeça estiver no controle de armas de destruição em massa ai sim vcs vã perseber o mal que vcs fizeram ao mundo ,e que “deus realmente não passa de um conceito feito para medir a dor e controlar a mente”!!!

    obs:A IDEIA DE ACREDITAR INVISIVEL E TER TANTA CERTEZA DE QUE ESTA LA SEM O MINIMO DE PROVAS PARA MIN E PARA PESSOAS DE MENTES FRACAS ,NÃO ME ADIMIRA O MUNDO ESTAR NESTE CAOS.

    Curtir

  26. Vinicius costa
    27/03/2015

    POR FAVOR EVOLUAM!

    Curtir

  27. Edson Viana
    09/05/2015

    Sempre fui fã das músicas dos Beatles.Acho que eles têm uma importância mundial em se tratando de música.
    Agora,só eles podem afirmar o que aconteceu de verdade nos bastidores. Se não revelarem,de uma forma ou de outra Deus revelará um dia.
    Se John Lennon fez um pacto com o diabo,ele irá prestar contas com Deus. E que isso sirva de exemplo para nós mesmos.
    E enquanto a nós? Sigamos a Jesus e seus ensinamentos. Creiamos que só Ele pode salvar.

    Curtir

  28. Juliana
    17/07/2015

    Acredito sim… E acredito que existe alguém por trás de muitas coisas que comanda o mundo artístico e o mundo em geral. Existe uma familia de satanista que faz o controle das guerras, dos presidentes e de toda economia mundial. Essa familia é maligna e satanista, muitas pessoas fecha os olhos para maldade e abre só para a bondade, quem ler a biblibia e a pratica, sabe muito bem de que mal existe e Cristo morreu para salvar seus filhos!! Hoje o mundo está corrompido, pessoas ruins, mesquinhas e hipócritas dentro da igreja, fingindo ser ovelhas, onde na verdade não passam de lobos. Escutem que o a palavra de Cristo diz… Chegará o dia em que muitos que duvidava da palavra, vão ser rejeitados ao entrar na Glória celeste de Deus. Então se arrependam enquanto existe tempo, Jesus Cristo o nosso salvador está voltando.

    Curtir

  29. Danielle França
    22/08/2015

    Nunca li tanta merda. Só porque John ele era rebelde na fase infantil da vida dele, num quer dizer que John era satanista, fez pacto com a besta, gente Deus da vitória a quem crer nele, e ele mesmo disse que não é contra o Cristianismo, mas só porque ele disse que estavam mais famosos que Jesus, pois na minha opnião, era verdade porque o momento ali era eles e poucos se importavam com Jesus, como diz o ditado “Quem não vem por amor vem pela dor”.Então enquanto eles estavam se divertindo, ninguém se importava com Jesus, mas se alguém estivesse em um grande conflito, eles deixavam John de lado e ia para Jesus.
    Obs: Sou Cristã^^

    Curtir

Nesse blog, 100% dos comentários são publicados, portanto contribua com sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 16/04/2010 por em Pobre Cultura Humana.

Visitas certificadas pelo Wordpress. Primeira postagem Agosto/2008

  • 992,363

Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

Junte-se a 605 outros seguidores

A fonte da aflição humana

Nós como humanidade, mesmo tendo consciência da existência de Deus, não o consideramos como a um Deus, nem lhe agradecemos por nada, antes, em nossos próprios raciocínios nos perdemos. Em virtude disso, nosso coração enlouqueceu e se perturbou. Nos tirando por sábios, nos tornamos loucos. E, como esnobamos a Deus, o criador nos entregou aos nossos próprios sentimentos perversos, para fazer-mós coisas ruins uns com os outros. É precisamente assim que chegamos exatamente onde estamos.

Novo Testamento/Livro de Romanos/Capítulo 1/Verso 21,22,28.

“O questionamento e a crítica deve ser incentivado. Só que criticar não é o mesmo que fazer troça ou debochar, que é o que via de regra algumas pessoas fazem. A crítica só é possível com debate, ao passo que o escárnio leva ao combate.”
Um ateu.

“A verdade deve ter prioridade sobre o amor e o amor sem a verdade é uma falsa unidade.”

“A esquizofrenia do movimento evangélico moderno alcançou o nível de epidemia, e tem se alastrado, contaminado, e posto em risco até as tradicionais igrejas evangélicas cristãs.”

Progospel site cristão americano.

"A corrupção da sociedade começa por uma falha em chamar as coisas, pelos seus nomes próprios."

“Por meio de apresentações dramatizadas, os pastores fazem com que as igrejas se assemelhem a teatros; transformam o culto em shows musicais e os sermões, em arengas políticas ou ensaios filosóficos. Na verdade eles transformam os servos de Deus em atores cujo objetivo é entreter os homens.”

Spurgeon (1834 - 1892), pregador inglês chamado de o príncipe dos pregadores.

“A fé manifestada por Cristo não tem paralelo humano, ela divide o mundo”.

A.W. Tozer (1897 - 1963) foi um pastor, pregador, escritor, editor americano.

“O verdadeiro cristianismo é apolítico. A tentativa de misturar o evangelho a política é uma heresia antiga.”

"A experiência provê a dolorosa prova de que as tradições religiosas da igreja, uma vez formuladas, são primeiramente tidas como úteis, depois consideradas necessárias, até finalmente serem transformadas em ídolos. Todos têm que se curvar diante delas ou haverá punição".

J.C. Ryle (1816 -1900), brilhante aluno de Oxford, foi o primeiro pastor anglicano de Liverpool .

“O amálgama da psicologia com a Bíblia causa impacto destruidor sobre a mensagem do evangelho”.

David Robertson, pastor da Igreja Livre da Escócia, em Dundee e autor do livro “As Cartas para Dawkins”.

Alguns líderes de denominações evangélicas não fazem parte do que se chama a ‘Noiva de Cristo’. Eles são líderes de uma Igreja que há muito tempo traiu o Mestre”.

Richard Wurmbrand (1909 - 2001) foi um pastor romeno fundador da missão Voz dos Mártires. Wurmbrand passou 14 anos em prisões comunistas por pregar o evangelho.

“Deus não despede ninguém vazio exceto aqueles que são cheios de si mesmos”.

D. L. Moody (1837-1899), evangelista Americano.

“Ninguém descobre a cura para doenças por amor a humanidade. Como tudo mais, a ciência é apenas mais uma ferramenta para produzir dinheiro e glória”.

"Se você quer ser popular, pregue a felicidade. Se você quer ser impopular, pregue a santidade."

Vance Havner (1901-1986) pastor americano.

“Nenhum homem acredita que a Bíblia quer dizer o que diz, ele está sempre convencido de que ela diz o que ele quer dizer”.

George Bernard Shaw (1856 -1950) foi um escritor irlandês dramaturgo e premio Nobel de literatura.

“É difícil ver como o cristianismo pode ter um efeito positivo na sociedade, se não pode transformar a sua própria casa”.

John F. MacArthur Jr. (1939) escritor e pastor da igreja Grace Community em Sun Valley, Califórnia.

“É possível falar de amor para com os homens de tal maneira que Deus sai de cena. É possível começar a justificar a sua vida unicamente na base do quão "bom" você é para os homens. E, gradualmente, a diferença entre um cristão e a falsa ética humanista desaparece. Não porque o humanismo tornou-se centrado em Deus, mas porque o cristão tornou-se o centro de tudo”.

John Piper (1946) pregador e autor, pastor da Igreja Batista Bethlehem em Minneapolis, Minnesota-E.U.A.

“O grande poder do pecado é que cega os homens para que eles não reconheçam seu verdadeiro [mal] caráter”.

Andrew Murray (1828 - 1917) escritor e pastor sul-africano.

“Um sermão é pobre e sem efeito quando não deixa o ouvinte descontente consigo mesmo, e nem com o pregador”.

George Whitefield (1714 -1770) pastor anglicano itinerante. Seu ministério teve enorme impacto sobre a ideologia americana. Conhecido como o "príncipe dos pregadores ao ar livre" foi o evangelista mais conhecido do século XVIII.

“A humanidade está adquirindo a tecnologia correta para as razões erradas”.

R. Buckminster Fuller(1895- 1983)filósofo americano, teórico de sistemas , arquiteto e inventor.

“Eu considero que os principais perigos que confrontarão a igreja do próximo século será a religião sem o Espírito Santo; cristianismo sem Cristo, perdão sem arrependimento; salvação sem regeneração; e céu sem inferno”.

William Booth (1829 - 1912), pregador metodista britânico, fundador do Exército da Salvação.

“A menos que você tenha um compromisso sólido com a verdade, a Bíblia não vai mudar a sua vida, ela só vai ser um mar de palavras”.

Winkie Pratney (nascido em 1944) é um evangelista neozelandês, comunicador da juventude, apologista cristão e escritor.

“Se um homem se guiasse hoje em dia rigorosamente pelos ensinamentos do Novo Testamento, ele seria considerado insano”.

Robert Green Ingersoll (1833 - 1899) foi um ativista social, orador, agnóstico e inimigo da bíblia. Eis um sujeito que embora não cresse na bíblia, demonstrou tê-la compreendido muito mais do que a maioria dos que se dizem “crentes” nela.

“O cientista Charles Darwin foi o criador da teoria da evolução que diz que o homem vem do macaco. Essa ideia amplamente aceita pela sociedade, define a vida como a luta entre o forte e o fraco, o que é chamado de darwinismo social. Darwin definiu que o mais poderoso militarmente, psicologicamente, politicamente e em termos de tecnologia será superior aos fracos e oprimidos, e vai governar e subjugá-los. Esta idéia dominou a ideologia de Hitler e Mussolini, e conservando as devidas proporções, é um resumo da história da humanidade”.

“Para estar bem com Deus, muitas vezes isso significa ter problemas com os homens”.

A. W. Tozer (1897-1963), foi um pastor protestante americano.

“Deus não tem netos”

“O grande problema com a maioria dos pastores é que simplesmente não levam a sério o discipulado. Para nosso espanto, eles se satisfazem apenas com a confissão das pessoas de que desejam entregar suas vidas à Cristo, sem se preocuparem se elas vão ou não viver isso de fato”.

“Ou a bíblia me fará evitar o pecado, ou o pecado me fará evitar a bíblia”.

Dwight Lyman Moody (1837-1899), foi um evangelista americano.

“Ao contrário do que a maioria dos crentes imagina, no reino de Deus não existe independência nem democracia. A liberdade que nos é oferecida, jamais teve ou terá o sentido que desejamos. Que fique bem claro, que a liberdade ofertada pela bíblia, é liberdade do pecado, jamais significou liberdade para fazer o que se quer”.

“A Bíblia está sendo testada como o ferro em uma bigorna, espancada por muitos martelos. A Bíblia prova concretamente que é a Palavra de Deus por sua previsão impar de eventos futuros, além de todas as chances possíveis de erro, e isso tudo pode ser comprovado pelos fatos registrados na história. Sim, ela tem se mantido precisa.”

"Deus proibiu Salomão de comprar cavalos no Egito. Porque ele desobedeceu, e até casou com mulheres egípcias, perdeu a fé e se tornou um idólatra, mesmo com toda a sabedoria que Deus lhe havia concedido. Por isso, que ninguém se considerando sábio e ungido, se coloque acima dos outros cristãos, pois os que assim se julgam, como fazem os modernos apóstolos e profetas, acabam caindo na apostasia".

Mary Schultze escritora evangélica brasileira

"Nada na história, serve para ensinar aos homens a possibilidade de viverem em paz. É o ensino oposto que dela se destaca e se faz acreditar".

Paul Ambroise Valery [1871-1945], poeta, ensaísta e crítico francês.

"A morte perde metade de suas armas quando negamos em primeiro lugar os prazeres e interesses da carne".

Richard Baxter (1615 - 1691) foi um Inglês puritano líder da igreja.

"As pessoas na igreja não estão se voltando para Cristo, porque elas não têm senso de pecador contra o Senhor. Elas não estão convencidas do pecado pessoal, porque elas não sabem o que é pecado. Elas não têm noção do pecado, porque a lei de Deus não está sendo pregada de verdade".

Walter Chantry(1938) é um pastor de uma igreja batista na Pennsylvania.

“Pela lei da justa compensação, o coração dos que brincam com assuntos religiosos será destruído pelo brilho excessivo da verdade em que tocarem. Os olhos serão cegados pela luz que contemplam”.

A.W.Tozer (1897 - 1963), pastor americano.

“O que a história conta não passa do longo sonho, do pesadelo espesso e confuso da humanidade”.

Arthur Schopenhauer (1788-1860), filósofo alemão.

“As pessoas dizem que a cruz de cristo prova o quanto o homem é valioso. Isso é mentira! A cruz prova o quanto os homens são depravados”.

Paul Washer (nascido em 1961),fundador da missão HeartCry.

“A pessoa santificada é a única satisfeita no mundo”.

William Gurnall ( 1617 - 1679) escritor cristão Inglês.

“A história é apenas uma série de crimes e desgraças”

Voltaire (1694 —1778), filósofo iluminista francês.

“Nenhum homem começa a ser bom enquanto não se considerar mau”.

Thomas Brooks (1608-1680), pregador Inglês.

“Quando os homens começam a se queixar mais de seus pecados do que de suas aflições, começa a surgir alguma esperança para eles”.

Matthew Henry (1662 - 1714), pastor presbiteriano.

“A primeira e pior de todas as fraudes é enganar-se a si mesmo. Depois disto, todo o pecado é fácil”.

Philip J. Bailey (1816 — 1902), foi um poeta inglês.

“Dizer ‘Esqueça a doutrina, vamos evangelizar, é tão ridículo quanto uma equipe de futebol que diz "Esqueça a bola, vamos continuar o jogo"

Peter Lewis, é pastor da Cornerstone Church em Nottingham, Inglaterra, e autor de vários livros.

“Nada do que é de Deus é obtido com dinheiro”

Tertuliano (160 - 220 dC) foi o primeiro autor cristão a produzir uma obra literária em latim. Ele também foi um notável apologista cristão e um polemista contra as heresias.

“Eu sou um fã do homem, eu sou um humanista”

O ator Al Pacino no personagem do diabo no filme, “O Advogado do Diabo”

“Atribuirei todas as aparentes incoerências da Bíblia à minha própria ignorância”

John Newton (1725 - 1807) foi um pastor Anglicano, autor de muitos hinos incluindo o afamado,”Amazing Grace”.

" Ao tentar-mós inaugurar um reino que não é deste mundo, utilizando as ferramentas que são deste mundo , isso é não cumprir a meta que supostamente estamos procurando alcançar”

Cal Thomas é um cristão americano colunista sindical

"Quem quer que controle a mídia, as imagens, controla a cultura"

Allen Ginsberg , (1926 – 1997) poeta americano.

“Quem quer que controle a cultura, controla a vida das pessoas porque o homem é 100% um produto cultural”

“Uma grande parte da minha família foi assassinada. Foi na minha própria casa que seu assassino foi convertido. Foi também o local mais adequado. Assim, em prisões comunistas a idéia de uma missão cristã para os comunistas nasceu”.

Richard Wurmbrand (1909 - 2001) foi um pastor romeno fundador da missão Voz dos Mártires, passou 14 anos em prisões comunistas por causa do evangelho

“O auto-esvaziamento prepara o transbordamento espiritual”

Richard Sibbes (1577-1635) Foi um teólogo inglês, exegeta bíblico, um representante da espinha dorsal da teologia puritana.

“O mais querido ídolo que conheço, seja ele qual for, ajuda-me Senhor, a derrubá-lo do teu trono, e a adorar somente a Ti”.

William Cowper (1731 - 1800) foi um poeta cristão inglês. Um dos mais populares poetas do seu tempo. De muitas maneiras, ele foi um dos precursores da poesia romântica .

“Uma fé que pode ser destruída pelo sofrimento [ou pelas dificuldades] não é a fé verdadeira”.

Richard Wurmbrand (1909 - 2001) foi um pastor romeno fundador da missão Voz dos Mártires, passou 14 anos em prisões comunistas por causa do evangelho .

"Beber cerveja é fácil, destruir seu quarto de hotel é fácil, mas ser cristão é uma tarefa difícil. É a rebelião!"

Alice Cooper, famoso cantor e compositor de hard rock.( Jornal "The Sunday Times")

“O cristianismo genuíno faz questão de desmentir o refrão segundo o qual não se deve permitir que a verdade e os fatos estraguem uma boa história”.

“A história da ciência, como a história de todas as idéias humanas, é uma história de sonhos irresponsáveis, de obstinação e de erro”.

Karl Popper (1902 - 1994) foi um filósofo austríaco premio Nobel. Ele é considerado um dos mais influentes filósofos da ciência do século 20.

“É mais fácil dar qualquer coisa que tenhamos do que dar-nos a nós mesmos”.

Jonh Blanchard(1932) é um pregador cristão.

“Nada que não seja decorrente do amor pessoal a Cristo e da comunhão com Ele pode ter algum valor. Podemos saber de cor as escrituras, pregar com eloqüência e fluência considerável, com uma fluidez que as pessoas podem facilmente até confundir com poder de Deus. Mas não devemos nos enganar, se nossos corações não beberem profundamente da fonte principal, se o que nos incentiva não é o amor de Cristo que brota de uma realidade prática, o resultado de tudo isso será algo fugaz, passageiro!”

Charles Henry Mackintosh (1820-1896) foi um pregador irlandês, expositor da Bíblia, e autor.

"A verdadeira vida do crente, ou seja, a vida de Cristo nele é uma vida que está sempre brotando da morte".

Evan H. Hopkins (1837 – 1918) escritor cristão inglês

"Deus está esperando para encher as nossas vidas com o que é incrível, se a gente aceitar a nossa falência."

Ian Thomas (1914 - 2007) foi um escritor cristão inglês e professor de teologia.

"Deus pode cumprir promessas mesmo quando parece que ele as tenha quebrado, pode encontrar soluções onde as tentativas humanas fracassaram. Faz mais do que podemos fazer quando parece que está fazendo menos do que prometeu. Às vezes abertamente, às vezes secretamente, mas sempre com segurança. Ele é tão bom quanto sua palavra”.

Sra. Cowman (1870 – 1960) cristã americana co-fundadora da Sociedade Missionária Oriental

"A fé é dificultada pelo sentido da visão e pelo absurdo da nossa confiança na evidência externa. Nesse contexto, a prova em si é o invisível. Todas as coisas ao ar livre portanto devem ser removidas antes que possamos realmente acreditar. Então, enquanto nós olhamos para as coisas invisíveis, que são reais ... Deus as tornará reais de uma forma concreta ".

A. B. Simpson (1843 – 1919) pregador evangélico canadense, teólogo, autor, e fundador da Aliança Cristã e Missionária.

“A Fé vê Aquele que ordena todas as circunstâncias que nos rodeiam, a esperança vê além do que os olhos podem ver, a paciência dá força para suportar as provações a aquele a quem as circunstâncias não podem afetar”.

"Você não pode descansar sobre a sua própria interpretação das coisas que acontecem em sua vida. Você só pode descansar no Senhor. Confie no Senhor Jesus em seu coração. Reconheça-o em todos os momentos, e Ele abrirá um caminho que você nunca esperou. Essa é a promessa Dele!”

John MacArthur , pastor americano.

“A fé não resolve os problemas, mas se volta para quem tudo é possível. A fé não aborda as circunstâncias, mas o Deus da circunstância”.

“A bíblia ensina a servir sem atrair a atenção e trabalhar sem ser visto. É o contrário do que a sociedade ensina, mas é isso ai!”

“Ah, que alegria é ter nada, ser nada e ver nada além de um Cristo vivo em glória e não se importar com nada além de seus interesses aqui na terra!”

John Nelson Darby (1800 - 1882) foi um evangelista irlandês, influente entre os Irmãos de Plymouth . Ele é considerado o pai do moderno Dispensacionalismo.

“Aprendi a ser cada vez mais insatisfeito com tudo que não vem de uma comunhão permanente, profunda, divinamente forjada e em total conformidade com o Senhor. Caprichos pessoais, o ódio, as meras opiniões, eu as temo. As controvérsias, evito. Sistemas de doutrina, teorias, escolas de pensamento, em suma, cada "ismo" eu considero inútil. Minha esperança, no entanto é aprender mais da gloriosa pessoa de Cristo, sua obra e sua glória. E então, viver por ela! Trabalhar, testemunhar, pregar e orar, fazer tudo através de Cristo, e através do trabalho da sua graça em meu coração!”

Charles Henry Mackintosh (1820-1896) foi um pregador irlandês, expositor da Bíblia, e autor.

“Igreja é um hospital para pecadores, não um museu para santos”

Abigail Van Buren, colunista judia americana

“Segundo as palavras de Cristo, aquele que não perdoa o outro, detona a ponte que ele mesmo terá que atravessar”

George Herbert, (1593 – 1633) foi um poeta, orador e sacerdote cristão anglo-galês.

“Nós devemos nos lembrar de que a fé só é fé quando não sentimos nada e não vimos nada”

Peter Marshal (1902 - 1949), pastor presbiteriano.

“Em cada um de nós existem três pessoas: a que nós achamos que somos; a que os outros pensam que somos; e a que Deus sabe que somos.”

Leonard Ravenhill (1907-1994) foi um evangelista e autor cristão

“Todo cristão genuíno é mais competente do que qualquer psicólogo no que diz respeito ao aconselhamento.

Jay E. Adams (nascido em 1929) é um cristão americano reformado conhecido por livros na área do aconselhamento.

"Nós vivemos atualmente em um mundo evangélico onde a teologia é invertebrada, a moralidade é de água-viva, uma religião gangorra, uma filosofia cambalhota que nos diz o que já sabemos em palavras, mas que não entendemos de fato".

Robert GLee

“A tolerância dos evangélicos tornou-se tão tolerante que o mal está incluído no que é tolerável. Nós estamos em perigo de nos tornar-mós "vacas morais” em nossa obesa comodidade”.

Um missionário da Índia

Sobre crentes que distorcem o sentido da misericórdia bíblica: "Essas são as pessoas que hoje, com uma “bondade” doentia, estão tolerando professores de erros em nossos púlpitos, porque simplesmente elas são extremamente educadas e desesperadamente “amáveis”. Elas preferem permitir que o erro seja pregado e almas sejam enganadas do que ferir os sentimentos desse tipo de pregador. Como nos dias de Elias, Baal deve ser adorado para que não haja uma seca! É melhor o câncer matar a sua vítima do que o cirurgião cruel usar o seu bisturi para extirpá-lo!”

J. Sidlow Baxter ( 1903 - 1999) foi um pastor e teólogo Autraliano

"Em alguns círculos evangélicos, o medo da controvérsia é tão grande que os pregadores e as congregações se contentam com a paz a qualquer custo, até mesmo ao custo da verdade de Deus. A idéia é que a ausência de conflito é o ideal maior. A paz é um ideal bíblico... mas é a pureza? A paz da igreja nunca poderá ser comprada ao preço da pureza da igreja. Esse preço é alto demais ".

Jay E. Adams (nascido em 1929) é um cristão americano reformado conhecido por livros na área do aconselhamento.

"A era pós-moderna é a era de nenhuma verdade, ou onde qualquer coisa pode ser verdade. Esse pensamento está influenciando a igreja de Cristo.

"A oração não se destina a informar algo a Deus, mas dar ao homem uma visão de sua miséria, para humilhar seu coração, para excitar o seu desejo, para inflamar a sua fé, para animar a sua esperança, para elevar sua alma da terra ao céu."

Adam Clarke (1760 - 1832) foi um erudito teólogo britânico metodista.

“A maior parte do cristianismo evangélico é fundamentado em clichês. A maior parte do nosso cristianismo vem de músicos que se dizem cristãos e não da bíblia. A maior parte do que os evangélicos acreditam é ditado pela cultura secular e não pela bíblia”.

Paul Washer é pregador e diretor da Sociedade Missionária HeartCry

“A apostasia que a Bíblia nos advertiu que seria evidente nos últimos dias já está em pleno andamento. Somente aqueles que se mantiverem firmes com a Palavra de Deus serão protegidos e salvos. Este remanescente de crentes fiéis será visto como um antiquado reduto de mentalidades estreitas”

Roger Oakland Missionário da “Understand The Times”

“A fé da moderna igreja evangélica possui 100 quilômetros de largura por 1 centímetro de profundidade”

“Não perguntamos: ‘Cristo é seu Salvador', mas: ‘É ele, real e verdadeiramente seu Senhor?' Se Ele não for seu Senhor, então, com a mais absoluta certeza, ele não é seu Salvador”.

A.W. Pink(1886 - 1952) foi um evangelista cristão inglês.

“Quem vende propostas de baixo risco são comerciantes de mercadorias falsificadas. É exatamente isso que as igrejas modernas estão oferecendo”

"É impossível alguém se arrepender [segundo os padrões de Cristo] sem ter uma profunda decepção consigo mesmo"

A.W. Tozer (1897 - 1963) foi um pastor, pregador, escritor, editor americano.

"A simples aceitação de um ensinamento verdadeiro sobre a pessoa de Cristo, sem o coração ter sido ganho por Ele, e a vida ter sido devotada a Ele, é apenas mais outra etapa deste caminho "que ao homem parece direito", mas que cujo fim "são caminhos da morte".

A.W. Pink (1886 - 1952) foi um evangelista cristão inglês.

“ Nos dias de hoje, desconfie de qualquer “Best-seller”. Desconfie de qualquer um que for um furacão de vendas simplesmente porque a genuína verdade cristã jamais foi digerida pelas massas. A prova é que mataram o seu autor. Se caiu no gosto da maioria é falso. Lembre-se, Jesus se referiu aos seus verdadeiros seguidores como “pequenino rebanho”.

“Tu, ó Deus, bem conheces a minha ignorância; e os meus pecados não te são encobertos”.

Salmos 69:5

“A convicção de ignorância é a porta de entrada do templo da sabedoria.”

C. H. Spurgeon (1834 - 1892), pregador inglês chamado de o príncipe dos ´regadores .

“Agora, pois, eu, rei Nabucodonosor, louvo, exalto e glorifico ao Rei do céu; porque todas as suas obras são verdade, e os seus caminhos juízo, e pode humilhar aos que andam orgulhosamente”.

Daniel 4:37

“Alguns poucos crentes se protegem com Deus, mas a maioria se protege de Deus”.

“Não ajuntem riquesa na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam”.

Mateus 6:19

“Deus deliberadamente escolheu valer-se de idéias que o mundo considera absurdas e desprezíveis para envergonhar aqueles indivíduos que o mundo considera sábios e importantes”

1 Corintios 1:27

"A menos que um homem seja posto no nível de sua miséria e culpa, toda nossa pregação é vã. Somente um coração contrito pode receber um [o verdadeiro] Cristo crucificado".

Robert Murray McCheyne (1813 - 1843), foi um ministro da Igreja da Escócia

"Disse Jesus: Se vocês fossem cegos, não teriam culpa de nada", respondeu Jesus. "Mas a culpa de vocês permanece porque vocês afirmam que sabem o que estão fazendo".

João 9:41

"Muitos concordam que Cristo deva ser alguma coisa, mas poucos admitem que Cristo deve ser tudo."

Stuart Alexander Moody (1809 – 1898) missionário e pastor escocês.

"A natureza da salvação de Cristo é deploravelmente deturpada pelo evangelista de hoje. Eles anunciam um Salvador do inferno ao invés de um Salvador do pecado. E é por isso que muitos são fatalmente enganados, pois há multidões que desejam escapar do Lago de fogo que não têm nenhum desejo de ficarem livres de sua carnalidade e mundanismo ".

A.W. Pink (1886 - 1952) foi um evangelista cristão inglês.

“O temor do Senhor é o caminho para a sabedoria; os alienados desprezam essa sabedoria”.
Provérbios 1:7

“A palavra de Deus esta acima da igreja de Deus”.

Thomas Cranmer (1489 - 1556) foi uma importante figura da Reforma Protestante na Inglaterra e um dos primeiros mártires queimado em 1556 por heresia pela Igreja católica romana.

“Se dissemos que temos comunhão com Deus e andamos em trevas, estamos mentindo”.
I João 1:6

“É bom desmascarar os nossos pecados, para que eles não nos desmascarem”.

Thomas Watson (1620-1686), pregador e autor Inglês puritano

“Feliz o homem que não anda de acordo com a opinião das pessoas desligadas de Deus”.
Salmos 1:1

“A apostasia é uma perversão que conduz ao mal, depois de uma aparente conversão”.

Timoty Cruso (1656 -1697), pregador inglês puritano.

“Jesus estava no mundo, e o mundo foi feito por Ele, no entanto o mundo não quis conhecê-lo”.

Evangelho de João 1:10

“Quando procuramos honras, desviamo-nos de Jesus”.

Hugh Victor (1078 - 1141), escritor, filósofo, professor, um dos mais influentes teólogos do século XII.

"Pobre de quem considera a si mesmo sábio, e se tem como uma pessoa inteligente e sensata!"

Isaias 5:21

"O homem está naturalmente disposto a coroar qualquer coisa, menos Cristo".

Thomas Brooks (1608-1680), pregador Inglês.

“Deus irá julgar os segredos de todos os homens”.

Romanos 2:16

“Qualquer ensinamento que não se enquadre nas Escrituras deve ser rejeitado, mesmo que faça chover milagres todos os dias”.

Martinho Lutero (1483 - 1546) foi um monge agostiniano alemão, teólogo, professor universitário que após converter-se a Cristo desencadeou a reforma protestante.

“Paulo e Barnabé confirmavam os ânimos dos novos discípulos, exortando-os a permanecer na fé, e explicando que há que se suportar muitos sofrimentos até entrar no reino dos céus”.

Atos 14:22

“O começo da ansiedade é o fim da fé”.

George Müller (1805 - 1898), evangelista e diretor de obra missionária com orfanatos em Bristol , Inglaterra.

“Disse Jesus: Que a palavra de vocês se limite a sim ou não. O que passar disso é de procedência maligna”.

Mateus 5:37

“Qual é a vontade de Deus para a sua vida? Por que Deus deveria lhe dar mais algum conselho, quando você não está prestando atenção à direção que Ele já deu?”

O Dr. Schultz é Diretor do Departamento de História da Liberty University, ensina História da Igreja no Christ College, é também pastor da Westminster Reformed Presbyterian Church em Lynchburg, Virginia, E.U.A.

“Feliz o homem que põe no Senhor a sua confiança, e que não respeita os orgulhosos nem os que se desviam para a mentira”.

Salmos 40:4

“A pesquisa científica é uma atividade humana como outra qualquer, sujeita a vaidades, fraudes, disputas, etc. A ciência passa uma imagem de neutralidade e objetividade que é falsa”.

Peter Schulz, físico formado pela UNICAMP

“O Senhor olhou desde os céus para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e buscasse a Deus. Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos: não há quem faça o bem [de si mesmo], não há sequer um”.

Salmos 14:2,3

“Quando Lutero desencadeou a Reforma, mudou o eixo de autoridade em matéria de religião: tirou-a do Magistério da Igreja e passou-a para a Escritura. Desde Lutero esta é a postura protestante evangélica: a Bíblia é normativa. O movimento pentecostal deslocou novamente o eixo da autoridade: tirou-o da Escritura e colocou-o no indivíduo. Uma situação pior que a pré-Reforma. No catolicismo, a autoridade é também objetiva, como entre protestantes evangélicos. No pentecostalismo, é subjetiva: "o Senhor me falou", "o Senhor me revelou", "Deus me disse", etc. Parte do caos doutrinário hoje se deve ao abandono da Bíblia como fonte de doutrina e de edificação, que passou a ser a experiência. Usa-se a Bíblia para referendar as doutrinas produzidas pela experiência pessoal”.

Isaltino Gomes, é escritor bacharel em teologia e filosofia

“Maldito o homem que confia no homem, que se socorre na capacidade humana, e aparta o seu coração do Senhor!”

Jeremias 17:5

"E não havia espaço para Jesus na estalagem. Ele ficou um pouco mais velho e não havia espaço para Ele em sua família, por isso não creram nEle. Ele foi ao templo e o templo ficou contra ele. E quando Ele morreu não havia espaço para enterrá-lo e Ele morreu fora da cidade. Pois bem por que, em nome de Deus, você espera ser aceito em toda parte? Como é que o mundo não pôde suportar o Homem mais santo que já viveu e pode suportar a você e a mim? Será que nossa fé está comprometida? Será que estamos comprometidos? Será que não temos estatura espiritual? Por que será que nossa retidão não incomoda a corrupção do mundo, como aconteceu com Cristo?“

Leonard Ravenhil(1907- 1994) evangelista e autor cristão

“ Timóteo tenha horror aos clamores vãos da falsamente chamada ciência, a qual, professando-a alguns, se desviaram da fé”.

I Timóteo 6:20,21

“Testemunhar é colocar Jesus em destaque e não o nosso estilo ou nossas preferências”

Rubinho, no livro “Guia de Sobrevivência do Cristão”.

“Porque chegará uma época [na igreja] quando as pessoas não ouvirão a verdade, mas andarão de um lado para outro procurando mestres que lhes digam apenas aquilo que desejam ouvir. Não ouvirão aquilo que a Bíblia diz, mas seguirão alegremente suas próprias idéias desorientadas”.

II Timóteo 4:3,4

“Quando Deus fala, permanecer apático é uma prova de ateísmo prático”.

Joyce Baldwin foi autor do comentário do Antigo Testamento série Tyndale. Faleceu em 1996.

“Se alguém ensina alguma coisa que não se encaixa com as palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, é orgulhoso, e nada sabe, mas delira acerca de questões e se confunde com as palavras. Essa confusão é causada por homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, imaginando que a fé seja um meio de se obter lucro; aparta-te dos tais”.

I Timóteo 6:3,4,5

“Alimentar os pobres é uma preocupação válida e necessária e somos abençoados quando ajudamos os que precisam. Mas o problema com o assim chamado “Evangelho Social”, em oposição ao Evangelho que salva, é que o primeiro preocupa-se com aquilo que é temporário. O Evangelho que salva enfatiza aquilo que é eterno. Algumas pessoas só estão interessadas em melhorar este mundo, sem se preocupar com a possibilidade da perdição eterna. Nossa meta principal é que os perdidos sejam salvos. Eles precisam mais do que alimento e sabão. Eles precisam de salvação”.

Adrian Rogers em, Creia em Milagres, mas Confie em Jesus/ Revista Eclésia

“Não procuramos enganar as pessoas para que creiam, não estamos interessados em fazer trapaça com ninguém. Nunca procuramos fazer com que alguém creia que a Bíblia ensina o que ela não ensina. Nós nos abstemos de todos esses métodos vergonhosos”.

II Coríntios 4:2

“Se um homem tratar de pôr a fé de Cristo junto com a opinião humana, ou trata de provar que os seus ensinos estão em harmonia com a filosofia em voga, ao procurar defender a Cristo na realidade ele o está rejeitando”.

A. W. Tozer (1897-1963), pastor e escritor americano.

“Disse Jesus: Eu vim para o mundo para dar vista àqueles que são cegos , e para certificar, àqueles que pensam que vêem, que eles são cegos".

João 9:39

“O inferno é a eterna prisão dos loucos, da alma religiosa iludida, que teve a alucinação de que poderia chegar ao céu por moralidade, boas obras, membresia de igreja, batismo, santa ceia, louvores, orações, dízimos e ofertas, qualquer caminho, mas que rejeitaram a Cristo com certeza, por um simples fato: 'Eu sou o caminho, a verdade, e a vida: ninguém vem ao Pai, senão por mim"(João 14:6)”.

Fred Barlow(1921-1983) evangelista batista americano.

“Porque a imaginação do coração do homem é má desde a sua meninice”.

Genesis 8:21

"O sucesso de um falsificador de moedas depende quão parecida à moeda falsa se torna com a genuína. A heresia não é uma negação completa da verdade, e sim uma diluição da verdade".

A.W. Pink (1886 - 1952), evangelista inglês.

"Hoje temos o espantoso espetáculo de milhões a ser derramado na tarefa de proporcionar irreligioso entretenimento terreno aos chamados filhos do céu. Entretenimento religioso é, em muitos lugares rápido meio de se esvaziar as sérias coisas de Deus. Muitas igrejas nestes dias tornaram-se pouco mais do que pobres teatros de quinta categoria onde se "produz" e mercadeja falsos “espetáculos” com a plena aprovação dos líderes evangélicos, que podem até mesmo citar um texto sagrado em defesa de suas delinqüências. E dificilmente um homem se atreve a levantar a voz contra isso. "

A.W. Tozer no livro,”A Raiz dos Justos”.

“Disse Jesus: A aprovação ou não de vocês na vale nada para Mim”.

João 5:41

“O Liberalismo se define como a forma ao mesmo tempo racional e intuitiva de interpretar a vida em que prevalece a vontade da maioria, e que está livre de qualquer fundamento filosófico ou religioso capaz de limitar ou impedir a liberdade individual e a igualdade de direitos. Partindo de sua definição, compreendemos que o Liberalismo Teológico Cristão defendido pelas igrejas de vanguarda e emergentes constitui-se uma fraude religiosa por se colocar na contra-mão do raciocínio bíblico”.

“Deus despreza as orações de quem não o obedece”
Provérbios 28.9

“Você sabia que 80 á 90% das pessoas que “aceitam a Cristo” em trabalhos evangelísticos se “desviam” depois? O motivo de tudo isso tem sido esse evangelho centrado no homem que é pregado nos púlpitos, nas TVs e nas casas, onde o bem-estar e a prosperidade tem se tornado “mais valiosos” que o próprio sangue de Cristo. A graça já não basta mais (apesar dos louvores e acharmos Cristo tão meigo). O que nós realmente queremos é “o segredo” para sermos bem-sucedidos. Desejamos “uma vida com propósitos” para taparmos com peneira o vazio que sentimos. O Vazio de um espírito morto que somente Deus pode ressuscitar. Ansiamos por “o melhor da nossa vida hoje” no lugar de tomarmos a nossa cruz e de negarmos a nós mesmos. Queremos conhecer “as leis da prosperidade” mais do que o Espírito de Santidade; e, para nos justificarmos, tentamos ser pessoas auto-motivadas e de alta performance, antes de sermos cristãos cuja alegria está em primeiro lugar Nele; e santos bem aceitos pelo mundo a despeito das Palavras de Jesus contrariar esse posicionamento”.

Paul Washer, Diretor da Sociedade Missionária HeartCry

“O que confia no seu próprio coração é um insensato”.

Provérbios 28:26

“A nova espiritualidade emergente não fala sobre o custo de ser um verdadeiro crente. Ela fala sobre a unidade a todo custo, mas não a verdade a todo custo”

Lighthouse Trails

“Os modernos “Líderes Evangélicos” procuram encher suas igrejas de analfabetos bíblicos, convencendo-os que eles irão para o céu, simplesmente porque levantaram a mão, como sinal de aceitação de Jesus como Salvador, e que Ele vai lhes dar o sucesso familiar, social e financeiro, se forem dizimistas fiéis; [o que se constitui uma propaganda enganosa]”.

Mary Schultze

“A teoria científica será sempre conjectural e provisória. Não é possível confirmar a veracidade de uma teoria pela simples constatação de que os resultados de uma previsão efectuada com base naquela teoria se verificaram. Essa teoria deverá gozar apenas do estatuto de uma teoria não (ou ainda não) contrariada pelos fatos”.

Karl Popper (1902 — 1994) filósofo da ciência considerado por muitos como o filósofo mais influente do século XX a tematizar a ciência.

“O desejo dos cristãos modernos é deletar o pecado mas não de suas vidas, e sim da teologia cristã”.

“Deixem de enganar-se a si mesmos. Se você pensa que tem sabedoria, conforme avaliação pelos padrões deste mundo, faria melhor se pusesse tudo de lado e se tornasse um tolo. A sabedoria deste mundo é loucura para Deus”.
I Coríntios 3:18,19

"A Bíblia ensina a nos contentarmos com o que temos, mas nunca com o que somos".

Dr. John Blanchard é pregador, professor e escritor cristão.

“Os crentes modernos não acreditam na infabilidade da Bíblia porque ela se contradiz, mas sim porque ela os contradiz”.

“O Problema conosco hoje é que procuramos construir uma ponte sobre o abismo que há entre duas coisas opostas, o mundo e a igreja, realizando assim um casamento ilícito para o qual não há autorização bíblica”.

A. W. Tozer (1897-1963) Pastor americano

"A verdadeira satisfação vem de Deus e é gratuita, no entanto muita gente está disposta a pagar um alto preço pela sua falsificação!"

"Aquilo que governa o coração, forma a arte"

Wolfgang H. M. Stefani, citado no livro, "O Cristão e a Música Rock".

"O pecado é morte com aparência de vida".

Autor desconhecido

“A história é a Ciência da infelicidade dos homens”

Anônimo

"Não é o que você deseja fazer, mas o que você faz para Deus que transforma a sua vida."

Henrietta C. Mears, autora de Estudo panorâmico da Bíblia

“A primeira geração de cristãos pós-modernos já está aí. São crentes que pouco ou nada sabem da Palavra de Deus e demonstram pouco ou nenhum interesse em conhecê-la. Cultivam uma espiritualidade verticalista, com nenhuma consciência missionária. Consideram tudo muito “normal” e não vêem nenhuma relevância na cruz de Cristo. Acham que a radicalidade da fé bíblica é uma forma de fanatismo religioso e não demonstram nenhuma preocupação em lutar pelo que crêem”

Ricardo Barbosa de Souza no livro, “A Pós Modernidade e a Singularidade de Cristo”.

“Temos vivido uma nova forma de fundamentalismo[cego], a da “Democracia Liberal”, que impede que expressemos nossos valores cristãos e nossa crença numa Verdade Absoluta, pois assim ferimos aqueles que não concordam com eles”.

James Houston, erudito escritor e professor cristão.

“E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente”. Genesis 6:5

“Os líderes da “Igreja Emergente” não aceitam a divina inspiração da Bíblia nem sua inerrância. È simples, se não posso confiar em algo nela por não corresponder a realidade, quem vai dizer em que parte posso confiar ? Pela lógica todo o resto se torna inútil”.

"A ciência é notoriamente conhecida por ser muito científica na sua destruição do conhecimento científico que produziu anteriormente”.
Charles Spurgeon

“Jesus está sendo criminosamente vendido no mundo, a grosso e a retalho, por todos os preços, em todos os padrões amoedados. E os novos negociadores de Cristo não se enforcam depois de vendê-lO.”

Humberto de Campos ( 1886 — 1934) foi um jornalista, político e escritor brasileiro.

"A falha do evangelismo atual reside na sua abordagem humanista. Trata-se de um esforço para ser supernatural, mas nunca se é o bastante. Esse evangelho é francamente fascinado com o grande, barulhento, e agressivo mundo com seus grandes nomes, o seu culto as celebridades, a sua riqueza e sua pompa berrante. Para os milhões de pessoas que estão sempre, ano após ano, desejando a glória mundana, mas nunca conseguiram atingi-la, o moderno evangelho oferece rápido e fácil atalho para o desejo de seus corações. Paz de espírito, felicidade, prosperidade, aceitação social, publicidade, sucesso nos negócios, tudo isso na terra e finalmente, o céu. Certamente nenhuma companhia de seguros pode oferecer algo parecido com isso”.
A. W. Tozer

“Os pensadores “cristãos” da atualidade confundem cultura secular com erudição bíblica, como se Deus preferisse os eruditos para a pregação do Evangelho do Seu Filho, em vez de escolher as pessoas mais simples e despretensiosas, conforme lemos em 1° Coríntios 3:18-20”

Dr. Ronald Cooke erudito escritor cristão

“Antes que possa haver uma vida cristã próspera, nobre, resistente ao mundo, firme na tentação, inabalável nas provações, cheia de bons frutos, deve haver uma estreita união com Deus em secreto”.
Paul E. Billheimer

"Uma pessoa pode ir a igreja duas vezes por dia, participar da ceia do Senhor, orar em particular o maximo que puder, assistir a todos os cultos e ouvir muitos sermões, ler todos os livros que existem sobre Cristo. Mas ainda assim tem que nascer de novo".

Jonh Wesley (1703 – 1791) pastor e teólogo inglês fundador da igreja metodista.

“A maioria das pessoas preocupam-se com passagens da Bíblia que não entendem, mas as passagens que me preocupam são justamente as que eu entendo”.

Mark Twain (1835-1910) foi um escritor, humorista e romancista norte americano. Twain foi a celebridade mais conhecida de sua época.

"Esta nova era da pós-verdade tem sido abraçada por todos que dão boas vindas à falência do Cristianismo tradicional. Seus “modelos de mudança” têm abandonado as “fronteiras formais” da verdade divina para explorar a visionária direção do homem, tentando unir Deus à estrada larga".

Tamara Hertzel em seu livro, “In the Name of Purpose: “Sacrificing Truth on The Altar of Unity”,

"Jamais coloque um ponto de interrogação na frase em que Deus colocou um ponto final".

Provérbio evangélico americano

“Fé é o poder de colocar o eu de lado para que Deus possa atuar sem impedimentos”.

F.B. Meyer (1847 – 1929) pastor, autor, professor e evangelista inglês.

"Há muitos vagabundos religiosos no mundo que não querem estar amarrados a coisa alguma. Eles transformaram a graça de Deus em libertinagem pessoal e muitas vezes coletiva".

Adaptação da fala de A. W. Tozer

"Quando um homem fica rodeado de hereges, ele perde a capacidade de discernir entre o que é falso e o que é verdadeiro e o seu ministério se transforma em ministério de confusão... "

Dr. Ronald Cooke é um erudito escritor cristão

"Quando a tolerância é valorizada acima da verdade, a verdade sempre sai no prejuízo".

John MacArthur Jr, é um pastor e escritor evangélico americano.

"Disse Jesus: O mundo amaria a vocês, se fossem dele; como não são, pois eu escolhi vocês para saírem do mundo; por isso é que são odiados pelo mundo". João 15:19

"Nunca ouça um homem que não ouve a Deus".

A. W. Tozer (1897-1963), pastor americano

"Se amarem suas vidas aqui embaixo, vocês perderão a vida real. Se desprezarem suas vidas aqui embaixo, vocês trocarão esta vida pela glória eterna".

João 12:25

"A verdadeira Igreja prega REGENERAÇÃO da alma; não reforma, não educação, não a legislação, mas regeneração".
MR DeHaan, (1891-1965) foi um professor da Bíblia, pastor, escritor e médico americano.

"Eu sei com certeza que depois que eu for, falsos mestres, como lobos ferozes, aparecerão no meio da igreja e não terão pena do rebanho". Alguns de vocês mesmos torcerão a verdade para conseguir seguidores".

Atos 20:29,30

Quanto mais desviado se torna um pastor, mais ele se volta para o evangelho de entretenimento e "novas obras" para trazer as multidões. E confia em números e nas finanças para julgar o próprio sucesso. Mas inexiste um testemunho acompanhando essas obras, porque elas são de um outro evangelho, um outro Jesus!

David Wilkerson, pastor americano criador das casas de recuperação

“Deus, em sua sabedoria, providenciou para que o mundo nunca o encontrasse através da inteligência humana. E então, Ele se manifestou e salvou todos quantos creram em sua mensagem, essa mesma que o mundo considera absurda e ridícula”.

I Coríntios 1:21

“Eu costumava pensar que as dádivas de Deus estavam em prateleiras uma acima da outra, e que, quanto mais alto crescíamos em nosso caráter cristão, mais fácil podíamos alcançá-las. Eu agora penso diferente. Creio que as dádivas estão em prateleiras, uma debaixo da outra. Não se trata de subir o mais alto, e sim, de descer o mais baixo. Quanto mais nos humilhamos diante do Senhor, melhores dádivas receberemos."

F.B. Meyer (1847 – 1929) pastor, autor, professor e evangelista inglês.

"Considero cristão de fato aquele que não se envergonha do evangelho nem é uma vergonha para ele".

Matthew Henry (1662 – 1714), pastor presbiteriano, autor de famoso comentário bíblico.

“Muitas pessoas tem considerado a fé cristã como algo fácil. Elas pensam assim porque nunca a experimentaram”.

Martinho Lutero

A verdade [bíblica] faz-nos temer somente ao nosso Deus, deixando de temer as críticas dos homens e fazendo-nos perder qualquer interesse nos seus aplausos.

Dave Hunt, escritor e pesquisador cristão.

“O amor separado da verdade não é nada mais que sentimentalismo hipócrita. Esse sentimento está se proliferando entre os evangélicos de hoje”.

John MacArthur, escritor e ministro da igreja Grace Community Church em Sun Valley, Califórnia.

“O erro gera o erro, a heresia gera a heresia, e sempre em nome da verdade, sempre em nome do evangelho”.
Walter Martin, fundador do Christian Research Institute

A maioria dos crentes não acredita que a Bíblia diz o que está escrito: acreditam que ela diz o que eles querem ouvir.

“Nós somos pagãos por natureza. Ou nossa religião nos transforma, ou iremos transformar nossa religião para corresponder às nossas simpatias”.

Michael Scott Horton é professor de Teologia e Apologética no Seminário de Westminster Califórnia.

Os tesouros no céu são recebidos somente na proporção em que são renunciados os tesouros da terra.
Anônimo

Assim como a desesperança do pecador de receber qualquer ajuda de si mesmo é o
primeiro requisito para uma conversão real, também a perda de toda confiança em si mesmo é o principal fator para o crescimento do crente na graça.
A. W. Pink (1886 - 1952) foi um pastor e evangelista inglês, profundo estudioso da Bíblia.

Argumentar com base na misericórdia para justificar o pecado pessoal é a lógica do diabo.

James Janeway (1636 - 1674) ministro e autor puritano que viveu após John Bunyan.

"Fé é quando Deus diz algo e eu digo o mesmo".

F. B. Meyer (1847 – 1929) pastor, autor, professor e evangelista inglês.

"A bíblia é uma janela na prisão deste mundo, através da qual podemos olhar para a eternidade.
Timothy Dwight (1752 - 1817) autor, pregador e teólogo, reitor da universidade Yale.

“Disse Jesus: Não me admiro que vocês não possam acreditar [no que Eu falo]! Porque vocês alegremente se aprovam uns aos outros, mas não se importam com a aprovação que vem do único Deus!” João 5:44

"Para a maioria dos crentes Deus é uma possibilidade, não uma realidade."

" Fé real invariavelmente produz santidade de coração e retidão de vida, fé falsa não se preocupa com isso”.

“Ninguém mergulha tão profundamente no inferno como aqueles que chegaram mais perto do céu, visto que caem de maiores alturas”.

William Gurnall (1617 - 1679), magnífico autor cristão Inglês

“Para alguns de nós, a maior habilidade parece ser a de afastar-se do Bom Pastor”.

Geoffrey King, teólogo inglês do século 16 um dos revisores da bíblia King James

"O homem precisa ser salvo de sua sabedoria própria, bem como de sua justiça própria porque o resultado do ajuntamento das duas, é uma e a mesma corrupção.”

William Law (1686-1761) pregador inglês.

“Disse-lhes Jesus: Porque o que entre os homens é nobre, para Deus é um absurdo”. Lucas 16:15

“Preparem-se para se tornarem cada vez mais fracos; preparem-se para mergulhar a níveis cada vez mais baixos de auto-estima;preparem-se para a auto-aniquilação e orem para que Deus apresse este processo”.

C. H. Spurgeon (1834-1892) Pastor Inglês, chamado de o príncipe dos pregadores.

“O mundo exige de nossa parte uma conformidade que afirme seus valores, não os valores de Deus. O mundo quer aprovação, não verdades.”

"Disse Jesus: Nem todos os que falam como gente de fé são realmente assim. Tais pessoas podem referir-se a Mim como Senhor, porém apesar disso não entrarão no céu. Porque a questão decisiva é se elas obedecem ao meu Pai do céu ou não". Mateus 7:21

“Ao concentrar-se em mim mesmo só vejo a minha condição de nudez e miséria.
Ao concentrar-se em Deus vejo somente conforto e segurança!”
C.H. Mackintosh (1820- 1896) pregador irlandês

"“A igreja que é dirigida por homens em vez de ser comandada por Deus está condenada ao fracasso espiritual embora se expanda nesse mundo. O ministério que se fundamenta em ensinos de seminários e não está cheio do Espírito Santo, não opera milagres verdadeiros, só falsos.”

Adaptado de Samuel Chadwick (1840 – 1932) pastor metodista

"A cruz de Cristo me constrange a tornar-me um santo."

“Amar Jesus encontra sua expressão mais compreensiva na obediência aos mandamentos de Jesus. Uma cristandade satisfeita com menos pode ser conveniente, mas é barato demais para ser verdadeiro.”

“O homem verdadeiramente sábio é aquele que sempre crê na Bíblia contra a opinião de qualquer outro homem. “

R. A. Torrey (1856-1928) evangelista, pastor, educador e escritor norte-americano.

"Quando o “eu” não é negado, ele é necessariamente adorado."

Se o seu cristianismo é confortável, está comprometido.
John Blanchard (1932) missionário e autor cristão.

Se não tornarmos clara nossa posição, com palavras e obras em favor da verdade e contra as falsas doutrinas, estaremos edificando um muro entre a próxima geração e o evangelho.

Francis Schaeffer (1912 - 1984) teólogo, filósofo e pastor presbiteriano.

"Contornar a Palavra de Deus e chamar os nossos desejos de direção divina, isso leva apenas a multiplicação do pecado."

Rev. Rousas John Rushdoony (1916 – 2001) Filósofo, historiador e teólogo presbiteriano.

"A igreja de Cristo é uma instituição divina, mas temos o poder de reduzi-la a algo terreno, fazer dela uma organização humana."

T. Austin Sparks ( 1910-1971) Pastor escocês.

“A Igreja costumava ser um barco resgatando os que perecem. Agora, ela é um cruzeiro recrutando pessoas promissoras.”

Leonard Ravenhil (1907- 1994) evangelista e autor cristão

"Um espírito demoníaco que induz a atividade religiosa favorita, está fazendo as pessoas sentirem-se espirituais e isso ocorre pela incompreensão da Palavra de Deus."

Max D. Younce pastor da Igreja Bíblica do Património em Ohio, E.U.A

"Muitos crentes querem servir a Deus... Mas apenas como Seus conselheiros."

Provérbio evangélico americano

"Cada dúvida no coração de um cristão é uma afronta á Palavra de Deus e ao sacrifício de Cristo."

A "quase verdade" é muito mais perigosa que a própria mentira.
Fred Barlow(1921–1983)pregador e autor batista

Se você crê somente no que gosta no evangelho e rejeita o que não gosta, não é no evangelho que você crê, mas sim, em você mesmo.
Agostinho (354 – 430).

“Nós como igreja, achamo-nos tão impregnados de uma filosofia anticristã, isto é, da idéia de que nosso alvo na vida consiste em obter uma infinidade de bens materiais, de ter status e gozar os prazeres do sexo, e não de viver os preceitos do Sermão do Monte, que o cristianismo praticado hoje, na verdade não passa de uma apostasia, pois se curvou diante do espírito desta época”.
Carl F. Henry (1913 - 2003) teólogo e intelectual cristão, o primeiro editor-chefe da revista "Christianity Today”.

Os homens estão mortos para Deus por estarem vivendo para o ego. Amor próprio, auto-estima, auto-satisfação são a essência e a vida do orgulho; e o Diabo, o pai do orgulho, nunca está ausente de tais paixões, nem deixa de ter influência nelas. Sem a morte para o ego não há escape do poder de Satanás sobre nós...
William Law, ( 1686-1761) pregador inglês.

" Você nunca saberá que Deus é tudo o que você precisa até que Ele seja tudo o que você tiver."

"No início a igreja era um grupo de homens centrados no Cristo vivo. Então, a igreja chegou à Grécia e tornou-se uma filosofia. Depois, chegou à Roma e tornou-se uma instituição. Em seguida à Europa e tornou-se uma cultura. E finalmente chegou à América e tornou-se um negócio."
Richard C. Halverson (1916-1995) pastor americano.

Deus cria a partir do nada. Portanto, enquanto o homem não se esvaziar e se reduzir a nada, Deus não poderá fazer nada com ele.
Martinho Lutero (1483 – 1546) teólogo

Muito do conhecimento de um homem pode ser uma tocha que ilumina seu caminho para o inferno.
Thomas Watson (1620-1686) pregador inglês

Há grande diferença entre negar coisas a si mesmo e negar-se a si mesmo.
Adrian Rogers, pastor americano (1931 – 2005)

Estamos vendo surgir uma “nova” igreja com um novo “credo” e um falso cristo."

“Ai de vocês que transformam a casa de Deus em comércio. Vendem seus CDs, vendem seus falsos milagres, vendem suas falsas unções, vendem falsas promessas de prosperidade, enquanto na verdade só vocês têm prosperado. Como escaparão do juízo que há de vir?”

Paul Washer é Diretor da Sociedade Missionária HeartCry

"Quando há algo na Bíblia que as igrejas não gostam, elas o chamam de ‘legalismo’. Se Jesus tivesse pregado a mesma mensagem que os ministros de hoje pregam, Ele nunca teria sido crucificado."

Leonard Ravenhil, (1907-1994) foi um evangelista e autor cristão

Não deixe de ler esse livro! Para comprar click na imagem.

Organizações Missionárias

Blogs que sigo

%d blogueiros gostam disto: