O Que Há de Errado Com a Cultura da Música Cristã Contemporânea?


Da mesma forma que no mundo secular há várias sub-culturas, hoje, desenvolvendo-se na sociedade religiosa, existe uma nova sub-cultura, a aberrante Cultura da Música Cristã Evangélica. Ela se desenvolveu imitando o padrão pervertido da indústria de entretenimento secular ao qual ela busca igualar-se. A música secular e a indústria de entretenimento também têm sub-culturas que seguem as regras da sociedade, e parece que grande parte da cultura da Música Cristã Evangélica Contemporânea desenvolveu a mesma tendência.

Este fato é sem precedentes nos tempos modernos, uma vez que a música sempre foi vista como um braço da Igreja, sob sua autoridade e direção, hoje porém, ela se desenvolveu numa cultura autônoma de pessoas, as quais resistem audaciosamente a qualquer tentativa da liderança da Igreja de questionar seu estilo de vida ou monitorar seus métodos e estilos. Embora os níveis de liderança ainda estejam sob a proteção, regulação e aprovação da Igreja, a aberrante Cultura da Música Cristã é comandada por pessoas seculares, operando num formato frouxo, liberal, onde [um estilo de vida relaxado em relação] ao pecado e o erro são aceitos, desde que um rótulo de “Cristão” seja afixado frouxamente sobre ela.

A Igreja acredita ser um organismo vital sem divisão como as escrituras claramente descrevem. Or-ga-nis-mo (organ+ismo) sm. 1- Qualquer indivíduo animal ou planta que tem órgãos e partes diversas que funcionam juntas como um todo para manter a vida e suas atividades. 2- Qualquer coisa semelhante a um ser vivo em sua estrutura de complexidade ou funções.

Podemos ver o retrato da Igreja como um organismo nestas passagens:

(I Coríntios 12:12 NTLH) “Porque, assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, constituem um só corpo, assim também com respeito a Cristo”

(Efésios 4: 15-16 NTLH) “Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor”.

Embora haja muitas divisões hoje por causa de organizações religiosas e doutrinas insignificantes, as coisas fundamentais com as quais todos os cristãos concordam nos tornam cristãos únicos. Não somos ecumênicos, o Corpo de Cristo, mas estamos unidos na liderança fundamental de Cristo, na justiça do estilo de vida cristão e em outras doutrinas vitais e leis da Bíblia.

(1 Coríntios 1:10 NTLH) “Rogo-vos, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que faleis todos a mesma coisa e que não haja entre vós divisões; antes, sejais inteiramente unidos, na mesma disposição mental e no mesmo parecer”.

(Romanos 16:17-18 NTLH) “Rogo-vos, irmãos, que noteis bem aqueles que provocam divisões e escândalos, em desacordo com a doutrina que aprendestes; afastai-vos deles, porque esses tais não servem a Cristo, nosso Senhor, e sim a seu próprio ventre; e, com suaves palavras e lisonjas, enganam o coração dos incautos”.

(Judas 1:17-19) “Vós, porém, amados, lembrai-vos das palavras anteriormente proferidas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo, os quais vos diziam: No último tempo, haverá escarnecedores, andando segundo as suas ímpias paixões. São estes os que promovem divisões, sensuais, que não têm o Espírito”.

Há um espírito dissidente no cristianismo que leva as pessoas a irem contra as crenças ortodoxas da igreja e a estabelecerem suas próprias organizações autônomas onde não respondem a ninguém. Isso tem permeado a cultura da Musica Evangélica. Como resultado, por causa de sua natureza exclusivista, eles não conseguem traçar uma linha constante que se estenda até o cristianismo primitivo. De fato, não existe um músico “cristão” moderno que seja reconhecido por sua espiritualidade. Alguns defensores  têm tentado corrigir isto combinando, insidiosamente, suas idéias, como no clássico do pastor escocês Oswald Chambers, “My Utmost for His Highest” (Meu Máximo pelo Seu Mais Alto). O resultado dessa obra vulgar e diluída da verdade foi então vendida em livrarias religiosas,  como se fosse algo que valesse a pena.

Banda CD Talk

D.C. Talk, uma banda evangélica de rap e rock, aparentemente tentou se identificar com os mártires cristãos num livro sobre os que são conhecidos como Jesus Freaks (As Aberrações de Jesus), um ato que eu acho, em minha opinião, desprezível, e totalmente carente de integridade. Acredito que o termo “Jesus Freaks” é pejorativo, e é exatamente assim que Satanás poderia rotular um verdadeiro cristão.

Ninguém no reino de Deus é uma aberração; os espetáculos circenses  estão aí fora, no sistema mundano. [Jesus Freaks é o nome dado a uma subcultura cristã fundada na Alemanha no início da década de 1990. Distingue-se das demais correntes neo-pentecostais por não se tratar de um movimento coletivo, mas de uma predisposição pessoal. A vida coletiva é celebrada, mas é justamente na celebração das diferenças que a individualidade de cada um é exaltada. O fundador do movimento foi Martin Dreyer, ao ser ordenado ministro, e com uma forte herança do movimento Jesus People, iniciado nos anos 1960, nos Estados Unidos da América. Em 1994 foi estabelecida a Jesus Freaks International].

Também encontramos na cultura da Musica Gospel uma tentativa de encobrir suas pegadas com versos das Escrituras, e por assumirem posturas acerca de assuntos populares dentro da comunidade cristã. Outros organizam estudos bíblicos e divulgam livros espirituais que supostamente leram como marca de sua espiritualidade. Depois pegam a estrada para um concerto onde imitam os símbolos, os trejeitos e o espírito da cultura da música secular, cobrando quase U$100,00 para que uma família de quatro pessoas possa assistir e receber a “ministração”.

O efeito que isto exercerá sobre a próxima geração de jovens cristãos será catastrófico. Os jovens que se arriscam na moderna musica gospel hoje podem trazer consigo suas Bíblias e ser ensinados inadvertidamente sobre como limpar suas consciências e defender sua indulgência ao satanismo com passagens tiradas do contexto, da mesma maneira como os grandes homens fazem na televisão. Embora não existam passagens que possam ser apropriadamente usadas para defender a adoção que a musica gospel faz daquilo que é demoníaco, isto dá a aparência de uma defesa e isso é tudo o que alguns deles precisam para aceitá-la.

Das formas de música “cristã” ruim, o death metal “cristão” é o mais vil. Os defensores dessa música aberrante fingem até mesmo servir a Deus e a adorar a Cristo. Ouvindo-lhes a explicação de porque eles acham que a música death metal “cristã” é de Deus é semelhante a assistir a um mendigo sentado na sarjeta sorrir enquanto diz “Quem está sujo, eu? Você só pode estar brincando!” Eles carregam uma Bíblia, mas isto é como um homem sujo que leva aonde vai uma barra de sabão para provar que está limpo. Quando é desafiado, ele apresenta o sabão, inclusive passa um pouco dele pelo corpo, espirram um pouco de perfume aqui e ali, declarando que o caso contra ele não se sustenta. Para apoiar suas justificativas, carregam consigo algumas pessoas na mesma condição, as quais se apressam a vir em seu apoio.

Banda Evangélica Demon Hunter

O poder de engano dessas pessoas está em criar uma forte ilusão. ilusão implica crer em algo que é contrário a um fato ou realidade, resultando num engano, num conceito errado ou em uma desordem mental [ter ilusões de grandeza]. Ilusão sugere falsas percepções ou interpretações de alguma coisa que tem o objetivo existencial [um desenho em perspectiva dá a impressão de profundidade].  Alucinação. Isso implica em percepção aparente, ou em desordem nervosa ou mental, de coisas externas que não estão de fato presente. Miragem.  Se refere a uma ilusão de ótica causada por condições atmosféricas e, em uso figurado, significa uma esperança ou aspiração não realizável.

Brain Estrela do Rock Gospel

A ilusão sob a qual operam os defensores da moderna musica gospels é que eles imaginam – e em alguns casos, de fato acreditam – que aquilo que fazem é cristianismo genuíno. Isto ocorre porque eles não possuem nenhum parâmetro dentro de sua cultura pelo qual possam julgar sua experiência. É a cultura do não dar satisfações, onde os verdadeiros cristãos são seus inimigos e a Bíblia é usada por eles como um escudo de proteção contra a luz da verdade. Eles não parecem entender o que está acontecendo, como se estivesse sob um tipo de estupor.

Quando alguém analisa profundamente essa cultura musical e, especificamente, da música gospel death metal, descobre uma gaze fina de religião cobrindo uma imensa ferida purulenta de satanismo. Todos os símbolos satânicos estão presentes e espalhados com cruzes, pombas e umas poucas referências às Escrituras. Alguns inclusive não têm convicção suficiente para defender qualquer diferença entre eles e o reino satânico secular. Muito raramente podemos ver originalidade em toda a  música “cristã” da atualidade e, certamente, em nenhuma das músicas do rock “cristão” e do death metal. Verdadeiramente é uma música tomada emprestada dos corredores da morte, onde espíritos torturados espumam em suas celas, em ataques de protestos apaixonados e violentos contra Deus, contra a moralidade, sanidade, bondade e qualquer outra coisa religiosa.

Um exemplo preciso seria se alguém visitasse um lugar onde são abrigadas pessoas insanas, gravasse seus sons distorcidos, patéticos, atormentadores, e depois os vendesse comercialmente ao público como música cristã e formasse bandas com a finalidade de imitá-los e tornar seu som um pouco mais melódico. O pior seria se professos cristãos regredissem ao ponto que usaram estas gravações, escutando-as por prazer. Outro exemplo seria se arriscar nas regiões mais profundas de uma selva onde os mais bizarros rituais de feitiçaria e vodu fossem praticados. Depois registrar esses sons e eventos e planejar um show no palco, imitando a coisa toda, num concerto completo com luzes e fumaça e então colocar alguns respingos das Escrituras para que isso possa ser chamado de “cristão”. Isto é um relato muito próximo daquilo que os defensores do rock “cristão” em seu estilo gospel death metal têm feito.

Isso é cristianismo? Absolutamente que não! Sem qualquer sombra de dúvida isto é, para colocar as coisas de forma simples, a carne numa tentativa desenfreada de entregar-se a tudo aquilo que deseja, e fazer isso em nome de Jesus. O fato é que este mal não começou na igreja e, além disso, não está ligado a ela de maneira que se sinta obrigado a prestar contas. Este é um problema para estes renegados que, quando expostos, provocam respostas raivosas e hostis. Acredito que haverá uma denominação de música rock “cristã”, se já não houver alguma, formada com o propósito exclusivo de legitimar este lixo grosseiro de trevas. O próximo passo será a aceitação por outras organizações religiosas e a apostasia estará completa.

É isto o que acontece quando o amor pela verdade se apaga de uma geração. Eles se tornam religiosos, apostatam, e a geração seguinte cresce odiando e menosprezando tanto a igreja, que desenvolve uma contra-cultura radicalmente opositora. Esta geração criou um sistema substituto à descoberta da verdade: falsos padrões para a verdade. Em seguida, o próximo passo é abraçar a própria falsidade, o que faz surgir um novo “evangelho”, o qual necessita de outro “Jesus”.

Capa do dico Reborn(Renascer) da banda gospel “Stryper”

Os enganados parecem nunca saber quão enganados estão e, portanto, não conseguem entender as tentativas de alcançá-los. Para uma pessoa enganada, o engano é a verdade e a verdade que o desafia, é o engano. O senhor “tudo de cabeça pra baixo”, o próprio Satanás, planejou o engano da música “cristã” apóstata de tal forma, que todos os que a recebem acreditem que estão em grande forma. Não há maneira de falar com eles de forma lógica ou mesmo eticamente. Já tentou conversar com um membro de uma seita? Tente falar para um satanista que ele está errado. Fale com os Mórmons e os Testemunhas de Jeová que vêm a sua porta: será que eles escutam a verdade e dizem, “Uau, que revelação! Eu tenho que sair desta seita”!? Não, eles não falam assim. Eles fornecem textos bíblicos e apontam seu fruto para validar sua posição. Uma tática comum é fazer com que você acredite que eles são como você, crêem no mesmo Jesus que você crê, só que eles têm algo extra que você não sabe. Defensores da moderna musica gospel usam as mesmas táticas. Não é porque eles estudaram estas táticas, como fazem as seitas, mas porque eles seguem o senhor “tudo de cabeça pra baixo”, Satanás, e, em muitos casos, eles não se apercebem disso.

Satanás está convertendo pessoas a um falso cristianismo, libertando alguns deles do cativeiro do álcool, drogas, perversão, espíritos suicidas, etc, através da música  “cristã”. Por quê ele está fazendo isso? Estas pessoas estão, na verdade, sendo enredadas numa espécie de força tarefa demoníaca, a qual está levando a cabo uma missão satânica de apostatar uma geração de jovens cristãos através da validação da música pela experiência pessoal. Satanás não se importa em aliviar seu domínio sobre algumas pessoas, as quais agirão de acordo com seu propósito de fazer com que seus seguidores pareçam frutíferos. Afinal de contas, ele ainda os possui, só que eles não sabem disso. Cristãos que se envolvem nisso estão entrando numa armadilha mais mortal do que aquela na qual o sistema mundial está aprisionado. Muitos professos cristãos que entram nessa aberração são cristãos biológicos, nunca foram nascidos de novo, apenas educados num lar religioso. Eles foram criados na igreja com Cristo mas não crucificados com Ele.

É como um famoso comercial anti-drogas, onde dois homens adultos estão em um quarto fumando um baseado. A mãe grita perguntando ao homem mais velho se ele conseguiu um trabalho. É embaraçoso ver como este homem adulto, que ainda está parasitando seus pais e ainda é irresponsável, responde de forma imatura. Ele lhe responde com uma falsa sinceridade e depois zomba do seu estado de desemprego, folgado e liberal, divertindo-se, fumando o dia todo. Ele observa a seu amigo que a droga não é tão ruim. Afinal de contas, ele diz com um sorriso, “Tenho fumado todo este tempo e isso nunca fez nada de mal para mim”. Ele é um perdedor e não percebe isto porque a própria coisa que ele ama o cegou.

Pessoas que estão nesse movimento pseudo-cristão carregam em seus corpos as marcas de seu senhor, Satanás. Eles estão espiritualmente destituídos, cegos e aprisionados, tropeçando em buracos e escuridão, de mãos dadas, rindo da alegria que eles têm em seguir a “Jesus”. A única esperança que eles têm é um encontro com um desastre, o que freqüentemente leva as pessoas a encararem a realidade. Então, o estado pecaminoso pode ser confrontado, num momento de sanidade. Que Deus os ajude de alguma maneira a acordar, antes que seja tarde demais. Ninguém terá a chance, além da sepultura, de aceitar a verdade e mudar.

Fonte: Pequena adaptação de Roberto Aguiar do texto de C. H. Fisher, “A Cultura da Música Cristã Contemporânea”. www.musicaeadoracao.com.br

About these ads

347 Respostas to “O Que Há de Errado Com a Cultura da Música Cristã Contemporânea?”

  1. Thiago Says:

    Jesus Freak realmente era um termo degenerativo e era comumente usado por Hippies como forma de preconceito a cristãos. O interessante é que tudo é discutido sem falar das atitudes ou letras das bandas.

    Fala-se do Head, mas não se fala do testemunho que tem dado, das letras de suas músicas e nem das más influências que tem dado.

    Não existe música cristã sem influência de música secular em questão de ritmo, são raras as exceções. O ritmo Gospel, inclusive, tem forte influência do Cabaret.

    Você critica o ritmo, como se o ritmo em si só fosse algo demoniaco, estranho pois contradiz como Romanos 14:14 que diz:

    11 Porque está escrito: Como eu vivo, diz o Senhor, que todo o joelho se dobrará a mim, E toda a língua confessará a Deus.
    12 De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.
    13 Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão.
    14 Eu sei, e estou certo no Senhor Jesus, que nenhuma coisa é de si mesma imunda, a não ser para aquele que a tem por imunda; para esse é imunda.

    Interessante é que nenhuma das bandas citadas é de Death Metal Cristão que tanto critica =)

    Não vejo nem ao menos aqui versículos, logicamente bem contextualizado, quanto a questão em “debate”.

    Sinceramente, são bandas com menos intuito comercial, inclusive se afastando do infame rótulo “Gospel” que já é atrelado a uma industria específica para se denominarem somente Cristãos e são bem menos conhecidas, do que os Diante do trono da vida, entre outras que se aliam a mantras para fazer a cabeça do povo que como diz o grande músico cristão em sua música “é proibido pensar” são meras repetições.

  2. Roberto Aguiar Says:

    Sempre me é curioso vem como os crentes “Atenieses” articulam para contrabandear seus desejos secretos para dentro do arraial cristão afim de servirem a seu ego.

    Tiago diz: “Não existe música cristã sem influência de música secular em questão de ritmo, são raras as exceções. O ritmo Gospel, inclusive, tem forte influência do Cabaret”.

    Uma musica não é feita só de ritmo. Quem condenou aqui o ritmo? Cada estilo de música carrega em si uma cultura, uma idéia, uma atmosfera. A cultura sim é o determinante não o ritmo. Quem diz que a cultura rock é demoníaca são os seus idealizadores. Essa história de que os autores de determinado estilo de musica afirmarem algo, e os “crentes”, que se dizem seguidores de Cristo, contradizerem essa afirmação, está na cara que é puro papo furado. Quem tem mais autoridade em questão? O famigerado mercado da musica “gospel”, se inspira na cultura mundana num sentido pejorativo, sendo seu garoto propaganda no meio cristão.

    Tiago diz: “interessante é que nenhuma das bandas citadas é de Death Metal Cristão que tanto critica”

    Nobre Tiago, as nomenclaturas intrínsecas do rock só interessam a fãs como você, aos normais, não significam absolutamente nada bastando apenas conhecer-mós o gênero musical.

    A sua interpretação distorcida de Romanos 14, por está fora de contexto, não te ajuda. Muito pelo contrário, revela que você usará essa passagem para remover todo obstáculo que a palavra de Deus levante em sua frente, desobstruindo o caminho para a natureza de Adão afim de suprir o próprio ego. E me lembra ainda de uma consideração do apóstolo Pedro:

    “Falando disto, (Paulo) como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição”.
    II Pedro 3:16

    Há propósito, o “Grande “ musico cristão citado por você como exemplo de “Mente Livre”, é um ecumênico freqüentador de missa, que diz encontrar entre os católicos mais consistência e coerência que entre os crentes. Depois disso tudo, compreendo que tanto você quanto ele estão exercendo essa liberdade de forma equivocada e prejudicial.

  3. felipe Says:

    sinceeramente….autor do texto!

    nunca li tanto lixo!

    é por mentes como a sua, que o cristianismo esta devendo!!!

  4. felipe Says:

    Pessoas que estão nesse movimento pseudo-cristão carregam em seus corpos as marcas de seu senhor, Satanás. Eles estão espiritualmente destituídos, cegos e aprisionados, tropeçando em buracos e escuridão, de mãos dadas, rindo da alegria que eles têm em seguir a “Jesus”. A única esperança que eles têm é um encontro com um desastre, o que freqüentemente leva as pessoas a encararem a realidade. Então, o estado pecaminoso pode ser confrontado, num momento de sanidade. Que Deus os ajude de alguma maneira a acordar, antes que seja tarde demais. Ninguém terá a chance, além da sepultura, de aceitar a verdade e mudar. Certamente eu não estarei em pé lá, quando eles forem lançados no inferno, dizendo, “eu lhe disse”. Não haverá nenhum sentido em conhecer a verdade depois do trono do juízo.

    acho que devia por em pratica a seguinte palavra:

    Lucas 6:42

    “Ou como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o argueiro que está no teu olho, não atentando tu mesmo na trave que está no teu olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho de teu irmão.”

    é…certamente vc nao estará la em pé…vc talvez estará junto aos que serao lancados no lago de fogo e eenxofre!

    Vc é apenas mais um ” dono de Deus”….um Senhor de Deus…

    Obrigado Jesus, pela sua graça, e seu amor INCONDICIONAL….
    e livra minha alma de me tornar um religioso….como o autor desse topico!
    AMÉM!!!!

  5. felipe Says:

    ahh entendi….

    Vc é adventista…nao é!

    desconsidere oque falei…conheco seu tipo.
    Vc é um caso perdido!

    E.G White, por acaso nao é aquela dona da maior heresia anti biblica da historia, o JUIZO INVESTIGATIVO????

    conselho amigo…venha pra CRISTO!

  6. Roberto Aguiar Says:

    Felipe,

    além de seu vocabulário, sua percepção também anda ruim. Jamais tive intenção de ser adventista. Sobre sua fé em tal “Jesus”; ela é pura ficção de alguém mais inteligente que você, a ponto de convencê-lo se tratar de algo real.

    Eu sei que dói alguém reprovar algo tão “sagrado” para nós, mas sinceramente, o plágio não merece receber outro adjetivo que não o próprio. Das cópias ilegais, a religiosa é a mais cruel, pois iludi o desavisado com conseqüências eternas.

  7. Thiago Says:

    Como diria Jack, o estripador, vamos por partes:

    Roberto diz:
    “Sempre me é curioso vem como os crentes “Atenieses” articulam para contrabandear seus desejos secretos para dentro do arraial cristão afim de servirem a seu ego.”

    Robertinho, meu irmão em Cristo, não seja arrogante, estamos debatendo, não questione meu relacionamento com meu Senhor e salvador e como desfruto de sua liberdade somente por conta de minha participação em seu blog, você não me conhece e não estou te julgando, mesmo que estivesse, você não poderia fazê-lo sendo cristão.

    Romanos 14:15 “Mas, se por causa da comida se contrista teu irmão, já não andas conforme o amor. Não destruas por causa da tua comida aquele por quem Cristo morreu.”

    Na verdade o que me irrita certamente é a condenação ao trabalho alheio sem se dar o esforço de pesquisar e conhecer o que fazem.

    Rock, pra mim amigo, não passa de um ritmo musical, não é um estilo de vida, muito menos minha religião. É mais um ritmo, como assim é o Jazz, assim é Samba, o Gospel (não confundir com “gospel” nomeclatura utilizada para qualquer coisa que se denomine evangélica).

    Se quiser podemos parar de conversar aqui e deixar somente aqueles que enaltecem a qualidade do seu texto, retirando assim a minha participação de sua página.

    Fica a dica.

    Roberto diz:
    “Quem diz que a cultura rock é demoníaca são os seus idealizadores.”

    Tratar o ritmo como sinônimo da cultura espelhada por alguns é no mínimo ignorância, se seguirmos tal exemplo pode-se dizer que todo e qualquer cristão reflete a cultura dos “atuais representantes” que aparecem na TV vendendo bênçãos financeiras.
    Alguns dizem, todos são?

    Quem os elegeu como embaixadores do ritmo? Nenhuma dessas bandas citadas defende Sexo, Drogas e Rock’n’roll, que seria a suposta cultura rock que tanto cita.

    Roberto diz:
    “Essa história de que os autores de determinado estilo de musica afirmarem algo, e os ‘crentes’, que se dizem seguidores de Cristo, contradizerem essa afirmação, está na cara que é puro papo furado.Quem tem mais autoridade em questão?”

    A maioria dos músicos não são musicistas ou teólogos, sabem tocar e o que dizem de determinado estilo é refletindo de como ele trata a própria vida, de como se relaciona com Deus e não passa de mera opinião.

    Se for por isso uma das principais influências do Rock, junto com o R&B e Country é a música Gospel dos anos 40(não confundir com a industria gospel que se perpertua atualmente).

    Aquela história de Sexo, drogas e rock’n’roll surgiu do meio pro fim da década de 60 com os hippies. ;)

    Sem contar que se levarmos ao pé da letra essa história de que nada bom sai de algo ruim, nem mesmo o Protestantismo existiria.

    Roberto diz:
    “Cada estilo de música carrega em si uma cultura, uma idéia, uma atmosfera”

    Carrega uma convenção social que no imaginário popular relaciona o ritmo a determinada cultura. Por que ritmos devem ser presos a culturas, hábitos e pessoas? Se pessoas não cortassem o cordão umbilical, Cristianismo ainda seria sinônimo de Catolicismo para uma grande maioria e a música, assim como diversas teorias ciêntíficas não teriam aparecido. Esse tipo de pensamento não tem sentido.

    Existe alguma impossibilidade da utilização do ritmo sem simplesmente fazer parte desse “lixo grosseiro de trevas” como você gentilmente chama toda a cena rock? Lógico que não, da mesma maneira que há como se ser cristão sem simplesmente fazer parte dos religiosismos, heresias e maluquices atualmente pregadas.

    O que restam somente são as atribuição de tais qualidades que caracterizam a cultura para pessoa que toca o ritmo, geralmente feitas por pessoas que já tem opinião formada mesmo sem conhecer como você está fazendo.

    Antes da cultura vem a personalidade, vida e ideais da pessoa. E para um cristão, a sua vida e relacionamento com Abba.

    Roberto diz:
    “Nobre Tiago, as nomenclaturas intrínsecas do rock só interessam a fãs como você, aos normais, não significam absolutamente nada bastando apenas conhecer-mós o gênero musical.”

    Roberto, você me chamou indiretamente de anormal em um debate com um irmão?

    Quanto ao ritmo e/ou cultura.

    Como criticar o que não se conhece? Baseado em que? Se não se deu nem ao trabalho de saber de simples nomeclaturas o que dá credibilidade do falar mal de um ritmo? Você se baseia somente na visão de 1 autor, sem se ancorar na palavra.

    Roberto diz:
    “A sua interpretação distorcida de Romanos 14, por está fora de contexto, não te ajuda. Muito pelo contrário, revela que você usará essa passagem para remover todo obstáculo que a palavra de Deus levante em sua frente, desobstruindo o caminho para a natureza de Adão a fim de suprir o próprio ego. E me lembra ainda de uma consideração do apóstolo Pedro”

    Roberto, interessante sua disposição para julgar um irmão. Eu levantei um argumento, não ataquei a sua pessoa momento algum e gostaria que mantivesse o mesmo respeito. Você sabe não me conhece e me julga como se fizesse tudo que há de errado usando como desculpa a passagem e você nem tem como argumentar isso, pois não vive comigo.

    Mais interessante ainda é que após eu colocar o trecho de Romanos 14, você não ir verificar se a passagem está realmente contextualizada, pois está. Afinal, o versículo serve de base para questões triviais como a apresentada no texto.

    Não sou de atirar versículos bíblicos a fim de afirmar opiniões. Os cito dentro da situação debatida, caso queira verificar recomendo o seguinte link: http://www.bibliaonline.com.br/acf/rm/14

    Rm 14:22 “Tens tu fé? Tem-na em ti mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova.”

    Se há pecado em tocar rock, certamente não é porque existe uma “cultura rock”, usando a nomeclatura que utilizou, que é usufruída por alguns , mas por escandalizar alguns irmãos como escandalizou a ti.

    Não vou generalizar que todas as bandas cristãs são “certinhas”, como não poderia generalizar em situação alguma que envolve pessoas, mas não significa que não existam bandas realmente cristãs que toquem rock.

    Roberto diz:
    “Há propósito, o ‘Grande’ musico cristão citado por você como exemplo de ‘Mente Livre’, é um ecumênico freqüentador de missa, que diz encontrar entre os católicos mais consistência e coerência que entre os crentes. Depois disso tudo, compreendo que tanto você quanto ele estão exercendo essa liberdade de forma equivocada e prejudicial.”

    A propósito, você leu o que falei sobre o Head? rsrs. Seu conceito já formado das desculpas que você acha que defensores do ritmo dão está influenciando a sua visão a ponto de colocar palavras em minha boca.

    Eu não chamei o Head de “grande músico”, como afirmou, pois inclusive não gosto da vertente da música que toca tanto quanto outros ritmos musicais. Não o usei como exemplo de “mente aberta”.

    Quanto à coerência e consistência, se você julgar ao modo que você julgou tomando como exemplo programas de TV, rádio e algumas denominações ditas evangélicas, no mínimo deve dar empate técnico.

    Mas de qualquer modo seria interessante citar a fonte, já que após pesquisa no google.com pelas palavras “Head” e “Catholic”, “Head” e “Católico”, “Head” e “Missa”, “Head’, e “igreja católica”, “Head” e “Catholic church” e as 4 páginas da pesquisa “head”, “igreja católica” e “coerente”, todas com a palavra Korn (Head somente ficaria muito abrangente, então interessante citar sua ex banda) e não houveram resultados a respeito.

    Roberto diz:
    “Provocam respostas raivosas e hostis.”

    Alguns de seus comentários não se encaixam nessas categorias?

    Bem, dificilmente comentarei em seu espaço novamente por conta da arrogância em alguns comentários.

    Sinceramente, amo Jesus ama acima de tudo, dependo dEle para simplesmente TUDO, confio e acredito na maior verdade que pode existir Abba por meio de Jesus Cristo me ama tanto, mas tantoque me quer ao seu lado por todo santo sempre e não me agrado de um irmão em Cristo julgar o meu relacionamento com ele por um assunto trivial.

    Falta de confiança em Cristo é se apoiar em seus atos para acreditar em sua salvação.

    Vamos ver depois sua ironia sobre meu comentário acima, né?

    Fique com Deus, Deus te abençõe e espero que acima de tudo, mude a maneira ofensiva que muitas vezes trata seus irmãos.

  8. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Thiago,

    lá vem você usando a por demais desgastada estratégia de fuga, de se esconder atrás do distorcidíssimo texto “ não julgueis…”. Faz críticas mas não as quer receber. Lembre-se, a critica é uma via de mão dupla! “A boca fala do que está cheio o coração”, esqueceu? Quando você interage, revela seus conceitos, que revelam seu estilo de vida. Pura lógica cristã! Você fala o que vê em minhas palavras, e eu de minha parte correspondo. Não separe minha vida de minhas palavras a menos que você descubra que estou sendo dissimulado, caso em que vc terá todo o dever de fazê-lo. Cristo e suas palavras são uma coisa só. Quem conhece e acredita nas palavras de Cristo, tem acesso direto ao próprio. É o que estou fazendo com você, acreditando que, no que vc escreve, vai um pouco de você! E o que você escreve é ruim num sentido bíblico. A defesa do seu ego, que vemos no seu texto, revela que você confunde liberdade com libertinagem. Entretanto são coisas diferentes!

    Você está equivocado com o sentido do “não julgueis”:

    disse Jesus: “Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça”. João 7:24

    “Porque, que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro?” 1 Coríntios 5:12

    “Não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas?” 1 Coríntios 6:2

    “Para vos envergonhar o digo. Não há, pois, entre vós sábios, nem mesmo um, que possa julgar entre seus irmãos?” 1Coríntios 6:5

    Por outro lado, compreendo que usar o “não julgueis” como “coringa”, é estratégia de defesa de “cristãos” como você. Para quem não conhece o termo “cristão ateniense”, ele remete a Grécia antiga onde ficava a cidade de Atenas, berço da cultura grega. É de comum acordo entre os historiadores que nenhuma cultura influenciou mais a humanidade dos que os gregos, tanto nas artes como na ciência e na política. Influencia essa que nos chega até hoje. O termo então “cristãos atenienses”, foi cunhado pelos teólogos para descrever o tipo de cristão que trabalha para mixar a cultura de Adão com a palavra de Deus. Eles em vão trabalham com a projeção do impossível.

    Sua citação de Romanos 14 é a desfiguração do texto bíblico, o que tem se mostrado um ato contínuo de sua parte.

    Thiago diz: “ Na verdade o que me irrita certamente é a condenação ao trabalho alheio sem se dar o esforço de pesquisar e conhecer o que fazem”.

    Thiago você sinceramente crê que esse tipo de “cristianismo praticado por você e por essas bandas que admira é algo novo ou desconhecido? A sua “lógica” não faz sentido, ela diz que eu só posso saber se droga é ruim se experimentar, caso contrário, minha opinião fica invalidada. Isso é a contra-mão da razão!

    Thiago diz: “Rock, pra mim amigo, não passa de um ritmo musical, não é um estilo de vida, muito menos minha religião. É mais um ritmo, como assim é o Jazz, assim é Samba…”

    Isso é mentira! Todo estilo de musica carrega em si uma cultura própria, assim como a musica evangélica carrega em si uma cultura que lhe é própria. Você não vai lograr sucesso nessa discussão se abrigando atrás do “ritmo”! Tente usar esse argumento com alguém que não é cristão pra vê se consegue.

    Sobre parar de conversar fica a seu critério. Sobre minhas intenções, deixa eu te dizer uma coisa: Se você não percebeu, a média de comentários neste blog não estão ao meu favor. O caminho para ganhar elogios dos homens é inverso ao de minhas palavras. É concordando com a maioria e não divergindo, que se angaria prestígio; portanto: tenta outra!

    Thiago diz: “Tratar o ritmo como sinônimo da cultura espelhada por alguns é no mínimo ignorância, se seguirmos tal exemplo pode-se dizer que todo e qualquer cristão reflete a cultura dos “atuais representantes” que aparecem na TV vendendo bênçãos financeiras. Alguns dizem, todos são?”

    Novamente lógica falida! Quem diz que todo cristão é corrupto são leigos de fora do arraial cristão, sem nenhum conhecimento de causa e estranhos a fé. Portanto o que dizem é boato! Quem diz que o diabo é o pai do rock são os profissionais do rock com respaldo para tecerem uma opinião sobre o tema. Pessoas muito mais qualificadas que você, me desculpe a franqueza, que é um “Zé ninguém” no mundo da musica.

    Thiago diz: “Quem os elegeu como embaixadores do ritmo? “

    Agora você extrapolou o absurdo!

    Thiago diz: “Se for por isso uma das principais influências do Rock, junto com o R&B e Country é a música Gospel dos anos 40(não confundir com a industria gospel que se perpertua atualmente). Aquela história de Sexo, drogas e rock’n’roll surgiu do meio pro fim da década de 60 com os hippies. ;)”

    Sua “rocklogia” esta defasada! Para alguém que se faz a sim mesmo um especialista em musica, de novo você está equivocado.

    Thiago se “aprofunda”: “Sem contar que se levarmos ao pé da letra essa história de que nada bom sai de algo ruim, nem mesmo o Protestantismo existiria”.

    Primeiro: Quem inventou “essa história” como vc diz foi Deus:

    “Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce”. Tiago 3:12

    Thiago continua: “(A Musica) Carrega uma convenção social que no imaginário popular relaciona o ritmo a determinada cultura. Por que ritmos devem ser presos a culturas, hábitos e pessoas? Se pessoas não cortassem o cordão umbilical, Cristianismo ainda seria sinônimo de Catolicismo para uma grande maioria e a música, assim como diversas teorias ciêntíficas não teriam aparecido. Esse tipo de pensamento não tem sentido. Existe alguma impossibilidade da utilização do ritmo sem simplesmente fazer parte desse “lixo grosseiro de trevas” como você gentilmente chama toda a cena rock? Lógico que não, da mesma maneira que há como se ser cristão sem simplesmente fazer parte dos religiosismos, heresias e maluquices atualmente pregadas”.

    Thiago…, atacar com termos psicologizados na esperança de agregar mais crédito a sua fala pseudo-intelectual não convence. Para o bom entendedor, o texto acima é pura baboseira caligráfica atirada a esmo numa atitude furtiva por alguém em dificuldades de se estabelecer com a verdade. Pegando carona na sua babosice psicológica, o trecho acima é pura verborragia do seu super-ego!

    Thiago diz: “ Se pessoas não cortassem o cordão umbilical, Cristianismo ainda seria sinônimo de Catolicismo”

    Thiago, parece que para você, “o céu é o limite”! O cristianismo começou com o movimento protestante? Obviamente vc nunca ouviu falar de Jan Huss e John Wycliff, um século antes da reforma protestante? E os valdenses, puritanos, anabatista entre outros…? O nascimento do catolicismo em 313 Dc deu origem a um racha na igreja dos apóstolos e o nascimento da igreja apóstata, a igreja católica.

    Thiago diz: “Antes da cultura vem a personalidade, vida e ideais da pessoa. E para um cristão, a sua vida e relacionamento com Abba”.

    Conversa fiada, a cultura é tremendo influenciador da personalidade, da definição do que seja vida e conseguintemente dita os ideais.

    Thiagi diz: “Roberto, você me chamou indiretamente de anormal em um debate com um irmão?”

    Não! Apenas usei um recurso da língua portuguesa chamado, “sentido figurado”…O sentido foi sobre aqueles não fazem parte da tribo pop-gospel, os não aficionados como você! Apenas isso!

    Thiago diz: “ Como criticar o que não se conhece? Baseado em que? Se não se deu nem ao trabalho de saber de simples nomeclaturas o que dá credibilidade do falar mal de um ritmo? Você se baseia somente na visão de 1 autor, sem se ancorar na palavra”.

    Thiago aqui você se repetiu, insistindo em vender a imagem de especialista… O foco principal aqui é a musica na bíblia, não a bíblia na musica!!! Citar versículos fora de contexto só assevera sua ignorância bíblica.

    Thiago diz: “Roberto, interessante sua disposição para julgar um irmão. Eu levantei um argumento, não ataquei a sua pessoa momento algum e gostaria que mantivesse o mesmo respeito. Você sabe não me conhece e me julga como se fizesse tudo que há de errado usando como desculpa a passagem e você nem tem como argumentar isso, pois não vive comigo”.

    Isso em momento algum foi falta de respeito. Você, claramente, para satisfazer seu gosto pessoal, está desfigurando a bíblia e a definição de cultura musical, algo que é extremamente explicito e indiscutivelmente reconhecido e difundido no mundo secular. Você está sendo melindroso e hiper sensível num sentido pejorativo, interpretando o personagem de vítima.

    Thiago diz: “Mais interessante ainda é que após eu colocar o trecho de Romanos 14, você não ir verificar se a passagem está realmente contextualizada, pois está. Afinal, o versículo serve de base para questões triviais como a apresentada no texto”.

    Garoto, se para vc ele é novo, eu medito nele a 34 anos. Diferentemente de você, conheço a história da igreja e seus teólogos sérios, e desconheço algum que interprete esse texto como você. Talvez o que te trave o seu entendimento nesse caso seja o excesso de confiança e paixão que você nutre por si mesmo. Tente praticar um pouco de auto-desconfiança, ela é bíblica!

    Thiago diz: “Não sou de atirar versículos bíblicos a fim de afirmar opiniões”.

    Curioso e revelador…Jesus sempre atirou versículos da palavra para validar suas afirmações. Já você interpreta isso como sinal de fraqueza…

    Sobre o musico em questão, me referi ao Ex-Vencedores Por Cristo que compôs a musica “ É Proibido Pensar”.

    Thiago diz: “Bem, dificilmente comentarei em seu espaço novamente por conta da arrogância em alguns comentários. Sinceramente, amo Jesus ama acima de tudo, dependo dEle para simplesmente TUDO, confio e acredito na maior verdade que pode existir Abba por meio de Jesus Cristo me ama tanto, mas tantoque me quer ao seu lado por todo santo sempre e não me agrado de um irmão em Cristo julgar o meu relacionamento com ele por um assunto trivial”.

    O problema Thiago é a qual Jesus você oferta esse seu amor… Esse seu Jesus é diferente do que se apresenta na palavra pois em vez de exigir que você se submeta a Ele, faz o inverso, Ele é que submete-se ao seu gosto pessoal. Louvor nunca foi assunto trivial para os verdadeiros adoradores de Deus, só para os embusteiros da fé.

    Se minha linguagem pareceu ácida a algum irmão em especial, lembro-lhes que tanto Jesus quanto os apóstolos, passando pelos profetas, nunca usaram de linguagem branda para com deturpadores da palavra de Deus do naipe do Thiago. Procuro me apresentar em episódios como esse na forma retratada pelo apóstolo Tiago em sua epístola:

    “Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia. Tiago 3:17

    Entretanto é impossível ser imparcial e não hipócrita, sem desagradar a alguém e ferir os opositores da verdade bíblica. Jesus foi morto justamente por isso!

    Como o expediente exige, quero lembrar-lhes de um episódio que se passa no livro de Atos 13:4 – 12 : O apostolo Paulo chama um certo Elimas, de filho do diabo, cheio de engano, e de toda malícia, inimigo de toda justiça, perverso, que tentava perverter os retos caminhos do Senhor. Esta criatura se opunha a fé tentando afastar o procônsul Sérgio Paulo da Fé em Jesus Cristo, e isto fazia com artimanhas de astúcia enganadora, se passando por alguém que na verdade não era. O tal se apresentava com o sugestivo nome de Barjesus, que para nosso espanto, significa filho de Jesus, mas o apostolo Paulo cheio do Espirito Santo o discerne como filho do diabo. Talvez se fosse hoje, para alguns, Paulo seria rotulado de fanático que não respeitava as pessoas, sem caridade e sem amor, porém foi esta a sua atitude e é esta a atitude de quem tem discernimento daquilo que lê, ouve e vê.

    Desejo Thiago que na sua trajetória terrena, em algum momento você se converta ao Jesus escriturístico, e não a paródia Dele espalhadas hoje em dia.

  9. Olivar Lima Says:

    Cara … Tah Loko dá vonta de entra na carne quando Lê uma PORCARIA destas.

  10. Roberto Aguiar Says:

    Caro Olivar,

    Você deve estar confuso com a diversidade tão grande de falso cristianismo evangélico hoje em dia, e com certeza foi vítima de uma dessas versões. O seu vocabulário denuncia que você nunca obteve vitória sobre a carne nem tem idéia do que isso significa. O que você chama de espiritualidade não passa de paródia se comparada ao texto bíblico. Mas se essa coisa “faz a tua cabeça”, fazendo você se sentir espiritual; “seja feita a sua vontade”!

  11. Sylvio Says:

    caraa…simplesmente ridiculo…naum acredito q fiquei uns 10 minutos lendo esse monte de baboseira…que Deus coloque um pouco mais de compreensao no coraçao do tal do roberto…

  12. Izabela Says:

    Muito ridculo, Deus no religio . DEUS ! ELE E PONTO ! o dono de tudo e todos. Discernimento crer em DEUS ! Ele usa a vida dos integrnates dessas bandas e eles so grandes benos , pois , enquanto ficam falando deles eles esto pelo mundo evangelizando e ganhando vidas pra Jesus , que sero salvas. Com suas msicas eles atingem vidas que so esquecidas por pessoas que vivem de acusaes.

  13. crush evil Says:

    pelo que vi voce ta partindo pra area do jugamento ….
    nem mesmo JESUS jugou alguem ……
    a minha cultura sempre foi ouvir rock desde pequeno .
    nao e por que fui pra igreja que devo parar de ouvir esse determinado
    som, entendeu ….. os estilo estao envouvido na igreja para que vc
    nao precise ouvir coisa do mundo , porem devemos vigiar sobre bandas que se disem cristao … mas com ceteza tem muita banda por ai que sao realmente cristao, classificados desde o pop ate o extremo ……
    por exemplo eu odeio funk mas nao sou obrigado a criticar que gostar ….
    tudo dentro de uma descencia e ordem !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

  14. Evandro Says:

    irmão, não li todo o texto, no entanto gostaria de lhe informar que o termo ‘JESUS FREAK’ é hoje utilizado na cultura americana para designar alguém que é LOUCO POR JESUS, pois suas atitudes para o “MUNDO” são de certa forma “excêntricas”, logo, esta sim é a tradução correta!
    Deus abençõe

  15. Roberto Aguiar Says:

    Farei uma matéria sobre o movimento “JESUS FREAK” mostrando que essa loucura apregoada por eles não é aquela que o apóstolo Paulo prega.

  16. Roberto Aguiar Says:

    Eu pessoalmente tenho muitos problemas, e isso é inegável. Entretanto como você se inseriu nesse tema, tenho que abordar um dos seus problemas pois ele te obscurece o entendimento desse assunto. Jesus julgou muitas pessoas segundo a reta justiça de Deus. É o que está registrado no novo testamento. O problema aqui é que você investiu mais o seu tempo em se doutrinar com o rock do que com Cristo. Se o teu pastor te ensinou que você pode se entupir com toda essa porcaria, e aqui não se discrimina ritmos e sim cultura, ele te enganou.

    No entanto você tem o direito de acreditar nesse Jesus pop que fez a sua cabeça ou em qualquer outro modelo apresentado pelo mundo, entretanto estará apenas perdendo o seu precioso tempo.

  17. Roberto Aguiar Says:

    Me desculpe Izabela, mas infelizmente falando, sua retórica não passa de pura baboseira pop-gospel. Gostaria que fosse diferente entretanto essa é a realidade.

  18. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Sylvio, usando sua mesma linguagem tribal:

    “Prum cara cristão, cabeça e “interado” como vc, tu “capitou” o espírito da “coisa”…

  19. argentino 777 Says:

    infelizmente cara nunca vi coisa igual perdi meu tempo quanta besteira fala das bandas nem conhece os frutos dela !

  20. Roberto Aguiar Says:

    Caro Argentino, com certeza você perdeu seu tempo! Aqui você não vai encontrar nada que combine com a sua fé esdrúxula. Curta o seu “mundinho” de “faz de conta”, regado a musica, embalado por bandas pseudo-cristãs que adoram uma paródia de Cristo. Vocês fingem que servem a Cristo, mas nós não fingimos que acreditamos.

  21. Robertinho, Robertinho…deve ser triste ser um cara que estudou tanto, tão inteligente e tão pouco sábio, se afogando no seu próprio conhecimento, mal comparando, o seu relacionamento com Deus é igual ao de um paparazzi com o seu artista, pesquisa, lê, vasculha tudo sobre ele, mas em nada o conhece! não são amigos, não tem um relacionamento próximo o suficiente para entender o seu parecer a respeito das coisas……se seu caráter atrofiado e sua gangrena espiritual entristecem a mim que sou pecador… imagina o espíritu santo que deveria habitar em vc… como deve se sentir? vou orar por você amigão! xD

  22. Roberto Aguiar Says:

    Carissimo Elieber, apesar dos elogios parciais, demonstração de conhecimento cultural, para mim, é de pouca serventia. Na concepção dos homens da bíblia e na minha também, a verdadeira inteligência só é real quando concorda com Deus em Tudo. O que não é o seu caso, que insiste em querer comprovar uma união ilícita entre Deus as “boas” coisas do mundo. Biblicamente falando, concordância apenas parcial com Deus é sinal de burrice intrínseca.

    Essa “amizade” forçada que você diz ter com o altíssimo, exposto nas entrelinhas, é comum daquele tipo de religioso alienado, que configura um evangelho particular, e que por segui-lo, convence a si mesmo que é um homem de fé. Ele não resiste a um teste sério com o evangelho de verdade.

    Bem…só posso sentir por sua alienação religiosa, em saber que você escolheu acreditar em você mesmo ou num homem como você, em vez de confiar apenas nas palavras do único Salvador.

    Que assim seja!

  23. Ósculo santo pra você Robertinho!

    =*

  24. Roberto Aguiar Says:

    Caro Eliaber, de qualquer forma, obrigado pelo mix de chamego-ironia no tratamento, “Robertinho”, e pelo ósculo. Já no caso do “santo”, vou ter que declinar porque é evidente que sua noção de santidade é distorcidíssima.

    Um abraço!

  25. junior29omni Says:

    http://WWW.OMNIDARK.BLOGSPOT.COM

    _____________________________________

    O ROCK É A MÚSICA DO INFERNO…………

    ABRAM OS OLHOS ENQUANTO AINDA É TEMPO !!!!!

    http://WWW.OMNIDARK.BLOGSPOT.COM

    _________________________________

  26. carlos cafe Says:

    senhor Roberto, Deus nao se agrada destes tais julgamentos memsmo porque cada um dara conta de si mesmo a Deus.Infelizmente caro irmao, fico triste em ver que a sua materia pouco edificou a minha vida,pois alem de ter informaçoes sem bases,balelas, nos comentarios so vejo debates, julgamentos,discuçoes,….enfim espero que repense os seus conceitos pois a base deles sao somente as suas bases. caso tenha duvida,veja vc mesmo seus proprios frutos.caso permaneça na duvida consulte seu pastor,mas imprima estes comentarios e os comente com ele.depois me traga a resposta.a paz de CRISTO para voçe meu amado.Jesus te ama e eu tambem o amo muito.desculpe se em algum momento o magoei.abraços.

  27. carlos cafe Says:

    o que ha de errado?sabe o que é?e as pessoas ficarem julgando umas as outras.isso é o que tem de errado!cada um tem a sua concepçao musical,na minha concepçao, existem musicas que nao agradam a Deus,existem “louvores” que nao sao adoraçao!mas vc generalizar q o rock em si nao adora a Deus, meu amado, vc esta completamente enganado,pois nao é o rock que me leva a O adora-LO, mas sim a minha mente, o meu coraçao atraves daquele louvor, daquela letra me faz sentir, me faz adoralo em espirito e em verdade, independente se e rock ou nao, se e pop ou nao,enfim,isso e da concepçao e gosto de genero de cada um.so para enfatizar brother,existe uma grande diferença entre louvor e adoraçao.louvor é somente um tipo de adoraçao portanto adore-o com suas palavras em vez de discutir a concepçao de fe sobre outros irmaos,pois a somente um Juiz de todos os tempos que é o nosso Senhor DEUS. Recomendo-lhe que escute uma canção chamada “Réu ou Juiz” da banda Oficina G3.de coraçao!!!!!!!abraços!!!!!!!!

  28. carlos cafe Says:

    obs:sobre o assunto de “Jesus freak”eu desconheço qualquer informaçao. portanto, tudo sobre mim aqui citado foi sobre todos os comentarios menos sobre”Jesus freak”,pesquisarei mais sobre este assunto.abraços novamente!

  29. Stanley Says:

    Nunca vi tanta ignorãncia e falta de Deus no coração!
    É por pessoas iguais a você (autor do texto) que muitas vidas necessitadas de Deus estão indo pro inferno!
    Quando que vocês “crentes” vão numa rodinha de roqueiros evangelizá -los e falar de Deus pra eles? Quando vocês evangelizam drogados???
    Vocês só sabem ser cristãos dentro de quatro paredes!!!

    Bando de religiosos acusadores! Vocês querem que um metaleiro pare pra ouvir Cassiane, Apascentar???

    Acordem!!! Jesus não é esse carrasco que vocês dizem!!!!

  30. Hillary Says:

    caro colega,
    gostaria de te informar q hoje em dia e na letra da musica ”Jesus freak” de DC talk na qual voce referiu com muiita falta de sabedoria que a colocaçao do termo Jesus freak usada na composiçao da musica é pra dizer q somos loucos por Jesus e que vc a meu ver interpretou muito mau jugando-a com principios de uma subcultura alema.
    Aí vai um conselho: estude mais antes de falar precipitadamente sobre assuntos que nao é de seu conhecimento…
    hihi!!

  31. Pedr Thome Says:

    Cara pra ser Cincero ,
    Faço as Palavras do CARLOS CAFE ,
    minhas palavras , qm realmente soube o que falar ae foi ele ,
    Qnto ao Roberto , Irmão Pare de Julgar os Outros ,
    Qm somos Nos para apontar Erros dos nossos Irmão ? :s
    e Kuanto ao Rock Cristão naum o Julge como Koiza q naum provem de Deus, Por naum so pra min Mais pro Grupo de amigos meu Tbm !!
    O Senhor uzou dele para nos Resgatar , e Trazer para perto de Ti !!
    Tanto q ele Louvo pro isso , e Agradeso Muito a Deus pelo Sim q estes Irmãos Rockeiros em Cristo derão !! Que eles continuem assim Resgatando Pessoas e as trazendo a Deus !!

  32. Jenny ;* Says:

    Bom, oq vc está dizendo querido irmão, desculpe-me, mas tenho q discordar.
    AMO METAL, amo Demon Hunter, minha banda preferida, amo Underoath, POD *–*
    E oq eles fazem ? estão levando a palara de Deus justamente para as pessoas que mais precisam dele, as pessoas que estão no poço. Se você pegar as letras das músicas do Demon Hunter vc verá que eles são meio que “pesadas”, porque é uma forma de resgatar as pessoas que infelizmente estão nesses mundo e não conhecem a Cristo ou simplesmente O ignoram.
    Ao invés de ficaraem falando deles, porque vocês não oram pelo ministério deles ?
    Bom, eu particularmente estava desviada da igreja, e voltei através das musicas do DH.
    Em Salmos 47:6 Deus diz que temos que louva-lO, mas me diga meu prezado irmão, Ele por acaso disse que tem que ser só no estilo de Aline Barros, Ana Paula Valadão ou Cristina Mel ?
    Não, até porque em I Samuel 16:7 Deus diz que não nos olha como vê o homem, mas Deus olha paa o coração.
    Deus não olha meus piercings, meus alargares ou meu cabelo rosa e roxo, mas ele se importa com o meu louvor, com a minha adoração que é feita com todo o meu coração.
    Oremos pelas bandas de metal que exitem nesse mundo e que o ministério deles cresça e que possa alcançar outras pessoas assim como eu ;)

  33. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Hillary, você descobriu isso sozinho…jura…?

  34. Stanley Says:

    Caro Roberto Aguiar,
    Pelo que li aqui, voce adora julgar e apontar o dedo na cara dos outros!
    Vc parece ser tão santo que acha que pode sair acusando qualquer um que aparece…
    Voce enxerga o cisco que tá no olho do teu irmão e não enxerga a estaca que tá no teu…
    porque voce não passa de um religioso necessitado de Deus no coração!
    Acorda cara! Cuida da tua vida e da tua salvação…
    Se converta verdadeiramente a Cristo e você aprenderá a viver!

    “Jesus nas veias, metal cristão nas orelhas”

  35. Dude Says:

    Jesus te salva não pela roupa que você veste, não pelo jeito que você anda. Ele te salva, pelas suas atitudes, suas ações. Jesus não morreu somente pra você ou pra mim, mais para todos. TODOS.
    Até para aquele que usa a tatuagem, o brinco. É melhor um cara ir pra igreja gostando de Rock gospel, do que sair no mundo a fora, batendo nos outros por causa de Música. Não mate vidas cara, isso mata qualquer um que não tenha experiência na fé.

  36. Alex Says:

    por isso q tem gente q n se converte…
    pq ainda existem cristão q criticam a inovação cristã em relação a musica e movimentos
    plo amor de Deus criar um blog criticando o bandas Metal Cristão é ridiculo, cada 1 adora a Deus da forma q seu coração se axa confortavel para isso…
    aff meu irmão vc deveria estar ganhando tempo em ganhar almas e n perdendo seu tempo criticando o stilo dos outros…
    DTA

  37. Edilerrandro Says:

    Para o autor desse tópico, a verdadeira adoração à Deus tem que ser feita à moda extremamente antiga: apenas com hinos do hinário.
    Desconcidera uma das características fundamentais do ser humano: a mudança, além de usar versos bíblicos que são usados contra ele própri e não vê.

    Deus te abençoe, irmão.
    E deixa, pois se há argueiro no meu olho, Deus é fiel e Presente pra me mostrar e tirar.

    Até mais.

  38. rafael Says:

    cara pq vc num usa esse blog pra falar do amor d Deus? pra prega o evengelho? vc perde tempo criando um blog pra critica outra religião ou outra crença? ou gostos pessoais das pessoas? cara tu me lembra o leão lobo, o clodovil…a sonia abrão, ou mehlor nelson rubens….sab aqueles caras da tv q ganham a vida falando mal dpos outros…..
    vai ver q vc deve ser dessas igrejas q a mulherada tem pêlos no suvaco…. tem as pernas peludas…..dessas igrejas q tudo é pecado….q o povo é porco em nome d jesus…..

    se liga brother….

  39. Hunter Says:

    vá estudar mais a biblia cara…
    fica atacando o metal gospel…
    CONCERTEZA ESTE CARA É DA ROÇA…
    FICA ESCUTANDO AQELAS MUSICAS DE PANDEIRO…HAUHAUAHUAHUA
    GOD BLESS

  40. Stanley Says:

    Com certeza galera…
    Ele adora julgar e apontar o dedo pro próximo!
    Em vez de amar próximo, ele prefere apontar o dedo!

    Ele me lembra muito uma passagem na bíblia em que a galera queria atirar pedras na mulher adúltera, O Senhor Jesus disse: “Aquele que não tem pecados que atire a primeira pedra…”.

    Se ele estivesse lá nessa época, com certeza ele seria um dos primeiro a atirar as pedras!

    Jesus me trouxe liberdade, e eu vivo livre pra Ele, somente pra Ele…e nada pode me afastar dos Seus Braços!

  41. Daniel Says:

    Caro irmão roberto, lamento muito pelo seu pensamento a respeito do ritmo rock, metal e afins.
    Mas se não concorda, não julgue!
    Ou procure saber a verdade sobre essas bandas, pois não posso acreditar no que você relatou de bandas como Stryper e Demon Hunter. É notável o desapontamento geral no tópico.
    Entenda que ritmo não influencia em nada pois Deus é o autor de tudo, e cada pessoa gosta de um ritmo de acordo com sua cultura(da pessoa).

    Da mesma forma que você não gosta de rock, metal; Eu não gosto de samba, pagode, funk.
    Mas se uma banda desse tipo fizer um trabalho para agradar a Deus, quem sou eu para julgá-los?
    Certamente há muitos enganadores mas cabe a Deus julgar cada um.

    E sobre o Jesus Freak citado no tópico não significa “aberrações de Jesus”, pois se fosse o caso deveria ser escrito da seguinte forma “Jesus’ Freaks” (claro traduzindo o Freaks para aberrações pois tem vários significados). Mas no caso citado pelo DC Talk a tradução correta seria Loucos por Jesus citado na propria musica “Jesus Freak”
    “I don’t really care if they label me a Jesus Freak
    Cause there ain’t no disguising the truth”
    em portugues
    “Eu não me importo se eles me rotulam de Louco por Jesus
    Pois não há como esconder a verdade”

    Espero que pense a respeito e entenda que eu não estou tentando denegrir a sua imagem, apenas ajuda-lo
    A Graça e a Paz de Jesus seja convosco irmao. Amém.

  42. Geison de Sena Brisotto Says:

    Quem é responsável por este blog?
    será q Deus se agrada de tanta besteira fala aqui?
    Quem é voçê para falar d amor e união do corpo de cristo?
    se voçê julga a todos , as bandas sem saber o dia a dia de cada um.
    vai conheçer a vida de Head e Ryan antes de falar.
    Não julgueis para não ser julgado.
    Fala tanto de amor e rejeita as almas de tantos que adoram e vivem de uma maneira diferente do “normal”.
    Deus criou o terno e a gravata? o estilo cantado por Cassiane por exemplo? Cassiane é uma benção nao critico ela por cantar musicas q eu nao escuto. se ela ganha almas pra Deus , glórias a Deus.
    Para de se preocupa com tanta besteira. Para de critica e faz algo para ganhar almas realmente.

  43. william primo Says:

    APENAS SIGA A CRUZ, NÃO MUDE A VISÃO PARA JULGAR, FAÇA ALGO PARA GAMHAR VIDAS NÃO AFASTAR.

    Porque foste a fortaleza do pobre, e a fortaleza do necessitado, na sua angústia; refúgio contra a tempestade, e sombra contra o calor; porque o sopro dos opressores é como a tempestade contra o muro. Isaías 25:4

  44. Daniel Ribeiro Says:

    temos o Espírito de Deus em nós,
    e esse Espírito nos mostra se o que estamos fazendo é certo ou errado.
    se alguém sente paz em ouvir as bandas que você citou no seu texto e outras bandas,
    quem é você pra falar que ele não é cristão?
    que ele é um pseudo-cristão ?
    tome cuidado nos termos que você usa para fazer uma crítica para alguma pessoa.
    você pode ser interpretado errado e isso pode gerar problemas.
    nada contra sua opinião,
    só cuidado com as palavras que você for escolher pra dissertar sobre determinados assuntos.

    fique na Paz.

  45. Priscila Says:

    Roberto,

    você quem é o mendigo sujo, olhando pra Deus
    e pedindo atenção,
    e ainda julgando outras pessoas,
    sendo que nenhum de nós temos direito a isso, só o nosso PAI tem.
    Mas ele te ama cara, não precisa escrever isso no blog, vai orar,
    vai ter intimidade com o Pai que você esquece essas coisas,
    Ele é MUUUUITO maior que isso, e te quer mais do que você imagina.
    Se pra você isso não é correto, nao precisa divulgar, guarde isso dentro de você. ;*

  46. Fabio Says:

    É engraçado v como ás pessoas usam coisas pra fica julgando os outros ,por q não estamos pregando Jesus em vez d fica julgando quem tem feito isso?
    Paz d Cristo irmão!!!

  47. Davi Outer Heaven Says:

    Eu ir pro inferno??? hauhauhauha

    JESUS já me comprou… independente do meu estilo!

    Nada me separará do amor de Cristo, sou livre cara nada do que vc me disser vai me convencer!
    O engraçado é q até satanás cita as escrituras assim como vc citou varias, mas que não tem nada a ver com o assunto!

    Vc disse que satanas planejou a musica cristã apostatada para enganar as pessoas!! Errado meu caro vc mesmo se contradisse!!!

    Em Marcos 3 diz: como pode Satanás expulsar Satanás?
    E, se um reino se dividir contra si mesmo, tal reino não pode subsistir;
    E, se uma casa se dividir contra si mesma, tal casa não pode subsistir.
    E, se Satanás se levantar contra si mesmo, e for dividido, não pode subsistir; antes tem fim.

    Então se Satanás planejou o rock-cristão ele mesmo de certa forma esta contra seu próprio reino, pois esta falando do amor de Cristo e da salvação que DEUS oferece aos pecadores em forma de rock… veja por exemplo a letra que Satanás planejou para apostatar e destruir os cristãos usando servo Brian Head:

    Deus! salve-me de mim mesmo
    Eu estou te implorando Deus!
    Salve-me do meu inferno
    Salve-me,salve-me agora dessa minha vida

    Não vou me matar!
    Pai! Obrigado!
    Pai! Agora eu vivo por você!
    Me curvo, Adonai, me curvo, Adonai,
    Me curvo, Adonai, me curvo e
    Eu me curvo, Adonai, me curvo,
    Adonai me curvo, Adonai
    Ó meu Deus, eu vivo por você
    Ó meu Deus, eu vivo por você

    Veja como satanás é astuto em! Olha como ele engana as pessoas mostrando o amor de DEUS! Que inteligente não???

  48. Anderson Says:

    Mais um “crente” (será?) querendo seu minuto de fama na net. Deprimente!

  49. Quelvis 777 Says:

    Roberto, Eu tenho varios amigos que eram drogados, alcoholatras, assesinos.. em fim um tipo de gente que niguem quer por perto.. mais por que? É porque muitas vezes nos olhamos essas pessoas como ha 2010 anos atras olhavam Jesus.. Quem diria que um carpinteiro seria o salvador da humanidade? e quem diria que um drogado como o meu amigo dexaria as drogas para seguir a Cristo?
    Hoje ele tem uma familia.. antes ele não sabia nem quem era..
    Aonde eu quero chegar é que esse meu amigo sempre escutou metal.. e continua escutando aquele ritmo “pesado” que é o metal.. só que de grupos cristãos.. Entao me diz, ele mudou de vida? ou ele ainda é escravo de Satanas?
    Eu sou filho de pastor, tenho um grupo de Death metal.. e posso dizer pra voce que pela minha banda ganhei pessoas pra Cristo.. Metaleiros que tinham uma vida escura hoje e tem o brilho de Cristo no olhar..
    E vc? ganhou um metaleiro falando essas besteiras?
    Amigo, voce nunca vai ganhar pra Cristo um rockeiro falando isso.. pra voce eles são almas perdidas? Mais eu sei que estou perdendo meu tempo.. porque falar isso pra voce é como falar pra um catolico que ele esta errado.. entendeu? Todos pensamos diferentes.. Mais voce julga pela apariencia.. é por pessoas como voce que muitos cristãos voltão ao mundo, porque não conhecem a Cristo, só normas e regras.. ser Cristão nao é ser parte de uma igreja, mais sim é ser como Cristo.. sem importar seu estilo de vida.. O estilo de vida não muda a salvação.. Um abraço.

  50. Salatiel Farias Regis Says:

    Bom Paz Do Senhor Primeiramente Amigo!
    Olha Muito Interessante Mesmo Esse Seu Blog Viu E Essa Sua Postagem Principalmente.
    Se Eu não Gostasse De Rock Ia Achar Que Vc Odeia Esse Ritmo Musical De Corpo E Alma!
    E Só Pra Começar Minha Crítica Demon Hunter, Brian Head E Stryper Não São Death metal Viu!
    Segundo Eu Era Do Mundão E Hj Estou De Novo Na Igreja E + De Uma Vez Deus Usou Letras Dessas Bandas Para Tocar Meu Coração E EU Senti A Presença De Deus Nelas.
    E Amigo Na época Que eu Era Do Mundo Eu Curtia Muito KoRn Que Era A Banda Do Head E Ele Saiu De Uma Banda Milionária Não Foi Por Que Queria Um Palco Ou Algo Do Tipo, Pois A Banda Dele Era Conhecida Pelo Mundo Todo, Ele Era Conhecido Pelo Mundo Todo E Tinha Muito + Fama E Apoio No Que Fazia Do Que Hj Em Dia.
    Então Pra ele Largar Aquela Vida E Dizer Que é Cristão Não Acho Que Seja Uma Máscara.
    E Como Foi Dito No Comentário Abaixo Vc Fala Do Head, Porém Não Fala Do Testemunho Abençoado Que ele Deixou, Se Eu Fosse Vc Olhava No Youtube.
    e Pra Finalizar Amigo, Na Biblía Já Diz Não Julgues Para Que Não Sejas Julgado, Eu Não Julgo Nenhuma Dessas Pessoas Do Meio Do Rock Que Adora A Deus Pois Eles Não Precisam Do Meu Julgamento E Sim Do De Deus, Vejo Algumas Coisas Da Qual Eu Não Concordo Em Algumas Bandas Assim Como Tbm Vejo Em Várias Igrejas, E Se Fosse Julgar Por Isso mesmo Eu Estava No Mundo Hj ME Afundando No Pecado Eterno Aonde O Preço Dele é A Morte!
    Porém, Graças a Deus Eu Fui Alcançado Pela Com um Amor Incondicional Apesar De Ser Falho E De Ser Um “Lixo” Pois Nóis Não merecemos Esse Amor mas, Deus é Misericordioso E Não Nos Cobra Nada Por Isso!
    Amigo Ùltima Coisa Mesmo.
    A Bíblia Não Específica Estilo Musical Para Louvar A Deus.
    A Bíblia Diz Que é Para Louvarmos A Deus Com Nosso Corpo Voz E Instrumentos.
    Se Esse é O Jeito Que Eles Sabem Louvar E é Feito De Coração Puro E Para Servir A Deus Ele Aceita Pois Ele Procura Isso Louvor De Corpo E Alma!

    Fique Na Paz!

    E Comece A Tirar A Venda Que Cobre Teus Olhos Chamada Religiosidade!

  51. Thiago Says:

    E o que seria música cristã pro autor desse post? Tecladinho tosco apenas?

    Vai crescer e aprender a respeitar os outros, crianção.

    :*

  52. Diego Vidal Says:

    Poxa, fico triste quando entro em sites, blogs, e vejo tantas pessoas que são evangélicas ou dizem ser evangélicas, em tão enorme conflito!
    Porque não deixar isso pra Deus julgar? Quem somos nós pra querer julgar algo que é muito maior que nosso entendimento?

    Parem com esse conflito e adorem à Deus em Espírito e em verdade!
    Não deixe que opiniões te façam pecar, ok?

    PENSEM NISSO! DEUS ABENÇOE A TODOS!

  53. eu sou alguem Says:

    todo ser que respira louve ao senhor!!salmos 150 . 6
    vai le mais a biblia cara,dpois vc argumenta essas aberrações que você falow aqui

  54. kaiber Says:

    oa noite !!

    Deus é te multiforme graça, e age da forma q quiser e usa quem quiser indiferente de estilo, roupa ou o q seja.

    Roberto, eu como alguém q escuta metal li e ache interessante. Vi q nao foi vc quem escreveu ai fica dificil. Pois saber o q o senhor Fisher tem em mente e de q cultura ele. Pois em minha cidade em algumas denominações é proibido bateria pois pra algumas pessoas mais velhas é algo q nao vem de Deus .

    Tenho estudado a biblia cara e tenho visto tanta coisa errada como pessoas q olham pra um predio com uma placa na frente e chamam de igreja, sendo q nos somos a igreja e o espirito santo escolhou habitar em nos.

    Roberto a biblia fala em musica no novo testamento ?
    A biblia fala em “culto” no NT ?
    A biblia fala q os Cristão primitivos estavam preocupados em construir predios para adorarem a Deus ?
    Mano se vc sober me diz pq to estudandoa palavra e ainda nao achei.

    O q quero dizer é o seguinte tem tanta coisa errada no q muitos chamam de “igreja”, pois nao compreenderam q a noiva de Cristo a verdadeira igreja é linda e perfeita esta preparada pra vinda dele. Pois igreja sao aqueles q vivem o evangelho do Reino “evangelho de renuncia e morte “indiferentes de estarem em uma denominaçao ou nao q é meu caso.
    Muitos das bandas de “rock” ou ministerios de “louvor”, tem um testemunho horrivel isso é fato, mas existes pessoas dirigidas pelo Espirito Santo com certeza existe, mas da rotular todos como hereges? nao dá né ?
    Existem bandas q tem usado o metal com letras cristao para levar o evangelho, alguns desses aqui no Brasil tem suas casas e carros apedrejados por levar o evangelho onde muitos cristao q vivem na bolha de adoraçao nunca iam colocar os pés .
    Ai vc vai dizer q ” por causa do joio o trigo tb teve ser queimado ?”
    Viva o evangelho, tenha um relaciomanento com Deus intimo pois “pra cada cabeça uma sentença ”

    Roberto se puder me add no msn kaiba.pbi@hotmail.com, Temos
    Temos muito q aprender sobre esse Reino q Jesus implantou.
    Fiquem na paz .

  55. Deus tenha misericórdia da vida de quem escreveu isso…tudo que escreveu não faz sentido e mesmo que você estivesse certo a biblia não te da o direito de sair julgando os servos do senhor, ai daquele que falar mal de um servo do senhor…a biblia fala isso. Essas bandas são bandas que servem a DEUS com todo o coração.

  56. Walisson Says:

    De uma coisa eu não tenho dúvida: o post gerou muitos comentários.

    Apesar de alguns serem (na minha opinião) bem fracos para se continuar lendo. De qualquer maneira…

    Eventualmente, devido aos comentários sobre as bandas, o sr. dono do post não tem conhecimento suficiente sobre Demon Hunter e etc, tanto que nem mesmo soube encaixa-la num estilo.

    Eu nunca busquei salvação alguma por meio de bandas de rock que gosto, ressaltando que somente vim a escutar bandas ”cristãs” a média de um ano.

    Pesquise sobre Switchfoot, Relient K, Rush Of Fools… Mas, não se restrinja a ouvir uma ou duas músicas no youtube, em sites de audição online, por favor, baixe os cds, se possível a discografia completa. Visite os sites das bandas, tente ver/ouvir entrevistas com integrantes das mesmas, assim você terá conteúdo para elogiar ou criticar. Não se resuma a passagens bíblicas, experimente, afinal qual melhor caminho de se aprender algo se não por meio da experiencia? Como conheceria a dor se não se cortasse? …

    Enfim, só recomendo você estudar, mais digo estudar mesmo sobre as coisas que pretende criticar. Seja sobre música, sobre ideologia e etc.

    Agora se você apenas pretendia ganhar visitas no seu blog, continue escrevendo textos levianos como este.

    Esta postagem não me edificou em nada. Se sua intenção era a de esclarecer.

    E nem mesmo acho que sejas inteligente, pois não usa seu conhecimento em prol de aproximar as pessoas umas das outras (“amando o próximo”), mas sim ofendê-las.

    Com certeza Jesus teria poucos fãs/seguidores se ele fosse repreender o que havia ou faziam de errado.

    E também acredito que você não tenha um contato intimo com Deus, afinal, se realmente o tivesse como ”mentor”/exemplo não sairia por aí jogando pedra nas pessoas, como têm feito em alguns comentários acima.

    E entre as coisas mais ridiculas que vi aqui foi ver você comentando sobre a ortografia alheia.

    Enfim, cansei, não estou mais com intenções e escrever aqui, afinal, nem sei se terei resposta e nem mesmo sei se irei lembrar de voltar aqui para ler, afinal,como já falei ”não me edificou em nada…”.

    Até, abraços a todos que comentaram… e deixo a vocês o seguinte:

    Interpretações são singulares, podem ver a mesma imagem, mas em sensações, todas são totalmente distintas.

    Não deixem de ouvir ou assistir o que querem, façam o que te faz bem.

    Abraço.

    Walisson Gomes.

  57. hugo Says:

    só uma pergunta para o dono do Blog.
    seu nome é Jesus ou Jeova????
    por que quem pode julgar isto é só Jesus ou Deus

    o mesmo peso q usa para julgar é o mesmo que será julgado

  58. Marcos Caio Says:

    Vamos começar o debate então.

    A primeira banda cristã de rock que existiu até onde eu sei, Petra, formada em 64 se não me engano, vou dar o exemplo deles qual explica todas essas bandas como Demon Hunter e muitas outras quais você, caro autor, critíca.

    A o guitarrista um dia percebeu que muitas pessoas não iriam para a igreja por causa da música que lá é tocada. Ele percebeu que aquelas pessoas, os roqueiros, estavam esquecidos pela igreja, ninguém queria eles. Assim ele chamou umas pessoas e começaram uma banda cujo único objetivo era o evangelho, eles queriam atrair essas pessoas para Jesus. No começo das igrejas muitas não os deixavam entrar, as que deixavam eles tocaram lá começaram a gostar da idéia. Com o tempo o Petra deixou um som mais pesado, Hard Rock, para que então seguisse o linha da época, seguindo a linha da época as pessoas eram mais atraídas para Jesus do que se tocassem algo velho e passado.

    Bandas como Demon Hunter, Underoath, As Cities Burns, Inhale/ Exhale e muitas outras são bandas cristãs que se opõem às bandas satânicas do mesmo gênero. Já parou ao para ouvir a letra dessas bandas?

    O livro Jesus Freaks agora, você ao menos leu o conteúdo? já ouviu as letras do Dc Talk? Já viu o show ao vivo deles pela internet mesmo que mostra o que eles falam entre as músicas?

    Meu caro amigo, lhe peço que tenha conhecimento do que critica antes de fazer isso. Leia o livro Jesus Freaks por completo, veja o show do Dc Talk, “Freak Show” o nome do DvD e veja o que os caras falam entre as músicas, não apenas entre mais as letras delas. Pegue as letras do Petra, no último álbum de estúdio, Jekyll And Hyde tem até as referências bíblicas de cada música, tanto quanto em seus álbums mais antigos como “No Doubt”. Pesquise sobre Vineyard UK, uma igreja do Reino Unido e busque por Marc James, que também por sinal tem uma banda de Hard Rock com blues, e ele ainda por cima é ministro de louvor! Procure sobre Morning Star(Estrela da Manhã), o álbum Braveheart(Coração Valente), um álbum de uma igreja da Escócia ou Irlanda, que usa instrumentos regionais. O violão não foi um instrumento decidido por Deus para ser o único qual deve ser usado para louvar, depende da cultura do povo em que ali vive! Na áfrica procure pela misionária Heidy Baker, lá em Moçambique eles louvam com tambores, pois o que eles teem na cultura é percussão e não cordas como violão, pois é o tambor que agrada ao ouvido deles. Na Morning Star pode-se notar flauta e gaita de fólis, também como guitarra e bateria e baixo. Moral da história, bandas que se denominam cristãs, não querem ser que nem as bandas seculares por buscarem influências nelas, mas querem atrair um determinado grupo de pessoas para Jesus. O vocalista da banda Switchfoot, Jon Foreman, faz uma oração no meio de um seus shows que vi no youtube. Se falar que ele estava fingindo para agradar o público “crente” então ouça e veja a letra das músicas “your love is a song(seu amor é uma canção)”, “Meant To Live(Supostos a viver)” e “Always(Sempre)”. O termo Jesus Freaks significa loucos por jesus! Ouça a música Jesus Freak e veja as letras, no youtube tem essa música legendada em um show, depois da música ele dá uma mensagem sobre Jesus, veja lá.

    Depois de ter conhecimento sobre essas coisas nas quais falei, depois de fazer tudo que eu lhe pedi, então venha debater! Não me veja com acusações sem conhecimento! Tenho paciência para esperar caso não possa fazer tudo isso no mesmo dia.

  59. Marcos Caio Says:

    Concordo completamente com Walisson Gomes, suas palavras foram sábias.

  60. ALÊ Says:

    [b]eu estava lendo as babozeiras que o tal blogueiro postou até que não suportei tanta heresia e resolvi questionar..
    .
    copiei só uma mensagem do ”poeta” que escreveu nesse blog vejam:[/b]
    [i]”a Bíblia é usada por eles(rockeiros) como um escudo de proteção contra a luz da verdade.”[/i]
    .
    [b]só uma réplica:: como pode a bíblia ser um escudo contra a luz da verdade se ela própria nos indica o caminho que é jesus.. será que esse blogueiro realmente crê na bíblia como inspirada por DEUS???? [/b]
    .
    Tiago 3
    v.11 [b]Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?[/b]
    v.12 Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce.
    v.13 [b]Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom trato as suas obras em mansidão de sabedoria.[/b]

  61. Walisson Says:

    O que falta é contato com o assunto que está tratando.
    Praticamente todos os comentários aqui postados são a favor das bandas cristãs contemporâneas.

    Por que não baixa a guarda e escuta algumas coisas citadas aqui??

    Abraço.

    E Marcos Caio, achei seu post realmente esclarecedor!
    Abraço.

  62. Rafael Felipe Says:

    Não entendo como alguém que se diz cristão pode repudiar tanto algo que pode estar sendo usado para atrair determinado público para Jesus. Veja o quanto a música se transformou, acompanhe a história da música de acordo com o gosto dos ouvintes, Davi louvava com uma Harpa, Bach compunha obras maravilhosas ( Jesus alegria dos homens, um exemplo), agora está ocorrendo uma nova mudança na história musical, uma nova maneira de expressar poeticamente o amor de Deus em nossas vidas. A base de nossa redenção não está no estilo de música que ouvimos, mas sim no amor, Por que Deus amou o mundo de tal maneira que enviou seu filho unigênito para que todo que nele creia não pereça mas tenha a vida eterna. Vejamos os dois mandamentos que Jesus nos deixou: Amai a Deus sobre todas as coisas; e Amai ao próximo como a te mesmo.
    Uma frase que eu gosto muito que é de uma música do rotulado rock cristão, diz assim:
    O amor é maior que uma fria religião, é maior que a vida, é a revolução, é o movimento, é a redenção da minha alma.
    É muito fácil viver como um fariseu nas sinagogas a julgar os outros e discutindo a lei, dificil é renunciar a si mesmo e viver o amor de Deus plenamente, amando a Deus, e ao próximo.

    Já estou crucificado com cristo, agora vivo não mais eu…

  63. Rafael Felipe Says:

    uma nova maneira de expressar poeticamente o amor de Deus em nossas vidas.

    Antes que fale que compreenda mal essa frase, eu posso buscar a Deus, expressar meu amor por Ele da maneira que eu ache melhor, seja dançando, cantando, orando, fazendo poesias, mas a minha base sempre será a biblia.

  64. Rafael Felipe Says:

    A paz do Senhor.

  65. Luiz Henrique Says:

    Pelo amor de Deus, fanatismo ao extremo, palavras polidas pra tentar sustentar uma ideia ridicula e continuar com os preconceitos! Morte a essa tradição da igreja! Enquanto você critica um movimento que tem sido usado por Deus DIARIAMENTE, ele so se fortalece com criticas tão baixas como essa. E ainda teve coragem de usar Stryper no meio? Ja assistiu algum show deles? Ja viu eles distribuindo biblias, orando com a multidão e como Michael fica dedicando cada instante a Jesus?
    Meus pesames, viva com suas tradições, mas nos deixe ser nos mesmos para adorar a Deus! O homem é o único que impõe limitações de como adorar nosso Criador!

  66. Marcos Caio Says:

    Alguém! Obrigado por colocar o link! É bem esse o vídeo qual me referi!
    Walisson! Valeu!

  67. Marcos Caio Says:

    Só quero corrigir algo, o ábum antigo da banda Petra que vi referências não foi No Doubt, e sim God Fixation, uma boa letra! Abraço!

  68. Davi Outer Heaven Says:

    Marcos Caio, Fui em quem colocou o link!

  69. Marcos Caio Says:

    Alguem Diz:

    26/07/2010 às 19:31
    “link abaixo”

    valeu então Davi Outer Heaven!(que nome hein? hahaha)

  70. zos kias cultus. Says:

    Entendo tua opinião. Como cristão tu deve ser daquelas pessoas que não sabem diferenciar culturas, tribos, etnias, modo de vida, e que não aceita pessoas louvando de uma outra forma deus.
    Aprenda a diferenciar as culturas.
    Os tempos mudam, a religião se modifica com ele.
    até

  71. André Says:

    PELOO AMOR DE DEUS,QUANTA BESTEIRA!
    cara, musica é musica, DEus não vai olhar pro jeito que você faz a musica mais sim pelo que ela está dizendo a mensagem que ela passa as pessoas, é que nem voce repudiar uma pessoa que se veste de metal e vai pra igreja, sao essas que vc deve dar atençao, pois ele pode atingir um determinado grupo de ateus coisa que um religioso de terno e gravata num consegue fazer, Deus nao escolhe o estilo de roupa ou da musica, e siim o coraçao e o que a musica passa para as pessoas, Dc Talk: banda muito boaa
    Demon Hunter: foi a banda que mais me influencio para cristianismo
    Brian Head pelo amor de Deus, o cara era usuario de droga e agora canta musica pra cristo como pode falar mal dele fala serio

  72. Na boa brother… com todo respeito:
    Não vi nas suas citações Romanos 14, onde o apóstolo Paulo diz que entre os salvos “cada um dará conta de si”…
    Nós devemos nos preocupar em salvar os que estão perdidos e não criticar quem os faz ( mesmo que vc os considere “Pedras clamando” – Lucas 19.40 ).

    Tanta gente indo pra o inferno sem Jesus e os crentes se preocupando com os costumes de outros crentes ! Isso sem dúvida é o que Yimoteo chamaria de “vã contenda”… ( I Timoteo 1.5 a 7) e de falta de amor …”de quem quer ser doutor da lei sem entender o que ele próprio diz ou afirma”.

  73. Jozy Says:

    Ao autor desocupado do Post,

    Minha sugestão é que você cuide da sua salvação, pode ter certeza que é melhor do que sair julgando sobre algo que não conhece… e que em vez de escrever coisas absurdas como essa, agradeça a Deus por existir pessoas que falam do Amor de Deus à pessoas que estão com a vida completamente destruída…. onde o terno e gravata não conseguem chegar.

    Deus procura verdadeiros adoradores e não verdadeiros religiosos… Se você não gosta do rock… isso eh um problema seu… agora julgar de forma negativa o Rock Cristão é um descaso com a Obra de Deus.

    Q Deus tenha misericórdia da sua alma!

    PS – Não gastei o meu tempo para terminar de ler.

  74. Jozy Says:

    Discernimento Cristão???

    Q Piada! kkkkkkk

  75. suelenmota Says:

    Lem li, não aguento mais esse preconceito com os rockers cristãos…

  76. Amanss777 Says:

    Eu achava q Jesus freaks era loucos por Jejus…. mais se vc chama quem e louco por jejus d aberração fazer o q =)

  77. Welber Says:

    O autor do blog me faz lembrar o Adorno com sua visão “demoníaca” da cultura popular. Se ele encontrasse o Isaac Watts, Bach e Handel com certeza os crucificaria hehehehehe… Roberto, você e eu somos incapazes de sabermos o que se passa no coração dos integrantes do Stryper, DC Talk, Demon Hunter dentre várias outras bandas e artistas da esfera cristã. Por isso, muito cuidado para não cometer blasfêmia, assim como os Fariseus fizeram ao atribuir o reino de Deus ao diabo. Talvez muitos realmente possam estar perdidos, mas se não estiverem? Abraço e a paz de Cristo!!!

  78. elem Says:

    Cara, acorda. Tem algo errado sim, mas é com a sua cultura. “Jesus Freaks” faz uma alusão ao modo como o mundo vê os cristãos, os “loucos” por Jesus, aqueles que fazem de sua vida uma entrega total a Ele, indo contra o padrão do mundo onde o ”eu” está no centro.- E porventura não tornou Deus louca a sabedoria?
    O autor deste artigo se mostrou lamentavelmente ignorante e preconceituoso…
    a) pq Deus não está interessado em estilo, mas em coração, em santidade. O rocker não pode ser santo, irmão?Novidade pra vc: o caráter independe da música que se faz.
    “(…)o SENHOR não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o SENHOR o coração. ”
    b) música “boa” é um conceito altamente subjetivo, vc limita tudo ao seu redor se se prender a este tipo de idéia. Depois, música cristã é aquela feita por cristão. Quem é vc pra julgar e decidir que Tait, Toby, Brian, etc. não são salvos?Já parou para analisar de verdade a letra das músicas deles?Os frutos deles e de seu trabalho?A verdadeira e explícita revolução que ocorreu na vida destes caras quando eles assumiram ter se rendido ao Pai?

    Bom, eu ouço rock (inclusive alguns destes que vc citou :D) e sou não tenho duvidas de que fui salva pela graça, de que sou filha do Deus eterno.

  79. nina Says:

    O meu amigo não fala besteira não amado…..
    só te peço pra orar antes de ficar postando coisas que fazem parte apenas da sua opinião
    e outra coisa vai estudar um pouquinho de ingles
    Jesus Freaks (As Aberrações de Jesus)????? comoo asssimmm querido

    Freaks quer dizer louco
    Jesus Freaks e uma expressão que quer dizer
    Loucos Por Jesus….

    Louvar a Deus de todo coração e de toda alma isso que importa melodia
    por si e só melodia..

    só um toque meu irmão não me leve a mal sei que a intenção sua não e fazer por mal, mais só não poste coisas sem estudo e sem nexo, eu fui salva por uma musica do Demon Hunter e eu agradeço a Deus todos os dias pela vida desses irmãos.

    Jah Bless You

  80. Duque Says:

    Acabei de ver que existem mesmo pessoas preconceituosas dentro da igreja. O legal é que nós rockeiros não falamos mal dessas músicas antigas que pessoas como vc gostam de escutar. Se não gosta do rock existem pessoas que gostam e que sentem a presença de Deus realmente nessas músicas.

  81. Paulo Says:

    Roberto…

    Acabei de ler o seu texto e sinceramente, nunca vi tanta coisa sem argumentação sólida escrita em um só lugar. Basicamente o seu post consiste em rotular todas as pessoas que segundo você seguem a “Cultura da Música Cristã Evangélica” de falsos cristãos e ainda por cima disse que essas pessoas estão condenadas ao inferno.
    A pergunta que eu faço é, quem é você pra determinar quem vai para o Céu ou não, quem é você para dizer o que está no coração das pessoas? Uma coisa eu sei, é Deus quem decide aquele que entrará no Céu ou não, é o Espírito Santo que revela o que está nos corações das pessoas. Roberto, você não é Deus pra determinar quem irá para o Céu e muito menos o Espírito Santo pra dizer o que está no coração das pessoas.
    Sua postagem consistiu de acusações do início ao fim e se você conhece bem a Bíblia sabe que o grande acusador descrito nas Escrituras é Satanás. Ao sair proferindo o que você postou aqui que TODAS as pessoas que em sua visão seguem a “Cultura da Música Cristã Evangélica” são condenadas ao inferno, você assume o papel de acusador sendo assim um filho do diabo. Agora vejamos alguns dos trechos mais absurdos do que você papagaiou de outro autor (já que você mesmo disse “Fonte: Pequena adaptação de Roberto Aguiar do texto de C. H. Fisher, “A Cultura da Música Cristã Contemporânea”.”):

    “De fato, não existe um músico “cristão” moderno que seja reconhecido por sua espiritualidade.”

    Já ouviu falar de Steve Rowe, líder da banda Mortification? Ele também é pastor e tem um ministério muito reconhecido e respeitado na Austrália. Sempre foi dado bom testemunho da vida dele. Houve uma época da vida em que ele teve leucemia e quase morreu, a cura dele foi um milagre de Deus.

    Outro ponto do post, o “Jesus Freaks” do DC Talk. Para o mundo e para Satanás somos “Aberrações de Jesus” porque a verdade dói, causa medo, incomoda. Sabemos muito bem que não somos aberrações aos olhos de Deus, que somos preciosos a seus olhos. Te faltou bom senso nessa parte ao acusar o DC Talk de desprezar a Deus sem ao menos perceber que isso é realmente para prender a atenção das pessoas na mensagem do Evangelho.

    Outra foto que você colocou ali, a capa do CD Reborn da banda Stryper. Já parasse pra analisar a idéia da capa? Já parasse para analisar as letras das músicas deles? Aliás já parou pra ver as letras das músicas de todas as bandas que vc citou aqui? Muito provável que não tenha parado para sequer ler alguma das letras pois é mais fácil sentar na frente do PC e papagaiar acusações sem base, agindo como um filho do diabo do que procurar saber a verdade.

    Outra, já parou pra ver o testemunho de algum desses caras no Youtube? Procura pelo testemunho do Brian Head. No youtube tem esse testemunho legendado além de outros artistas. E posso dizer com certeza que esses testemunhos tem levado pessoas a ter um relacionamento verdadeiro com Jesus ao contrário do que você acusa.

    Para terminar uma passagem de I Coríntios 9:18-23

    18 Nesse caso, qual é o meu galardão? É que, evangelizando, proponha, de graça, o evangelho, para não me valer do direito que ele me dá.
    19 Porque, sendo livre de todos, fiz-me escravo de todos, a fim de ganhar o maior número possível.
    20 Procedi, para com os judeus, como judeu, a fim de ganhar os judeus; para os que vivem sob o regime da lei, como se eu mesmo assim vivesse, para ganhar os que vivem debaixo da lei, embora não esteja eu debaixo da lei.
    21 Aos sem lei, como se eu mesmo o fosse, não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo, para ganhar os que vivem fora do regime da lei.
    22 Fiz-me fraco para com os fracos, com o fim de ganhar os fracos. Fiz-me tudo para com todos, com o fim de, por todos os modos, salvar alguns.
    23 Tudo faço por causa do evangelho, com o fim de me tornar cooperador com ele.

    Então basicamente, não julgue, não rotule, você não é Deus pra julgar. Existem muitas formas de se ganhar pessoas para Cristo então não fique julgando o seu próximo para que você não seja um filho do diabo.

  82. Elison Afram Says:

    Não acredito que perdi tanto tempo pra ler esse lixo, que esse “autorzinho” se diz crente! Crente é aquele que independente do gênero musical adora ao único DEUS, na bíblia, em I Coríntios (o capítulo eu versículo não me lembro), diz que Deus gosta do povo que adora à Ele loucamente, então, por que Deus iria escolher um cara todo certinho pra construir uma Arca no deserto pra salvar a sua família e os animais??? Por que Deus iria escolher um cara que é todo certinho e só acredita na razão, para abrir um mar??? Juninho Afram, que é um dos ícones do Rock Gospel disse que Crente que é crente adora a Deus e não está nem aí pra música que está tocando para o louvor à Deus, e esse negócio que o diabo é o pai do rock, o diabo não é pai de nada, só é pai da mentira mesmo, quem é pai do Rock é Deus e o Blues!!!

  83. Adriel Says:

    Ao autor do texto:
    Faça um curso de inglês, e verás que você falou muita coisa errada por conta do seu péssimo conhecimento da lingua estrangeira.
    À exemplo de Jesus Freak (que na verdade é LOUCO POR JESUS), leia a letra dela…Aposto que você não tem coragem de dizer as palavras que estão contidas naquela música.

  84. welington Says:

    oi eu vim aqui só para dizer que o rock gospel e apenas um ritimo diferente de se escutar as musicas, por que dizer que o rock e do demônio sendo que na biblia diz que devemos adorar a deus com todos os canticos e todas as danças então não devemos julgar antes de conheser como disse adriel leia a letra,e aproposito a musica Jesus Freak não tem nada demais !!!!

  85. welington Says:

    roberto eu voltei aqui para lhe fazer outro comentário bem como eu deveria ter feito. você ao ler os comentários criticando seu texto se apavorou e tentou se defender a qualquer custo, mas infeliz mente como disse a izabela você se afundou no seu próprio conhecimento, eu sei como e isso eu também já passei por isso, mas por favor não faça mais isso fica acusando as bandas que não podem nem se que se lhe dizer a verdade, eu vou lhe dizer uma coisa neste momento eu estou ouvindo rock e deus sabe disso pois ele e onipresente e se não as musicas que eu estou ouvindo agora não fossem para eu estar escutando eu quero que deus me mande um sinal por que eu não quero estar em pecado mas ate agora tudo que você disse ai só me fez perceber que você tem um preconceito com o esse tipo de musica…
    o que você uma pessoa tão sabia me diz do forro cristão(eu particular mente não gosto de forro mas não faço como você)o samba cristão por que você também não faz um comentário sobre esses ritmos também???
    Eu não estou com raiva de você e espero que você também não esteja com raiva de mim e que deus te abençoei !!

  86. Que blogzinho mais farisaico, fraquinho, fedorento e demoníaco.
    Discernimento Cristão? Esse texto tem tudo, MENOS discernimento e muito menos cristianismo.

    Pelos frutos conhecereis as árvores… Logo um blog ridículo desses nos revela o quão miserável é o pensamento de seus autores.

    Se tem um apóstata aqui, esse apóstata é quem colocou esse texto neste blog com um artigo tão pobre, parcial e com descabidas associações à Santa Bíblia… Texto sem contexto é pretexto.

    Cristianismo não é uma filosofia, é uma prática, não é um discurso, é uma conduta, não é um pensamento, é envolvimento.

    Cara fechada não é sinal de espiritualidade, mas é exatamente a falta de Deus refletindo no rosto. Portanto, sorria, pois Jesus lhe comprou esse direito com muitas lágrimas.

    O mundo está farto de cristãos normais. Então, não tenha medo de enlouquecer por Jesus, tenha medo de não enlouquecer. Sem Cristo a pessoa só existe. Só quem tem Jesus pode afirmar estar vivo.

    -Sou um Jesus Freak (LOUCO POR JESUS) e aqui compartilho frases do Pr. Lucio Barreto:

    Não adianta nada termos dentro de nós um vulcão de amor por Jesus se ele está extinto. Legal é quando esse vulcão entra em erupção.

    Na igreja primitiva, cristãos de destaque eram comuns, hoje em dia, cristãos medianos são cristãos de destaque.

    Não é louco por Jesus aquele que faz do cristianismo um passatempo de final de semana.

    O cristão não pode pregar o que quer viver, e sim o que está vivendo.

    Bíblias empoeiradas e pouco lidas resultam em pessoas tristes e frustradas. Bíblias gastas e muito lidas resultam em pessoas alegres e realizadas.

  87. Benjamim Says:

    A palavra Jesus freak foi um termo criado por uma Banda americana chamada DC TALK.
    Esta expressão foi usada pela primeira vez em uma musica chamada Jesus Freak. Uma musica composta por Toby Mac e que com o seu estilo louco fala exatamente sobre ser louco por Jesus. O coro desta musica diz:
    “What will people thinkWhen they hear that I’m a Jesus freakWhat will people do when they find that it’s trueI don’t really care if they label me a Jesus freakThere ain’t no disguising the truth”“O que as pessoas vão pensar?Quando ouvirem que sou um Jesus freak?O que vão fazer quando descobrirem que é verdade?Eu realmente não ligo se me chamarem Jesus freakEles não estão distorcendo a verdade”
    Após isto, juntamente com o Ministério A VOZ DOS MÁRTIRES, eles escreveram um livro Chamado Jesus Freak, o qual conta histórias verídicas de Mártires e pessoas que estavam dispostas a tudo por sua fé em Jesus.
    E daí por diante foram escritos outros livros a respeito e agora eles lançaram o segundo volume do Jesus Freak.
    Em resumo, Jesus Freak = Louco Por Jesus, não é somente um nome dado a Mártires, mas a todas aquelas pessoas que amam genuinamente Jesus e estão dispostas a viver suas vidas para Ele. Pessoas que o amam mais do que si mesmas que não estão dispostas simplesmente a morrer por Ele mas também a viver suas vidas intensamente para Ele.
    São pessoas que não tem vergonha de sua fé e não tem medo de serem diferente e se destacar na multidão.
    Ser Jesus freak, não é ser Evangélico, católico, ortodoxo, batista, ou presbiteriano. Ser um Jesus freak é uma questão de fé e de sua posição frente ao mundo.
    Ser Jesus Freak é empenhar sua vida para ser como Jesus. Amar como Ele amou, orar como ele orou, agir como ele agiu.
    Não é um novo movimento de fanáticos por Jesus, mas sim pessoas que estão se levantando no mundo com uma paixão verdadeira por Deus e que querem conhecê-lo e servi-lo com tudo o que tem. Não é algo novo e nem vai acabar com o tempo, pois Jesus é real e vive para sempre.
    Talvez você ache tudo isto uma loucura sem sentido. Mas depois que se conhece verdadeiramente a Deus não tem jeito de não se apaixonar. E ao contrário do que as pessoas pensão a Palavra Cristão significa discípulo de Cristo. Significa que quem leva este nome, leva Jesus com elas.
    Mas as pessoas tem se levantado neste geração com esta bandeira de Jesus freaks , pois ser cristão hoje se tornou uma palavra que está sendo banalizada por nós cristão. Muitas pessoas morreram por causa do Titulo de cristão. Foi uma bandeira construída com sangue.
    Será que você pode se chamar de Cristão e será que pode se chamar de Jesus Freak?

  88. renato Says:

    kem eh vc pra dizer o q pod ou naum pod…a biblia fala pra levar a palavra d todas as formas e naum importa seeh com metal ou naum…..o rock alcanca almas em suas letras e todas as bandas citadas acima saum sim cristãs e tem uma boa mensagem nada d q taum tentando enganar….kara com tanta coisa no mundo acontecendo a palavra tem q ser e deve ser levada e naum importa o estilo d musica

  89. gulliver Says:

    parei d ler aqui
    “….monitorar seus métodos e estilos…”
    meu querido… a igreja (os lideres) nao tem q monitorar ninguem….

    ahh outra coisa…esses caras aí q vc falou q sofrem influencia do mundo (do diabo em suas palavras) eles pregam a palavra d DEUS e ganhão almas p/ JESUS
    mais q vc e esse seu dircursso religioso………… VAI CANTAR O HINARIO vAiii

  90. Jaqueline Says:

    voce acho que ta mega certo né, mais julgar tambem é errado. eles tao fazendo a parte deles pregando o evangelho de cristo o que vc podia estar fazendo ao invez de criticar (:

  91. Filipe Says:

    Meu caro,
    depois de todos os comentários sobre sua matéria, não creio ter algo mais a acrenscentar.
    Entretanto, gostaria de deixar apenas um breve comentário a respeito: A verdadeira adoração, amado, o verdadeiro louvor a Deus provêm do coração e se exterioriza de várias formas; o rock’n roll é uma delas! Assim como o rítimo dos hinos entoados, ou dos ministérios de louvor espalhados por ai.
    O problema está em saber discernir aquilo que edifica e aquilo que nos afasta de Deus como, por exemplo, o prévio julgamento e o fato de estar servindo de pedra de tropeço a muitos que poderiam ser convertidos ou, ainda, muitos recém-convertidos, que ainda não têm sua fé realmente firmada.
    Gostaria apenas de ressaltar que as letras das músicas aqui atacadas são de VERDADEIRO louvor a Deus, palavras que vêm do coração e tenho plena convicção de que são muito agradáveis aos ouvidos de Deus; além dos testemunhos maravilhosos onde percebemos o poder de Deus e Seu infinito amor.

    Meu irmão, espero, de todo coração, que Deus lhe dê sabedoria para discernir aquilo que vem de Deus!

    Um grande abraço,
    em Cristo.

  92. Adler Says:

    Bom eu também assim como Felipe depois de tantos comentários não tenho muito a declarar, mas também quero deixar claro, que curto o som do Brian e realmente senti ele sendo usado pelo Espírito Santo e não venha dizer que sentir o Espírito Santo na música do cara possa ser influência demoníaca para me enganar, porque o inimigo pode até se disfarçar em um anjo de luz para nos enganar mas não pode imitar o sentimento que vem do Senhor! E mas, exatamente como tanto disseram aqui, pare de julgar e faça, Jesus esta a porta, assim como Oficina G3 conta em suas letras “Pare de acusar, pare olhe para você” vai me dizer que isso é do demônio?? Só porque oficina g3 tbm é rock? E outro detalhe o diabo pode usar as coisas que existem na terra, como a música, mas o que impede Deus de usar a qualquer estilo musical para passar a mensagem dele? Sendo que Jesus disse que faria as rochas falarem se nós não falássemos? E sendo que Deus criou tudo e inclusive a música! E mais, você não sabe qual o ritmo musical que o povo do tempo bíblico tocava para louvar a Deus! Não são ritimos que definem uma adoração mas, como já foi dito aqui, um coração verdadeiro e que ama a Deus! Um estilo musical não define quem você diante de Deus mas sim suas atitudes!

  93. Fran Says:

    ”Satanás está convertendo pessoas a um falso cristianismo, libertando alguns deles do cativeiro do álcool, drogas, perversão, espíritos suicidas, etc., através da música “cristã”. Por que ele está fazendo isso? Estas pessoas estão, na verdade, sendo enredadas numa espécie de força tarefa demoníaca, a qual está levando a cabo uma missão satânica de apostatar uma geração de jovens cristãos através da validação da música pela experiência pessoa”

    Olha aqui o ”pulo do gato”!
    Como assim satanás está libertando? Hein?!

    E ainda que estivesse libertando… Onde se encaixa o versiculo na vida de uma pessoa que faz algo errado mas não comete outros atos errados?!
    Afinal, um abismo não puxa o outro? Então como alguém só peca ‘ouvindo metal cristão’ e não comete outros pecados (na suposição de que ‘satanás a libertou’) ??

    (Salmos 42:7) – Um abismo chama outro abismo, ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e as tuas vagas têm passado sobre mim.

  94. Roberto Aguiar Says:

    “E o diabo, levando Jesus a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo. E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero. Portanto, se tu me adorares, tudo será teu”. Lucas 4:5,6,7

    A juventude tem muitas vantagens, mas certamente prejuízos também. Um dos grandes defeitos da juventude é pensar que se pode saber muito sem ter passado pela experiência, sem KM rodado. Um dos grandes conflitos entre pais e filhos está justamente ai.

    O diabo liberta sim! Sempre fez isso para aumentar o nível de engano sobre as pessoas. Exemplo: É comum libertação do álcool ou drogas no espiritismo. Exemplo: O escritor e mago Paulo Coelho. Na juventude ele e Raul Seixas eram atolados nas drogas e no chamado, baixo espiritismo. Na medida que Paulo Coelho foi entrando em contato com uma forma de espiritismo mais polido, e isso existe, mudou totalmente a sua postura de “bicho louco” para o mais bem sucedido escritor da história do Brasil de todos os tempos. Ele fala claramente que foi o seu novo “mestre” que o ensinou essa nova postura, além de se auto-intitular “Bruxo”.

    Encontramos também esse mesmo nível de libertação no AAA que é uma forma de religião, budismo, hinduísmo, seitas da nova era, hare Krishna… a lista é muito extensa.

    Os espíritos imundos juntam casais, trazem prosperidade financeira, ajudam no desenvolvimento de carreiras profissionais, e numa série de outras facilidades materiais apenas com o intuito de enlaçar ainda mais o desavisado.

    É pena que a capacidade de se auto-idiotizar seja intrínseca na juventude, e a manifestação desse talento negativo se revela na profunda “fé” que o jovem deposita em suas próprias convicções, a maioria baseada em lúdico sentimento. Outro prova desse talento negativo do jovem é o desprezo total pela experiência. Obviamente estou falando aqui num modo geral. São inegáveis os varios exemplos de jovens que, fugindo a regra, nos deixaram um belíssimo exemplo de visão de longo alcance tais como, o rei Davi, Daniel, José do Egito, sadraque, Mesaque e Abdenego, Josué, Estevão, David Brainerd, Ivan da Russia, Sundar Singh na India e muitos outros que destoam da maioria dos jovens. Eu mesmo tive que aturar os anos de estupidez da juventude em minha vida, e agradeço a Deus por já terem passado.

    Senti necessidade de sintetizar esse comentário sobre o jovem em virtude da enxurrada de baboseira pseudo-religiosa que inundaram esse post sobre musica na igreja. Sem tirar a responsabilidade de cada um de buscar a Deus por si mesmo, e Dele conseguir luz para as questões mais complicadas da vida, os falsos pastores de vocês são co-responsáveis pelo nível espiritual de subsolo que encontrei na maioria dos jovens que comentaram aqui. Gente que si auto-intitula seguidor de Cristo e não sabe sequer o que significa bons modos. Isso é básico até no mundo…
    Vi gente aqui manifestando ignorância profunda sobre o livro da vida, achando que conhecer sobre a porcaria dos estilos musicais é suficiente. Pastores vagabundos esses de vocês! Vão receber o que merecem no dia do acerto de contas do qual a bíblia fala. “Guias de Cegos” como disse Jesus, e que depois de converterem alguém a sua religião, transformam o novo-convertido em “duas vezes filho-do-inferno” mais do que eles. Falsos profetas! O que é de vocês está guardado!

    Quanto aos jovens que lá no fundo têm duvidas sobre se essa cultura musical, que até no mundo é classificada de lixo, como então deveria ser por alguém que se diz seguidor de Cristo? Se alguém tem dúvidas, eu te digo: suas dúvidas são reais! Elas têm fundamento! Busque conhecer mais a Deus através da palavra e não através de sentimentos. Ouça o que a palavras está falando. Peça a Deus que lhe instrua sobre o assunto e não dê as coisas como certas facilmente. Se seu pastor aprova esse lixo, busque conversar com pastores que pensam diferente. Ouvir versões diferentes sobre o mesmo assunto é interessantíssimo para se formar uma opinião equilibrada. fuja dos exageros!

  95. Renan Says:

    Acho que deveriamos preocupar menos com musicalidade,
    e preocupar mais com a espiritualidade de cada um,
    se buscarmos sabedoria de Deus,saberemos o que escutar!

  96. Roberto Aguiar Says:

    Musicalidade vira espiritualidade quando procura se passar por louvor e adoração a Deus, isso é obvio. Induzir as pessoas a acreditarem que elas estão prestando um culto a Deus através da musica quando na verdade essas pessoas estão sendo enganadas e se distanciando de Deus, entendo isso como algo de muita importância e repercussão na vida pessoal de cada um. esse Essa “adoração” se configura como um estelionato espiritual.

    Segundo o código penal, o estelionato é definido como “obter para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil ou qualquer outro meio fraudulento.”

    Quem acredita que qualquer forma de musica é genuinamente espiritual pelo simples fato de a letra se referir ao criador, está completamente equivocado e foi induzido ao erro por quem lhe introduziu na religião. E preste atenção que aqui não estou me detendo em absolutamente na questão de estilo ou ritmo, esses detalhes não foram levados em consideração.

    Agora realmente Renan vc tem razão quanto a sabedoria, só ela decifrará todas as dúvidas, agora um detalhe: A sabedoria só será recebida pelo temor á Deus, pois “o temor é o princípio da sabedoria”.

  97. T.K. Says:

    Talvez algum dia eu tenha tempo de ler tudo isso, e talvez comente :P

  98. Marcos Caio Says:

    Roberto Aguiar, por favor, comente sobre meus argumentos, obrigado.

  99. Marcos Caio Says:

    Aliás, qual a definição de louvor para você?

  100. Roberto Aguiar Says:

    “Muitas igrejas evangélicas com algumas das maiores congregações têm música sensual, com batidas de palmas — também satanicamente inspirada. Afinal, o Diabo sempre teve as melhores melodias.”

    Anton Szandor LaVey (1930 – 1997), fundador da primeira igreja de satanás.

    !!!….

  101. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Caio, como disse o mais famoso pregador do século 19 e início do 20:

    ” A igreja deve atrair as pessoas pela diferença e não pela igualdade”
    Charles Spurgeon, chamado o príncipe dos pregadores.

  102. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!
    “Batidas de palmas — também satanicamente inspirada.” foi ótima!
    isso é uma inveja grande do cão, kkkkkkkkkkkkk!

    Robertinho passei aqui só pra ver se vc ainda era “crente” sabe?
    pois conheci varios obreiros e pastores que assim como você tem a fé firmada em coisas superficiais como, roupas, palmas(kkkkkkkkkkkkk)
    e CAIRAM!!!(LÓGICO) , então cuidado cidadão…..continuo em orações por vc….

  103. Marcos Caio Says:

    Roberto Aguiar, o que é louvor para você? A resposta das mais simples você não respondeu…

  104. Marcos Caio Says:

    Roberto, e sobre qual parte que eu escrevi você opinou? Isso não contradiz nada do que eu disse, concordou com o que eu disse sobre a diferença cultural?

  105. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Caio, louvor é uma oração musicalizada, que para ser verdadeira tem que ser inspirada pelo Espirito Santo, como todo o resto na caminhada ao altíssimo. Além de ter que corresponder exatamente com minha vida pratica. Cantar algo que não corresponde com os fatos com que se vive é um mentira melódica e um insulto a Deus.

  106. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Elieber, a julgar pelo conhecimento de causa expresso em suas palavras, suas orações não movem nem um mosquito. Portanto se depender delas, eu já estou falido!

  107. Marcos Caio Says:

    Caro Roberto,”Além de ter que corresponder exatamente com minha vida pratica”. Não podemos nos limitar só ao que já experimentamos. Já ouviu falar de Randy Clark? Não vou falar sobre quem ele é, deixarei isso com você mesmo. Ano passado quando ele foi para Curitiba, disse a seguinte frase a Deus após ler na bíblia que faremos mais coisas que Jesus fez não lembro onde, e mortos ressucitarem está lá. Ele disse – Senhor, essa parte não deveria estar aqui! É uma vergonha para os cristãos! Eu já vi cegos curados, alejados andando, câncer sendo curado, mas nunca vi um morto levantando! – ele recebeu a seguinte resposta – Não limite minha palavra no que você já viveu ou experiênciou – Algum tempo depois, esse missionário descobriu um ministério acho que no México se não me engano, que estava ressussitando os mortos em nome de Jesus.
    Mais cedo você disse que o enimigo também liberta, mas há no livro de Marcos se não me engano, talvez em algum outro dos outros discípulos igualmente, que havia um homem expulsando demônios em nome de Jesus e os dicípulos não permitiram ele continuar assim(pode estar um pouco diferente na sua tradução). Depois eles perguntaram para Jesus o que eles ddeveriam ter feito, Ele disse que quem não está contra nós está por nós, se ele fazia aquilo em nome de Jesus, ele definitivamente estava por eles, e não contra, pois se o reino do inferno estivesse dividido entre ele, o mesmo estaria sujeito à destruíção.(Posso estar um pouco errado em uma parte ou outra, mas não disvirtuei o sentido pelo menos. Nesse caso Randy Clark faz as coisas em nome de Jesus, então não há como julga-lo como um falso profeta até onde tenho conhecimento, não julgarei o cara que você fez refêrencia.
    Bem, sendo assim, Você chegou a ver o vídeo do DC Talk que deixamos com o link aqui?

  108. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Marcos sobre Randy Clark, que conheço a anos pessoalmente, deixaremos para uma outra oportunidade pois abre um novo leque de discussões, que também é interessante, no entanto nesse momento amplia em outra direção a nossa já complicada pauta de troca de idéias.

    Sobre se o diabo cura ou não, saiamos do campo das palavras e entremos na pratica. Se essas religiões não oferecessem algum tipo de “socorro” ou “cura”, o que você acha que esses milhões de pessoas estariam fazendo lá? Desafio você a pesquisa. Procure saber através de amigos ou conhecidos que fazem parte delas e inquira sobre se existe cura nessas outras religiões, ou vá pessoalmente e veja in loco. Você ficará surpreso sobre o que vai descobrir, como eu fiquei, pois também já acreditei como você.

  109. Johnnÿ Grinder Says:

    Seu texto eu não concordo e NUNCA concordarei, mas enfim, cada um tem sua opinião, respeitarei a sua e creio q apesar de ser contrário a minha, sei q vc respeita a minha opinião também

    Fique na paz do Senhor!

  110. thais luana Says:

    nossa nunca vi tanta babosera na minha vida!!!!!!!
    caro roberto vai orar é para de julgar a vida do seu irmao,
    vou te contar uma historia,estava afasta dos caminhos d Deus e foi um rockeiro q curti metal cristão e todas essas bandas q vc criticou,q Deus usou para falar comingo
    Deus ele olha o nosso coraçao n o q curtimos ele olha a nossa adoraçao e n o ritmo da musica, n e pq n gosto d cassiane,aline barros,matos nacimento ou lazaro q n tenho intimidade com Deus.
    se liga cara vai pedir sabedoria a Deus e para de criticar uma coisa q vc so sabe por pesquisas no GLOOGLE,vai te converter e mude esses seu papo de q metal e um ritmo satanico
    abre o olho jesus ta voltando e vc ta ai julgando o seus irmaos e vez de estar ajudado eles crecerem espiritualmente
    e mais uma coisa isso q vc postou para seu iramao em cristo agrada a Deus:
    suas orações não movem nem um mosquito. Portanto se depender delas, eu já estou falido!
    se vc continuar assim pode ter certeza q vai estar falido
    n deixe satanas continuar te usando
    A PAZ DO SENHOR A TODOS
    ESTAREI ORANDO POR VC ROBERTO

  111. Robertinho minha caixinha de eloquencia, la no céu agente conversa melhor viu?
    Pazzz!

  112. Roberto Aguiar Says:

    Cara Luana, suas considerações sobre o coração e sobre julgamento de vida revelam sua ignorância sobre o Jesus bíblico e muita intimidade com o Jesus comercial, (O Jesus otário), desses vendido em qualquer botiquim religioso que se encontra hoje em dia aos montes por ai.
    Em nenhum momento julguei a vida pessoal de quem quer que seja, pois não convivo com os tais, analisei sim apenas a fé das pessoas e nunca sua vida pessoal, que para a sua surpresa eu sei, existe diferença.

    Alguém pode ser um excelente profissional em sua área e no entanto ser um péssimo pai de família, ou vice-versa, por exemplo. Minhas considerações sempre foram quanto a fé e nunca quanto a vida pessoal de alguém. A fé pode ser analisada pelo conhecimento que se tem, como no caso do estudo. Se você conversa com alguém que em frases simples, comete vários erros no português coloquial, você fica sabendo que essa pessoa tem uma origem humilde, e por ai vai, sabendo que para toda regra sempre existe exceção.

    O conhecimento é tudo! Da mesma maneira que uma pessoa humilde não pode conhecer os mistérios da ciência sem o conhecimento prévio necessário, não posso alcançar a Deus sem o conhecimento verdadeiro, ou ainda chegar a Ele através de um conhecimento falsificado. Esse foi o mesmo problema dos fariseus, conhecimento imperfeito, adulterado. É o seu caso Luana! Usando a sua mesma linguagem de jovem, eu mesmo não concordo, mas vocês insistem que identificação de estilo ajuda na propagação do evangelho, então vai: Te passaram um Jesus Lixo!

    Você sabe a causa do Jesus bíblico não ser pregado na íntegra? A razão é porque Ele é subversivo a sociedade e a cultura. Ele atrairia mais críticas do que elogios como fez no passado, e com isso, as igrejas não seriam o grande “negocio” que são. E muita estrela pop-gospel ou não, dessas que você curte, ficariam na miséria.

    Portanto Luana, volta pra sua réplica de Jesus produto da industria religiosa, continua fingindo que adora, que eu finjo que acredito ok!!!

  113. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Elieber, seguindo esse “Jesus otário” criado pelo “mercado” que você se afeiçoou, infelizmente, acho que você vai ser forçado a faltar a esse encontro…mas sinceramente torço por uma reviravolta com, e em você!

  114. Marcos Caio Says:

    Roberto, eu já tenho o conhecimento que existem curas em outras religiões, mas a diferença caso não tenha o conhecimento, é que o problema vai de um lugar para o outro. Tenho família que já experenciou bruxaria.

  115. Marcos Caio Says:

    Mesa preta de candomblé para ser mais exato

  116. thais luana Says:

    cara q Deus tenha misericordia da sua vida,vc esta sendo um verdadeiro
    “otario”
    fique com esses seus conceitos idiotas
    abre o olho se não vc vai acabar quebrando a cara
    e da onde vc tiro essa historia q bater palmas e satanico
    kkkkkkkkkkkkk
    vai apender a rspeitar os outros
    oculos escuros pra vc
    :*

  117. Roberto Aguiar Says:

    Não, não Caio, se a experiência de sua familia não deu resultado, não tire essa como padrão, não transforme uma exceção numa regra. Tente ir no AAA por exemplo, e tenta perguntar sobre a estatística dos curados, você vai se surpreender.

  118. Roberto Aguiar Says:

    Luana você é a evidência que os seguidores do Cristo de “Araque perdem o controle por nada…evidenciando toda a inconsistência de sua religiosidade.

    E não é só a sua religião que é ruim Luana, sua capacidade de interpretação também. O nome do citador, sempre vem após a citação, mas parece que você não conhece essas convenções da língua portuguesa. Perfeição em coisas materiais entendo que é descartável, mas o básico é bom de vez em quando…Eu nunca disse que bater palmas é satãnico. Apenas postei a citação do cidadão por ser sobre musica religiosa e por ele ser um ícone do mau( Os Rolling Stones fizeram musica pra ele) e declarar que há algo na musica da igreja que é influenciada pelo inimigo. Você não precisaria levar tudo em consideração…

    Sobre você falar de respeito ao próximo, isso é piada né ???
    Deixa eu te dizer uma coisa Luana, apesar de sua má opinião sobre mim, eu respeito você como pessoa, e até disponibilizo respeito para todas as suas opiniões que não incluam o tema Cristo. Um tema, que em minha opinião, você demonstra um profundo desconhecimento. Se eu aceitar o seu modelo de Cristo como o real, eu teria que desconsiderar o Jesus bíblico negociando o verdadeiro salvador para entrar em paz contigo. Veja se isso tem cabimento?

    Entendo que você tem o direito de pensar o que você quiser, sobre o que quiser e ninguém tem o direito de chamar sua atenção por isso. No entanto eu estou no meu blog, e nesse caso você é que está contendendo comigo para que eu esqueça a bíblia aceitando estranhos conceitos sobre Jesus. Eu não fui a traz de você para tentar convence-la de absolutamente nada, muito pelo contrário, o “corpo extranho” aqui é você, mas parece que você não se deu conta disso.

    Eu aceito todo tipo de crítica quanto a crenças e a idéias, mas você e alguns de sua “trupe”, não todos mas alguns , não têm a mínima idéia do que significa respeito ao próximo, como então querem ser reconhecidos como seguidores de Cristo se não executam nem o básico?

    Eu luto apenas contra idéias e crendices religiosas, vocês lutam contra pessoas, e logo depois na maior cara de pau vem falar em respeito e na já desgastada palavra “julgar”. Típico de quem gosta de fazer critica, mas no entanto não suporta recebe-las.

    Vê se me erra Luana, de bajuladores de Cristo como você, eu estou encharcado!

    Se no entanto quiser conversar civilizadamente sobre espiritualidade, primeiro aprenda a receber criticas sem insultar “o outro lado” e reconfigure sua linguagem anti-social!

    Uma coisa é alguém afirmar que determinada idéia minha é lixo, outra coisa é afirmarem que eu sou lixo! Você e sua trupe não alcançaram a diferença.

  119. Roberto Aguiar Says:

    Pode ter certeza Johnny, eu respeito a sua opinião por um simples fato, Deus respeita, então, quem sou eu para discordar Dele? Embora não ponha um pingo de fé nela eu respeito o seu direito de discordar até de Deus.

  120. Roberto Aguiar Says:

    “O Rock and Roll é a marcha marcial(militar, de guerra) de todos os delinqüentes juvenis sobre a face da Terra.”

    Cantor Frank Sinatra

    O monstro da musica mundial, Frank Sinatra, assistiu o nascimento do rock. Será que ele entendia alguma coisa de musica? Um detalhe importante: ela não era crente, portanto não podem acusa-lo de fanático religiosos.
    Portanto nesse caso a voz de Frank Sinatra entra aqui como a “voz do mundo”. …Me parece que pelo menos nesse caso, o mundo está demonstrando mais discernimento espiritual do que alguns que, por engano, se dizem crentes em Jesus.

  121. Marcos Caio Says:

    Bem, eu acabei saindo do foco em questão nesse debate. Vamos regressar um pouco. Você concordou comigo quando falou sobre que ” A igreja deve atrair as pessoas pela diferença e não pela igualdade”, mais cedo falei sobre as culturas diferentes e igrejas que usam instrumentos quais são culturais. A sua frase foi uma concordância com isso? Aliás, gostaria que eu coloquei algo mais cedo que Randy Clark fala, que não devemos nos basear somente em nossas experiências, quando você falou que o louvor tem que estar de acordo com o que você experiênciou, então isso se contradiz um pouco certo? Eu também me limitei à isso agora à pouco infelizmente…

  122. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Caio,

    A bíblia prega que nossas experiências espirituais não valem nada, independente que sejam de proporções gigantescas, a menos que se enquadrem nelas. Isso é bem exemplificado por nada menos que Lutero:

    “Qualquer ensinamento que não se enquadre nas Escrituras deve ser rejeitado, mesmo que faça chover milagres todos os dias”.

    O que eu quis evidenciar foi que por exemplo, eu não devo cantar que Deus é a pessoa mais importante da minha vida, se a minha realidade de vida não comprova isso. E isso é uma coisa totalmente comprovável ou não.
    A diferença entre o verdadeiro adorador e o falso, é que o legítimo, se preocupa mais com a quantidade de siceridade que há em suas palavras, já o dublê de adorador se preocupa coma a estética da adoração, com a beleza das palavras e da melodia. Obviamente além do absurdo de adicionar a musica que deveria ser sagrada, o fator “entretenimento”, e o comércio, e a auto-projeção, e …….

    … há coisas que gostaria de discutir muito mais profundas do que o “som do louvor”, mas a superficialidade da fé da maioria, não permite que esses assuntos sejam introduzidos, infelizmente.

    Não entendi essa parte: “A igreja deve atrair as pessoas pela diferença e não pela igualdade”, mais cedo falei sobre as culturas diferentes e igrejas que usam instrumentos quais são culturais. A sua frase foi uma concordância com isso? ”
    Dá para ser mais específico?

  123. Roberto Aguiar Says:

    Um questionamento,

    Se todos os estilos de musica são de Deus, então foi O Espírito Santo que inspirou Chuck Berry, o pai do rock a criá-lo. Um sujeito preso por assalto ainda na adolescência, e posteriormente na velhice, novamente preso por envolvimento sexual com menores. E um detalhe: nunca se voltou para Deus!

    Nessa linha de raciocínio devemos creditar ao Espírito Santo a inspiração das musicas “dança da bundinha”, a da “garrafa”, a do É o Tchan, a do Créu, a do “Tô ficando atoladinha”, as musicas feitas em apologia a droga, ao demônio, ao estupro, ao assassinato como é comum no Rap, porque segundo os neo-cristãos, todos os ritmos e estilos de musicas são inspirados por Deus, logo tudo é de Deus.

  124. Alex Says:

    Meu pr mim isso ñ tem nd a ver,cada um adora deus com seu estilo d musica preferencial,eu ñ sabia q estilo d musica diferenciava a salvação.
    Para mim 30% do q vc postou e verdade,pois a um verdadeiro seguidor de deus e a um falso,mas o estilo d musica ñ tem nd a ver com a salvação

    essa e minha opinião….

  125. Carla Says:

    Sabe o q eu não entendo? A quem os cristãos afirmam q cabe o ato de julgar? Bem, com certeza, não a nenhum de nós, meros mortais…
    Mas insistimos tanto em julgar os outros… Uma pena!
    O mundo só irá melhorar qd aprendermos a viver e deixar q os outros vivam, isto é o livre arbítrio…
    Sr. Roberto, acredito q o seu texto, de certa forma, ofende quem curte, por exemplo, metalcore (como eu). Essa minha escolha musical diz muito pouco sobre mim e minhas atitudes e sobre os artistas q decidem cantar sobre Jesus. Se é bom ou ruim, não sei e não me importo (para ser sincera).
    Para finalizar, só gostaria de frizar q existe vida além da Bíblia, é difícil, mas devemos aprender a ver Deus (cada o seu ou seus) em cada ser, em cada coisa, assim aprenderemos a respeitar, preservar e cuidar, sem julgar.
    Desde já, peço desculpas ao Sr. Roberto. Se te ofendi, não foi intencional, apenas quis expor minhas opiniões.
    Sem mais…
    Paz

  126. Roberto Aguiar Says:

    Alex, antes de mais nada quero lhe dizer que respeito sua opinião, como um direito seu inalienável. Entretanto você tem que convir comigo que, se Deus é Deus de verdade, devemos ser informados pelo próprio o que O convém ou não. Você não acha? Lembre-se do versículo, ” Todas as coisas me são lícitas, no entanto, nem todas me convém”.

    Se Deus se submetiver ao meu gosto pessoal, em suas próprias questões pessoais, e musica religiosa supõe-se que seja feita com o intuito de agradá-lo, logo ele não estará agindo como Deus, e sim como servo. A maior parte do que é oferecido a Deus por seus professos seguidores, seja louvor, dinheiro, trabalho, organizações, se perde no vazio por um simples fato, não tem como objetivo primeiro agradar a Deus, e sim, agradar a quem está executando a possível oferta.

    A oferta pura e sem corrupção é aquela que é dada com o objetivo principal de agradar ao recebedor e não ao ofertante.
    Depois de conseguir o objetivo principal, ai sim, o ofertante pode se regalar, não antes. Senão tudo não passará de um exercício de manipulação egoística. Que pode enganar a maioria, mas graças a Deus, não engana todos.

    Você pode ver isso no episódio da viuva pobre. Embora ofertasse menos que todos, sua oferta foi a maior no conceito de Deus, muito embora aqui na terra, sua oferta não passasse de ninharia. Eu, você ou qualquer um que quiser oferecer algo a Deus baseado em nossos conceitos, vamos errar sempre manifestando nossa ignorante arrogância.

  127. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Carla, antes de mais nada quero parabenizá-la por sua fineza expressa numa forma amena de se comunicar e de se opôr a quem você não concorda. Estou enaltecendo sua atitude, por constatar que em relação a maioria dos crentes que opinaram nesse post, faltou tudo o que sobrou em você, com o agravante que você não é cristã evangélica, portanto não está obrigada a seguir o código moral elevadíssimo colocado por Cristo. Por isso chamo esse tipo de Crente de “Crente Fake”.

    Agora Carla é preciso que você entenda que minha crítica não se refere em absoluto ao músicos não religiosos, que por questões de contesto, estão exercendo seu livre-harbítrio da melhor forma que os convier e nenhum evangélico lúcido vai mover uma palavra de crítica a seus estilos de vida. A crítica se refere apenas aos músicos religiosos de qualquer estilo musical que são incoerentes com a bíblia. O que ocorre é que nesse post me detive nesse estilo musical, mas a incoerência se encontra em todos os estilos, até os mais tradicionais. O problema não se detém a estilo, vai muito além disso.

    Entendo que segundo sua cosmo visão, só existe um Deus expresso em várias religiões e que todos os caminhos levam a Deus. No entanto eu sigo a um tipo de cristianismo textual, ou seja, estou preso ao Cristo escriturístico na forma que Ele se apresenta nas escrituras, e não segundo o “Cristo” popular configurado segundo ao gosto pessoal do indivíduo. Embora essa sua visão de que, cada um tem o seu Deus, pareça de vanguarda, na realidade se mostra uma contradição porque acaba tolhendo a liberdade de expressão do próprio Deus, transformando-o num objeto de credo. Até você defende a sua liberdade de expressão, por que Deus não o faria? Será que Deus não possui gosto pessoal? Será que Ele tem que engolir tudo só porque lhe estão oferecendo? Será que ser bom é não ter opinião própria e concordar com todo mundo?

    Outro detalhe que você precisa entender é que Jesus, chamado O Cristo, foi assassinado justamente por não concordar com a versão de Deus que os religiosos de sua época estavam divulgando. Se Ele tivesse pregado o seu ponto de vista conciliador Carla, Ele jamais teria atraido opositores, e nuca seria morto, consequentemente, não seria o Cristo atraente que é, uma pessoa ímpar!

    Não acredito que exista vida além da bíblia Carla. Aprendi com a bíblia que todo homem é mau e busca apenas seu próprio interesse, inviabilizando qualquer sonho harmonioso para a humanidade. E apenas Cristo pode nós salvar da ruína absoluta. E se você Carla, der uma olhada em volta, seu sonho de harmonia universal fica cada dia mais distante, pois a humanidade está cada vez mais materialista e egoísta, insensível ao próximo numa escala crescente, tornando o convívio cada vez pior. Mas esse quadro ruim confirma que a bíblia sabe o que diz, e sabe melhor do que ninguém qual é o problema do homem. Tudo que o homem fez até agora para melhorar o convívio entre os seres humanos não funcionou. Todas as suas teorias são postas abaixo uma a uma para provar que Ele homem, não tem a mínima idéia no que está metido, e que o Cristo escriturístico, é o único que tem a saída.

    Eu sei que acreditar nisso é difícil Carla…mas para mim, só as palavras de Jesus fazem sentido nesse mar de palavras e idéias.

  128. falconi ( Grind Attack ) Says:

    bom…. acredito que em salmos ta escrito que o homem adore a deus independent do ritmo e som ! eu sou cristao e não vou parar de ouvir Death Metal , Thrash ( crossover thrashcore ) , Grindcore , Hardcore (new york , Straight Edge , californiano … ) por causa de religião acredito que se jesus estivesse aqui ele ouviria todos os ritmos indenpedent de cultura e bla bla bla a biblia nos ensina que deu não admite religiosidade muito menos religião dogmas e etc o autor do blog presisa abrir a mente e entender que nem todo mundo gosta de hillsong renacer praise e etc.. eu curto pra caramba e deus nao vai deixa de me amar por causa de musica e religiao uma que igreja nao traz salvação igreja é um santuario e biblia é bem clara sobre isso e outra como vamo atingir os ateus no meio underground ? me explica isso autor deus nao quer saber o que vc ouve ou igreja que vc vai deus quer saber do coração vc disse que nos do meio underground somos falsos cristaos a biblia diz… que pelos frutos vos conhecereis eu gostaria que vc visitasse uma igreja undergrouns e colocasse essa sua ridicula opiniao religiosa do seculo 21 na DBC ou na underground chuch e o que os cara ia falar pra vc isso que vc escreveu é papo de farizeu meu pai é pastor a 12 anos e eu ouço todos esses estilo na frente dele e ele ouve comigop tbm ele me apoia pq deus presisa de almas nao religiosidade e farisaismo cara sem maldade vai se converter e pelo amor de deus abra sua mente nao estamos mais na epoca de 30 anos atraz se vc nao curte deixa a gente curte vlw ?

  129. Roberto Aguiar Says:

    “O Diabo é o pai do Rock.”
    Cantor Raul Seixas

    Acho que não precisa comentar…

    O que causa confusão extrema no chamado “povo evangélico” é que alguns espertos do meio querem ter mais propriedade no falar do que as grandes estrelas da musica mundial, que muitas vezes criaram ou se destacaram em determinado gênero musical, sendo profissionais da área.

    Os líderes evangélicos que tentam contrariar as grandes estrelas da musica são todos crentes Fake!

  130. falconi ( Grind Attack ) Says:

    aff que ridiculo acho que o diabo criu isso pra iludir os cristaos e deixar os religiosos confusos roberto para de ser cabeça fechada e ridiculo por favor ?nunca vi um cara tao religioso que nem vc na moral VAI SE LASCAR !

  131. falconi ( Grind Attack ) Says:

    aliás me desculpa a expressoa vou reponder melhor agora VAI SE CONVERTER ! que é melhor kkkkkkkkkkkkk como é bom rir de religioso xD

  132. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Falconi, vejo que você está mais para libélula do que para falcão. Você é a expressão exata do crente “Fake” de que falo, que se multiplica graças a um evangelho também fake, que está sendo pregado hoje em dia. Para os verdadeiros irmão que lêem esse post, é sobre isso que falo. Vejam se a cultura religiosa que produziu um rapaz como o Falconi, tem algo haver com a bíblia ou os apóstolos? Por onde esse rapaz for e abrir a boca para revelar a sua fé, ele só vai atrair zombaria e escárnio das pessoas do mundo, e em conseqüência, para o evangelho.

    E pior, essa fé de “inseto” tipo a do falconi, é o retrato da média dos novos “convertidos” de hoje. Isso revela que o futuro de boa parte da igreja evangélica é sombrio…

  133. Roberto Aguiar Says:

    Zeca Baleiro satiriza com fundamento os “crentes” roqueiros

  134. Mateus Felipe Says:

    Eu acho que o que está acabando com o Cristianismo é o grande preconceito que existe dentre os próprios. Muitos dizem “Ah, não podemos bater palmas e pular por quê é desrespeitoso”. O rock é um estilo como qualquer outro, como disse o Thiago. Os fundamentos do Funk carioca são Sexo, drogas e violência mas mesmo assim vemos pessoas tocando e cantando o mesmo. A diferença é pra quem e como faz, porque aquilo que é feito em nome de Deus e para Deus, é santo. Se esses homens estivessem relamemnte cegos, estariam procurando fazer dinheiro com a música, e não proclamar o nome de Jesus, que é tão rejeitado nos tempos atuais. Você deveria procurar conhecer mais sobre o testemunho e as letras de cada banda. Que Deus esteja com você e te abençoe. ^^

  135. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Mateus o problema dos novos crentes é que querem ser autoridades no tema Deus sendo leigos na palavra de Deus e sem experiência de vida, quilômetro rodado… Já prestou atenção que todo “crente” sabe tudo sobre Deus? O que pode, e o que não pode. O que Deus gosta e o que Deus não gosta! De qual longa caminhada prática saiu todo essa bagagem sobre Deus? Eu vou te dizer de onde saiu esse “enorme” conhecimento dos novos crentes, saiu dos seus próprios desejos. Porque um dia fizeram aquele ato ridículo de levantar a mão, agora eles como que do nada, se tornaram autoridades na pessoa de Deus. São precisos apenas 5 minutos de conversa para com esses pobres iludidos para saber-mos que a coisa toda é desprovida de qualquer alicerce sério.

    Nobre Mateus entenda que Deus não é otário para aceitar qualquer coisa que nós, pobres mortais, queiramos lhe empurrar goela abaixo. Deus não se impressiona nem se submete a moda alguma. Mas parece que isso simplesmente não entra na “cachola” de vocês jovens. Vocês subestimam demais a inteligência de Deus.

    Nem todo preconceito é mau! Jesus tinha preconceito contra a fé em forma de palhaçada que os fariseus desenvolveram e foi morto justamente porque manifestava o seu preconceito, corretíssimo, contra aquela “fé fake”. Obviamente muitos hoje em dia por ignorância bíblia, que Jesus bem observou, “Errais não conhecendo as escrituras e por conseqüência nem o poder de Deus”, falam coisas absurdas como proibir bater palmas e pular, algo que é expresso nas escrituras como manifestações dignas de louvor a Deus.

    Quem diz que o rock é um estilo como qualquer outro são apenas vocês crentes. Vocês estão sozinhos nessa! O mundo fala diferente… Os roqueiros genuínos, que não são o caso de vocês, falam diferente… Os crentes que tem bagagem e conhecimento de causa falam diferente… O mundo zomba de vocês, como no caso do Zeca Baleiro. Vocês são uma piada para eles, e com razão! Até o mundo enxerga que isso não tem nada haver com a espiritualidade, menos vocês? Esse fato, de o mundo enxergar algo que vocês não conseguem enxergar lança uma tremenda dúvida sobre o que vocês são de fato.

    Vocês não conseguem entender que Deus tem sua vontade pessoal? Você diz que Tudo que é feito em nome de Deus é santo? Desde quando? Vocês decidem o que é santo e o que não é ? Você diz que esses cantores não estão tentando fazer dinheiro com a musica? Nobre Mateus, você chegou agora no planeta? Meu caro, é mais que evidente que todos esses músicos que se dizem cristãos, de todos os estilos musicais, seja metal, seja clássico, seja samba, forró, não importa, salvo raríssimas exceções, estão todos engajados em ganhar dinheiro e construirem um nome, coisa que jamais teriam se estivessem no mundo. Se de quebra, podem fazer isso e garantirem o céu, melhor ainda.

    Como que eu sei disso Mateus? É simples, você também pode saber. A grande discussão política que surgiu no século XX foi a luta do comunismo x capitalismo lembra? O comunismo questionava o fator “lucro”. A tese era, se o trabalhador é tão importante para a empresa como o patrão, por que ele merece obter lucro nas costas do empregado? Ele mereceria mais se sua importância para a empresa fosse maior, mas ficou constatado que um não pode existir sem o outro, logo ambos tem pesos iguais.

    Agora voltando para o terreno religioso, como esses músicos podem está a serviço de Cristo se estão tendo um tremendo lucro financeiro? Estão ficando ricos! Estão tendo um tremendo lucro financeiro em servir a Cristo? O que é isso? Como eles concebem ter fã clube? A coisa toda não era para Cristo? Como eles aceitam a relação, estrela e fã? Não era pra Cristo o trabalho? Como posso ficar rico com um serviço espiritual? Não era pára Cristo? Como posso receber dinheiro para servir a Cristo? Isso não suja a coisa toda?

    Nobre mateus o mundo vê isso tudo e acha isso uma grande palhaçada, e vê que tudo isso é uma escrachada incoerência, como todo cristão sincero vê! Xico Xavier, que era homossexual e espírita, ou seja, um homem cego sem Jesus, deixou um exemplo muito superior a muitos que dizem enxergar a luz de Cristo. Ele escreveu muitos livros, com milhares de cópias vendidas. Portanto era para ser um homem rico! Pois bem, morreu pobre porque repassava quase tudo que ganhava para os pobres. Embora tenha perdido a vida eterna por não se submeter a Cristo, quem estava mais coerente com Jesus? Lógico, o mundo vê isso e compara… Agora você já sabe porque Xico Xavier tem essa legião de fãs e o espiritismo é forte no Brasil.

    Se você estudar a história da igreja, verá que os verdadeiros homens de Deus, de todos os tempos, fossem músicos, escritores ou pastores, jamais obtiveram lucro com suas obras, mesmo que estas lhes rendesse milhões. Se o trabalho era para Cristo o Dinheiro não lhes pertencia, e era repassado para a obra de Cristo.

    Pobre tempos modernos… estamos na era da mediocridade espiritual cristã….A maioria desses músicos não devem nada a Edir Macedo, Waldomiro e R.R. Soares, são todos farinha do mesmo saco.

  136. Melck Emannuel Says:

    Cara, uma pessoa que tira a vida para falar mal de algo, religioso ou não, não é inteligente ! por mais que você se julgue “sábio”, vai continuar sendo insignificante, pra mim e pra boa parte da sociedade. Só tenho quinze anos,
    e fico triste com estágio em que a música se encontra, mas seus argumentos são fracos, e não me influênciaram em nada, essas bandas são boas ! leia as letras, e interprete-as se for capaz ( eu sei que vc é ). Deus abençoe !

  137. Roberto Aguiar Says:

    Caro Adler, fiz o que você me sugeriu. Ouvi atentamente a pregação do pastor nos links postados por você sobre o tema “musica” e fiz algumas anotações:

    No segundo vídeo postado, o 2/5:

    1) O pastor afirma que o diabo não tem o poder de criar nada e que o único bem que ele possui é a condenação eterna. Bem a bíblia contradiz o pastor pois afirma:

    Em Lucas 4:5,6,7 o diabo oferece para Jesus o mundo inteiro e a sua glória, e afirma que a ele diabo, tudo isso foi entregue, e que ele o daria a quem quisesse. Perceba que Jesus não afirma que o diabo está mentido sobre esse fato. Sendo assim como pode alguém possuir tudo isso e está falido?

    Em João 12:31 o diabo é chamado de príncipe deste mundo. Existe príncipe falido e sem posse?

    Em João 8:44 o diabo é chamado de o pai de todos os que não pertencem a Cristo. Pai significa aquele que gera e mantém. Como gerar e manter sendo falido?

    Em II Coríntios 4:4 o diabo é chamado de Deus deste mundo. A palavra “Deus” fala por si só. Existe algum deus falido?

    Em Ezequiel 28:11-15 diz que o diabo é mestre em musica e que o seu nascimento está ligado a origem de alguns instrumentos musicais. Algo semelhante a um maestro.

    2) Se o diabo não possui o poder de criar nada, então toda essa pregação do pastor se torna uma grande contradição. Vou explicar, essa pregação especifica do pastor tem como base a condenação da musica chamada “mundana”. Mas como ele afirma que o diabo não possui poder creativo(poder criador), e baseado na afirmação de Jesus de que só existem dois Senhores no universo, Deus e o diabo. Então se não foi o diabo que criou esses estilos , logo a conclusão é que não existe musica mundana porque todas tem sua origem em Deus. Logo a conclusão é que a musica mundana inexiste. Musica mundana? Isso não existe!

    3) O pastor afirma equivocadamente que as pessoas que tocam esses estilos de musica estão numa situação privilegiada para alcançar com o evangelho pessoas que curtem esses estilos de musica em lugares onde a maioria dos crentes não iriam.

    Novamente Isso não é verdade porque, na história da igreja moderna, não existe registro de trabalho evangelístico mais bem sucedido no meio desse tipo de jovem do que o do pastor David Wilkerson. O pastor é o inventor das famosas “casas de recuperação”, também chama de “desafio jovem”. O trabalho do pastor está espalhado por todo o mundo e virou até filme. Um detalhe: David jamais evangelizou sem paletó e é um combatente desses estilos de musica. Portanto os fatos desmentem o pastor e os fãs desses estilos de musica evangélica. A quem interessar, deixo o link da biografia do pastor e de seu trabalho nesse mesmo blog:

    http://discernimentocristao.wordpress.com/2009/10/12/david-wilkerson-um-verdadeiro-discipulo-do-mestre/

    4) O pastor dá a entender que os que criticam esse estilo de musica, o fazem por questões de gosto pessoal, por gostarem de outros estilos de musica.

    Nesse ponto o pastor novamente está equivocado. No passado eu pessoalmente era fã incondicional de nada menos que :

    Scorpions http://www.youtube.com/watch?v=sxdmw4tJJ1Y
    Whitesnake http://www.youtube.com/watch?v=sN8grtFUQYs
    Queen http://www.youtube.com/watch?v=4ADh8Fs3YdU
    Journey http://www.youtube.com/watch?v=gFC8sDTXlng
    Quiet Riot http://www.youtube.com/watch?v=KW2J_UZ8lQU
    Twisted Sister http://www.youtube.com/watch?v=3nYeN5rBGgs&feature=related
    Van Halen http://www.youtube.com/watch?v=z_lwocmL9dQ
    Europe http://www.youtube.com/watch?v=7_IKcMl_a9A

    Só para citar alguns. Eu sei que tecnicamente falando, o som dessas bandas é muito bom e agrada aos meus ouvidos. Portanto, nesse caso novamente, o que o pastor afirmou não se justifica.

    5) O pastor dá a entender que o louvor é instrumento de conversão cristã. A pergunta é, onde se vê isso na bíblia? Pelo menos um caso? Quem já entregou a vida a Cristo por causa de uma musica? Isso é mais uma invencionice desse evangelho desfiguradamente moderno.

    6) O pastor retira do contexto e distorce a fala do apóstolo Paulo que está em Filipenses 1:18 para justificar qualquer forma de pregação do evangelho.
    Vejamos o contexto,

    “ Mas aqueles que por contenda anunciam a Cristo, NÃO SINCERAMENTE, JULGANDO SUSCITAR AFLIÇÃO ÀS MINHAS PRISÕES. Mas que importa? contanto que, de toda maneira, ou por pretexto ou de verdade, Cristo seja anunciado, nisto me regozijo, sim, e me regozijarei; porque sei que isto me resultará em salvação, pela vossa súplica e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo”.
    Filipenses 1: 17,18,19

    Paulo de maneira alguma está justificando toda e qualquer forma de pregar o evangelho. E nesse caso especifico as motivações e métodos de pregação foram caracterizadas de torpes. Está claro que ele se refere a homens que pregavam o evangelho por motivações corruptas, dentre elas, lhe causar inveja pelo crescimento de seus ministérios em detrimento da prisão de Paulo. Aplicando esta passagem ao resto da bíblia, como obrigatoriamente se deve fazer para alcançar uma interpretação lúcida, conclui-se que esses homens iriam sair perdendo no final por suas motivações ruins. No entanto o evangelho sairia ganhando pois alguns, mesmo sendo introduzidos no evangelho por métodos errados, poderiam pela fé, chegar ao conhecimento verdadeiro de Cristo Jesus. Essa interpretação difere totalmente da que o pastor quis fazer para justificar qualquer forma de pregação diferente do normal.

    Terceiro vídeo, o 3/5.

    1) Nesse vídeo o pastor reafirma o jargão da falsa igreja emergente, “ Temos que contextualizar a bíblia”.
    Contextualizar, palavra que o pastor parece adorar pela ênfase que dá a ela, significa interpretar ou analisar a bíblia de uma forma que a submeta a visão estabelecida pelos tempos modernos. Contextualizar é o mesmo que adaptar, que é o mesmo que ajustar, que é o mesmo que up grade que é o mesmo que atualizar. Fundamentalmente só se atualiza algo que esteja defasado, que tenha caducado. Conceber que as palavras de Jesus precisem de atualização é insultar a inteligência de Deus e diminuir o seu poder, sugerindo que o todo poderoso não pode antever o futuro e que o homem atual precisa de uma versão nova de Sua palavra. Passaram-se 2000 anos sem que ninguém dentro da igreja tivesse proposto algo parecido com isso. Só agora, os cristãos dos últimos dias se sentem desajeitados diante da sociedade em continuar com o evangelho in natura que serviu a milhares de fieis durante séculos. Qualquer tentativa de atualização da bíblia é uma forma de rebelião contra Deus. É um exercício de burrice travestido de inteligência. Um ser que criou o universo simplesmente não pode ficar defasado porque tudo que é novo ou moderno só o é no contexto humano. Deus está fora de tudo isso. O conceito humano do “novo”, para Deus, sempre será velho e insignificante. Esse é um dos motivos porque o chamamos de Deus. Deus e a sua palavra são um só.
    Esse pastor prega erroneamente que devemos nos aculturar, nos misturar com a cultura do mundo. Jesus pregou justamente o contrário, Jesus veio trazer uma contra cultura a cultura do homem seja de qualquer século. Jesus era um revolucionário, pregava a rebelião, a revolução contra a cultura da sociedade.

    2) O pastor nesse vídeo cita um certo pastor Lucinho, de sua igreja, que indagado por um irmão do porque que ele usava tantas musicas extremamente modernas, ele respondeu: “ Se alguém tentar dirigir jovens com canções comuns, logo não vai haver jovens para dirigir”.
    Bem isso é a lógica do que se apelidou de “A igreja ao Gosto do Freguês”. A tese é de que se não der o que o espírito do jovem deseja, ele vai embora. Ora, não foi isso que aconteceu na passagem d o jovem rico? Ele queria algo mas Jesus impôs condições. O jovem não concordou com as condições de Jesus e se foi. Alguém viu Jesus correndo atrás do jovem para refazer a sua proposta? Claro que não! Quer dizer que em vez de Jesus impor as suas condições para que as pessoas sejam salvas, as condições delas é que tem que serem impostas ou não há acordo? …Esse evangelho é uma piada! E pior, nunca será páreo para o sedutor mundo porque contraditoriamente quer rejeitar apenas algumas áreas do mundo enquanto absorve outras. Morde e assopra ininterruptamente.

    3) Nesse vídeo o pastor faz uma interpretação equivocada da musica do Gabriel o Pensador. Na musica “Playboy”, o pastor afirme que Gabriel induz os jovens a escarnecerem dos mendigos, quando na verdade, o cantor está fazendo justamente o contrário criticando esse tipo de atitude. Se numa interpretação básica como essa ele se perdeu, quiçá coma bíblia sagrada.

    CONCLUSÃO
    O pastor no primeiro vídeo começou bem, mas se perdeu no restante mostrando que faz parte da famigerada, “Igreja ao Gosto do Freguês”. Para ele, “os fins justificam os meios”. Para ele o importante é ter um grande rebanho. Jesus se satisfez com um pequenino contanto que pudesse manter a pureza e a integridade da palavra de seu Deus.

  138. Roberto Aguiar Says:

    Cara então Jesus era muito burro pois morreu porque falou mal da falsa fé dos fariseus. Cara eu não me julgo sábio, pois julgar a si mesmo como sábio é o primeiro sinal de ignorância. Eu apenas estou a procura da mesma. Cara eu não vou entrar em depressão se você não acreditar em mim. Cara eu penso que com a tua visão de fé você já é para a sociedade uma piada muito maior do que eu. Cara eu não tenho a obrigação de te influenciar e não vou perder nada se não o fizer! Cara só porque as letras são boas isso não quer dizer que a coisa toda é válida. Cara existe uma consideração maior que você precisa captar que vai muito além de boa letra e bom instrumental.

    Cara que Deus te ilumine!

  139. Daniel Franoli Says:

    Bom primeiramente, acho que você não conheçe quase nada sobre o Metal Cristão em geral… se conheçe deve saber que tem muita coisa que envergonha o nome de Cristo, assim como tem pastores, igrejas tradicionais, escritores, etc… que fazem o mesmo…

    Não Vejo nada na bíblia que diz que musica alguma foi criada por satanás, então não tem base para dizer se esse ou aquele estilo de som pode ou não ser usado para Deus…

    Conheço um pouco do meio… e sei que tem muitos cristão que são presos a seus movimentos underground, e a seus estilos de musicas, mais do que a Cristo. E isso é terrivel. Mais tambem conheço pessoas que tem Cristo como seu Senhor e Salvador, vivem em Santidade, Leem a Palavra, fazem trabalho Social, amam as pessoas, e usam a musica e o rock, apenas como uma forma de alcançar mais pessoas… “Como Ap Paulo fazia”.

    Sobre MIM
    Eu fui tocado por Deus, “Deus falou comigo” antes de eu ir para uma igreja, ou de alguem pregar o evangelho para mim… Estava no meu quarto, ouvindo uma banda Cristã de Rock Pesado, que havia ganhado… quando Deus me tocou, começei a chorar, e Deus me falou “Você precisa Mudar de Vida”… antes de eu começar a frequentar uma igreja, fui tocado por Deus 3 vezes, então depois dessa terceira vez, começei a frequentar uma igreja, com o tempo fui conheçendo a Cristo, deixando o pecado, e aprendendo que essa vida não vale a pena ser vivida se não for vivida para Deus.

    Já tive banda de Metalcore cristão por 4 anos, hoje estou montando um novo projeto tbm… já tocamos em bares e casas de shows em lugares que so o diabo habitava, e lá falamos de Cristo, lugares esses que tenho certeza que nenhum religioso, engravatado ou não entrou…

    Mais desde que me converti, a minha vida gira em torno de Cristo, não da musica e do Rock… “isso é apenas uma ferramenta” … Nesse tempo me Casei, Deus me deu uma casa, trabalho muito… p-ela misericórdia do Senhor sou líder de uma célula da igreja… e sigo a cada dia, precisando ser mudado e transformado por Cristo.

    Acho que generalizar algo, sem realmente conheçer, e conheçer não de ler, mais sim de viver, ir, conversar com vive… é lamentavel…

    Mais se conheçe a arvore pelos frutos e eu sinceramente já vi muitos bons frutos que foram colhidos atraves do Rock desde de que me converti…

    Contra Fatos não há argumentos!

    Deus Abençoe!

  140. Roberto Aguiar Says:

    Os crentes moderninhos juram de pé junto que Deus é o pai do rock. O mega pop star Rau Seixas discorda e as evidências também… Vou ficar do lado onde as opiniões possuem mais peso, ou seja, desses últimos…

  141. Daniel Franoli Says:

    A palavra diz que o diabo é o PAI DA MENTIRA..

    Não sei porque alguns Crentes Religiosos e Mornos, gostam de acreditar
    no que o diabo diz, atraves de pessoas que são manipuladas por ele…
    Como podemos acreditar em uma só palavra, de quem é chamado de pai da mentira… estranho isso não… será que essas pessoas tem tanto discernimento como acham…

    É muito triste um crente desse acreditar e divulgar o testemunho, video ou qualquer outra coisa, de um filho de satanas (que é o pai da mentira).
    e…
    Não acredita e nem divulga o testemunho de um filho de Deus, como eu, o Brian Head entre outros que se converteram a Cristo, e procuram levar uma vida de Santidade….

    .

  142. Roberto Aguiar Says:

    Saudações Daniel!

    Daniel você diz: “Bom primeiramente, acho que você não conheçe quase nada sobre o Metal Cristão em geral… se conheçe deve saber que tem muita coisa que envergonha o nome de Cristo, assim como tem pastores, igrejas tradicionais, escritores, etc… que fazem o mesmo…”

    Eu pessoalmente gostaria que vocês, “fundamentalistas do metal”, parassem de tratar o metal como se fosse algo tão sublime, tão superior, quase que erudito, que poucos têm chance de compreender por se tratar de algo que exige um tremendo conhecimento técnico específico prévio. A musica erudita é assim, não o metal. Muito embora em valor, um estilo seja como qualquer outro, nem superior nem inferior. O Gosto sim, é pessoal e inquestionável. Há propósito, até no mundo, o metal é considerado sub-cultura e desprezado pela maioria no planeta. Tô mentindo? Mas particularmente o estilo de som agrada aos meus ouvidos. Portanto vamos deixar de lado essa falsa valorização, tipo, “você não entende”, ou, “você não conhece”. Esse tipo de expressão só tem um objetivo: “Enfraquecer a crítica”. Porque me desculpem a franqueza; os fãs do metal não são reconhecidos pelo mundo por sua inteligência acima da média…

    Daniel diz: “Não Vejo nada na bíblia que diz que musica alguma foi criada por satanás, então não tem base para dizer se esse ou aquele estilo de som pode ou não ser usado para Deus…”

    Eu já postei vários dados inclusive com diversas passagens bíblicas e até com testemunho dos próprios músicos profissionais do mundo secular abordando o tema. Esse material é suficiente para levantar questionamentos em qualquer pessoa que honestamente está tentando seguir a Cristo e não a religião dos homens. Você propositalmente não quer enxergar nada na bíblia que una o diabo a musica, porque isso implicaria sacrifícios de sua parte…

    Daniel diz: “Mais tambem conheço pessoas que tem Cristo como seu Senhor e Salvador, vivem em Santidade, Leem a Palavra, fazem trabalho Social, amam as pessoas, e usam a musica e o rock, apenas como uma forma de alcançar mais pessoas…”

    Por favor Daniel, não use a paixão pela musica como desculpa para a evangelização dos perdidos. Isso é feio! Não é honesto! Eu já desmascarei essa fraude quando afirmei que o cristão mais bem sucedido na evangelização de jovens desse tipo de tribo é um senhor de idade, que veste-se apenas de paletó. Se você quer provar que eu estou errado, é simples! Traga algum exemplo dos seus, que obtenha mais sucesso no mundo, com esse tipo de jovem, do que o pastor David Wilkerson de New York. Se não, sua tese não se justifica.

    Daniel diz: “Eu fui tocado por Deus, “Deus falou comigo” antes de eu ir para uma igreja, ou de alguem pregar o evangelho para mim… Estava no meu quarto, ouvindo uma banda Cristã de Rock Pesado, que havia ganhado… quando Deus me tocou, começei a chorar, e Deus me falou “Você precisa Mudar de Vida”… antes de eu começar a frequentar uma igreja, fui tocado por Deus 3 vezes”

    Nobre Daniel você está transformando regra em exceção. Posso tranquilamente acreditar que Deus falou com você através de um rock pesado. Qual o problema? Deus não usou uma jumenta para falar com o profeta? Agora se nós formos transformar a sua experiência pessoal em regra divina, como você fez, vejamos o que acontecerá. Eu pessoalmente conheço um pastor que quando umbandista, durante uma reunião tocando tambor, uma pessoa atuada pelo espírito ruim parou diante dele e disse-lhe: Saia daqui! Aqui não é o seu lugar! Não venha aqui! Desde de então ele passou a buscar o Senhor. Conheço outro pastor que quando ainda era um seminarista católico, estudando para ser padre, um outro padre chegou para ele e disse-lhe para sair pois aquele lugar não prestava e ele não ia encontrar a Deus lá. Esse pastor abandonou o seminário católico e passou a buscar a Deus no lugar correto. Bem Daniel, se aplicar-mós a sua lógica nesses dois casos, tanto a macumba quanto o catolicismo devem ser usados como instrumentos dignos de evangelização para o trabalho do Senhor. Em filipenses 1:18 Paulo afirma claramente que existem pessoas pregando o evangelho de forma errada, mas que mesmo assim, pela fé, alguns poucos podem chegar ao conhecimento verdadeiro de Cristo. Portanto, além da musica não ter sido o principal motivo de sua conversão, fica comprovado que seu exemplo não serve como prova da santidade de tal estilo de musica, senão, tanto a jumenta bem como o macumbeiro e o padre também o são.

    Daniel diz: “Já tocamos em bares e casas de shows em lugares que so o diabo habitava, e lá falamos de Cristo, lugares esses que tenho certeza que nenhum religioso, engravatado ou não entrou…”

    Você foi deselegante, discriminatório, além de ignorante sobre evangelização ao se referir aos engravatados. Você e sua banda nem limpam os sapatos de vários deles em relação a sucesso na evangelização desse tipo de jovem. Pesquise amigo! Só compreensão sobre bandas não é suficiente para você montar esse quebra-cabeças…Acesse esse link e recolha-se a sua insignificância diante deste “engravatado”, como você gosta de dizer…Durante a sua breve existência, se você chegar pelo menos a unha desse “engravatado”, em termos de resultado de evangelização, já terá feito muita coisa…

    http://discernimentocristao.wordpress.com/2009/10/12/david-wilkerson-um-verdadeiro-discipulo-do-mestre/

    Daniel diz: “Acho que generalizar algo, sem realmente conheçer, e conheçer não de ler, mais sim de viver, ir, conversar com vive… é lamentavel…”

    Daniel você sabe que a cadeia é um lugar ruim, correto? Você precisou ficar preso para saber disso? Por você nunca ter sido preso, isso torna falsa a sua impressão sobre a cadeia? Você nunca esteve no inferno, por que então tem medo de ir para lá?

    Sua teoria não se fundamenta amigo!

    E mais uma coisa Daniel, que eu não sou leigo como você imagina. Sou um ex-fã do metal, deixei os links das bandas que gostava em outros posts, e se dissesse que o som não agrada mais aos meus ouvidos, estaria mentindo. O som na verdade a meu ver, é muito bom.

    Daniel você parece ser um bom garoto, parece até ter tido uma experiência verdadeira com o Senhor, bem diferente de alguns crentes fakes que postam aqui, só que está cometendo um erro clássico dos crentes modernos. Você supervaloriza a experiência pessoal acima da bíblia. O determinante para você sobre o que é verdade ou erro, não é a palavra escrita, mas sim a experiência pessoal, sua ou a de outros e isso é um erro. Não estou chamando você de fariseu, mas esse foi o mesmo erro cometido pelos fariseus. A lógica é: “Se dá algum resultado que se assemelhe as coisas de Deus, então é porque é de Deus”. Em dois mil anos de história da igreja, nunca se “COLOU” tantas coisas do mundo como a nossa geração está fazendo. Estamos desfazendo toda uma linha de testemunhos que foi escrita através dos séculos que nos diz que do mundo, não pode vir nada de bom. Ele jamais pode servir de modelo para a igreja. Agora se você entende que os resultados é o que conta, e não a forma como o resultado foi obtido, acredito que você cada vez mais vai confiar no seu modelo de fé. Essa é a mesma lógica dos falsos profetas como Edir Macedo e outros modelos do tipo. Agora só te digo uma coisa, jamais saia pregando por ai que só o seu modelo evangélico cristão de fé liberta e cura, pois você estará mentindo. Tudo o que você vê na sua igreja, acontece em outras religiões aos montes, muitas delas pagãs. Revelando que há muito mais coisas envolvida nesse processo do que você ou o seus lideres conseguiram atinar.

    Deus o ilumine!

  143. Roberto Aguiar Says:

    Bem Daniel como você mudou o seu discurso, tenho que me adaptar a sua nova fala. Então vamos lá! Primeiramente você está sendo hipócrita e contraditório quando chama de morno o religioso que acredita nas pessoas do mundo. Se quem acredita na opinião das pessoas do mundo é morno, quem imita o trabalho deles é o que? O som que você adora é descaradamente uma imitação do trabalho das pessoas manipuladas pelo diabo como você disse. Seguindo sua lógica, esse tipo de crente deve ser pio não? Quer dizer que a opinião deles não presta, mas a obra sim? Que fé contraditória e ridícula! Concordo plenamente quando o mundo ridiculariza a fé de vocês, porque faz todo o sentido.

    Outro fato que você demonstrou foi sua ignorância sobre sua própria fé. Você usa a palavra religião como se fosse algo ruim.

    Religião (do latim: “religio” usado na Vulgata, que significa “prestar culto a uma divindade”, “ligar novamente”, ou simplesmente “religar”) pode ser definida como um conjunto de crenças relacionadas com aquilo que parte da humanidade considera como sobrenatural, divino, sagrado e transcendental, bem como o conjunto de rituais e códigos morais que derivam dessas crenças.

    Por essa definição você é um religioso, e qualquer um que acredite no sobrenatural.

    Seu problema, como o da maioria dos que postam aqui, é que acreditam que podem seguir a Cristo sem conhecer profundamente a sua palavra. Se alimentam daquele papo furado em forma de evangelho que recebem, e acham que estão prontos para enfrentarem o mundo real alimentados com ilusões e falsas doutrinas, desenvolvidas por homens inescrupulosos e amantes do dinheiro, que se agradam em manipular as almas.

    É uma pena, Jesus estava tão próximo…mas resolveram abraçar a religião dos homens em vez da religião verdadeira que vem do verdadeiro Cristo.

  144. Roberto Aguiar Says:

    “O Rock é a AIDS da música atual.”

    Júlio Medaglia, maestro brasileiro, Publicado por Global Editora, 2003, ISBN 8526002074, 9788526002074 – 279 páginas.

    Atualmente o maestro Júlio Medaglia tem regido orquestras, como convidado, dentro e fora do país, e atua em diversos projetos culturais. Ensaísta e colaborador de vários periódicos brasileiros, tem livros publicados como tradutor e autor. É também responsável pelo programa “Prelúdio”, na TV Cultura, que promove um concurso de jovens instrumentistas brasileiros. O vencedor recebe uma bolsa de estudos, por um ano, na Alemanha. É membro da União Brasileira de Escritores e da Academia Paulista de Letras.

    LIVROS PUBLICADOS
    “Música Impopular”. Global. 2ª Edição
    “O Som como Parte da Narrativa”. Análise Musical. A Orquestra. DVD.
    “Música, maestro!: do Canto Gregoriano ao Sintetizador”. Globo, 2008.

    Essa é a opinião do mundo!
    Nenhum “crentizinho” pode chamá-lo de “fanático religioso morno” estacionado na idade média. Com esse cara isso não cola…!

    Bem, vamos novamente a pergunta que não quer calar… Como esse homem avesso ao evangelho enxergou isso, e os “crentes” o oposto?

  145. Igor Says:

    Diz a biblia: “Somos salvos mediante a fe”, nao por obras, somente fe.

  146. Roberto Aguiar Says:

    “Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé e não tiver as obras? Porventura, a fé pode salvá-lo? [Absolutamente não] Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. Vedes, então, que o homem é justificado pelas obras e não somente pela fé.

    Tiago 2:14, 17, 24

    Há que se confirmar que não existe contradição alguma na bíblia, e nenhum texto jamais anula o outro. A má interpretação sim, anula todo o efeito que a verdade deveria causar.

  147. Roberto Aguiar Says:

    “A música Rock veio mudar as tradicionais músicas dos homens para uma música mais livre e sem preconceitos. A música Rock reflete um comportamento erótico, é um meio de desabar as estruturas”.

    Cazuza, numa redação escolar escrita em 1971.

    Como sendo uma pessoa do mundo esse rapaz enxergou isso, e os “crentes que se dizem espirituais, o oposto?

  148. daniel Says:

    rock eh do diabo!?
    meu irmão você ta precisando ler mais a biblia
    acredito que a unica paternidade do diabo que a biblia é sobre a mentira

    quem criou a musica foi Deus
    vamos acabar de julgar e acusar, alguem por causa da aparencia ou do modo ”underground” q uma pessoa eh
    você pode não gostar desse estilo, mas isso certamente tem frutos boms – ”e conhecereis a arvore pelos seus frutos’-‘ (não é apenas uma modinha gospel), pessoas arrancadas do satanismo , da magia negra, um amigo meu era sacerdote satanista e ele foi evangelizado por esses caras, hj ele esta firme no senhor
    pod ser ter assim no mundo onde as pessoas julgam pela aparencia, mas não deve ser entre nós , a biblia é bem clara não haver acepção de pessoas ou seja , você não é melhor do que seu irmão pq vc usa gravatinha
    até sei que existem bandas de cristãos que não dão um bom testemunho
    mas isso não é so no meio do rock ou qualquer outra area,o joio esta no meio do trigo
    a sua aparencia não importa ,o que importa eh o coração Isamuel 16:7
    alargador ou uma tatuagem acredito que não é não zelar sobre o nosso corpo que o templo do espirito santo , (é um acessorio como qualquer um outro, é apenas aparencia)
    não zelar sobre nosso corpo é se masturbar, é o namoro do mundo, é gula, musica mundana e etc…..
    e dizer que uma pessoa não é de Deus por usar alargador ou ter uma tatuagem, isso é julgar e acusar e isso é pecado

    escute rock que edifica ou rap o q for, mas é essencial que você sempre pare e adore a Deus

    adore a Deus, nunca deixe de adorar

    essa é minha opnião sobre seu texto , que nem conseguir ler todo, por causa disso q descrevi ai em cima

    não me interprete mal , não estou aqui para lhe julgar mas pelo contrario lhe ajudar e alertar sobre coisas que fazemos e muitas vezes aos nossos olhos estão certos ,mas é verdade é que não é
    uma das utilidades da biblia é nos alertar
    tambem preciso de alertas como qualquer otra pessoa , e se algum de nos cai, devemos ajuda-lo a levantar

    graça e paz

  149. Pr. Fernandes Alencar Says:

    Cuidado, pessoal. Existem demônios especializados em discussões fúteis. Eles dão eloquência à pessoa e a instiga para criar discussões que os desviem de coisas mais práticas.

    É muito fácil discernir onde eles entram em ação. Releiam as discussões e notem a falta de respeito, o sarcasmo, o despreso e a zombaria com que muitos aqui estão se tratando. Esperem aí pessoal. A Bíblia nos ordena a abandonarmos o vinho da contenda e enchermo-nos do Espírito falando bíblica e amávelmente uns com os outros.

    Cuidado, não se percam com discussões profanas sobre coisas que vocês consideram sagradas!

    Se você acha que o meu comentário se destina a outra pessoa, saiba que talvez você seja a pessoa chave dessa discussão que tem ferido mais do que edificado. Cuidado, meu irmão! Você vai prestar contas de cada palavra fútil que você digitar.

    Isso, sem mencionar que, num ambiente tão hostil, qualquer satanista poderia se intrometer para tirar uma casquinha e depois sair tirando uma da cara de vocês e zombando do nosso jeito carnal de perder tempo.

    As almas estão esperando por nós. Eu nem vou voltar aqui para ver o que vocês acham disso. Espero apenas que o tempo dedicado a escrever este lembrete seja compensado por uma reflexão mais sábia de cada um de vocês sobre como usar melhor o tempo e tratar melhor o irmão que pensa diferente.

    Deus abençôe os que O amam.

  150. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Daniel, que bom conhecer alguém que é adorador de musica e que apesar disso, sabe se expressar sem perder a compostura nem insultar o outra lado. Isso é raro no movimento “cristão” underground.

    Quem inicialmente disse que o rock não presta não fui eu meu caro, e sim os profissionais seculares da musica que acima da suspeita da maioria dos mortais, tem mais importância, competência e conhecimento de causa do que eu e você. Juntam-se a estes, todos os pastores e homens sérios de Deus dos anos 80 para traz, e alguns que ainda estão vivos até o dia de hoje, como é o caso do Pastor Devid Wilkerson. O pastor Devid, um “desprezível engravatado”, falando conforme a ótica de vocês, é a maior autoridade no mundo em evangelização de jovens que vivem no universo underground. E finalizando a bíblia, que obviamente não traz escrito em parte alguma que é pecado usar determinados estilos de musica no louvor, da mesma forma que em parte alguma diz que é pecado beber álcool, mas que unanimemente, todos os cristãos, de todos os tempos, entenderam que não covinha fazê-lo.

    Para seu equivoco, eu particularmente “adoro” o rock, em especial o metal. No entanto não fui chamado para satisfazer o meu prazer, mas o do salvador.

    Sobre o tema frutos, não é bom se apressar pois “nem tudo que reluz é ouro”. Embora hoje em dia, por desconhecimento da maioria, os fariseus sejam sinônimo de mau caráter, nos tempos de Cristo era justamente o contrário. Lembre-se que o apóstolo Paulo era fariseu, e ele mesmo confessa que era sincero e o fazia por ignorância. Os fariseus tinham muitos frutos dignos que Jesus inclusive endossou, quando falando sobre esses frutos disse, ” deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas”. Eles eram reconhecidos como homens de oração focados na obediência a palavra. Exercitavam o espírito missionário convertendo adoradores de ídolos em seguidores de Jeová. Portanto não foi por falta de frutos que os fariseus foram reprovados por Jesus, mas pela qualidade do fruto.

    Se a fé das pessoas forem julgadas pela produção de frutos, vamos ter que considerar os falsos profetas, Edir Macedo, R.R. Soares, Valdomiro, e Silas Malafaia como homens sérios de Deus, pois a produção de frutos deles é enorme. Alem destes, temos que santificar também os Alcoólicos Anônimos, o espiritismo, o catolicismo, a ciência e outros ismos, porque, todos estes curam e libertam milhares de pessoas de muitos vícios.

    Tenho certeza que qualquer um pode vir a Cristo por um desses meios listados acima, inclusive o rock. Deus nos revelou que não exige perfeição dos instrumentos que usa quando usou uma jumenta para transmitir a sua palavra. Agora permanecer é outra questão. Paulo foi levado a Deus pelo caminho dos fariseus, no entanto quando a ficha caiu, ele evadiu-se.

    O caso aqui não se trata de acepção de pessoas, porque usam tatuagem ou isso ou aquilo. Levar o questionamento por esse lado é cometer o mesmo erro dos homossexuais. Eles dizem que os crentes os discriminam e isso passa longe da verdade no caso de um crente verdadeiro. Nós crentes temos uma imensa misericórdia para com os homossexuais. As nossas criticas pesam unicamente sobre a opção de vida escolhida, jamais sobre o indivíduo em si. Minhas matérias não estão focadas na pessoa dos crentes contraditórios em si, e sim em sua teologia distorcida.

    Nobre Daniel sua interpretação de I Samuel 16:7 está equivocada e vou te dizer porque.

    “Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração”.
    I Samuel 16:7

    Essa doutrina tão bem divulgada pela igreja moderna que afirma haver separação entre o coração e o exterior é totalmente contraria a visão da igreja de Jesus por 2000 anos. Por todos os séculos passados, a igreja sempre privou por um certo tipo de aparência. Os “projetos” de pastor que te ensinaram essa distorção estão cometendo o mesmo erro dos fariseus, só que no caminho inverso. Eu explico, os fariseus desprezavam o interior em detrimento do exterior. Esses pastores modernos estão indo na direção oposta permanecendo no mesmo grau de erro, desprezando o exterior em detrimento do interior. Em tese é, se eu me preocupar só com o interior, o exterior pouco importa. Trocaram 6 por meia dúzia. Essa falsa doutrina prega que aparência exterior não faz parte do mundo, e faz isso para agradar a ovelha- freguês obviamente.

    Cristo mostra que um foco distorcido em minúcias muitas vezes se trata apenas de falso zelo – uma forma de esconder o fato de que aquilo que é fundamental está sendo desprezado. Aquilo que parece zelo é só uma cortina de fumaça para a impiedade escondida. Jesus não está dizendo que o exterior não tem importância. Ou seja – que você pode e deve ser sujo por fora e limpo por dentro. Isso não passa de mais uma distorção ímpia como a dos fariseus. Em todos os tempos a igreja sempre se preocupou com a aparência exterior porque é isso que a bíblia ensina, vejamos:

    “Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos, mas com boas obras. I Timóteo 2:9,10

    CADÊ QUE A BÍBLIA NÃO SE IMPORTA COM O EXTERIOR?

    “E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne”. Judas 23

    NO CASO DOS VERDADEIROS SANTOS A APARÊNCIA EXTERIOR(ROUPA) REFLETE UM CORAÇÃO LIMPO. INTERIOR E EXTERIOR REFLETEM UM SÓ SENTIDO: “E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos”. Apocalipse 19:8

    EMBORA SIMBOLICAMENTE, A BÍBLIA USA O EXTERIOR COMO BASE DE REFLEXO DO QUE HÁ NO INTERIOR: “Mas também tens em Sardes algumas pessoas que não contaminaram suas vestes, e comigo andarão de branco; porquanto são dignas disso. O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos”. Apocalipse 3: 4,5

    “Considerando a vossa vida casta, em temor. O enfeite delas(obviamente deles também) não seja o exterior, no frisado dos cabelos, no uso de jóias de ouro, na compostura dos vestidos; Mas o homem encoberto no coração; no incorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus. Porque assim se adornavam também antigamente as santas mulheres que esperavam em Deus”. I Pedro 3: 2-5

    DEUS DETERMINA O MODO COMO TRATAMOS O EXTERIOR: “Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso(corpo exterior ) em santificação(separação dos modos do homem comum) e honra”. I Tessalonicenses 4:4

    “Portanto o Senhor fará tinhoso o alto da cabeça das filhas de Sião, e o SENHOR porá a descoberto a sua nudez, naquele dia tirará o Senhor os ornamentos dos pés, e as toucas, e adornos em forma de lua, Os pendentes, e os braceletes, as estolas, Os gorros, e os ornamentos das pernas, e os cintos e as caixinhas de perfumes, e os brincos, Os anéis, e as jóias do nariz(pirces), Os vestidos de festa, e os mantos, e os xales, e as bolsas. Os espelhos, e o linho finíssimo, e os turbantes, e os véus. E será que em lugar de perfume haverá mau cheiro; e por cinto uma corda; e em lugar de encrespadura de cabelos, calvície; e em lugar de veste luxuosa, pano de saco; e queimadura em lugar de formosura”. Isaias 3:17-24

    SE O EXTERIOR NÃO SIGNIFICA NADA PARA DEUS, POR QUE ELE GASTARIA SEU TEMPO FALANDO TUDO ISSO AO PROFETA?

    USAR A IMAGEM EXTERIOR PARA PROPAGAR O EGO É CONSIDERADO UM CONTRASSENÇO BÍBLICO: “Todos os que querem mostrar boa aparência na carne, esses vos obrigam a circuncidar-vos, somente para não serem perseguidos por causa da cruz de Cristo”. GALATAS 6:12

    “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos(EXTERIOR) em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados(MOLDE, IMITAÇÃO) com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”. Romanos 12:1,2

    DEUS NÃO SE IMPORTA COM O EXTERIOR? “Não haverá traje de homem na mulher, e nem vestirá o homem roupa de mulher; porque, qualquer que faz isto, abominação é ao SENHOR teu Deus”. Deuteronômio 22:5

    “Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo(exterior), ou bem, ou mal”. II Corintios 5:10

    Bem Daniel , dá para ver por estes textos que é você que precisa ler mais a bíblia.

    É por retirar textos bíblicos do seu contexto original e distorcê-los , que vocês mudaram a palavra de Jesus de “limpai primeiro o interior”, para, “ limpai só o interior”, e qualquer um pode entender no contexto da passagem que Jesus jamais quis dizer isso. Isso é adulteração do texto.

    Nobre Daniel , qualquer pessoa que não sofre influência de religião alguma, vai reconhecer de imediato que piercing, tatuagem, determinados tipos de cabelos, roupas e etc, são simplesmente modismos. Todo modismo é mundo! O problema que o evangelho que você recebeu redefiniu as fronteiras do que a bíblia chama de mundo, novas fronteiras estas restabelecidas conforme a conveniência pessoal.

    Eu sei que a culpa inicial por essa deturpação do evangelho não foi sua Daniel, mas de quem lhe passou esse evangelho inicialmente. Quando somos novos na fé, como poderemos comparar o certo com o errado se não conhecemos o certo?

    Daniel você parece ser um bom garoto. Busque conhecer a história da igreja e veja que tipo de evangelho os santos antes de você acreditavam e compare com o evangelho que você recebeu. Você vai ver uma grande diferença. Leia a bíblia sem pré-conhecimentos. Tente recomeçar como se nunca a tivesse lido antes, deixando apenas que o próprio texto se explique, não trazendo nada de fora, e você terá uma surpresa com o que ele vai lhe comunicar.

    A paz do Senhor!

  151. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Fernandes, desde quando a adoração é um tema fútil?

    A Adoração faz parte de um dos pontos mais centrais e práticos da vida cristã ou será que estou enganado?

    É verdade que o sarcasmo, o desprezo e a zombaria da maioria dos fãs do rock por alguém que eles sabiam ser cristão, me surpreendeu. Obviamente imaginei que esse comportamento é tolerado em suas “igrejas” porque esse comportamento foi quase geral. De minha parte fui cortês com quem se mostrou amigável apesar de discordarem de mim. Com outros fui contundente quando tratei com cristãos fake. Era o mínimo que eu poderia fazer. Foi o mesmo tratamento dispensado por Joaõ Batista numa situação parecida…

    É verdade que a bíblia nos ordena a abandonarmos o vinho de algumas contendas, não de todas. Abandonar todas seria trair o salvador, que morreu por contender pela verdade. A bíblia nos ensina também a enchermo-nos do Espírito falando bíblica e amávelmente uns com os outros, quando os outros estão na mesma fé de Cristo. Imagina Jesus falando bíblicamente e amavelmente o tempo todo com os fariseus?

    Vejamos se o conselho do Fernandes é 100% bíblico?

    Em Atos 13:4 – 12 o apostolo Paulo chama Elimas de filho do diabo, cheio de engano, e de toda malícia, inimigo de toda justiça, perverso que tenta perverter os retos caminhos do Senhor. Talvez se fosse hoje, para o Fernandes, Paulo seria rotulado de fanático que não respeita as pessoas além de um sujeito carnal e contencioso.

    Em Atos 7:51 Uma classe de pessoas foram tratadas pelos apóstolos como homens de dura cerviz e incircuncisos de coração e de ouvidos, que todo tempo resistem o Espirito Santo … ou seja são incrédulos por opção consciente.

    Em Lucas 11:44 Jesus chama uma classe de homens de incrédulos assumidos, de sepulcros invisíveis que na época era o mesmo que de chamá-los de imundos disfarçados de pureza e honestidade.

    Em Lucas 12:2 Jesus os chama novamente de hipócritas e ordena que afastemos deles porquê eles corrompem a fé.

    Em Romanos 16:17,18 Paulo fala de um tipo de pessoa“…afastai-vos deles porquê estes tais não servem a Cristo e sim o seu próprio ventre, e com suaves palavras e lisonjas, enganam o coração dos incautos.

    Em 2 Cor 11:3-4 o apóstolo adverte aqueles que ficam tolerando e aceitando com boa mente pessoas que defendem qualquer posição contrária a Fé em Jesus Cristo . ( pelo amor a não contenda talvez)

    Em Filipenses 3:2 os opositores da Fé são chamados de cães .

    Em II Tessanolicenses 2:9 : Chama estes opositores da fé de inimigos de Deus de INÍQUO e declara que são dirigidos segundo a eficácia de satanás.

    Em I Timóteo 1:19-20 o apostolo Paulo entrega Himeneu e Alexandre para satanás por terem rejeitado a boa consciência e terem naufragado na fé se tornando blasfemos contra Deus.

    Em Judas 1:4; II Pe 2:1-22; I Jo 2:26 ordena fugir de homens dentro da igreja que aparência de piedade , negando entretanto a fé, negando Jesus de uma forma não obvia, sendo mentirosos e introduzindo dissimulação.( isso por si só já levanta contenda)

    Disse Jesus: “Não julgueis que vim trazer paz a Terra; não vim trazer-lhe paz, mas ESPADA( divisão, contenda não provocada); porque VIM separar o homem CONTRA seu pai, e a filha CONTRA sua mãe, e a nora CONTRA sua sogra; e os inimigos do homem serão os seus mesmos domésticos”. Mateus, 10: 34-36

    “E até importa que haja entre vós heresias, para que os que são sinceros se manifestem(se oponham) entre vós”. I Corintios 11:19

    HÁ MOMENTOS EM QUE O SILENCIO VALE OURO, MAS EM CERTOS CONTEXTOS, É PURA COVARDIA.

    No contesto de Jesus, quando a igreja não tinha surgido, os fariseus eram seus irmãos de fé e Jesus provou isso quando disse: “Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel”. Mateus 15:24 Foi justamente com essas ovelhas que Jesus contendeu pela verdade, e por isso morreu. Se tivesse seguido seu conselho nobre Fernandes, ele jamais teria morrido. Os apóstolos seguiram o exemplo do mestre, e morreram contendendo pela verdade. Se Lutero seguisse o conselho do Fernandes, não existiria reforma. É sabido que Lutero não tencionava fundar uma igreja, mas apenas reformar a sua. Se essas discussões não são santas, não sei o que seria santo para você. Quem sabe pelos dízimos ou ofertas…

    Toda a verdade cristã sempre encontrou forçosamente oposição, e não houve uma única igreja verdadeira que se implantasse sem lutas. A resistência, nesses casos, está sempre na razão da importância dos resultados previstos, pois quanto maior ela for, maior será o número de interesses ameaçados.

    Se for uma idéia notoriamente falsa, considerada sem conseqüências, ninguém se perturba com ela, e a deixam passar, confiantes na sua falta de vitalidade. Mas se é verdadeira, se está assentada em bases sólidas, se é possível entrever-lhe o futuro, um secreto pressentimento adverte os seus opositores de que se trata de um perigo para eles, para a ordem de coisas por cuja manutenção se interessam. E é por isso que se lançam contra ela.

    A medida da importância e das conseqüências de uma idéia é dada, portanto, pela emoção que o seu aparecimento provoca, pela violência da oposição que desperta, e pela intensidade e a persistência da cólera dos seus adversários.

    Sinceramente Fernandes duvido que você não perca tempo numa discussão na sua igreja que você julgue importante ou que envolva grandes conseqüências materiais ou não. O tema aqui é que as pessoas estão sendo enganadas por um evangelho falso que oferece falsas promessas de falsa liberdade + salvação num pacote só. Isso é muito cruel para passar batido!

    Talvez o fato de você afirmar que não voltará para ver o resultado de seu post seja porque você queira que suas ovelhas ou amigos caiam fora deste tema tão “perigoso”. Talvez algumas cabeças aqui estejam questionando algo que não te agrade.

    Seja como for, fique a vontade!

  152. Alice Says:

    INFELIZMENTE AINDA EXISTEM ALGUMAS PESSOAS PRECONCEITUOSAS QUE USAM O TERMO “ROCK É DO DIABO” EU ACHO MUITO TRISTE QUEM ENTREGA AS COISAS DE DEUS PARA O DIABO. ESTILOS DE MUSICA É UMA QUESTAO CONTEMPORANEA DEUS OLHA O QUE REALMENTE IMPORTA E O HOMEM OLHA A APARENCIA, PROVAVELMENTE SE TIVESSE OCORRIDO DO ROCK GOSPEL SURGI PRIMEIRO QUE A HARPA CRISTÃ PROVAVELMENTE SERIAM OS HINOS DA HARPA QUE ESTARIAM SOFRENDO PRECONCEITO HOJE EM DIA.

  153. Alice Says:

    EU ACREDITO QUE TEMOS QUE LOUVAR ADEUS COM TODOS OS ESTILOS O IMPORTANTE É QUE O NOME DELE SEJA GLORIFICADO. O NOSSO MAIOR INIMIGO O DIABO NAO BRINCA DE SER SER DIABO NAO BRINCA DE ESTRAGAR VIDAS NAO BRINCA DE DESTRUIR E ELE USA TODAS AS ARMAS QUE PODE ENTAO NOS TMA NAO PODEMOS BRINCAR DE SER CRENTES TEMOS QUE USAR SIM NOSSAS ARMAS SEJA ELA O ROCK O PAGODE O AXE O REGGAE
    PS: SE FOR ROCK MELHOR AINDA POIS EU CUTO MUITO rsrsrsr…

  154. Roberto Aguiar Says:

    Raciocine nobre Alice, se você e não Jesus fosse nossa salvadora, o que você acreditasse seria de vital importância para todos nós, e não pensar como você seria um desperdício de vida. Entretanto a realidade é outra e não é o que eu ou você acreditamos que importa, mas se o que acreditamos é a mesma fé originada em Jesus e ensinada pelos apóstolos.

    Entre as armas espirituais que a bíblia nos ensina a usar, a musica não faz parte dessa relação restrita nos passada pelos apóstolos. Então, essa noção de que exista uma “arma musical espiritual” é mais uma crendice( significa crença absurda ou ridícula) enxertada na religião com o intuito de confundir os crentes. Ser cristão significa acreditar apenas no que Jesus e seus instrutores autorizados, os apóstolos, ensinaram. Crer em algo que não foi ensinado, embora possa ser muito semelhante, nos classifica numa coisa diferente de cristão.

    Tentar mixar a fé em Deus com nossos desejos pessoais é um equivoco muito antigo, que aparentemente se parece com piedade, mas a passagem do Rei Sau que fala de sua renúncia em se livrar do gado capturado do inimigo, sob protesto de adoração a Deus, nos mostra que isso é ilusão da carne.

  155. Diego Antônio Says:

    Amigo, Você não entende nada de música, tenho um amigo pastor que usa alargador e tatuagem, você não passa de um alienado que pensa que é o cara mais certo do mundo, Deus, Tenho pena de tu brother pela tua cabeça tão vazia e oca a ponto de achar que musicas que glorificam a Deus tem que ser sempre melancolica e calma, Desculpa cara mas Vai Ler a bíblia e meditar um pouco que suas informações não passam de péssimas interpretações, e você está interpretando com maldade, resumindo, você é um Complexado, desculpe se fui rudi

  156. Roberto Aguiar Says:

    Caro Diego, não tem problema alguma para mim receber a sua linguagem rude, pois compreendo que seria burrice de minha parte exigir algo de um nível melhor de alguém que vive segundo os padrões da mundana religião dos homens. Portanto, está tudo ok. Já mencionei antes mas parece que fica difícil para os adoradores de musica, compreender algo tão elementar. Vocês são sempre repetitivos…Mas vamos lá, estou aqui para isso: “Parem de se achar os “mestres” em musica e de classificarem os outros como ignorantes só porque discordam de vocês. Isso é um argumento tão fraco que dá pena! É tipo, na falta de algo melhor, vai essa…

    Alienação (Indiferença moral, político, social e intelectual) Segundo a definição da palavra alienação, você que ouve um restrito numero de gêneros de musicas, desprezando todos os outros, é que se encaixa perfeitamente no significado dessa palavra. Já eu diferentemente de você, aprecio TODOS os gêneros musicais no sentido dos acordes em si, particularmente o metal. O que não entra na sua “cachola” é que eu tenho um compromisso com Jesus, que é um ser de “outro planeta”, e isso me obriga a fazer uma seleção do que ouço, independentemente do meu gosto pessoal.

    Quanto ao seu amigo pastor alargado e tatuado ser referência para você, isso só mostra que você é uma pessoa altamente influenciável e que vive pelas cabeças dos outros e não pela de Cristo. Quanto ao título dele, deixa eu te dizer uma coisa, desde que os homens arrancaram a prerrogativa de Deus de eleger seus cabeças e entregaram esse poder a uma instituição que qualquer um paga para ser pastor, esse troço não vale mais nada. Espera só um pouquinho que você vai ver os gays posando de pastor também.

    Sinceramente acho que você me sugere para ler a bíblia porque isso é o que você menos deve fazer, e isso é confirmado quando você “abriu a boca”.

    Entenda garoto, não estou contra você ou qualquer outro de sua tribo, no entanto questiono a falsa teologia dela.

  157. Rangel Says:

    Pow…super legal ver os irmãos se abençoando tanto aqui….

    Agora vocês poderiam discutir o sexo dos anjos….

    Abraço

  158. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Rangel será que na sua opinião, tentar discernir a adoração verdadeira é tão banal quanto o sexo dos anjos…???

    “Porque o Pai procura os verdadeiros adoradores que o adorem em espírito e em verdade”. João 4:23

    Três coisas:

    1- Se existe os verdadeiros, logo está implícito que existem os falsos.

    2 – Se o Próprio Deus está procurando, isso dá margem para entendermos que não se trato de algo fácil de achar, como a maioria dos crentes imagina.

    3- Se existem os falsos adoradores e os verdadeiros não são fáceis de se encontrar, tenho que tratar de me inteirar do que é preciso para fazer parte desse pequeno rebanho.

    Logo nobre Rangel, comparar o tema adoração com o sexo dos anjos é no mínimo desconhecimento de causa.

  159. Roberto Aguiar Says:

    “Rock sempre foi a música do diabo. E você não vai me convencer que não seja.”

    David Bowie, 1976
    (O musico britânico David Bowie é um mega star da música alem de ator, conhecido pela sua alta influência no mundo da música, especificamente no rock. David Bowie já vendeu cerca de 136 milhões de álbuns no mundo inteiro).

    Como os crentes que se orgulham de um “profundo” conhecimento espiritual não conseguiram enxergar isso…???….

  160. Rangel Says:

    Cara…

    não foi uma crítica somente à você…

    Entretanto, assim como em outras ocasiões você usou texto fora de contexto para virar pretexto…quando você descobrir se o lugar certo da adoração é: Samaria ou Jerusalém da um toque ae!

    FALOU

  161. Roberto Aguiar Says:

    Cara… entendi perfeitamente de “prima” que sua critica não era endereçada apenas a mim…
    Entretanto, eu represento a teologia tradicional defendida pela igreja de Cristo por quase 2000 anos, sendo assim, é sua teologia que é a novidade, o “elemento extranho; logo, quem está usando textos fora de contexto e produzindo pretextos é você meu caro…

    Que bom Rangel você ter tocado no assunto da rivalidade entre Samaria e Jerusalem, você vai ver que se encaixa perfeitamente em nosso tema…

    O reino de Salomão foi dividido após sua morte em 931 a.C. No sul, a casa de Davi continuou a governar Jerusalém, denominado o reino de Judá, e no norte, o reino de Israel passou a existir. No sexto ano do seu reinado, o rei Omri (884-873) criou uma nova capital, chamada de Samaria (Šomron), que significa algo como “posto de guarda ou castelo. Durante o reinado do filho de Onri, Acabe, a cidade foi totalmente integrada econômico, político e socialmente aos sistemas internacionais e fez vários templos, incluindo um para a YHWH(Javé) e outro para o deus Baal. Para os judeus ortodoxos, isto era inaceitável e, portanto, a Bíblia retrata Onri, Acabe e sua esposa Jezabel, como deturpadores da história sagrada, em oposição ao profeta Elias.

    No entanto, Israel não foi capaz de resistir ao crescente poder da Assíria, e em 724 a.C., o reino se tornou uma província do império, chamado Sâmerîna. Os moradores que sobreviveram ao cerco foram deportados para o leste, onde as “tribos perdidas de Israel foram assimilados pela população nativa. Para substituir os samaritanos, povos orientais foram mandados para ocupar os seus lugares na terra. Essas pessoas se misturaram com os israelitas remanescentes e introduziram novas idéias religiosas. Os judeus de Jerusalém que compunham o pensamento ortodoxo da Bíblia obviamente questionaram a introdução de idéias religiosas estrangeiras e o povo de Sumária passou a ser tratado como hereges.

    Os Samaritanos não se importaram muito. Para eles, Jerusalém era uma cidade camponesa e o reino de Judá não era para ser levado a sério. Eles viviam em um ambiente cosmopolita mundial, onde o politeísmo era uma questão de comportamento civilizado. Muitos Samaritanos acreditavam em YHWH, mas não viram nenhuma razão para adorá-lo em Jerusalém. Muitos samaritanos aceitaram YHWH como um dos vários deuses.

    O pluralidade religiosa samaritana não se alterou quando o império assírio caiu em 612 A.c. e Judá brevemente embarcou em uma agressiva política de reconquista do antigo reino de Israel. O rei Josias de Judá, teve algum sucesso, mas o faraó do Egito, Necho II, teve projetos semelhantes, e em 610, pôs fim à ambição do Rei Josias. A supremacia egípcia não durou muito tempo. Os babilônios, que haviam derrotado os assírios, derrotaram os egípcios e ocuparam as províncias ocidentais do antigo império assírio. Samária era agora um capital menor no império do rei babilônico Nabucodonosor (605-562) e quando este conquistou Jerusalém em 586, o antigo reino de Judá foi adicionado a Samária. O rei persa Ciro, o Grande, capturou Babilônia e permitiu que os judeus voltassem para casa. Samária foi leal ao governo persa.
    As relações entre Samaria e Jerusalém se deteriorou definitivamente quando Alexandre, o Grande, apareceu em cena em 332. Após a derrota do seu principal adversário, Dario III, ele precisava de aliados locais para abastecer suas forças durante o cerco da cidade de Tiro. O líder Samaritano Sambalate foi o primeiro a responder, e imediatamente pediu a permissão do Alexandre para construir um templo no Monte Garizim, a poucos quilômetros a leste de Samaria. Este incidente é a origem da comunidade religiosa Samaritana. De agora em diante, YHWH tinha dois santuários concorrentes, dois cultos, e duas coleções de escrituras sagradas. Os cinco primeiros livros da Bíblia, a Torá ou Pentateuco, chegaram até nós em duas versões, uma de Samaria e um de Jerusalém.

    Samaria viria a tornar-se uma cidade mais ou menos grega, ao contrário de Judá, que era focada em seu templo, e havia se tornado monoteísta, o país em torno da Samária haviam sido sempre parte do mundo mediterrâneo comum. Cosmopolita Samaria deve ter desprezado os seus vizinhos do sul, apesar de terem que concordar que eles tinham algo em comum; Por outro lado, os judeus de Jerusalém, consideravam aqueles que visitavam o santuário de Monte Gerizim como hereges, e os habitantes de Samaria de racialmente impuros, embora admitissem que os nortistas não eram pagãos. O destino de Samaria mudou quando o general romano Pompeu, o Grande, conquistou Jerusalém em 63 e transformou o país, agora chamado de Judéia, em um protetorado romano embora o templo do Monte Garizim não existisse mais. Em 31 aC, o comandante romano Otávio deu Samaria para o novo rei da Judéia, Herodes, o Grande. Após a morte de Herodes (4 aC), Samaria foi dada a seu filho Herodes Arquelau, e quando os romanos finalmente anexaram a Judéia, a organizaram como uma província (6 dC).

    Esse foi o ambiente encontrado por Cristo, e o motivo pelo qual não se devia adorar em Samaria e sim em Jerusalém, era porque o Povo de samaria havia misturado a teologia verdadeira com a religião e a cultura do mundo, dando naturalmente origem a outra teologia diferente da que foi ensinada por Deus em sua palavra.

    Nesse caso caro Rangel você pode se considerar um genuíno samaritano pós-moderno, pois com a mesma sutileza procura introduzir elementos “de fora”, estranhos a fé cristã afim de satisfazer seus desejos pessoais.

  162. Rangel Says:

    Roberto…

    Você está defendendo que Cristo afirmou que: Samaria é o lugar errado de adorar e Jerusalém o lugar certo?

    Será que Cristo estaria tão interessado com a forma de culto?

    Será que você não está interessado demais com a forma de culto e pouco com a essência? E agora, colocou Cristo à seu favor?

    E, meo, somos irmãos em Cristo, você não precisa ficar usando termos ásperos em nossa discussão… Não estou me enaltecendo e nem te menosprezando….

    Acredito que você não precisa usar disso com ninguém…apenas post seus argumentos….será bem mais nobre da sua parte….

    Vamos conversar de teólogo para teólogo….respeitando nossas posições e não tentando convencer um ao outro…vai ser mais saúdavel….até para quem acompanha a discussão ae…

    Abraço

  163. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Rangel, eu não estou afirmando apenas, estou provando que Samaria era incapaz de possuir uma teologia limpa o suficiente para conseguir levar alguém a Deus, salvo, os samaritanos que não engoliam o sincretismo religioso samaritano, esses se mantiveram fieis a teologia teocêntrica verdadeira.

    Todos os que desprezam a importância do conhecimento teológico, o fazem por ignorância, descompromisso, e desinteresse para com Deus. Sem uma doutrina limpa, ninguém pode chegar a Deus. Doutrina significa nada mais do que “ensinamento”. Mesmo na teoria, se conheço imperfeitamente os ensinamentos de Deus, meu relacionamento com Ele fica ameaçado, porque a vida eterna é recebida apenas pela verdadeira palavra de Deus. Algo que os samaritanos não dispunham.

    O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento”. Oséias 4:6
    “Portanto o meu povo será levado cativo, por falta de conhecimento”. Isaías 5:13

    O texto indica que os que se perderam eram todos religiosos, pois eram judeus. Todos tinham um conhecimento de Deus, mas não o suficiente para livrá-los do pior. Isso nos ensina que não é qualquer conhecimento de Deus que nos serve. Seguir metade das prescrições médicas me livra da doença? Não! Assim é com Deus!

    2° “Disse-lhe a mulher Samaritana: Senhor, vejo que és profeta. Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar. Vós (samaritanos)adorais o que não sabeis(falta de conhecimento;forma errada); nós adoramos o que sabemos(conhecimento correto;forma correta) porque a salvação vem dos judeus”. João 4: 19,20,22

    O que essa resposta de Jesus significa?

    1 – Significava que se os samaritanos quisessem se salvar, teriam que largar sua teologia tosca e adulterada e ouvir os judeus.

    2 -Significa Rangel, que ao contrario do que te ensinaram, Deus se importa com a forma, o modelo da adoração, senão ele teria aprovado a adoração dos samaritanos. Bastava que para isso ele dissece o que você queria ouvir, “há tanto faz, não importa…”, mas não foi isso que ele disse…

    3° Agora Rangel, vamos a unica parte desse texto que você consegue exergar … “mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”. João 4:21,23,24

    Jesus com essa palavra está contradizendo o que Ele mesmo acabou de afirmar segundos antes? Claro que não, só se fosse louco!

    O que Jesus está dizendo é que a forma de culto, de adoração que de forma ritualística girava em torno do templo(estrutura), do lugar santíssimo, tudo isso era apenas uma simbologia do verdadeiro templo que Deus iria revelar no futuro, “o coração humano”. Esse novo ensinamento foi revelado por Jesus. A partir de então, não existem mais lugares sagrados, altares, e toda e qualquer forma de ritual de culto. Se tem ritual é falso. Vale salientar que os falsos levitas tão alardeados nos nossos dias, coitados…esse oficio sagrado sumiu em 1105 a.C(antes de Cristo) quando o rei Nabucodonosor invadiu Israel. Alguém leu sobre algum levita nos tempos de Jesus? …rererer…

    Bem, onde esses textos aparentemente contraditórios se encaixam?

    Nobre Rangel, uma regra clássica de interpretação bíblica é o seguinte:

    “a bíblia só pode ser interpretada por ele mesma”. O próprio Deus gera as respostas para os questionamentos que produz. Só Ele tem respaldo para falar sobre si mesmo! Nós pobres mortais apenas recebemos o que Ele determina.

    Se Jersus não estva ficando louco, nem mentindo pra samaritana, o que Ele quis dizer?

    A menssagem foi que:

    1- Os judeos detinham o monopoleo da salvação e ponto.

    2 – Niguem chega a Deus com apenas parte do conhecimenbto verdadeiro, que era o que os samaritanhos dispunham.

    3- Os lugares sagrados de adoração bem como seus rituais estavam estintos pois cumpriram o seu propósito inicial que era explicar o verdadeiro santuário, “o coração do homem”. Assim como o sacrificio dos cordeiros para perdão de pecados explicava a obra de salvação do Cristo que vinria.

    4- Não confudir a palavra “verdade” do texto, “os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade”, com o sentimento pessoal de que se está sendo sincero, verdadeiro, quando se está prestando algum culto a Deus. A palavra “verdade” aqui só pode ser interpretada pelo sentido que a própria bíblia o dá, ou seja, a verdade de Deus, porque cada palavra muda de significado conforme o contexto em que está enserida. Portanto essa verdade do texto é apenas a verdade segundo Deus, e não aquela de cada indivíduo.

    “Santifica-os na tua verdade;(apenas) a tua palavra é a verdade”. João 17:17

    Portanto como ficou comprovado no episódio da samaritana, existe sim um forma correta de adoração, que por conseguinte obriga a existencia de uma falsa. A forma correta se dá estritamente segundo a palavra de Deus. Portanto para que haja uma adoração correta de Deus, se faz necessario um profundo conhecimento teorico e prático da palavra de Deus.

    Já quanto ao meu tratamento com você nobre Rangel, eu, em primeiro lugar sempre te tratei por “NOBRE”, enquanto você me tratava como “CARA”. Quanto a isso acho que você não tem do que reclamar, já eu sim. Jesus veio para nos transformar em uma nova criatura, e as coisas velhas devem ficar para traz, correto? Quando vejo alguem como você tratando alguém que se diz irmão, usando um tratamento do mundo, e “cara” é inegavelmente um tratamento de lá, isso lança dúvidas sobre se houve mudanças e consequentimente se se trata de uma ovelha jenuina ou não… Jamais vemos os profetas, apóstolos, discípulos ou o próprio Cristo usando um tratamento “xulo” desses com os irmãos. Ou você acredita que eles não usavam porque esses termos não existiam… por favor…cada época carrega em si suas próprias palavras xulas…

    Quanto a te chamar de Samaritano, eu quis na verdade me referir a sua teologia, que traz claramente traços de mixagens, sincretismos religiosos, misturados a palavra da verdade. Mas apesar dessa palavra dura, te respeito como ser humano e como criatura de Deus, o que para mim…é muita coisa!

    Um abraço,

    e que só Deus te influencie!

  164. Rangel Says:

    Pois bem, perdão por te chamar de “cara”, não sabia que poderia ofende-lo e escandalizá-lo. Perdoe-me!

    Pois bem Nobre irmão. Se realmente sua interpretação sobre o texto da samaritana for a correta, o que devo fazer com os comentaristas que através de uma exegese exaustiva e uma hermenêutica apurada chegaram a conclusão de que Jesus não está falando para ela sobre formas de culto?, até porque se os judeus adorassem da maneira correta Jesus não teria desperdiçado seu tempo purificando o templo não é? Aqui está um link para você dar uma olhada em alguns comentaristas, que realmente são representantes da teologia.

    http://biblecommenter.com/john/4-22.htm

    Mas, enfim, acho que não vamos chegar a conclusão nenhuma, já que você vai insistir em dizer que sou mundano, que não tenho a salvação e bla bla bla….e isso que eu, nem se quer disse se sou a favor do tal Rock Cristão que você resolveu criticar.

    OBS: Faz uma ressalva no seu ultimo post, pois no primeiro parágrafo você diz que os samaritanos se mantiveram na teologia teocêntrica verdadeira. E, acho que não é esse seu posicionamento.

    Abraço

  165. Rangel Says:

    Roberto

    Resolvi trazer o Calvino para nossa discussão.

    Dá uma olhada no que ele fala:

    22. Vós adorais o que não sabe, nós adoramos o que conhecemos. Esta é uma frase digna de ser lembrada, e nos ensina que não devemos tentar qualquer coisa na religião precipitadamente ou aleatoriamente, porque, a menos que haja conhecimento, não é o Deus que adoramos, mas um fantasma ou ídolo. Todas as boas intenções, como são chamadas, são golpeadas por esta sentença, como por um raio, pois podemos aprender com isso, que os homens não podem fazer nada, mas errar, quando eles são guiados por sua própria opinião sem a palavra ou mandamento de Deus. Para Cristo, defendendo a pessoa e causa de sua nação, mostra que os judeus são muito diferentes dos samaritanos.
    Mas, embora a adoração de Deus sob a Lei era espiritual, era envolto em tantas cerimônias exteriores, que se assemelhasse a algo carnal e terrena. Por esta razão, Paulo chama a carne cerimônias e os elementos desprezíveis do mundo, ( Gálatas 4:9 ). Da mesma forma, o autor da Epístola aos Hebreus diz que o antigo santuário, com seus apêndices, era terrestre, ( Hebreus 9:01 .) Assim, podemos dizer que justamente o culto da lei era espiritual em sua essência, mas, em relação a sua forma, era um tanto terrena e carnal; para o conjunto do que a economia, a realidade do que é agora manifestou plenamente, constou de sombras.
    Vemos agora o que os judeus tinham em comum conosco, e em que medida elas diferem de nós. Em todos os tempos Deus quis ser adorado pela fé, oração, agradecimento, pureza de coração e inocência de vida, e em nenhum momento ele fez qualquer prazer em outros sacrifícios. Mas sob a lei houve vários acréscimos, para que o espírito e em verdade estavam escondidos sob formas e sombras, que, agora que o véu do templo foi rasgado ( Mateus 27:51 ), nada é escondido ou obscuro. Na verdade, há entre nós, nos dias de hoje, alguns exercícios de piedade exterior, o que torna nossa fraqueza necessário, mas essa é a moderação e sobriedade deles, que eles não obscurecem a verdade pura e simples de Cristo.
    Os verdadeiros adoradores. Cristo aparece indiretamente para reprovar a obstinação de muitos, que depois foi exibido, pois sabemos o quanto obstinada e contenciosa os judeus, quando o Evangelho foi revelado, na defesa das cerimônias a que estavam acostumados. Mas esta afirmação tem um significado ainda mais amplo, pois, sabendo que o mundo nunca mais seria totalmente livre de superstições, ele assim separa os seus devotos e reto de quem eram falsas e hipócritas. Armado com este testemunho, não vamos hesitar em condenar os papistas em todas as suas invenções, e corajosamente a desprezar as recriminações. Por que razão temos a temer, quando sabemos que Deus está contente com esta adoração pura e simples, que é desprezado pelos papistas, porque não é atendido por uma massa incômoda de cerimônias? E de que adianta a eles é o esplendor ocioso da carne, por que Cristo declara que o Espírito se apaga? O que é adorar a Deus em espírito e verdade aparece claramente a partir do que já foi dito. É deixar de lado as complicações de cerimônias, e manter apenas o que é espiritual na adoração a Deus, pois a verdade da adoração de Deus consiste no espírito, e as cerimónias, mas são uma espécie de apêndice. E aqui, novamente, deve ser observado, que a verdade não é comparado com a mentira, mas com a adição de ida das figuras da Lei; [82] de modo que – para usar uma expressão comum – é a substância pura e simples de culto espiritual
    Gostaria que aqueles que agora se orgulhar de ser os pilares da Igreja Cristã, pelo menos imitar essa pobre mulher, para estar satisfeitos com o simples doutrina de Cristo, ao invés de reivindicar não sei o que o poder de superintendência para colocar adiante suas invenções. Para onde foi a religião do papa e Maomé recolhidos, mas a partir da adição ímpio, por que imaginar que eles trouxeram a doutrina do Evangelho a um estado de perfeição? Como se isso teria sido incompleta sem dessas tolices. Mas quem deve ser bem ensinada na escola de Cristo não pedirá outros instrutores, e certamente não irá recebê-los.
    Fonte:http://calvin.biblecommenter.com/john/4.htm

    Abraço

  166. Gabriel Says:

    vcs tem que ver a certa musica pois a banda exodos foi uma banda de rock gospel dos anos 70 que sofreu muito com isso mas ai o povo escutou a musica deles e comecou a perceber que o rock deles era uma coisa linda de adoracao a JESUS falar q o rock cristao e ruim pra mim isso e errado muitas bandas de rock cristao tem musicas lindas autor do texto vc prescisa prestar mais atencao no que escreve

  167. Flavio Cavalera Says:

    bem…eu li todos os comentarios que foram escritos ate agora…e bem so vi crticas a ritmos e rotulações de vertententes da musica que forma distorcidas como o rock…desde criança eu cresci com certos conceitos do que era ritmo e o que adorava a Deus… e o que eu aprendi que o cristianismo cresce como as ervas que jesus prega na parabola do semeador…as sementes que não frutificam são as sementes que so tem religião e não tem cristo julgam mais ainda não foram julgadas…não estou falando em apenas alguns dos autores de post’s que vi aqui…eu não sou santo mas busco ser, mais o que vi nessas uma hora e meia lendo esses post’s e a materia feita…foram criticas e discussões sobre definições sobre o que e ser cristão…ser cristão e viver com cristo realmente…sabe como se faz isso muitos que estão lendo o meu post ja devem estar falando que ja sabem…mais ser cristão e ler,buscar,orar e saber onde se esta…Todos sabem de onde suas igrejas ou denominações vieram???…Busque – Leia – DesCubra…Todos Nos Viemos de uma rebelião De Libertação Do Catolicismo…Então Porque tantas criticas…Somos Todos iguais…Ao ñ Ser Que Alguem Va Pra um Ceu Diferente…Eu E Alguns autoreS Vamos Pro Ceu Onde habita o Deus que É E Sempre Seras Deus…Quem Quiser vim Pro Mesmo Ceu busque a salvação nao se baseando pelo q le mais numa vida com DEUS,seja rockeiro,metaleiro,da swinguera,e como todos os ritmos…quem muda e o espirito santo mais so muda quem quiser ser mudado…
    Deus Abençoe a todos,Paz em Cristo…E Fui…

  168. allison Says:

    Roberto,
    Va se converter meu caro!!!

  169. Roberto Aguiar Says:

    Caro Allison, se for ao evangelho que você crê, eu dispenso o conselho pois não sou consumidor de produto pirata!

  170. allison Says:

    Quanta arrogancia e ignorancia!!!

    Sinceramente ”caro roberto”,espero que DEUS se compadeça de uma alma tão pobre e fraca como a sua.
    Mas somos irmãos e temos que ajudar uns aos outros,por isso apartir de hj incluirei vc em minhas oraçoes a DEUS pedindo que ele quebre esse seu coração de pedra e cheio de amargura!!

    Que DEUS cuide de vc ”robertinho”!!!

    Ah se quiser meditar num louvor ao nosso senhor,deixo aqui um link pra vc se deliciar na melodia de um ”rock-cristão”….

    Até mais ”robertinho”…

  171. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Allison sou arrogante e ignorante porque não aceito o seu evangelho pirata que se serve Deus em vez de servi-lo? Que dá vazão a carne sob pretexto de servir a Deus? Por favor nobre Allison me poupe… Eu passei 25 anos da minha vida acreditando nesse seu evangelho de “faz de conta” para saber que ele não tem nem “pé” nem “cabeça”…

    Agora de tudo o que você falou uma coisa é verdadeira e faz um tremendo sentido, foi quando você afirmou que eu sou uma alma pobre e fraca. Nisso eu concordo com você em gênero, numero e grau! No entanto resta ainda um consolo para mim afinal Jesus deixou bem claro que veio apenas para um tipo de pessoa: Os doentes! E nobre Allison, pode ter certeza que o que não falta em mim é doença!

    Já você, como se julga um cara bonzinho, as coisas tendem a ser muito mais difíceis, muito embora na sua cabecinha de porcelana você se julgue um cara “sarado”.

  172. Mateus Felipe Says:

    “Porque toda a crição de Deus é boa, e não há nada que rejeitar, sendo recebido com ações de graças. Porque pela palavra de Deus e pela oração é santificada. Propondo estas coisas aos irmãos, serás bom ministro de Jesus Cristo, criado com as palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido.” – I Timóteo 4:4, 5 e 6. Não preciso dizr mais nada né?

    E a propósito, gostei da imagem do Demon Hunter, vou pegar pra colocar de wallpaper na minha desktop.

  173. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Mateus sua noção de exegese é triste, entretanto essa ignorância do texto bíblico não é exclusividade sua, isso é uma constante tanto na maioria dos músicos crentes como nos viciados em musica religiosa como você.

    Quando o texto fala sobre ” Porque toda a criação de Deus é boa”, tanto a frase como o contexto são explícitos de que se trata de animais pois o tema do texto é sobre alimentação. Querer aplicar esse texto na composição de homens que tem o diabo como inspiração, classificando sua inspiração demoníaca como “criação de Deus”, me desculpe mas você merece o termo, “analfabeto bíblico”.

    Quando você, para satisfazer seu desejo pessoal, arranca o texto do contexto e insere-o no seu contexto pessoal para dar fundamento legal ao seu prazer, você só prova que não tem respeito a Deus nem a Sua Palavra, e que moverá a bíblia intera se for preciso para justificar a sua voz interior dando falsos ares de legalidade a sua ambição pessoal.

    “Não ameis o mundo nem as cousas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele; porque tudo que há no mundo, o desejo da carne, o que os olhos desejam e o orgulho da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo.” I João 2.15-16

    “Não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus”.
    Tiago 4:4

    Esse é o preço que se paga por ouvir os homens em vez de ouvir a Deus conforme Ele se apresenta em sua palavra. O diabo astutamente pirateou vários versões do evangelho multiplicando as opções de caminhos para se chegar a Deus, dificultando assim a compreensão da verdade.

    Infelizmente Mateus você foi vítima de uma dessas versões piratas. O difícil é alguém lhe convencer que o que você tem se trata de uma fraude e não do original.

    Há propósito, sirva-se a vontade das fotos que postei; pessoas como você costumam esquecer o bombom e engolir a embalagem.

    Um abraço!

  174. Marcelo Says:

    Dc Talk foi uma das melhores bandas de música cristã que eu já ouvi. Eles não precisaram de nada além de música com um bom conteúdo para levar pessoas a conhecerem a Jesus.
    Acredito que Deus é o ser mais criativo que existe e, com certeza, Ele se alegra quando alguém produz qualquer tipo de som, desde que seja para Ele.
    Não discordo da interpretação do termo “Aberração de Jesus” como pejorativa. Discordo com a interpretação do termo “Jesus Freaks” como “Aberrações de Jesus”. Acredito que o que o autor queria dizer com esse título seria algo como “Loucos por Jesus”, o que, inclusive, ele cita em um dos DVDs da banda. Quem procura, acha.
    Eu oro para que, a cada dia, eu me torne mais louco por Jesus! Mais louco pelo Seu amor, pelo Seu Reino, pelas pessoas que ainda não O conhecem!
    Que todos nós sejamos loucos por Jesus, sem precisar mostrar a ninguém que estamos seguindo o caminho certo ou não, mas mostrando o amor de Cristo, pelo qual vale TODA a pena dar a vida.

    Marcelo

  175. Roberto Aguiar Says:

    Existem vários tipos de loucura, e essa propagada pelo movimento emergente da igreja, em nada, se compara com aquela pregada pelo apóstolo Paulo. Muito pelo contrário, esse versão religiosa de loucura é uma aberração religiosa que visa unicamente satisfazer o ego humano, travestido de fé verdadeira. É uma pena…Gostaria que isso não fosse verdade…

  176. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Rangel ,

    desculpe-me pela demora na resposta, mas vamos lá. Você não me entendeu direito sobre a questão do tratamento. Você pode observar que eu muito embora desconheça o tratamento entre irmãos de mesma fé pelo termo “cara”, jamais reclamei ou fiz qualquer consideração sobre esse termo até você reclamar do meu tratamento com você, e apenas por isso toquei no assunto.

    Para esclarecer então, jamais me senti ofendido ou escandalizado por você me tratar por “cara” em vez de “irmão” ou pelo meu próprio nome, entendendo que isso faz parte do evangelho, “aguado” moderno, que você recebeu. Isso de forma alguma jamais causaria nenhum tipo de empecilho entre nós, pois compreendo perfeitamente essas contingências, ok?!

    Entenda uma coisa meu nobre, você pessoalmente tem que se ater ao texto bíblico e respeitá-lo como ele se apresenta, obtendo sua própria confirmação do alto sobre o conteúdo escrito. Obviamente o seu conhecimento pessoal não pode de forma alguma diferir do conhecimento dos mestres da igreja atreves dos séculos. No inicio da fé, é aceitável que se ande sobre a fé dos irmãos, mas não com o decorrer do tempo. Com o passar do tempo é necessário que cada um extraia com sua própria fé a quantidade de verdade que precisa para viver, e não dependa de homens.

    Você precisa acreditar não porque fulano falou, mas porque está escrito. Em questões de fé, você deve respeitar apenas o que está escrito e o que foi estabelecido pelos apóstolos, mesmo sem está explícito, como no caso do “não beber”, que em nenhum lugar está escrito, mas que foi um posicionamento tomado pelos verdadeiros seguidores de Cristo, de todos os tempos.

    Quando Jesus disse, “… Vocês (samaritanos) adoram o que não conhecem nem entendem; nós (judeus) adoramos o que conhecemos porque a salvação do mundo só pode vir através dos judeus” João 4: 22, o que está escrito, deveria ser suficiente para você entender que Jesus está desqualificando a forma de adoração dos samaritanos e ponto. Conseqüentemente Isso deveria ser o bastante para você entender que a forma de adoração dos judeus era correta. O mesmo ocorre nos casos do publicano, da viúva pobre, da profetisa Ana, mas não de todos, como era o caso dos fariseus.

    Não confunda forma correta com perfeição, são coisas diferentes. Quando Jesus disse, “Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer”. Lucas 17:10,
    Isso quer dizer que tudo o que foi feito está errado? Estava desaprovado? Claro que não! Mas para um Deus que trabalha sempre com perfeição, fazer apenas o que foi mandado é um trabalho imperfeito porque faltou o que deveria ser subentendido, mas que não era obvio.

    Portanto nobre colega sua tentativa de desqualificar a forma de adoração dos judeus é explicitamente desmentida pelo texto bíblico, “…nós (judeus)adoramos o que conhecemos porque a salvação do mundo só pode vir através dos judeus…”. Afirmando isso, você desqualifica também a adoração de homens como Moisés, Abraaão, Abeu, Sete, José, Elias, Eliseu, Daniel, porque era a mesma forma de adoração usada pelos judeus nos tempos de Jesus.

    Para tudo na vida existe uma forma correta de se fazer as coisas. Será que somente com a adoração não existe um jeito certo? Não existem termos, limites para diferenciar o correto do errado? Será que não dá para ver que a falta de termos, de modelos, é algo que expressa licenciosidade, que é o mesmo que libertinagem, e que é constantemente confundido pelos tolos com liberdade, mas que na verdade significa abuso de liberdade; desregrado, desordenado …?

    Se o louvor e a adoração são uma forma de oferta, será que é do homem o monopólio de determinar o que é aceitável ou não? Será que essa prerrogativa não está implícita que compete apenas ao recebedor determinar se algo lhe é favorável ou não?

    Será que não fica claro que em nome da satisfação pessoal estão querendo empurrar goela abaixo de Deus tudo o que diz respeito ao gosto pessoal de cada um?

    Será que essa forma de raciocínio não é um exemplo explicito de desrespeito a Deus e uma forma de enxergá-lo muito menor do que Ele realmente é?

    Estamos tratando das coisas mais sérias do universo como se fossem coisas comuns de nossas vidas…

  177. Gente,Gente. paz e amor aí.o que mais interessa, é que façamos tudo para honra e glória de Deus.Creio que Deus criou todas as coisas principalmente os ritmos. Ele é o criador de tudo só depende de como o homem usa, pra que, e pra quem.uma coisa é certa.Deus olha o nosso coração.Ele sabe se estamos vivendo de aparencias ou não;se servimos verdadeiremente, ou não. cada um tem sua opinião; se for pra virar discurção, ou contendas, então é melhor guardar com nós mesmos.

  178. Portanto,quer comais,quer bebais ou façais outra coisa qualquer,fazei tudo para glória de Deus

  179. eu acho que esse papo não leva a nada, do primeiro comentário até o ultimo, não salvou ninguem, não uniu em nada, gerou ira em alguns, soberba…em fim, pra evitar esse tipo de coisa VAMOS PARAR!!! o assunto agora é POKEMON! qual pokemon vcs mais gostam? xD

  180. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Elieber, numa boa, tenho que discordar de você. Você não compreendeu o objetivo do post. O correto seria você dizer que esse papo não “TE” levou a nada. Fale apenas por você. Revelar seu parecer pessoal, é a unica coisa que você pode dizer. Falar pela maioria pode até ser…mas por todos, nunca. Outro detalhe, o objetivo desse post não é salvar a alguém. Também o objetivo aqui não foi unir as pessoas, pois esse post não é um chamado a paz. O propósito aqui é outro. Também não podemos classificar um tema como ruim pelo volume de ira que ele gera, pois assim falaram sobre os primeiros cristão no livro de atos,

    “Estes que têm alvoroçado(tumultuar, perturbar, fazer confusão) o mundo, chegaram também aqui”. Atos 17:6

    Essa mesma lógica equivocada de classificar algo como ruim, pela discussão que produz, foi usada com Jesus quando a cúpula da igreja local se incomodou tanto com o tumulto e repercussão das palavras de Suas palavras, que resolveu assassiná-lo,

    “E Caifás, um deles que era sumo sacerdote naquele ano, lhes disse: Vós nada sabeis, é melhor que um homem morra(Jesus) no lugar do povo, em vez de perecer toda a nação”. João 11: 49,50

    É até desnecessário lembrar que através dos versículos acima, fica evidente que tanto o discurso de Jesus, com o dos apóstolos, gerou muita ira, soberba, e discussão, e jamais contribuiu para a união do povo chamado, de Deus.

    Sendo assim nobre Elieber, seguindo o seu raciocínio, o povo do tempo de Jesus teve razão em não acreditar em seu discurso, pois Ele não cumpriu os requisitos, que segundo você, acompanham um verdadeiro tema divino, ou seja, união, paz e humildade. Portanto como o discurso de Jesus não produziu isso no povo, eles estavam corretos em não acreditar que Jesus vinha da parte de Deus, correto? Errado!

    Esse episódio nos ensina que não se deve julgar a veracidade de um argumento pelo volume de paz e união que produz, mas sim, pela quantidade de verdade segundo a bíblia inserido, segundo seu nível de alinhamento com as escrituras sagradas.

    Vale lembrar que, quando essa visão contemporânea de musica tentou se infiltrar nas igrejas, causou um tumulto enorme, que durou vários anos, até infelizmente prevalecer. Com certeza, a maioria dos que postaram aqui, aprovariam a discussão ferrenha em que os precursores desse tipo de musica produziram na igreja, afim de torna-lo “aceitável” aos irmãos.

  181. Roberto Aguiar Says:

    Selma minha cara, deixa eu te esclarecer um ponto, partindo de duas palavras de dois homens de Deus:

    “A era pós-moderna é a era de nenhuma verdade, ou onde qualquer coisa pode ser verdade. Esse pensamento está influenciando a igreja de Cristo”

    “Em alguns círculos evangélicos, o medo da controvérsia é tão grande que os pregadores e as congregações se contentam com a paz a qualquer custo, até mesmo ao custo da verdade de Deus. A idéia é que a ausência de conflito é o ideal maior. A paz é um ideal bíblico… mas é a pureza? A paz da igreja nunca poderá ser comprada ao preço da pureza da igreja. Esse preço é alto demais “

    Jay E. Adams (nascido em 1929) é um cristão americano reformado conhecido por livros na área do aconselhamento.

    “Sobre crentes que distorcem o sentido da misericórdia bíblica, “Essas são as pessoas que hoje, com uma “bondade” doentia, estão tolerando professores de erros em nossos púlpitos, porque simplesmente elas são extremamente educadas e desesperadamente “amáveis”. Elas preferem permitir que o erro seja pregado e almas sejam enganadas do que ferir os sentimentos desse tipo de pregador. Como nos dias de Elias, Baal deve ser adorado para que não haja uma seca! É melhor o câncer matar a sua vítima do que o cirurgião cruel usar o seu bisturi para extirpá-lo!”

    J. Sidlow Baxter ( 1903 – 1999) foi um pastor e teólogo Australiano

    Nosso objetivo primeiro como igreja, não é criar uma paz artificial de tubo de ensaio feita em laboratório. Nem se quer nosso objetivo principal e gerar um ambiente de paz. Nossa missão principal é nos submetermos a palavra de Deus, com evidencia de uma vida exterior prática. Em nada adianta se construir um ambiente de paz se na pratica seguimos uns aos outros em vez de Cristo.
    Pense nisso irmã!

  182. Roberto Aguiar Says:

    Sendo assim, então isso quer dizer que eu posso fumar maconha, desde que seja para a glória de Deus! E no caso da maconha existe um argumento maior do que no caso da musica. O pé de maconha foi Deus que criou, já o rock….

  183. Roberto Aguiar Says:

    Os crentes dizem que a musica é uma coisa comum, e que se trata apenas de notas e acordes sem poder algum, que não há nada por trás de simples notas. Veja como um dos maiores gênios do rock, de todos os tempos, pensava diferente…

    “através da música, você pode hipnotizar as pessoas… e quando você os pega no seu ponto mais fraco, você pode pregar em suas mentes o que você quer dizer. Definitivamente, eu estou tentando mudar o mundo. A música tem um incrível poder de moldar o pensamento das massas e, em especial o rock”.

    O guitarrista Jimi Hendrix, em entrevista a revista Life (1969)

    Observe que ele coloca o amor a musica, como um dos pontos mais fracos do ser humano. Quem você acha que ensinou isso a ele…..?

  184. Whosoever Says:

    O diabo, foi o diabo quem esinou para ele, pois o diabo é o pai da mentira, e usa pessoas como Jimi Hendrix para enganar pessoas como vc, para trazer confusão e disseminar intrigas entre as pessoas de Deus!
    O que está por tras da musica que tem poder de mudar as pessoas não o ritmo!
    Hipocrisia pura!
    Não é de espantar que Jesus Cristo só dava sermão em religiosos como vc!

  185. Roberto Aguiar Says:

    Oh Whosoever, quem não é religioso é ateu! Aprende primeiro o significado das palavras, para só então, tentar contra argumentar. Sendo assim, vê se aproveita e volta para o maternal da fé.

  186. Roberto Aguiar Says:

    “O rock sempre foi a música do demônio. Eu acredito que o Rock and Roll seja perigoso. Sinto que estamos brincando com algo mais assustador do que nós mesmos.”

    Cantor David Bowie em entrevista à revista Rollign Stone

    Pessoas como David Bowie são os autênticos representantes do rock, nós crentes somos meros imitadores. Se liga crente, estão te manipulando através do que te dá prazer.

  187. quem foi o autor disso, nunca vi tanta besteira junta, enquanto esse cara gastou 2 horas pra escrever isso, em 5 minutos vc quebra tudo isso com o testemunho de pessoas como brian head, não adianta os “ortodoxos” quererem nos derrubar, vamos continuar louvando o Senhor, com nossa adoração extravagante, e fazer oque eles não fazem, pregar o evangelho e tenho dito!

    arrependimento de pecados e salvação em Jesus ou os dogmas dos puritanos, triste dúvida…

  188. Roberto Aguiar Says:

    …Dispondo dos mesmos 5 minutos eu quebro todas essas pseudo conversões como a do Brian Head usando testemunhos reais de libertações do mesmo nível feitas pelo espiritismo e por clinicas psiquiátricas. O analfabetismo bíblico produz uma fé tetraplégica como a dessa pobre alma que escolheu identificar-se como “arcanjosna”. Esse tipo de fé aleijada só é forjada por manipulação eclesiástica, articulada por algum dublê de pastor. Esse tipo fé tem contribuído para que a igreja se torne uma piada cada vez mais hilária do ponto de vista do mundo.

    A verdadeira conversão sempre produz um divórcio do mundo, jamais uma parceria.

    E uma informação para os analfabetos de plantão: A maior autoridade do planeta em evangelização de pessoas da tribo underground, chama-se David Wilkerson, um ortodoxo!

  189. pq todo mundo implica com meu apelido em?

    meu nome é sidney andrade ok ;)

    mano, quando eu usei “ortodoxo” com aspas foi justamente pra dizer que não são exatamente as pessoas de igrejas ortodoxas, mas pessoas com jeito de pensar mais conservador, e caro roberto aguiar, coloque-se no seu lugar de SERVO, vc não é ninguém pra questionar se eu sou ou não convertido, ou se minha fé é ou não “aleijada” Deus nunca abriu a boca pra falar nada disso, tenho o Espírito Santo, não preciso de vc…

    vc tbm não é ninguém pra falar de manipulação eclesiástica, mais uma vez te digo, coloque-se em seu lugar de SERVO…

    outra coisa, nós undergurounds temos feito muita coisa pelo reino, e isso vc não pode negar, entre em blogs como o V.E.R., pesquise sobre bandas como a jars of clay, serviço social e pregação do evangelho, ora isso, será que não é assim que devemos fazer?

    espero que você pare de falar como dono da verdade e se fundamente na bíblia mano, O Senhor não nos recriminou até hoje, não entendo, o fato de vcs não gostarem de preto ou de guitarras distorcidas é motivo para nos demonizar? “Quem és tu que julga o servo alheio?”

    me explique o motivo de tanto preconceito e que mal vc já nos viu fazer, pois faço parte de uma banda tbm, e sou um Cristão sincero, creio no sacrifício espiatório de Jesus e na Autoridade de seu nome, no Deus Trino e na necessidade de uma vida de SANTIDADE “sem a qual ninguém verá o SENHOR”

    qual foi o meu crime então, se vc achar algum, pode vir e me apedreje…

  190. amizade, vcs realmente creem que Deus se importa com o exterior?

    texto sem contexto é pretexto pra pecado em!!!!

    imagine hoje Paulo pregando aos índios O.o!!!!

    vamos meterlhes roupas por que eles são imorais, andam nus!

    até parece que algum deles se excita ao ver o outro peladão ali!

    não vou entrar em mais detalhes pois acho que todo mundo entendeu!

    mas não banquem os santarrões, Deus quer que a nossa glória, Não Seja a do Exterior, mas as Boas Obras, a Piedade, e não é xingando alguém que eu vou conseguir um pontinho de bom menino….

    então roberto, se vc realmente considera que está certo e nós errados, não deveria se mostrar tão superior, a humildade faz parte querido, diferente de Cristo vc não está acima de nós, e se o SENHOR não nos tratou assim, não vai ser vc que vai faze-lo, ou juga-se acima de Deus?

    tem um amigo meu que costuma dizer uma coisa:
    “por que o diabo tem que ficar com toda boa música?”

    traduzindo:

    O Diabo não é dono de nada, se ele pegou é pq um dia alguém deixou, mas hoje nós tomamos de volta oque é nosso! a música em si, foi criada para adoração à DEUS e à Ele só, olhe ao seu redor agora e ache alguma coisa que lúcifer tenha criado… antecipo sua resposta: NADA

    então ninguém nunca vai ter base pra abrir a boca e dizer:

    “ISSO É DO DIABO”

    pois ABSOLUTAMENTE TUDO É DE DEUS!

  191. Camilla Says:

    Pois eu o pergunto, quem é você para julgá-los? Deus?
    a palavra diz:

    “Ou como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o argueiro que está no teu olho, não atentando tu mesmo na trave que está no teu olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho de teu irmão.” Lucas 6:42

    Satanás não é o pai do rock é apenas da mentira, então, pare de entregar o rock à Satanás, pois tudo foi criado pelas mãos do Senhor e tudo é para a sua honra e para a sua glória!

    Aliás, você já leu alguma letra das bandas que está criticando? como do Stryper ou do D.C Talk? Aposto que nem isso vc já fez, vc apenas olhou a capa de um e o nome do cd de outro, apenas julgou o livro pela capa. As suas letras são lindas e glorificam ao Deus Altíssimo.

    E…. como vc se atreve a dizer que eles são satanistas? Que baboseira, cada um adora a Deus do seu jeito.
    Te digo que se o rock cristão não existisse muitas almas estariam hoje entregues ao inferno graças ao consevadorismo da igreja. Quando Jesus veio ao mundo, ele esteve entre os conservadores?

    Quem sabe, o relacionamento deles com Deus seja muito mais profundo do que o seu!

    Então, seria bom vc pedir o discernimento do Espírito Santo, antes de emprestar a boca ao diabo…

    Nas palavras do Petra:
    “God gave Rock and Roll to you, put in the soul of everyone”

    Que Deus o abençõe e abra seus olhos

  192. Whosoever Says:

    Vc é um religioso ipocrita e nada além disso!

  193. Roberto Aguiar Says:

    Caro “arcanjosna”, todo mundo implica com seu “nick name” porque ele é ridículo mesmo, para um crente então não precisa falar. Mas, a vida é toda sua, e cabe apenas a você definir como quer ser lembrado…

    Quanto ao termo “ortodoxo”, por favor não tente “disdizer” o que você claramente disse. Você usou o termo num sentido pejorativo, ruim e ponto.

    Você diz que eu não sou ninguém para questionar a sua conversão. Porque não sou? Você não questiona os políticos? Não questiona o sistema? Não questiona os crentes ortodoxos? Por que você é alguém para questionar todos essas pessoas, mas eu não sou para questionar o teu credo?

    Por acaso você se julga valer mais do eu meu caro “arcanjosna”? Vamos definir direitos iguais!

    Ao contrario do que você afirmou, Deus falou sim contra o tipo de credo retorcido que você defende, o problema é que você investiu pouco recurso em conhecer a palavra do todo poderoso, por isso, de uma forma ilusória, acredita está na mesma fé dos apóstolos.

    Não pense que eu me esqueci da minha obrigação de incorporar “o servo” de Cristo. Quando eu te falo palavras como essa, caro “arcanjosna”, eu estou me colocando no lugar de Servo de Cristo, pois foi justamente esse caminho que Cristo trilhou quando resolveu questionar o distorcido credo dos religiosos de seu tempo. Isso é um trabalho duro e sem glória.

    Nobre “arcanjosna”, novamente agora você está mudando o discurso. Antes afirmou que o movimento underguround evangelizava muito mais que os ortodoxos., depois que lhe chamei atenção de que os fatos provavam o contrário, você mudou o tom da conversa mas não admitiu seu engano…assuma seus erros publicamente amigo, é assim que um servo de Cristo se porta. O movimento cristão underguround não chega nem no chulé do sucesso evangelístico dos ortodoxos com os da tribo genuinamente underguround. Contra fatos, não há argumentos!

    Deixa eu te explicar uma coisa básica do evangelho, que com certeza alguns palhaços que posam de pastor não te explicaram, e não te explicaram, ou porque nunca aprenderam, ou porque querem te manipular. Não se impressione com toda conversão, ou a tudo que os crentes chamam de conversão. Esse assunto sempre foi extremamente questionável dentro da espiritualidade desde o velho testamento.

    Vejamos essa passagem:

    “Disse Jesus: Ai de vós, escribas (Teólogos) e fariseus(Liderança da igreja da época), hipócritas! Porque percorrem o mar e a terra para fazer um convertido; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno duas vezes mais do que vós”. Mateus 23:15

    A Maioria dos crentes hoje em dia desce o porrete nos escribas e fariseus na maior traquilidade do mundo, sem compreender que essas figuras eram as pessoas mais “santas”, mais dignas de crédito da época. Todo mundo pensa que a religião dos fariseus foi inventada por eles mesmos. Não meus caros analfabetos bíblicos, eles lideravam sobre a religião do Deus verdadeiro, para a qual Cristo foi enviado. Lembrem-se que Jesus chamou o templo sobre os quais os fariseus eram autoridades legalmente constituídas de “Casa de Meu pai”, provando que o sistema básico da religião dos fariseus foi criada pelo Deus verdadeiro. Sendo assim analisar os fariseus não é uma tarefa tão simples quanto os analfabetos bíblicos de hoje imaginam.

    Seguindo o raciocínio, a bíblia afirma categoricamente que o homem é o mesmo, não muda,num sentido que não importa o tempo de Caim, de Moisés, de Jesus ou o de hoje. A natureza humana é a mesma e sempre será previsível e repetitiva em suas obras. È por isso que a bíblia é um livro atual mesmo tendo sido escrito a milhares de anos.

    Seguindo o raciocínio, o evangelho hoje em dia como não podia deixar de ser, em virtude da natureza do homem, está novamente sendo adulterado pelos líderes da igreja. Evangelho adulterado dá luz a conversões adulteradas, falsas, como Jesus bem explicou na passagem acima. Entendeu agora o que eu quero falar meu caro “arcanjosna”? Esse evangelho que você defende é adulterado! E a prova da adulteração é a sua misturado com o mundo. Assim como todo o trabalho dos líderes da igreja no tempo de Jesus tinha que ser questionado, os dos tempos de hoje também precisam ser, se quisermos encontrar o verdadeiro Jesus das escrituras.

    Não tenho a menor duvida de que se Jesus viesse nos dias de hoje, a maioria dos crentes, juntamente com as igrejas iriam rejeitá-lo e Ele a elas. Porque o Jesus pregado na maioria das igrejas evangélicas, simplesmente, é uma falsificação do Jesus das escrituras.

    Falsifique Jesus e Todo o resto será adulterado.

    O diabo sabe disso!

    Por favor caro “arcanjosna” porque vocês do movimento underguround tem tanta preguiça de ler? Não se posta um comentário sem antes se embasar o suficiente para se ter meios inteligentes de contestação. Você vem com o mesmo papo furado, de que eu discordo do movimento cristão underguround porque não gosto de preto e guitarras distorcidas? Meu amigo…já cansei de responder a desculpas como essa, mas fazer o que? Você tem que encontrar uma justificativa para os meu questionamento não é? Pois bem novamente, eu quase poderia dizer que “adoro” o som do metal, gosto demais do nervoso das guitarras e tudo mais, mas meu caro, eu fiz uma decisão por Cristo de ele ser o meu senhor. O mundo, junto com tudo o que me caracterizava deve ficar para traz, eis que tudo deve se fazer novo.

    “Arcanjosna”, quase tudo que você diz acreditar, é teoricamente confiável e ortodoxo. O que você tem que entender é que os fariseus acreditavam em tudo isso que você acreditava e no entanto foram desclassificados. Não podemos condenar os fariseus por não terem acreditado em Cristo tão facilmente, porque a maioria do povo também não acreditou, e nem por isso eles eram fariseus.
    O problema é que parte do que você acredita é teoricamente verdade, como o dos fariseus, mas quando você parte para a aplicação desse credo, a interpretação, ai o negócio desanda, e um dos indícios é sua má interpretação tando do que seja o mundo, como do que seja adoração, evangelização, conversão…e assim vai.

    “Arcanjosna”, Essa historia de que Deus não se preocupa com o exterior é uma heresia velha e batida. Se você se preocupasse mais em ler a bíblia, do que ficar tentando pescá-la só através do seus líderes você iria encontrar diversos passagens, eu disse diversas, passagens no novo testamento quanto a preocupação e orientação com o exterior por parte dos apóstolos. Eu calei um companheiro seu mais acima que vaio falar a mesma besteira sem fundamento, e usei uma enxurrada de versículos para isso. Os falso líderes te ensinaram que, a passagem que Jesus ensina a limpar o interior, é uma prova que Deus não se importa com o exterior. Ora, em que planeta o exterior não é uma linguagem de expressão do interior, da personalidade? Bem, se o exterior não empresasse nada, com certeza faria sentido que ele não implicasse em nada. Mas desde que, em todas as tribos do mundo, a vestimenta é uma expressão da personalidade, ainda mais num mundo globalizado onde as tendências se espalham que nem epidemia, o sujeito dizer que o exterior não diz nada é forçar a barra. Manda ele tentar convencer um psicólogo dessa asneira. Os pastores de araque forçaram essa interpretação para poderem pescar ilicitamente um publico maior, que significa um volume de dinheiro maior, e em alguns casos do meu conhecimento, o “pastor” já gostava dessa cultura quando ainda não era crente, e por querer manter o seu prazer, abraçou essa palhaçada em forma de religião.

    Nobre “Arcanjosna” você que usou palavras como:

    “quem foi o autor disso, nunca vi tanta besteira junta…”

    “…enquanto esse cara gastou 2 horas pra escrever isso, em 5 minutos vc(eu) quebra tudo isso…”

    “…não adianta os “ortodoxos” quererem nos derrubar, vamos continuar louvando o Senhor, com nossa adoração extravagante, e fazer oque eles não fazem, pregar o evangelho…”

    …E agora na maior cara de pau vem falar em humildade? Cadê a sua meu velho? Isso é piada? E onde eu faltei com a minha? Só porque afirmei que a sua fé estava equivocada? Desde de quando questionar faz de alguém uma pessoa arrogante ou desprovido de humildade? Se isso é verdade? Então junte ao grupo os profetas, apóstolos e o próprio Cristo.

    Bancar o santarrão eu? Quer dizer que quando vocês do movimento underguround questionam os outros crentes diferentes de vocês, vocês estão sendo espertos, prudentes e imparciais. Quando alguém lhes questiona, essa pessoa é uma pessoa sem humildade e só quer ser santarrão?

    Dois pesos e duas medidas?… Tá bom… Quanta coerência…

    “Arcanjosna” diz: tem um amigo meu que costuma dizer uma coisa:

    “por que o diabo tem que ficar com toda boa música?”

    traduzindo:
    O Diabo não é dono de nada, se ele pegou é pq um dia alguém deixou, mas hoje nós tomamos de volta oque é nosso! a música em si, foi criada para adoração à DEUS e à Ele só, olhe ao seu redor agora e ache alguma coisa que lúcifer tenha criado… antecipo sua resposta: NADA
    então ninguém nunca vai ter base pra abrir a boca e dizer:
    “ISSO É DO DIABO”
    pois ABSOLUTAMENTE TUDO É DE DEUS!”

    Bem ai você acabou de revelar o conteúdo da sua fé, e a prova de tudo o que tenho afirmado sobre esse falso movimento cristão underguround. Em poucas palavras “Arcanjosna”, você revela toda a sua ignorância das escrituras, provando que você não se guia por elas, mas pela cabeça de terceiros.

    E faz isso porque obviamente é muito mais fácil seguir o evangelho açucarado dos homens, do que o genuíno evangelho de Cristo conforme está escrito.

    Contradizendo você, seus falsos mestres e profetas, veja o que a bíblia diz:

    “Sabemos que somos de Deus, e que o mundo todo pertence ao maligno”. I João 5:19

    “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele”. I João 2:15 (Se tudo é de Deus, então o mundo faz parte desse tudo. Mas como se quem ama o mundo não tem parte com Deus?)

    “Disse Jesus: Se vós fósseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia”. João 15:19 ( Como tudo pode ser de Deus, se o mundo odeia os genuínos seguidores de Deus?)

    “Disse Jesus: Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo” . João 12:31
    (Se tudo é de Deus, como Jesus chama o diabo de príncipe deste mundo? Todo soberano tem que ter seu domínio!)

    “Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo pertence ao maligno”. 1 João 5:19
    (Se tudo é de Deus, como João afirma que o mundo inteiro pertence ao diabo?)

    “Mas, quando somos julgados, somos repreendidos pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo”. 1 Coríntios 11:32
    (Se tudo é de Deus, porque Paulo afirma que ele vai condenar o mundo que é seu?)

    “Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus”. 2 Coríntios 4:4
    (Se tudo pertence a Deus, porque Paulo chama o diabo de Deus desse mundo?)

    Você mesmo meu caro “Arcanjosna”, me deu todo o material para provar de como esse movimento cristão underguround é anti-bíblico e está aqui apenas para desviar as pessoas do verdadeiro salvador. E faz isso satisfazendo o ego de cada um. Seja com o evangelho da prosperidade, movimento underguround, igreja emergente, Jesus-POP, usos e costumes, movimento de células e por ai vai. Sempre satisfazendo o ego dos ouvintes, sempre falando o que as pessoas querem ouvir.

  194. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Camila ok, então porque você faz justamente o contrário do que está querendo me ensinar, quando se reúne com outros de sua tribo religiosa para descer a lenha por exemplo nos cristãos, que num momento de prazer, vocês taxam de hipócritas, ortodoxos, fundamentalistas e outros palavrões desse tipo? Palavrões sim porque todo o sentido que vocês dão a essas palavras é ruim.

    Nobre Camila, você deveria primeiro seguir algo, e só então ensinar. Isso é o significado da palavra coerência”

    Você e nenhum crente tem autoridade reconhecida para falar de quem é, ou a quem pertence o Rock. Todos vocês são falsos rockers. Somente as verdadeiras estrelas e autores do rock, tem autoridade reconhecida para determinar o que é o Rock. Vocês….Todos vocês, são uma grande farsa, e uma grande piada tanto para o mundo, como para a parte da igreja que pensa. E ainda por cima estão se colocando como estelionatários e plagiadores quando afirmam que o rock pertence a vocês porque foi criado por Deus.

    A maioria dessas almas que você diz terem sido salvas pelo movimento underguround, foram salvas não “PARA” Jesus, mas “DE” Jesus, e isoladas estão do genuíno evangelho que salva.

    A grade maioria de pessoas como vocês são pessoas com pouquíssimo conhecimento da palavra de Deus, por isso se tornam presa fácil de desses “pastores fake” que manipulam suas mentes atrevas de um Jesus roqueiro imaginário. Se você conhecesse a fundo a musica cristã, e não só o seu estilo preferido, iria saber que bandas como Stryper ou do D.C Talk possuem um péssimo testemunho em suas vidas pessoais. procure se informar…

    Um detalhe: Provavelmente conheço o “Petra”, muito antes de você!

    O tema da discussão aqui é um tipo de evangelho adulterado, mas parece que a maioria de vocês é sega o bastante para enxergarem apenas a musica. O que eu estou falando vai muito alem da musica simplesmente. Eu estou falando de evangelho falso. A musica é apenas um detalhe dele!

  195. Roberto Aguiar Says:

    Whosoever isso é desculpa para quem não dispõe de nada a mais para falar. Chamar os outros de Hipócritas virou chavão, clichê, um simples rótulo para as pessoas vazias de conteúdo como os da sua tribo religiosa. Você não tem a intenção de provar nada mesmo não é? Então sai um “Hipócrita” frequinho!

    Hô Whosoever! Se é para não falar nada, então fica calado meu Brother!

  196. roberto, eu apenas respondi como toda pessoa alterada faria ao ler algo pela primeira vez debochando da su afé, tanto que tentei um diálogo mais legal no 2º e 3º’ post, mas vc prefere atacar, ok mano, oque vc fala não vai me jogar no inferno e Deus me dá plena certeza disso, o sangue de Jesus me lavou de todo o meu pecado e hoje sou livre para escolher entre pecar ou não, o Espírito Santo me avisa quando não devo fazer algo, pois não sou mais cego com relação à isso….

    só te digo uma coisa, se no dia de chegarmos ao encontro do Senhor nos ares vc não puder conviver comigo lá em cima, vc vai viver frustrado e envergonhado no céu (se é que isso é possível) pois se eu estou tão errado assim como vc fala, Deus deveria me dar uma luz, e acredite, não será elo seu blog, será pela Palavra, a qual leio todo dia obrigado! ;)

    mas seguindo a recomendação de paulo a timóteo não vou continuar a discussão aki, isso seria tolice e só traria mais ibope pra oque você escreveu, e não quero que mais pessoas se sintam ofendidas como eu me sinto até agora, pois tudo oque nós fazemos é com a mais pura sinceridade, então se quiser tentar salvar a minha alma e cumprir a grande comissão vc vai ter que me evangelizar, eu estou disposto a ouvir e se vc estiver certo mudarei minha atitude mano, mas antes vc vai ter que começar a agira como um cristão, então te peço que encerre as postagens por aki pois elas não estão edificando ninguém NEM A VOCÊ MESMO!

    se oque vc escreveu está correto aos seus olhos, vc deveria tornar isso menos agressivo aos ouvidos alheios, e vc não me provou nada até agora, pois todos os textos que vc usou são passíveis de outra interpretação!

    então mostre que vale alguma coisa, me adicione no msn e vamos parar com essa balela!

    arcanjosna@hotmail.com

  197. agora foi que eu percebi, eu to discutindo com um adventista, é isso msm, kkk

    mano desculpa mas agora tu perdeu boa parte do crédito comigo roberto, é sempre bom dar uma lida com mais calma depois, mas eu digo e repito

    add me arcanjosna@hotmail.com

  198. i mequivoquei-mi, u brodji aí num é adventista não kkk

    melhor seria se fosse, alguem aqui já ouviu falar da “igreja contra cultura cristã”?

    pois é nem eu, explica roberto meu caro cearence, de onde tirasse essa?

  199. Fernando Says:

    é interessante notar que apenas se tem falado que Rock ou bandas de metal são do diabo ou demoníacas como se tem pregado desde que Raul seixas disse em uma de suas musicas que “foi o próprio Diabo que me disse”, um pouco antes disso também, mas não como depois desta frase acima.

    Na bíblia que leio se falar que Deus é o criador de tudo que existe e é para o louvor de sua gloria! creio eu que a musica também seja criação de Deus em seus mais diversos ritmos.

    É complicado ouvir alguém dizer que este ritmo é do diabo é o mesmo que dar credito a um plagio, dar força a quem não tem. Não acha que é dar força ao diabo por algo que não criou pelo contrario. O próprio Lúcifer fora criado para louvor da gloria de Deus nesta questão de musica.

    É complicado ouvir alguém dizer que este ritmo é do diabo, sem dizer no demais ritmos que tem pregado som sexualidade promíscua, fazer o que sente mais a vontade com no sertanejo, forro, xote, vanerão, sambá, pagode e outros ritmos afora. o que quero dizer é que outros ritmos pregam a liberação do pecado e nossas igreja tocam estes ritmos sem dizer que são do diabo ex: cassiane, matos nascimento, batista da lagoinha, vineard, jota neto, aline barros, exemplos de ritmos tais como pop, forro, que apenas dizem ser gospel, mas gospel não é ritmo é apenas a letra que se é cantada.

    que paremos de dizer que este ritmo ou aquele é do diabo, pois não se trata de ser do diabo ou não, mas do que tenho preferência musical e por este motivo dizer o que não gostamos não presta ou é demoniaco.

    Deus respeita as diferenças, pois ele mesmo nos fez com as mesmo que respeitemos as também se nos chamamos de cristão ou pequenos cristos.

  200. Stanley Says:

    Caro Roberto,
    Como o Whosoever disse, vc não é apenas um religioso hipócrita! Aliás, vc mesmo disse que chamar os outros de hipócrita virou chavão!

    Mas vou mais além; você não é somente um religioso hipócrita, mas também um fariseu ignorante!

    Vc é somente mais um pobre enganado e manipulado pela religião, na qual o diabo deve aplaudir bastante!

    Abraços!

  201. Roberto Aguiar Says:

    Obrigando caro Stanley, você foi extremamente “original” e “profundo”, manifestando a genuína esterilidade desse neo-evangelho cristão moderno.

  202. Roberto Aguiar Says:

    Meu nobre Josna, você inicialmente em vez de pedir explicações sobre o fundamento de minha postagem, resolveu partir para a gozação num tolo subterfúgio de demonstração de convicção e segurança. Portanto amigo, não faz sentido um comediante reclamar do tom da piada a essa altura do campeonato, faz?!

    Isso aqui jamais se tratou de ataque, mas de uma conversa. Não faz sentido eu fazer uma postagem, ou várias delas, com o objetivo de insultar as pessoas. Faria sentido se eu fizesse parte do movimento anarquista, mas, no entanto eu procuro fazer jus ao título de cristão. Jamais questionei a sua pessoa ou a de qualquer outro aqui. Meus questionamentos se limitam tão somente ao credo religioso. Não acredito que detenha o poder de determinar o paraíso ou o inferno de quem quer que seja, nem o meu próprio! Segundo a bíblia, céu e inferno são conseqüências das escolhas individuais diárias de cada um.

    Nobre Josna, Deus já deu, a você e a mim, toda luz de que precisamos para chegar ao paraíso: A bíblia! Aceitar o que ela diz é que é o fator complicante! A prova de que não é tão fácil aceitar as orientações de Deus é o fato de os cristãos se chamarem de irmãos, e ao mesmo tempo estarem divididos em milhares de facções diferentes, pregando coisas diametralmente opostas como em nosso caso. Será que essa multidão de denominações estão todas corretas? É claro que não, isso é ilógico! O problema é que apenas confiando uns nos outros, todos acreditam piamente que estão no caminho correto. Uma segurança biblicamente insana!

    Se você observar em minhas palavras, estou sempre me reportando a fundamental e insubstituível necessidade de nos guiarmos apenas pela bíblia, portanto não sugira que estou tentando chamar atenção para esse meu insignificante blog, ou sobre a minha própria pessoa. Você diz que eu devo agir como cristão, e que o que lança dúvidas sobre mim é meu linguajar agressivo. A pergunta é , quando me referi ao lado pessoal de alguém aqui? É esquisito ouvir isso de um representante do movimento cristão underguround, reconhecidos por sua linguagem ácida, zombeteira e sem nenhum respeito com os demais cristãos. E agora você vem com uma história de não agredir, não ser áspero? Não estou entendendo? Isso tudo não faz parte do vasto repertório usado por vocês?

    Eu adventista meu nobre…. você agora se superou! Sou tão adventista quanto você é muçulmano!

    Deixa eu te explicar uma coisa meu caro “Josna”. Eu não tenho a pretensão de ensinar a bíblia para quem já acha que sabe. Meu objetivo é me comunicar apenas com aqueles que estão sempre em busca de crescer no conhecimento do Senhor, sem preconceito, independente da vertente.

    Quanto a ninguém está sendo edificado, fale apenas por você, lembrando de me deixar de fora dessa. O local que escolhi para debater a fé da atualidade é aqui. Se você acha que seu credo está perfeito, então não temos nada para falar. O meu eu sei que há muito o que ser melhorado.

    Quanto a zombaria sobre o nome da igreja a que freqüento, e esse é um dos motivos porque chamo cristãos como você de sonsos, quando questionam sobre respeito e a agressividade das palavras dos seus questionadores, te respondo essa pergunta com uma outra pergunta: Qual o nome da igreja que Jesus fundou?

    É estética que você está procurando? Você é decorador, ou estilista…kkkk?

    E o nome da sua igreja? É cool…kkkk?

    Você diz que todos os textos citados por mim cabem outra interpretação. Ok, e os do seu pastor e o seus não? …kkk…conta outra Josna!

    Nobre Josna, se quiser uma conversa séria com questionamentos sérios, o lugar é aqui. Se você pensa ter o monopólio da verdade como a maioria dos seus tolos “irmãos” do evangelho underguround, o papo entre nós não prosperará.

  203. Stanley Says:

    De nada Roberto! E obrigado pelas palavras tbm! Pena que não cabem a mim, pois não sigo religião! Neo evangelho, velho evangelho, evangelho moderno, etc…tudo isso foi criado por religiosos hipócritas como você, para servir seu próprio ego!
    Vocês, religiosos, inventam doutrinas e mandamentos sem o mínimo sentido, tão somente para satisfazerem as suas vontades!! Não sigo a religião de vocês, mas sigo a Palavra e O Amor de Cristo! Vocês querem que Cristo se iguale a vocês, mas não querem se igualar a Cristo!
    Cristo não acusava, pelo contrário, ele perdoava! Por onde passava, Ele deixava o rastro do Amor! Ao contrário de vocês, religiosos, que por onde passam deixam deixam o rastro da tolice e da hipocrisia!

    Me desculpe se te ofendi com minhas palavras! Mas mediante a sua ironia, não poderia agir de outra forma!

    Abraços!

  204. cassiano Says:

    tudo que voCê disse sobre a musica cristã esta tudo errado VoCê é um inguinorante que va le a biblia que é melhor,cuidado não pra ir caminho de lusifer se liga.

  205. Roberto Aguiar Says:

    O problema de Religiosos como você Staley, entre outras coisas, é a pura e simples ignorância teológica. Não existe relacionamento entre o ser humano e um ser espiritual sem que aja religião. Quando você diz que segue a um cristo mas não tem religião, embora a sua ignorância bíblica não te permita enxergar, para que você siga seja lá que cristo for, se faz necessário um corpo de doutrinas(método, ensinamentos). Toda e qualquer religião é feita disso. Eu sei que essa falsa doutrina não saiu de você, mas dos falsos pastores que manipularam a tua cabeça socando essa bobagem nela. Para sua sorte, nesse caso, é muito simples dissipar um “besterol” como esse. Vá no dicionário e veja a definição da palavra religião, alem da bíblia que especificamente prega a palavra religião verdadeira como algo existente e genuíno.

    Você tem razão quando diz que cristo não criticava. Realmente o falso cristo que te enfiaram na cachola não critica ninguém, ele é um otário que vocês fazem dele o que querem, mesmo porque ele não tem opinião própria pois se deixa manipular. Mas o Cristo autêntico das escrituras, em seu evangelho, há várias batalhas verbais retratando as acusações fundamentadas que O Cristo fazia não só aos fariseus, mas a humanidade.

    Sobre suas ofenças….São compreensíveis…Estou criticando coisas sagradas para você, sendo assim é natural que você se irrite!

  206. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Cassiano, numa boa, não é legal interpretar o “Papagaio”, um mero repetidor do que os outros já disseram. Talvez se você tentar pensar um pouco mais, consiga falar algo com algum conteúdo…

  207. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Fernando, saudações!

    Para começar você está equivocado sobre o ponto alto das críticas sobre o rock dentro da igreja terem se dado à partir da declaração do Rau. Desde seu o seu nascimento o rock vem sendo sistematicamente combatido. Na verdade nesses últimos tempos, como se haveria de se esperar, as críticas estão numa descendente. Um detalhe, quem se une aos cristãos para afirmar que o rock é demoníaco são os próprios artista do rock.

    Outro equivoco seu, a bíblia que você lê, em parte alguma afirma que Deus criou todas as coisas que existem. Quem te passou essa interpretação, porque é óbvio que você não interpretou isso de você mesmo, essa interpretação é anterior a sua busca religiosa, essa pessoa te passou uma distorção do texto bíblico. E fez isso com o intuito de obter legalidade bíblica para usufruir um pouca de tudo que o enganoso coração deseje. Isso é um artifício comum dos religiosos humanistas. É o caso também da teologia da prosperidade. Com o intuito de satisfazer o desejo materialista que habita todo homem, os pregadores desse evangelho afirmam que Jesus sofreu tudo aquilo para que nós fossemos ricos também materialmente. Esse truque teológico é mais comum do que você imagina meu caro Fernando. Quando a bíblia afirma que Deus criou tudo, vá procurar no original grego, o texto está se referindo apenas ao cosmos junto com as criaturas viventes. Investigue no grego e você vai descobrir a verdadeira interpretação desse texto.

    Outro equivoco seu Fernando, tanto a matéria, como boa parte de meus comentários não se apóiam no ritmo como argumento de comprovação da impropriedade do rock para o cristão.

    O fundamento tanto dessa matéria, como de outras sobre música nesse blog, incluindo a maioria dos meus comentários se baseiam em dois movimentos culturais: “ROCK AND ROLL” e “MUSICA CRISTÃ CONTEMPORÂNEA”, E NÃO NO SOM EM SI. Se friamente analizado, embora em alguns casos a sonoridade tenha certa influência, como em rituais de seitas e religiões, onde o som tem seu papel de contextualizar a espiritualidade invocando espíritos, NA MAIORIA DAS VEZES O SOM EM SI NÃO DIZ ABSOLUTAMENTE NADA. Sendo assim, se você pretende compreender a espiritualidade na musica, não pode se deter a acordes musicais. Também o alvo de minhas postagens jamais se limitou ao estilo rock, e sim a musica cristã contemporânea como um todo, justamente porque o problema não se fundamenta no som em si. Explicando melhor, o que determina se uma musica é mundana ou não, não é o som, mas o seu contexto: letra, inspiração, melodia, atitude, nível e visão espiritual de quem a interpreta. A musica pode ser um louvor clássico e ser mundana, porque o seu contexto é mundano.

    Muitas musicas evangélicas chamadas clássicas, trazem em suas letra heresias, mentiras doutrinárias, contradições bíblicas provando que o problema da musica cristã contemporânea vai muito alem de estilo musical.

    E nobre Fernando, cuidado quando você falar em respeitar as diferenças, esse é o raciocínio da igreja evangélica gay. Senão baseado em sua própria filosofia, você será obrigado a incorporar o homossexualismo a sua doutrina de fé

  208. taí, até que gostei do teu post pra mim dessa vez, sabe mano roberto, meus melhores amigos e irmãos em cristo nasceram de brigas terríveis que tivemos, então não se espante se nos tornarmos amigos msm

    meu nome não é josna mano, é sidney

    arcanjo (apelido) + S (sidney) N (neves) A (amaral/andrade)

    relaxa, só insultei pq essa foi a forma que eu encontrei de te chamar a atenção, vc ainda não notou que a tua forma de expressar oque pensa tem ofendido a maioria das pessoas aki e por isso elas tem sido agressivas com vc!

    como já falei, só quero conversar, já não me sinto mais ofendido com as tuas palavras, pq entre aspas to começando a te entender, pois minha mãe até um dia desses pensava igual, e te chamo ao debate pelo msn não por nada, mas por que é mais fácil de nos explicarmos um ao outro,
    só quero te mostrar que por mais defeitos que nós tenhamos, ainda somos companheiros de trincheira mano

    até entrei nakela UBE lá que tu faz parte só por tua causa véi, só por conta dessa briga e acabei conhecendo um monte de blog massa lá
    e o teu nem é tão ruim, só considero teu ponto de vista equivocado às vezes, mas quem não é???

    por isso pesso que fale comigo por um portal de mensagem instantanea e combine comigo seus melhores horarios:

    http://www.twitter.com/arcanjosna

    arcanjosna@hotmail.com

    to disponivel todos os dias às 6 da noite, e depois das 0h todos os dias (msn pelo celular é um milagre)

    quando quiser to à tua disposição brow!

    Paz do Nosso Senhor pra vc!!!

    PS: perdão por qualquer problema anterior!

  209. minino, dessa vez eu me superei, peço com dois “s’s” foi uma máxima na minah vida, oq o sono não faz!

  210. Geno Says:

    Meu caro irmao roberto, a pouco tempo atraz gostava de perder horas debatendo temas polemicos como este, mas aprendi que com pessoas que tem o seu pensamento o debate eh inutil, poderia citar a Biblia, argumentar e contra-argumentar varios dias como fiz varias vezes, mas isso seria muito frustrante, pois das muitas vezes que fiz isso nao passou de um debate naum ouve progresso, pelo contrario soh pre-conceitos, julgamentos, ataques pessoais e ate fui condenado ao inferno por muitos que querem usurpar o juizo que pertence a Deus. Pra ser bem sincero naum existe muito que argumentar contigo, pois vc prefere acreditar nas palavras dos filhos do pai da mentira a acreditar nas palavras dos filhos de Deus, eh lamentavel mas eh um direito que lhe assiste.
    Como nada que eu lhe disser vai mudar seu pensamento, e nada que vc me disser mudara o meu seria perda de tempo gastar horas debatendo contigo, vou utilizar meu tempo para algo mais util, quer seja falar do amor de Cristo, estudar a Biblia, assistir um filme, sair com meus amigos e agora ter uma boa noite de sono.

    Sinceramente espero que os leitores do seu blog busquem suas proprias conclusoes atraves do estudo da biblia e do discernimento do Espirito Santo, pelo bem do corpo de Cristo.

  211. Macro Says:

    Religiao nao serve pra nada, o que importa é o amor q vc sente por Deus. Religiao só tras guerra e destruições vc tem q seguir o q esta escrito na biblia e nao o que uma religiao diz ser certo

  212. Roberto Aguiar Says:

    Meu caro Geno, saudações. Existem milhares de pessoas que estão no caminho do erro, que obviamente não leva a Cristo, mas que entretanto possuem um confiança tranquila e inabalável como a sua. Confiança e serenidade e fé no que está errado, não muda nem alivia o destino do que está errado. O que parece ser o seu caso, que prefere ouvir a palavra do homem que santifica o profano, do que a do criador que declara que profano continua sendo profano.

    Jamais passou pela minha cabeça, nem por auto, convencer alguém que pensa que tem o monopólio de Deus, e que está alienado a visão de sua tribo religiosa, a mudar de idéia. Isso seria muita tolice de minha parte vc não acha meu caro Geno? O questionamento que abri aqui não foi por amor a discussão, nem para chamar atenção sobre mim mesmo, o que acho uma palhaçada e um insulto a Deus. Minha intenção visa alcançar pessoas que entendem que têm muito a aprender sobre Deus, que consideram seu conhecimento atual insuficiente diante dos desafios da vida real. Pessoas que não se satisfazem com as respostas prontas e engessadas produzidas por suas tribos religiosas, mas que não se encaixam com as escrituras. Pessoas que reconhecem que a mensagem dos seus Popstores até combinam com o seu gosto pessoal, mas que no seu interior, incomodam ao espírito de Deus. Na bíblia esse tipo de pessoa é chamada de pobre de espírito. Uma pobreza abençoada meu caro que provavelmente você desconhece. Esse é o único tipo de pessoa que eu procuro interagir, o único!

    Quanto a voz do mundo, que você se referiu como sendo um dos pontos que desclalificam minha fala. Como Jesus quando esteve aqui na terra, eu encontro muitas vezes mais coerência, mais fé, mais temor de Deus em pessoas do mundo, do que em muitos religiosos como os de sua tribo meu caro Geno. Jesus se espantou quando viu isso, e eu também…

    Quem procura convencer a qualquer um indisciplinadamente é um tolo. Jesus jamais cometeu esse erro! Jesus procurava apenas interagir com os pobres de espírito. E eu, como sei que de mim mesmo não sei de nada que seja valioso, procuro apenas tentar imitá-lo.

    Um abraço!

  213. Roberto Aguiar Says:

    Caro Macro, não seja papagaio dos popstores de sua igreja. Não determine coisas e sim procure na bíblia as determinações de Deus. Se Deus diz que existe religião digna e sadia, quem é que, dentro do juízo perfeito, vai dizer o contrário? Numa boa…!

  214. Roberto Aguiar Says:

    Mano Josna, também gostei da sua ultima postagem e chegamos a um acordo. Vamos trocar figurinhas via MSN brow. Só um detalhe: Não me confunda com sua mãe….heheheheh…

  215. Geno Says:

    Roberto, poiseh na preca esqueci de postar a letra de uma musica que axo que tem tudo em comum com esse topico. E tambem gostaria de dizer que a sua resposta pra mim do segundo paragrafo em diante eu diria quase que na totalidade para vc mesmo.

    E eu nao baseio minha opiniao na opiniao dos outros, mas sim em buscar respostas na biblia, naum vivo das esperiencias pessoas dos outros.

    Depois da Guerra G3

    Vejo ruínas de uma guerra
    Mas uma guerra por nossas mãos
    As armas foram as palavras
    A vaidade, a motivação

    Feridas que sangraram a alma
    A fé de muitos se perdeu
    Um dia irmãos, hoje inimigos
    Matou-se o amor que um dia nos fez um;

    (Refrão)
    Quem vencerá, uma guerra entre irmãos, uma guerra perdida?
    Quem perderá, um povo escolhido, um povo ferido?

    Quebradas foram as alianças
    Palavras que trouxeram a divisão
    Pregadas, cantadas, faladas
    Por muitos que diziam ser irmãos

    Feridas que sangraram a alma
    A fé de muitos se perdeu
    Na cruz o exemplo nos foi dados
    Onde ficou o amor que nos fez um?

    (Refrão)
    Quem vencerá, uma guerra entre irmãos, uma guerra perdida
    Quem perderá, um povo escolhido, um povo ferido

    Ieeeeeeeeeh!
    Ieeeeeaaahhh!

    (Refrão)(2x)
    Quem vencerá, uma guerra entre irmãos, uma guerra perdida
    Quem perderá, um povo escolhido, um povo ferido

    Um povo escolhido… (2x)

  216. ok roberto, vc escolheu o seu caminho, prefere continuar atacando, continue divulgando sua igreja criado por sabe lá quem, é vc e a sorte, pq dizer que Deus tá contigo, já é demais pra mim!

    mas espero que um dia vc abra os olhos, Paz querido!

  217. ok roberto, vc escolheu o seu caminho, prefere continuar atacando, continue divulgando sua igreja criado por sabe lá quem, é vc e a sorte, pq dizer que Deus tá contigo, já é demais pra mim!

    mas espero que um dia vc abra os olhos, Paz querido!

    só quero entender como pessoas como vc explicam textos como o salmo 150 ou romanos 14, mano se ainda duvida que o espírito de Deus está em nós, vamos ver se tu sabe de algo de bíblia msm: como se deve testar um espírito para saber se fala da parte de Deus ou não?

  218. Stanley Says:

    rsrsrsrs…eu que sou religioso Roberto? A ignorancia é toda sua de falar que não existe relacionamento entre mim e Cristo, sem que haja religião!
    Primeiro, que se for pra mim seguir uma religião igual a tua, prefiro não ter! Primeiramente pela tua falta de respeito com Cristo, O chamando de otário! Além de acusar meu pastor o chamando de falso! Se é pra falar de religião…conheço muitos umbandistas e católicos que respeitam muito mais a Cristo e aos cristãos do que vc! Que cristão vc é? Realmente vc não serve O Mesmo Deus que eu, pois O Meu Deus respeita e não acusa!
    Porque que pra mim herdar a vida eterna, tenho que seguir religião e doutrinas impostas pelos homens??
    Essas suas idéias mirabolantes e sem sentido só denunciam cada vez mais a sua infinita ignorancia!
    Leia Mateus 19:16,17,18 e 19, Atos 16:30 e 31, Lucas 18:18, Atos 2:38, e vc vai entender que o ignorante aqui não sou eu!

    Enfim…vou viver A Palavra, pois DEUS está cansado de teorias! Estou deixando seu blog de lado, antes que venham agressões de minhas palavras, e isso eu não quero!

    God bless!

  219. Amanda Says:

    Preguiça de ler tudo… mas pelo pouco que li não concordei em nada
    e só vi legalismo e blablablas

  220. Roberto Aguiar Says:

    Não entendi essa sua ultima postagem Josna….? Pensei que tínhamos feito as pazes….. Eu atacando ??? Se liga mano, eu postei uma matéria no meu blog e você e sua trupe entraram de sola metralhando…por favor não inverta mais uma vez os papeis por aqui! Quem está atacando aqui são vocês, eu só me defendo! Ou será que não tenho esse direito?

    De novo o papo sobre placa de igreja? Tá bom então, quem foi o ilustre desconhecido que fundou a sua….rsrsrsr. Seria ele alguma celebridade???….rsrsrs
    Eu disse que Deus está comigo? Quando???? Mano, eu tenho diversos defeitos, mas se há uma coisa que você não vai me ver vomitando, é que eu sou melhor que fulano ou sicrano…!

    Mano Josna, pensa bem, quem tem que abrir os olhos aqui é você, pois o evangelho novato aqui é o seu. Eu represento o evangelho tradicional testado por séculos… O seu só tem 40 anos de idade…

    Quando você cita o salmo 150, é porque você quer focar o debate no fator ritmo ou estilo musical. Mas eu por diversas vezes expliquei que a questão não se trata disso, mas de cultura. O problema aqui é cultural e religioso, não apenas musica.

    Sobre romanos 14, se você for interpretar como está interpretando, terá que engolir em pouco tempo, uma corrente evangélica americana que defende o uso da maconha como benção de Deus, como faz o movimento rastafari. Se seguirmos essa sua linha de interpretação de Romanos 14, eles estão completamente corretos. E nesse caso você não terá legalidade para dizer coisa alguma sobre a interpretação deles, pois eles estão seguindo a sua mesma linha de raciocínio.

    Sobre testar meus conhecimentos sobre a bíblia, não inventa isso não que você vai passar vergonha, porque que vocês do movimento cristão Underground são reconhecidamente entre as tribos cristãs, junto com os pentecostais, o maior índice de analfabetismo bíblico da igreja. Então, não faz pergunta difícil não….

  221. Roberto Aguiar Says:

    Meu caro Stanley, lendo suas “pérolas” em forma de palavras, eu me uno com as pessoas do mundo, quando afirmam que a maioria dos crentes são ignorantes de mente, e do alto de seus desvarios, como se isso não fosse o bastante, os crentes ainda encontram fôlego para serem extremamente arrogantes e orgulhosos. Você vem aqui num espaço público para falar abertamente que o dicionário está errado e você certo sobre a definição de determinada palavra?

    Meu caro Stanley eu jamais poderia ter chamado O Cristo de otário, porque é a Ele que estou tentando oferecer minha vida por completo. Chamei sim de otário essa caricatura de Cristo que te ensinaram a venerar porque um Deus que se deixa manipular e aceita qualquer coisa que lhe ofereçam, não é um Deus de verdade mas uma cópia mau feita. Chamei o seu pastor de falso porque ele não está fazendo o trabalho para o qual se propôs. Se estivesse fazendo você não seria a pessoa iludida que é, e não estaria seguindo um falso Cristo.

    O Jesus das escrituras, que é o que eu procuro seguir, jamais acusou os fracos e debilitados espiritualmente, por outro lado acusou severamente os falsos seguidores de Deus, que posavam de espirituais, de bonzinhos, mas que no fundo viviam para satisfazer o ego. Assim como Jesus não tinha nada pessoal contra os fariseus, eu não tenho nada pessoal contra você ou contra qualquer um de sua tribo religiosa. Mas assim como Jesus não suportava as meias verdades dos fariseus, suas doutrinas humanas e suas distorções da palavra de Deus, eu da mesma forma não engulo.

    Mas há que se considerar um fato importante. Assim como Jesus não procurava os fariseus para confronta-los, mas estes é que procuravam Jesus para ataca-lo. Eu da mesma forma, não fui a procura de nenhum de vocês para discutir, discordar, falar palavras duras ou coisas do tipo. Eu estou aqui no meu canto, como sempre estive, respondendo a qualquer postagem que me enviarem. O que jamais vou entender é por que os verdadeiros agressores sempre interpretam o papel da vítima…

  222. perdão roberto, entendi errado sua citação a respeito das figurinhas no msn e da minha mãe! mil perdões eu peço, simplesmente não entendi oque vc quis dizer, por favor me perdoe, mas por que você não me adicionou ainda mano???

  223. Poliana Says:

    A única sitação de livro que vi em todo post é do dicionário Aurélio. Ele quis tanto explicar, explicar, explicar que no final não disse nada e ainda saiu do contexto biblico.

    Como disse o Tiago, em outras palavras. Essas bandas estrelinhas sim são comerciais ao invéz das que ele citou.
    Lógico que não podemos ser hipócritas e falar que não existe isso no meio gospel.
    Mas usar bandas de rock, que tem como objetivo levar a palavra de Cristo para aqueles que nem pensam entrar em uma igreja, só por antipatia não é certo.

    É melhor vc rever seus conceitos!

  224. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Josana, não tem problema, as vezes é muito difícil interpretar pequenos textos, principalmente quando os ânimos estão sobressaltados como é o caso aqui. Mas já passou e o que importa é que você não quis dizer o que disse. Hoje te adicionei ao MSN. Mas deixa eu te confessar o porque da minha relutância em usá-lo. Para te adicionar tive que instalar o troço no meu PC, pois faz tempo que o exclui, pois não curto essa via de conversa, mesmo administrando uma empresa toda pela a internet, como eu faço. Sempre procuro outros meios. Mas está feito, te adicionei. Teremos só que aferir os horários.

    Um abraço mano Josna!

  225. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Pole, seria interessante antes de você postar, dar uma lidinha no contexto dos posts para não acontecer de você falar bobagem como o que aconteceu agora. A discussão estava em torno do sentido da palavra religião, por isso, apenas o dicionário poderia solucionar a questão.

    Quem diz que o único objetivo dessas bandas é levar a palavras de Cristo são os pastores de mentirinha que se servem delas como trampolim para chegar nos “clientes”. Musica, antes desse evangelho tetraplégico moderno inventar, nunca foi na história da igreja instrumento de pregação.E musica sempre houve junto ao povo de Deus. Outro detalhe, se é para pregar a palavra de Deus, como os caras estão enchendo os bolsos? Querida Pole, você caiu de para-quedas no universo pop-gospel e age como se soubesse onde está, mas suas palavras, aliada a sua pouca experiência, revelam que esse sentimento não passa de alto-estima.

    Dizer que eu faço críticas por antipatia ao gênero musical…por favor… será que não dá para substituir essa por uma menos gasta…Que apelação….sempre a mesma desculpa…

  226. Roberto Aguiar Says:

    Digas-me o que cantas e te direi o que és, ou o que não és……

  227. Roberto Aguiar Says:

    Não dá para viver a Palavra de Deus com cada um demonstrando um entendimento diferente da Bíblia e vivendo conforme à sua maneira……

  228. Roberto Aguiar Says:

    A maioria dos tolos crentes satisfazem-se em cantar louvores focados apenas em “curtir” o som, sem se preocupar com a veracidade ou não do que estão cantando. Cantar o que não se vive, o que não foi vivido na prática é algo que soa muito falso!

  229. Mateusanches Says:

    Já que li todo o post e comentários até aqui, me ponho a escrever.
    É incrível não ter encontrado uma só pessoa dando razão ao Roberto. E quão terrível é a forma de expressão da grande maioria dos seus discordantes!

    Eu, como roqueiro que sou me sinto sinceramente envergonhado por todas essa falta de escrúpulo que vocês insinuam ao nosso companheiro! E diante da tamanha fidelidade às escrituras de seus argumentos fortes me envergonho igualmente e começo a repensar minha própria conduta!

    Sacrifícios sejam feitos pel a verdade! Morte ao nosso eu!

  230. f. de bragança Says:

    O que esses idiotas acham que estão fazendo:
    Exorcizando as pessoas, ou curando os enfermos?
    Pois, a religião corrompe a moral e os bons costumes; e o legalismo sega as pessoas.
    Se Cristo se materializasse nos dias atuais ele atearia fogo nos cristãos de hoje.
    ………………………………………………………………

    “Os sãos não necessitam de médico, mas sim os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas sim os pecadores”- (Marcos 2:17).

  231. Roberto Aguiar Says:

    Desconstruindo argumentos sem fundamentos

    !

    Musica: Crystal Planet
    Autor: Joe Satriani
    Album: Crystal Planet

    Postei esse vídeo para desmembrar todos os argumentos de meus irmãos crentes que afirmaram que eu critico a musica evangélica, em especial a underground, por antipatia ao estilo. Bem ai estão os fatos! No meu ponto de vista, se fosse classificar essa musica do Satriani numa escala de 1 à 10, para mim seria 11. Sou consumidor, sem fanatismo, de Satrini. E para os mais desconfiados, uma das musicas de Satriani é que abre o site de minha empresa. O endereço está ai para a conferência… http://www.wix.com/rota66transporte/receptivo

    Portanto seria inteligente esse argumento não mais constar das postagens aqui dessa matéria.

  232. André Abner Says:

    é meu caro , vejo que nao entende muito de ingles, acho que voce foi no google tradutor pra ver o que é Jesus freak.

    Na verdade Jesus freak é um termo usado para loucos por Jesus assim como em 1 Coríntios 4:10 diz “Nós somos loucos por causa de Cristo” eles vem trazer essa mensagem, e alem do mais a banda terminou, o que falar de brian head , demon hunter e stryper, nada, so quero dizer que o unico que tem poder para julgar se a pessoa esta em pecado ou não é Deus , o unico que pode te colocar ou me colocar no céu é Deus.

    Se voce achar melhor ficar preso em quatro paredes achando que esta fazendo a obra de Deus sentado em um banco , ou tocando algum instrumento , voce esta simplesmente adorando a Deus , não esta fazendo a obra . Talvez , todos esses grupos estão fazendo a obra de cristo, muito mais que qualquer pastor de igreja. Sou evangelico tenho meu pastor, minha igreja e toco no louvor, mais isso não me leva pro céu o que me leva pro céu é a vida em cristo , como todo homem eu peco , mais procuro me aperfeiçoar e não pecar . E quando caio , eu tenho meu advogado, aquele que era , o que é e o que sempre será.

    Abra seus olhos espirituais irmão, Jesus abençoe

  233. Roberto Aguiar Says:

    Ô crente, se liga! Esse papo batido de ficar entre quatro paredes, sentado num banco e não fazer uma tal obra, já deu…. Papo que você aprendeu do “pastor alemão” da tua igreja, já foi…. vira o disco. Pede pro teu “pastor alemão” inventar outro troço furado desse para vocês falarem nessas horas.

    A realidade é que essa fézinha de “Carverna de Adulão” é uma piada pro mundo, e um vexame para o resto da cristandade sóbria. Nós crentes temos que ouvir uma pá de gozação por conta de crentezinhos-pop como vocês…Isso é um vexame! Vocês armam o circo e o mundo curte é com a nossa cara….Até a gente informar que vocês não representam o Cristo bíblico, já foi…

    Mano, estão usando a inexperiência da tua juventude para te manipular e prender. E a isca, imagina qual é? A musica é claro! Compara o Jesus da bíblia com o Jesus que o teu pastor ensina que você vai ver que há diferenças gritantes. Não seja mole, seja honesto e crítico, e você verá.

    Lute para ficar na verdadeira paz, não numa paz fake!

  234. Whosoever Says:

    Hipócrita e nada mais vc é!
    Ainda me chama de brother!

    Cara se toca, vc perde tempo acusando os metaleiros, enquanto la fora existe uma multidão indo para o inferno por causa de pessoas hipócritas igual a vc! Só fala nao tem ação alguma!

  235. anonimo Says:

    Uma ideia então porq vc nao posta um video no youtube, vc mesmo debatendo sobre o rock com versiculos bilbicos e tudo!

  236. Darkan Says:

    Cara, voce deveria vigiar na terra, se acha o dono da verdade, mais se esquece que sao pessoas sem cabeca como vc que defamam o nome do Senhor, ou pelo menos tentam, pois o Senhor jamais sera envergonhado.
    sou Rock Gospel e isso jamais ira mudar, quantas bandas satanicas vc ouve dizer que cometem atrocidades contra vida e contra o proprio corpo. temos no meio evangelico rockeiros que foram alcancados pelo Senhor Jesus e que hoje usam seus talentos e dons para ganhar almas de pessoas como vc. reflita um pouco nos seus conceitos rapaz, vc acha que pode mudar uma verdade tao concreta? para de perder tempo criticando e vai se converter de verdade, pq sinceramente nesse pensamento de acepsao de pessoas vc nao agrada nem a Deus, pois Ele mesmo nao faz isso!! ACOORDEEE CARA!!

  237. Roberto Aguiar Says:

    Caro cara Darkan… é justamente por “vigiar na terra” que escrevo estas palavras sinceras. Não tenho a mínima pretensão nem de alugar, quanto mais de ser proprietário da verdade, porque para mim, só existe uma verdade, Cristo! E francamente, não jogo no time dos que o manipulam. Raciocine, pelo fato de eu não reconhecer o evangelho de sua tribo religiosa como verdadeiro, isso não significa que eu discordo do resto do mundo, absolutamente. Mesmo porque, graças a Deus, vocês ainda são minoria na igreja cristã. Portanto estou discordando de uma pequena minoria, logo isso não me torna o dono da verdade.

    Não se iluda caro Darkan, seja sincero….você sabe que sua “fé pop-rock” é uma piada para o mundo. E infelizmente eu como crente tenho que admitir que o troço é bizarro mesmo, mas isso para o mundo. Para os verdadeiros crentes, a fé de vocês seria cômico, se não fosse trágico; o que a torna triste pelo fato de produzir conseqüências eternas. Será que você consegue entender isso meu caro Darkan?

    Meu nobre…esse evangelho que se foca em ganhar almas pela musica é puro papo furado…Você já ouviu falar na história da igreja, que tem praticamente quase 2000 anos, alguém “ganhando almas” através da musica? Pena que vocês gospel rockers, tenham ojeriza a leitura, o que torna minha obra um tanto quanto mais difícil, porque eu falo do que está escrito, do que é real e comprovável, já vocês apenas repetem como papagaios, as mentiras que os “pastores alemães”, todos “pé duro”, ensinam pra vocês.

    Não existe conversão por musica, nem na bíblia nem fora dela. Isso é conversa fiada. Isso é religião feita por homens sem escrúpulos. Uma coisa para ser aceita como verdade pelo cristianismo, antes, muito antes, deve ser comprovada nas escrituras sagradas, unica regra de fé aceita pelos verdadeiros cristãos. Levantar a mão num apelo extremamente apelativo, após ter ouvido seu estilo de musica predileto, fazer parte de uma igreja, parar de se drogar, beber álcool ou transar, não torna ninguém servo de Cristo. O mundo comprova que tudo isso pode ser feito sem o auxílio de Cristo. Caro Darkan, se você encontrar alguma conversão na bíblia feita através da musica, me mostra que eu deleto todos os textos que escrevi contra a “gospel music”, e como pessoalmente já gosto do som do metal, passo a levantar essa bandeira. Que tal? Está bom para vocÊ?

    Para alguém verdadeiramente vir ao Cristo genuíno, é preciso muito mais que acordes, luz e requebrado. Sem falar um detalhe absurdamente gritante. Os pretensos “músicos pregadores” estão faturando alto para pregar isso que você diz que converte. Mas isso é uma contradição! Como o Espírito de Deus agiria num lugar onde o cara está ganhando dinheiro para converter as almas? Nunca! Deus não é o otário que muitos inconscientemente o tratam.

    “De graça recebei, e de graça dai…”

    Não estou aqui tentando mudar a verdade, estou aqui defendendo a verdade da corrupção feita por religiosos humanistas.

    A crítica faz parte da razão e da evolução do pensamento da humanidade. Foi através da crítica racional que os primeiros cristãos não aceitaram a união da igreja com o estado proposto pelo imperador Constatino em 313D.c., o que levou a degradação do cristianismo. Foi através da crítica racional que lutero se livrou da infame tirania religiosa católica. Foi através da crítica racional que a humanidade se livrou dos reis e chegou a democracia. Portanto, você tentar desqualificar minhas críticas, baseado em que a crítica é uma coisa ruim, não tem base alguma.

    Minhas criticas são baseadas no que a bíblia determina como uma conversão genuína, o que difere absolutamente do que está acorrendo no que se chama, “Movimento da musica cristã contemporânea”.

    Não sou contra pessoas, sou contra métodos e filosofais contrárias as escrituras. Como poucos perdem tempo lendo a bíblia, naturalmente poucos conseguem enxergar o erro. Eu disse poucos, e não todos. Existem vários crentes lúcidos ao redor do mundo que falam as mesmas coisas que falo aqui, porque a bíblia é uma só.

  238. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Anônimo, primeiro detalhe, não sou contra o rock em si porque na bíblia não iremos encontrar uma linha dizendo, “Não ouvireis musica rock’. Falo contra o evangelho adulterado que deu origem não só ao rock cristão, mas a musica gospel contemporânea, que deu origem ao famigerado “mercado da musica gospel”, e que envolve uma variedade enorme de estilos musicais diferentes, inclusive o clássico cristão, e que termina por moldar uma cultura religiosa falsa desviando as almas do verdadeiro Cristo.

    Esse debate já faço aqui. Como cristão biblicamente correto sou avesso a evidência e a popularidade, o que certamente traria um vídeo. Mas vou levar a sua idéia em consideração e analisar a possibilidade.

  239. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Whosoever… tenho pena de você… Sua pertubação é evidente e lhe precede! Você nem me conhece e me acusa de não ter ação alguma?

    Para revelar um pouco da sua insanidade religiosa, que te faz caluniar as pessoas no intuito de calar suas vozes, quero te dizer que prego o evangelho 4 vezes por semana impreterivelmente há quase 6 anos. Algumas almas já se converteram à Cristo e outras voltaram a Ele depois de o terem abandonado por muito tempo. Antes disso, me mudei para uma das favelas mais perigosas de minha cidade, onde nem a polícia entrava, só para pregar o evangelho. Além de pregar o evangelho aqui nesse blog, que é visto por 300 pessoas por dia. Não aceito glória por isso, antes sei que é minha obrigação e que não passo de servo inútil ainda que fizesse tudo o que teria que fazer, o que está longe de ser verdade.

    Falo isso para revelar como você é um religioso-pop confuso e equivocado. É uma pena, mas sua fé distorcida e irreal vai te levar a nadar, nadar e morrer na praia. E a culpa não pode ser creditada apenas nas costas dos falsos pastores que te venderam esse evangelho pirata, pois você sabe ler e possui pelo menos uma bíblia. Esse quadro te torna o único responsável pelo fracasso em encontrar o Cristo escriturístico.

    Eu recebi o mesmo evangelho que você, mas através da leitura seria da bíblia e da misericórdia de Deus, cheguei ao entendimento que esse evangelho estava adulterado e não se assemelhava em nada ao pregado pelos apóstolos.

    Você é um cara tolo que se acha esperto, e provérbios adverte para jamais levar à sério um cara assim, pois é uma tremenda perca de tempo. Entretanto vou correr o risco pela ultima vez.

  240. leo nev Says:

    Santa ignorancia!!! Preconceito tolo, conhece primeiro as letras e a vida desses caras, experimente mais do Amor de Deus, e deixe a Religião morrer como canta o Head, Die Religion Die!

  241. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Leo, Tenho mais idade biológica e espiritual que você. Conheci o evangelho que produz essas musicas e esse tipo de “convertido” bem antes que você, portanto, sua observação não procede. De que adianta você me pedir para deixar que a religião ruim morra em mim, se ela continua mais viva do que nunca em você. Ou será que você pensa que consegue esconder o seu fanatismo religioso? A visão que te passaram da religião ruim é muito limitada. A religião ruim se camufla de muitas formas, e uma delas é o cristianismo Underground.

  242. Robson Leandro Says:

    Nossa mas q tópico mais podre
    Ao criador do tópico,ao invés d vc ficar jugando algo q nao viveu,nao viu tranformacoes d vidas q abrangeu familias,transforacoes d carater…
    Vai usar essa energia d creticar pra fazer o IDE,ja q vc nao concorda com o underground Cristão,vai orar por sua nacão,vai orar pelo nossos irmaos do Japão,vai evangelizar,vai fazer algo q agrade o Senhor d verdade e deixe q nós fazemos o q vc nao concorda.O Senhor acredita neles e a acreditou em nós pela sua infinita misericordia pra estar no meio dessa galera amada pelo Senhor.Deus abencoe

  243. Roberto Aguiar Says:

    Caro Robson, você é mais um “exemplar moldado” dessa tribo anarquista dos “Christian Rockers”. Tribo que demonstra uma antipatia terrível pela leitura. Entre outra leituras, incapaz de ler os posts antes de postar, por isso consegue ser quase sempre, enfadonhamente repetitiva. Que canseira…zzzz… Quem não viveu o suficiente a fé foi você rapaz, que é um recém nascido na espiritualidade, e que por má influência de sua tribo religiosa, acha que já sabe muito sem ter quilômetro rodado para isso. Pura presunção! Para se falar tem que se ter conhecimento de causa. Disponho de um caminhão de experiências espirituais e tempo gasto na bíblia à mais que você, que ainda usa “fraudas”. Além do fato que por exemplo, eu não preciso me prostituir para saber a fundo que a prostituição me degrada. É através de outras fontes de conhecimento que sou informado com segurança que a prostituição é uma caminho errado.

    Assim acontece com em relação aos falsos caminhos cristãos. Jesus nem os apóstolos precisaram cursar as escolas dos fariseus para desclalificarem o método deles. Da mesma forma que eu não preciso me tatuar, usar alargador, deixar o cabelo crescer e curtir só louvor com guitarras distorcidas para entender que isso não tem nada haver com o Jesus bíblico.

    Certas transformações de vida que abranja as familias, e certa mudança de caráter, encontramos também na psicologia, no espiritismo, no AA, no budismo e em vários caminhos diferentes. A mudança que Cristo propõe é única, sendo radicalmente diferente de qualquer experiência humana. E para reconhecê-la, é necessário ter quilômetro rodado, coisa que você meu nobre, não tem, pois o seu próprio linguajar chulo, e sua crença pop-rock cristã denuncia isso.

    Já minha energia, a uso para o “ide” 4 vezes por semana e você? …Como sempre só papo né…!

    Caro Robson, por mim, você esteve e estará sempre livre para seguir qualquer guru-gospel que desejar, isso absolutamente não me diz respeito. No entanto disseminar uma falsa mensagem de um falso “Cristo Rocker”, desviando as almas já castigadas pelo diabo do verdadeiro Cristo, o conjunto da obra me impele a clamar contra esse seu falso evangelho e advertir aos desavisados, não a pessoas como você, que esse absolutamente não é o caminho do verdadeiro Cristo bíblico. E sim o caminho de um falso cristo configurando segundo o gosto pessoal dos gurus da falsa musica gospel, que em momento algum se limita a rítmo ou estilo musical.

  244. gente so pesso uma coisa estudem antes de ouvir um rock,ele ta certo mas se espreço de mais vcs sao IRMAOS EM CRISTO NAO DEVEM DISCULTE SOBER ROCK.OLHAR NEM TUDO E DE DEUS MAS ANTES DE CONHESEREM UMA PANDA DE ROCK ESTUDEM A VIDA DOS SERES HUMANOS QUE TOCAO NELA, NAO EMPORTE SE E METAL,ROCK,O QUE IMPORTA E SE QUEM TA TOCANDO EM VIDA COM DEUS E SO ISTO,AGORA VC NAO DEVE JUGAR NIGUEM SO QUEM PODE E DEUS SE SE ESTES HOMENS TIVEREM VIDA COM DEUS,OU NAO VC NAO ABER O POBLEMA E QUE VC NAO E IGUAL A DEUS DEUS NAO OLHAR COMO TA VISTIDO,OU POR Q TA OUVINDO ROCK CRITA DEUS E PURRO ELE NAO TEM MENTE PURA ELE NAO TEM DESCRIMINAÇAO COMO NOS SERES HUMANOS TEMOS,O QUE ELE SE EMPORTA E COM O NOSSO CORAÇAO,

  245. PERDAO TEM UNS EROS DE DIJITAÇAO MAS TA OK

  246. UMA ESPERIENCIA COM DEUS SOBRE ISTO RSRS EU TAVA ENDO UMA BANDA DE ROCK CRISTAO,EU FALEI PRA DEUS – COMO ELES SERVEM A DEUS DESSE JEITO OLHAR COMO SE VERTEM O OS CABELOS NA MESMA HORA DEUS MI DISSE QUE ELE NAO SE EMPORTAVA COM AS VERTES MAS SIM COM O CORAÇAO ELE MI DISSE E O CORAÇAO DA QUELA MULHER QUE ESTAVA NO PALCO ERA DELE,E QUE SE ELE QUESECER QYE ELA TIRACER SUAS VERTES E MUDACER SEU ESTILO ELA FARIA POR Q SEU CORAÇAO ESTAVA BELE E ELA OBEDESERIA OQUE ELD TINHA MANDADO. EU FIQUEI TAO EMOCIONADO ESTO E QUE ER CER ROKEIRO CRISTAO NAO VEM DISSEVQUE ERA O CABETA QUEM EU CONHESO A VOZ DE QUEM EU SIRVO RSRS VLW

  247. thiago Says:

    Não sou a favor de julgarmos tudo pelos extremos, no mundo da música gospel existem muitos grupos,bandas,ministérios de louvor que não vivem,cantam pregam o verdadeiro evangelho, pregam apenas o que agradam as massas e por resultado agradam seus bolsos, mas existe uma parcela”pequena” de grupos e bandas que tem o verdadeiro intuito de levar o evangelho através de suas músicas e viver este evangelho, isto é real! recentemente algo me deixou muito triste, sempre curti muito a banda stryper, gosto do som e letras, mas os caras provaram que estão “cagando e andando” para o verdadeiro evangelho de cristo, eles vão lançar um album com o título “the covering” eles vão lançar este cd com cover de várias músicas de bandas nem um pouco satanistas.
    eis a lista de músicas e bandas :
    01 Sweet Set Me Free.mp3
    02 Scorpions Blackout.mp3
    03 Black Sabbath Heaven And Hell.mp3
    04 U.F.O. Lights Out.mp3
    05 Kansas Carry On Wayward Son.mp3
    06 Deep Purple Highway Star.mp3
    07 Kiss Shout It Out Loud.mp3
    08 Ozzy Osbourne Over The Mountain.mp3
    09 Iron Maiden The Trooper.mp3
    10 Judas Priest Breaking The Law.mp3
    11 Van Halen On Fire.mp3
    12 Led Zeppelin Immigrant Song.mp3
    13 Stryper God (Faixa Inédita).mp3

    mais algumas considerações:
    The Covering, é o nome do novo álbum da banda norte-americana de Hard Rock Stryper.
    O disco que deve ser lançado em outubro, trará uma seleção de clássicos do Hard Rock e Heavy Metal que influenciaram a formação do grupo.
    Entre os selecionados estão Judas Priest, Ozzy Osbourne, UFO, Black Sabbath, Iron Maiden, entre outros.
    ‘Nós crescemos ouvindo muitos estilos diferentes de música e tem uma lista de bandas que nos influenciaram em nossa formação musical. Bandas como Judas Priest, Iron Maiden, Scorpions, Van Halen, U.F.O., Deep Purple, Led Zeppelin, Queen, Kansas e muitas outras, nos ajudaram a moldar nosso som e nos fazer o que somos hoje, musicalmente falando’, explica o vocalista do grupo, Michael Sweet.
    Porém, o vocalista da banda cristã afirma: ‘Para vocês todos que pensam que estamos nos desviando da nossa fé vocês estão enganados. Nós nunca levamos mais a sério a nossa fé em nenhum outro momento de nossas vidas’.
    quem sou su pra julgar, mas os fatos nos levam a crer que eles não estão nem preocupados em está fazer cover de bandas declaradamente satanistas e influenciadoras de rituais e comportamentos anti sociais e depreciativos.sou músico, gosto de rock, mas filtro tudo antes de baixar para o coração, porque depois que desce pra lá dá muito trabalho para tirar.a apostasia da fé é algo que pode acontecer com qualquer ser humano desprovido de um ideal maior “cristo”. então vamos seguir os seus passos, é muito simples, está tudo escrito.

  248. Thiago Says:

    “A loucura de Deus é mais sábia do que os homens e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens. Deus escolheu o que é loucura no mundo para confundir os sábios; e Deus escolheu o que é fraqueza no mundo, para confundir o que é forte. E aquilo que o mundo despreza, acha vil e diz que não tem valor, isso Deus escolheu para destruir o que o mundo pensa que é importante” 1Cor 1, 25-29

  249. Thiago Says:

    Deixo uma pergunta pra quem achar que tem uma resposta coerente:

    é pecado usar uma música gospel para um momento de descontração e entretenimento entre irmãos?
    em outras palavras, é errado usar uma música evangélica sem que seja para o intuito de adoração ou apelação para o evangelho?

  250. Stanley Says:

    Jhon Marcos,
    Com todo respeito ao seu comentário…

    Quem somos nós pra estudar a vida de alguém mano?
    Não somos “santos” como alguns hipócritas pensam! Erramos a todo momento, e nenhum de nós somos dignos da salvação! Antes de trabalhar numa empresa você estuda a vida dos seus colegas de trabalho? São todos eles cristãos? Todas eles vivem de acordo com A Palavra de Deus?
    Temos que estudar a nossa vida a cada dia e buscar melhorar sempre diante do Pai (por mais que seja difícil), e cuidar da nossa salvação, pois ela é individual!

    Forte abraço!

    Graça e Paz!

  251. Stanley Says:

    Jhon Marcos,

    Tenho que admitir que no seu segundo comentário vc falou bonito!
    No seu primeiro comentário discordei, mas no segundo tiro o chapéu pra vc!
    Reconheceu e soube discernir a voz de Deus, e isso não é pra qualquer um…somente cristãos de verdades como vc reconhecem isso!

    Que Deus te abençoe mais a cada dia mano!

    Forte abraço!

    Graça e Paz!

  252. Peacebreather Says:

    Cara, acho que você aprendeu um pouco mais hoje, olhe quantos coments, será que geral tá errada e só você tá certo???
    Será que ninguém teve uma experiencia maior!!!!
    Se liga irmão, a Biblia não é um manual de denominações, alias isso sim é coisa do Diabo…
    O demonio do CNPJ huuuuuuhuuuuuuu

  253. Robson Leandro Says:

    Ao Senhor VICE QUERUBIM”Marcelo Aguiar”,o superior.
    Cara o meu linguajar é este mesmo saco?
    Rachei o bico com a sua resposta senhor esperiencia.
    O q tem a ver com q eu disse com o q vc escreveu?
    Vc é mais um desses vices querubins q quer se mostrar o bonzão,o Dr da lei tentando intimidar com sua mérra sabedoria.
    Assim como vc criou esse tópico julgador,vc tbm me julgou rsrsrs
    Cara acorda,já ta incapassitado larga isso e cuida da sua vida,préze por ela pois a salvação é individual,assim como fica óbvil q vc pesquiso no google esse tópico sem fundamento,vc tbm pesquisa sobre pessoas?rediculo cara,vc nao sabe nada sobre mim antes d me jugar,fiz uma critica sim ao seu tópico,mas nao te julguei.
    O evangelho é simples e muitos a complicam.
    Senhor intelectual vice querubin,menos,menos…
    A sua forme d escrever mostrou muito sua imcapacidade,nao d portugues mas sim d dar voltas.Uma dica,seja simples,seja direto.
    Vc se mostrou um homem frustrado na vida.
    Q Deus te abencoe
    Fuiiii manoo!!!

  254. Athos Kaka Says:

    Manos Sinceramente, se formos falar de Ritmos, e danças, estilos e Culturas. JESUS vai voltar e vamos ficar aqui apontando o Dedo um na cara do Outro dizendo: Vc que ta errado e Eu to Certo!

    Na Minha Opinião não tem nada haver como em SALMOS 150:3 – 6 diz: Louvai-o ao Som da trombeta; Louvai-o com saltério e com harpa. Louvai-o com adufes e danças; louvaio com instrumentos de cordas e flautas. Louvai-o com címbalos Sonoros; Louvai-o com címbalos retumbantes. Todo o ser que respira Louve ao Senhor. ALELUIA!

    Temos:
    Oficina g3
    Pregador Luo
    Dj Alpiste
    Ao Cubo
    André Valadão ” Que fez uma música com o Ao Cubo”.
    TobyMac
    Kirk Franklin

    Manos Sinceramente esses caras aii que acabei de citar eles não tão nem aii pro que vcs estão falando independente de ser ruin ou bom, eles querem é Louvar a Deus, e Exaltar o seu santo Nome, com o Estilo deles, Rock, Pop, Rap, Forró .. Engraçado Forró não entra nisso aii néh, mais pra desceram o Pau nos Demon Hunter o Mundo todo se Levanta.
    Acho Melhor todos nós aqui calar-mos o nosso Entendimento e parar-mos de querer entender Deus, a Palavra em nenhum momento diz que temos que Entender Deus. Fala pra que nós sejamos seus Servos, suas testemunhas aqui na Terra!

    Eu Amo Rock, Pop, Rap.. e Sinceramente esses caras são tudoo!
    Se o diabo nos bati com um TACO.. Vamos bater no diabo com uma Estaca!
    Na biblía ta escrito que o Pai da mentira é apenas o diabo, a biblía só da paternidade ao diabo de uma coisa a mentira e nada a mais.
    O diabo é tão mané que nem a chave da casa dele, ele tem, pq JESUS CRISTO a tiro, se é que o Inferno tbm é dele néh … kkkk

  255. Felipe Oliveira (FEEL OLIVER) Says:

    eu parei d ler os comentarios na replica o thiago.
    o autor dos debates é tao cheio de si q nun sei se tem lugar p mais alguem! humildade irmao, toda sua faculdade n vale nada!
    (megalomaniaco detected!)

    concordo que o mercado gospel esta tao grande q nao tem mais espaço p o cristo, e nisso me refiro aos titulos nacionais, pois sou desconhecedor de musica internacional.

    falar mal de uma banda, duas tres blz mas condenar um estilo, um nao todo o segmento de rock (assim entendi nas entrelinhas), é um pouco demais n acha??
    estamos realmente sguindo as modinhas seculares, uma delas é o trollismo, criticar é facil, dificil é conhecer o individuo ponderar e ai sim pode se criticar ,mas no amor pq haja crecimento, pq destruiçao satanas ja tras de graça.

    ja conheci malucos undergrounds com mais exemplo de vida q engravatos d biblinha em baixo do braço!

    amplexos

  256. Bruno Alb Says:

    De boa mesmo, eita :

    Me apresento aqui caro Roberto, com boas apenas boas intenções.

    – brincadeira.
    Pesso-lhe pra falar como um mero irmão em cristo, de forma ” relax”;

    Cara, acreditando que estais certo, pois estou aqui desprovido de fé em ambos os lados, não consigo crê que tal ato foi por parte de Deus.
    Orei, orei mesmo, com fé no Deus que enviou seu Filho pra nos salvar, e nos libertar dessas prisões. Pelo sangue que nos liberta de qualquer cadeia, inclusive a culturas, filosofias e pensamentos .
    E não colou. Não a sua ideia. Mas o seu ATO.
    Sim, nós somos os responsáveis de “gritar” a verdade para os perdidos, mas temos que nos utilizar da sabedoria do Senhor. E como é? Eu n sei, Ele sabe.
    Eu posso até estar numa posição negativa em relação a santidade, e agrado do Senhor, mas oro, pra que ele me liberte de todas as prisões que me impedem de ser um obreiro aprovado!

    Brother! Passe suas ideias sem esnobar as pessoas, sem subestimá-las e transparecendo a Luz de Jesus. Que não brilhou nesse texto =/ ;

    Vc pode estar certo, ou errado. Ou parcialmente qualquer das opções.
    Porém, em vez de dizer pro ‘Jovem Rico” (Mateus 19) Obedecer todos os mandamentos e dividir as riquezas com os pobres, apenas o condenasse
    ao inferno. <<< Caso estejas certo.

    Caso errado. Veja que escândalo causaste no reino =/ . Quantas pessoas não tiveram a fé posta em corda bamba? Fizeste o mesmo que os " Liberais" "Sem regra" ….

    Suave cara, Jesus nos ama e nos perdoa se confessarmos.
    Oro para que eu tenha consciência dos meus pecados e me arrependa.
    E claro: tento Seguir seus mandamentos…

    fika na Paz do Senhor !!

  257. Gleiciane Says:

    Olá pessoal, Cara eu vou colocar sinceramente a minha opinião; eu acho assim realmente existem bandas que se dizem cristãs mas na verdades são lobos disfarçados de ovelhas que usam a musica para tentar destruir as verdadeiras ovelhas do senhor, mas você não pode ser ingênuo de condenar o ritmo, condenar o rock, pois pense uma coisa; Um homem todo engravatado vai a uma pessoa que gosta de Rock e é todo no estilo será que ele terá sucesso?? Uma pessoa parecida com ele, que já viveu o que ele vive terá mais sucesso, digo parecido na forma de agir, pensar, se vestir e tal, muitas vezes o rokeiro até quer ir em alguma igreja mas sente-se diferente de todos e sente-se julgado o tempo todo, então alguém no mesmo estilo que ele terá mais facilidade de pregar e falar do amor de cristo, eu já vi um integrante de uma banda de rock Gospel (que exerce grande influencia sobre o seu publico, influencia cristão),pregar para um rapaz que era rokeiro mundano e dai esse roqueiro se converteu através do seu testemunho, então Deus usa todos os tipos de pessoas e perfis diferentes para alcançar aqueles que são deixados de lado.
    Então fica na paz
    Graça e Paz

  258. Josué Rodrigues Says:

    O texto acima é ridículo. Primeiro é necessário saber inglês….
    Jesus Freak é uma expressão usada para dizer que tudo na vida da pessoa gira em torno de Jesus…… Não se traduz ao pé da letra.
    A música foi criada para louvar ao Deus soberano, então não existe essa ideia que o rock não é de Deus, todos os estilos musicais podem ser usados para louvar a Deus. Não podem confundir isso com gosto musical. O diabo que copia as coisas.

    “como já ensinava o velho profeta, se a tristeza tentar pegar o seu coração, pegue a guitarra e cante um rock, pra louvar Jesus, pra louvar Jesus!”

  259. Roberto Aguiar Says:

    Caro Bruno, “De boa”, saudações!

    Tai Bruno, sem querer afagar seu ego, o que seria um contra censo vindo de um crente levantado para combatê-lo, gostei do seu estilo e da sua visão! Apesar da sua linguagem de gato de rua é claro….heheheh…..brincadeira!

    Você me parece ser um candidato a crente original, daqueles que não aceita ser papagaio de pastor “alemão”, e eu sou pastor …hehehe. Mas procura enxergar sua vida à luz da bíblia, e não do ponto de vista da moda religiosa do momento.

    Mano concordo com você!

    Admito que extrapolei com algumas pessoas que no afã em defender a “camisa do seu time”, faltaram com o respeito comum pelo ser humano, sem querer nem entrar no mérito espiritual. Em determinados momentos reconheço que me vi trocando farpas de mesmo nível, com pessoas cuja depravação espiritual eu tinha vido para combater mas sendo diferente delas. E não só nesse post isso ocorreu, mas em alguns outros. O problema é que isso explica mas jamais justificará essa minha atitude. Muito embora minhas intenções sejam corretas, assim como meus fundamentos, como já dizia um “filósofo” de rua, “Água demais mata a planta”.

    Foi pensando nesse tema abordado por você nobre Bruno, que desde o mês de março, me alto impus um recesso de blogagem para reavaliação. Nesse período sequer entrei no blog. Aprendi que andar por fé é se guiar apenas pelas escrituras. Nada de parceria você/Deus. Nada de mistura entre um pouca da sua opinião e um pouco da de Deus. Ou as coisas são feitas apenas sob o ponto de vista exclusivamente bíblico, ou senão é melhor parar tudo e ir pra casa. Afinal de contas, não vão valer nada mesmo…

    Quanto a expor a fé de alguns, isso jamais foi um problemas para profetas, discípulos ou o próprio Cristo, pois faz parte do processo natural da espiritualidade segundo os conceitos do Deus da bíblia. Agora a forma como eu expus a fé doente de algumas pessoas é que foi, e é, condenável. Mas o fato de expor em si, não há nada de incorreto pois se pertencemos a mesma família, “roupa suja se lava em casa”.

    Agradeço suas considerações e me alegro com sua “visão temperada”, apesar de você não concordar com minhas colocações.

    E há propósito, gostei do, “Suave Cara”….heheheh

    Um abraço,

    Roberto Aguiar

  260. Tá Legal ai Ou Super Crentes.. Semi deuses… Seres Celestiais Santos…

    Só vo falar uma coisinha pra quebrar a Perna de vcs
    a Biblia diz para nao julgar.. e isso que o escritor dessa materia fez foi um Julgamento Preconceituoso Muito Dispresivel =D

    Deus os Abençoe :D

    espero que o escritor dessa materia amadureça
    Deus nao Olha o seu estilo.. ele olha o seu coração..
    do mesmo jeito que voce tem essa abominação pelos Rockers Cristãos eu que sou rockeiro posso ter por cantores sertanejos.. de vanerão e etc etc.. mas eu nao vou deichar de respeitar e dizer que nao sao de Deus pq eu nao Gosto =D… cresce ai Manin

    Fica com Deus =D

  261. Weslei 777 Says:

    Vc robertinho, sinceramente colocou Deus em seus padrões de vida.Ler TIAGO 4;4.

  262. RAFAEL Says:

    pow nao li tudo mas li um pouco dos seus debates ai cara acredito na liberdade em cristo mas tem pessoas que trasforma a liberdade em cristo em libertinagem nao jugo niguem nem o seu estilo só DEUS sabe a intençao do coraçao de cada um cara ja toquei em bandas de louvor tradicional e assim fiz para o meu DEUS ja toquei em uma banda de black metal e assim eu fiz para DEUS nao respondo pelas outras bandas ou cantores mas posso responder por mim o que eu fiz e faço é para DEUS CREI NO MEU CORAÇAO QUE DEUS RECEBE O MEU LOUVO SEJA TOCANDO MUSICAS TRADICIONAIS QUE TOCO E APRECIO ATÉ HOJE E DO METAL PESADO QUE TOCO E APRECIO ATÉ HOJE VALEU E QUE DEUS ABENÇOE A SUA VIDA PAZ EM CRISTO

  263. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkksrkskrskrkskrskrksrkskrksrkskrskrkskrskrskrks.
    Isso que vcs estão fazendo é uma grande tolice kkkkk Primeiro A Unica coisa que pertence o Diabo é a mentira , Ai vem ums religiosos Descupa a franqueza Que dizem que sabe de tudo,e julgar pelo aquilo que ele nao entende eiii Paulo se fez de louco para ganhar os loucos,Outra coisa VCs que julgar ser sabio me responde uma coisa, Uma pessoa que gosta de Rock vai ouvir um louvor de pagode? Todos esses estilos estão sendo resgatados Para Ganhar Vidas,Eu vivia no mundo Mais quando eu ouvi OficinaG3-Depois da Guerra, Eu me arrenpedi e confesei a Cristo Como meu salvador.Hipocritas vc dizes que sabe Tudo mais esqueçe que Deus Está acima de VCs Religiosos.Menos religião Mais Jesus

  264. Marco Says:

    Peço perdão aos metaleiros Cristãos, mas nunca na minha vida, nem mesmo no tempo em que eu não conhecia a Palavra de Deus, eu conseguia vincular este estilo a algo sagrado. Não consigo imaginar, por exemplo, os apóstolos e Cristo usando brincos com o corpo todo marcado e dando gritos como animais perturbados .A única coisa a qual esse estilo me arremete é às drogas, à prostituição, à falta de respeito, ao iníquo e ao profano.
    O ser humano tem que entender que é necessário haver submissão. Pegar as coisas sagradas e molda-las ao nosso modo e ao que nos agrada não nos faz servos de Deus. Eu não quero questionar ritmos ou a música, mas certos tipos de comportamento. Na minha opinião essas bandas na verdade só servem para fazer com que os desavisados continuem ligados ao profano. Se as “igrejas” tem aceitado tudo o que é questionável isso se deve mais ao fato da necessidade de grandeza que elas têm . O que parece mais importar hoje é o número de membros e o faturamento.
    Creio que o mais importante não é a quantidade, mas a qualidade. Um dia o senhor Jesus disse:” Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me”. Aqueles que estavam ao redor e buscavam a satisfação dos seus próprios desejos simplesmente viraram as costas e foram embora.
    É verdade! Paulo se fez de louco mesmo. Quem quiser ser como ele, abra mão de sua própria vida.Anuncie o verdadeiro evangelho. Seja espancado, insultado, desprezado e por fim decapitado. Está é a verdadeira loucura do evangelho.

  265. Ágata Says:

    Caro irmão e Pastor Roberto, li todos os seus comentários, e alguns outros, já que muito me interessa. Estudo música Sacra num seminário teológico pertencente à minha denominação, aliás estudo música desde a infância. O Senhor está correto em sua defesa da Verdade contida na Escritura, contudo, o irmão Bruno, que tenho a impressão de ser neófito como eu, expressou o que eu estava sentindo desde o princípio da leitura: sempre me vinha à mente que “a resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira” (Pv 15:1). A falta de interesse dos jovens de hoje na leitura é algo que me incomoda profundamente. Sabemos que ter eleitores críticos não é interessante ao estado e muito menos à várias denominações religiosas do Brasil e do mundo. Me corrija se eu estiver errada, mas, muitas vezes, as respostas sem coerência de alguns partidários do Rock levou o senhor à indignação! O meu pastor sempre nos exorta: “quando você for exortar um irmão; que as lágrimas caiam antes dos teus olhos”. Compaixão! Misericórdia! Longe de mim querer aconselhar o senhor sobre sua conduta aqui. Não sou pastora, aliás, na minha denominação não existe pastoras. Pessoalmente, fazer “brotar” esses sentimentos em meu coração é uma luta diária. Não que eu tenha essa função de exortar, mas tem dias que o julgamento reina em meu coração. Também não estou dizendo que o senhor julgou, eu realmente não vi isso! Mas a todo momento eu procurava uma forma de dizer as verdades da Escritura, que o senhor citou, de uma forma que fizessem com esses jovens pensassem no que estão falando, pois a verdade dita de forma errada torna-se banal. Isso é algo que nós trabalhamos em nós mesmos para lidarmos com todos da minhas igreja, que também fica na periferia. Meu trabalho é dentro de uma comunidade, sou professora de música e não tenho dúvidas de que existe um padrão Bíblico para adorar a Deus por meio da música inclusive, e que esta não tem maior valor do que a Palavra, durante os cultos, principalmente, o qual tem que ser Cristocêntrico e não Antropocêntrico. Quase tudo o que agrada as vontades do homem certamente desagrada a Deus. Contudo, creio na Irresistível Graça, creio que a verdade liberta (João 8:32) e que a vida do cristão dever ser usada para honra e glória de Deus, bem como as oportunidades, que não devem ser perdidas. Eu vi aqui jovens que precisam da Verdade que está contida na Palavra. Vejo suas manifestações de uma forma positiva! Certamente eles, que quiseram se manifestar, tem mais chance de conhecer a Verdade do que os que não tem posição nenhuma diante dos vários assuntos. Cheguei à este blog pesquisando sobre Brennan Manning, estou lendo o Evangelho Maltrapilho e me deparando com algumas “novidades”, mas desde já minha crítica se direcionou mais! Obrigada pelos esclarecimentos. Que nós sejamos realmente “um vaso nas mãos do oleiro”. Deus abençoe sua vida e seu ministério.

    Um livro que me abriu muito os olhos sobre música e adoração foi: “Confissões de um ministro de louvor” – Dan Lucarini, Ed. Fiel.
    E também, para os mais interessados, um artigo do maestro Parcival Módolo, meu professor, sobre como Lutero utiliza a música:

    http://www.mackenzie.br/fileadmin/Mantenedora/CPAJ/revista/VOLUME_I__1996__1/musica….pdf

  266. Roberto Aguiar Says:

    Cara Ágata, saudações!

    Querida, não só você como a qualquer um, dou o direito de me ensinar e corrigir. Não me constranjo em aprender com seja lá quem for.

    Como adiantei ao nobre Bruno e você enxergou muito bem, extrapolei, “passei do ponto” com alguns aqui no fogo da “batalha”… Por isso entrei em recesso desde março. Somos chamados a ser perfeitos em Cristo, portanto ele deve ser nosso único modelo.

    Respeitando seu pastor, que pela suas conclusões Ágata, e maneira de se portar, revelam que ele deve está fazendo o dever de casa, pois “pela ovelha se conhece um pouco do pastor”, vou me resguardar uma pequenina discordância.

    Misericórdia e compaixão sempre, agora quanto ao: “quando você for exortar um irmão; que as lágrimas caiam antes dos teus olhos”, não encontro esse preceito na bíblia. O Jesus que chorou quando viu a perdição de Jerusalém do alto de um monte, foi o mesmo que bradou: “Raça de Víboras.

    …Simples como as pombas, mas astuto como as serpentes…

    Encontramos diversas passagens onde tanto os profetas como os apóstolos advertiram duramente a miopia do povo de Deus. Com mais dureza ainda os “crentes nominais”. Portanto, podemos concluir que as lágrimas não são o passaporte do Espírito Santo, nem a dureza excessiva de palavras a manifestação da carnalidade.

    “Não esqueça que no meio de alguns que postaram aqui, como em toda igreja, há vários que nunca experimentaram algo real com Cristo, e estão no rebanho na função de ferramenta do diabo para desviar os legítimos”.

    Sobre o julgar, há um equivoco tremendo dentro da igreja sobre esse tema. 99% são ensinados que não se deve julgar, quando a bíblia de forma alguma ensina isso. O que ela ensina é a julgar pela palavra de Deus. Saber julgar segundo os padrões de Deus é uma questão de sobrevivência espiritual. Na igreja que presido, ensino os próprios membros a julgar minhas atitudes pessoais segundo a Palavra de Deus, assim como os apóstolos faziam.

    No mais foi um prazer conversar com uma irmã jovem na fé, mas temperada segundo a Palavra de Deus. Você parece está no bom caminho, siga assim.

    Um abraço!

  267. Ágata Says:

    Obrigada pelo incentivo. A cada dia, a cada dificuldade, minha fé amadurece mais. Deus permite que eu O conheça, cada vez mais, removendo a trave dos meus olhos por meio da sua Palavra. Só tenho motivos pra agradecer ao Senhor pela Sua Graça! Obrigada mais um vez pastor. Deus o abençoe. Abraços.

  268. jesus123 Says:

    Legal esse Artigo!
    Porém meu caro Roberto Aguiar, acho que você fez uma generalização dos termos. Sou um cristão atual, ouso Rock Cristão, e concordo com você quando você discorda de alguns conceito, e também discordo quando você, meu caro, generaliza algumas coisas. Apenas acho que nem todos são como você falou, eu por exemplo sei oque Meu Deus se agrada e quando não se agrada. Esculto tudo na medida do possivel, não exagero.
    Mas Que Deus Te Abençoe Mais e Mais Meu Caro!

  269. Roberto Aguiar Says:

    Eu não sei se seu nome é como aparece no e-mail, “keterson”, ou se isso é um nick-name, de qualquer forma valioso, o que você demonstra não conhecer é o termo “cultura”, sua origem, seu poder destrutivo e sua capacidade de perverter a fé em Cristo.

    A maioria dos fãs de musica como você, me confundem com aqueles crentes que atacam os rítimos, por se deterem apenas neles. Eu não perco meu tempo com isso! Na vida espiritual, temos que nos deter sempre na fonte das coisas, não na sua exterioridade, porque a exterioridade das coisas sempre nos confunde.

    Pense nisso, e procure aprender sobre o que é cultura.

    Um abraço!

  270. Ágata Says:

    Saudações irmãos em Cristo, venho mais uma vez postar algumas informações que julgo importantes para nós, os cristãos, cuja Palavra de Deus é a única norma de regra e fé. Antes gostaria de dizer que não sou uma cristã fundamentalista, mente fechada que fala dos mais variados assuntos sem nunca pesquisá-los ou por “achismo”. Meu esposo aprecia Rock, metal, em volume baixo, ainda não é convertido, e sabe que, com relação à música, estou ciente de seus efeitos e formas, nos respeitamos! Não estou julgando o gosto musical de nenhum de vocês, nem de ninguém, tendo em vista que os mais variados estilos musicais atuais tem causado danos, cientificamente comprovados, no organismo humano. Não tenho dúvidas que essas informações serão importantes, já que somos templo do Espírito com o dever de oferecer nossas primícias, ou o que há de melhor em nós, para nosso Criador, esclarecendo que nada disso nos torna merecedores da Graça. Música é matemática, a matemática rege o universo e nosso Senhor é o Senhor da matemática, veja bem que não estou fazendo menção à astronomia e afins, estou comparando um simples conta de adição com um problema de cálculo nível 4 – não sei até que nível chega cálculo – do curso de engenharia por exemplo, não sou engenheira como também o grau de complexidade e os fins que levam tanto a adição como o cálculo 4 são incomparáveis, a questão aqui é que nosso Senhor deseja ser adorado em espírito e em verdade, e a verdade está contida em Sua Palavra. Quanto mais vc se aprofunda na compreensão das ondas sonoras, da harmonia e seus efeitos no intelecto, mais se conhece uma determinada cultura, seu povo, seus costumes, seus valores. Estudar música, mais precisamente o canto, é uma eterna descoberta, tendo em vista que o canto depende do corpo todo para ser gerado de forma à agradar o ouvido do ouvinte e não prejudicar a saúde do cantor. É impressionante como a música manda no comportamento das pessoas. Como é a ferramenta mais utilizada para se ser aceito ou não num grupo. Como é usada de forma comercial, inclusive em shoppings, estimulando o consumo. Como é usada pelos pseudo-intelectuais para ditar o que é bom ou ruim, ou pela mídia para alienar. Para mim é muito simples, gosto é gosto! E, independente da origem, classe social, etc, o estudo da música faz com que o intelecto aprecie o que mais lhe exercitar, ou seja, o que exercita o cérebro é o que manda, o que o faz pensar, trabalhar não é o que o estressa, consequentemente, um intelecto sendo exercitado faz com que a mídia não tenha tanto valor, o pensamento crítico passa à existir e ocorrem mudanças inclusive na hora de escolher nossos representantes. É muito bom começar a compreender os fenômenos que acontecem no seu corpo quando vc houve diversos tipos de música, como algumas servem pra estimular somente os músculos, como as de percussão, e outras para o intelecto como as de orquestra ou canto. Enfim, as áreas que a música atinge são inúmeras e fica muito mais interessante no meio evangélico onde o gosto pessoal não deveria contar. A Bíblia é nossa referência em TODAS as áreas. Não estou revindicando a lira de Davi como único instrumento permitido no culto. Os levitas eram pessoas que se dedicavam exclusivamente a adorar cuidando de todas as áreas do templo, nem terras tinham para não cair em “tentação”, eram separados! Depois de Cristo ter levado o meu e o seu pecado, fomos feito sacerdotes tendo “ligação direta” com Deus por meio de Cristo, e isso nos mostra que, até mesmo o termo levita hoje é usado indevidamente, grupo de louvor não são levitas, com todas as implicações que essa palavra leva, o grupo de louvor leva a congregação a adorar, sendo, estes integrantes, servos como qualquer um. Aliás, se o espaço físico do grupo de louvor não ficasse geralmente na frente do púlpito, certamente não haveria tantos aspirantes à esse ministério. Trabalho canto e percepção musical com o grupo de louvor, também sou regente do coral, digo que se fosse fazer o meu gosto durante o culto solene, os membros assistiriam uma grande ópera, ou hinos no ritmo de tango, que muito me agrada devido sua bela forma, ou teríamos violinos, e cellos, uma orquestra! rs… Mas como uma nova criatura que sou, resgatada pela graça de Deus, comecei a buscá-Lo e tentar usar meu ministério de maneira que O agrade, segundo Sua Santa vontade e não a minha. Sou imperfeita, cheia de pecados, vim do mundo e sei que o mundo não oferece nada de bom, e quando oferece, deve ser muito bem avaliado segundo as Escrituras. Mas esse senso critico eu já possuo antes da conversão, graças à misericórdia de Deus que já se mostrava em minha vida, mesmo ateísta, cheia de razões e explicações, que me eram convenientes e não a Deus.
    “Porque Deus não é de confusão e sim de paz.”
    “Tudo, porém, seja feito com decência e ordem” (1 Cor 14:33, 40)
    “Sabendo, primeiramente, isto: que nenhuma profecia da escritura provém de particular elucidação; porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens [santos] falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo.” (2 Pe 1:20-21)
    “Convém que Ele cresça e que eu diminua.” (Jo 3:30)
    “Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me.” (Marcos 8:34). Muitas vezes, a minha cruz é o meu orgulho, o meu gosto e hábitos que não estão de acordo com a Palavra de Deus, eu sei exatamente quais são e paço ao Senhor que me renove completamente, em todas as áreas. Espero que essas informações abaixo sejam um pouco esclarecedoras. Deus os abençoe. Abraços.

    OS EFEITOS DA MÚSICA ROCK

    “Para melhor entendermos os efeitos da música rock no corpo humano, é importante saber, em primeiro lugar, como o ritmo musical age. O elemento rítmico da música consiste em medidas de tempo divididas em ciclos de compassos. As unidades de tempo mais comuns são grupos de compassos contendo duas batidas (compasso binário), três batidas (compasso ternário), ou quatro batidas (compasso quaternário). No compasso quaternário (como o compasso 4/4), os acentos naturais principais caem nas batidas um (o acento ou tensão principal) e três (o acento ou tensão secundário). O acento primário no primeiro tempo é, naturalmente, o mais forte dos dois. Isto poderia ser ilustrado como segue: UM, dois, TRÊS, quatro.

    Na música rock e formas semelhantes, o padrão da acentuação é invertido, de forma que as batidas dois e quatro são acentuadas, em vez das batidas um e três, como representado no compasso que se segue: um, DOIS, três, QUATRO. Invertendo a ordem, o rock torna o ritmo a parte mais importante do som e cria um conflito com os ciclos rítmicos naturais do corpo. Este efeito, conhecido como “contra-golpe” ou “batida quebrada”, causa tensão nervosa (um “clímax”), porque vai contra o ritmo das batidas cardíacas e outros ritmos do corpo.

    O Poder Viciante do Rock. O “clímax” causado pelo ritmo irregular do rock aumenta a freqüência cardíaca, debilita a força da pessoa, e tem poder viciante. O psiquiatra Verle Bell oferece uma explicação gráfica de como a batida do rock causa o vício: “Uma das mais poderosas liberações de adrenalina para lutar ou fugir acontece na música alta que é discordante em suas batidas ou acordes. A boa música segue regras matemáticas exatas que fazem a mente se sentir confortável, encorajada, e ‘segura.’ Os músicos descobriram que quando vão contra estas regras, o ouvinte experimenta um clímax viciante.” 25

    Bell continua notando que “assim como médicos inescrupulosos de ‘dietas’ viciam seus pacientes com anfetaminas para assegurar sua continuada dependência, os músicos sabem que música discordante vende e vende bem. Como em todo processo de dependência, as vítimas acabam se tornando tolerantes. A mesma música que no passado criava uma sensação agradável de excitação, agora não satisfaz mais. A música precisa se tornar mais estridente, alta e mais discordante. A pessoa começa com soft rock, depois passa para o rock and roll e depois vai para a música hevy metal.” 26

    John Diamond, um médico de Nova Iorque, realizou numerosas experiências sobre os efeitos da música rock. Em 1977, trabalhou como presidente eleito da Academia Internacional de Medicina Preventiva. Ele descobriu que

    — pág. 244 —

    a música rock é a forma mais séria de poluição sonora nos Estados Unidos. Particularmente prejudicial é a música rock que emprega uma batida “anapéstica” (N.T. – pé de verso grego ou latino formado de três sílabas, as duas primeiras breves e a última longa.) onde a última batida é a mais intensa, como “da da DA.” De acordo com Diamond, este tipo de música pode “suscitar stress e ira, reduzir a produtividade, aumentar a hiperatividade, debilitar a força muscular e poderia desempenhar um papel na delinqüência juvenil.” 27

    O Ritmo do Corpo Sob Stress. Estas desordens de comportamento ocorrem, de acordo com Diamond, porque a música rock causa um desarranjo no sincronismo dos dois lados do cérebro, de forma que a simetria entre os dois hemisférios cerebrais seja perdida. Ele conduziu uma experiência numa fábrica em Nova Iorque onde a música rock era tocada o dia todo. Quando a música foi substituída por outra que não fosse rock, Diamond descobriu que a produtividade da fábrica aumentou em 15%, enquanto que o número de erros diminuiu na mesma proporção. 28

    Diamond publicou seus resultados no livro Your Body Doesn’t Lie (Seu Corpo não Mente). Ele explica que a batida anapéstica, característica especial da música rock, é perturbadora porque é o oposto das batidas do coração, assim como coloca o ritmo do corpo normal sob stress. Isto resulta em dificuldades de percepção e manifestações de stress. Em pessoas jovens estas manifestações podem incluir um menor desempenho escolar, hiperatividade e ansiedade, diminuição da produtividade no trabalho, mais erros e ineficiência geral. Nos adultos, os sintomas incluem uma reduzida capacidade de tomada de decisões no trabalho, uma sensação irritante que as coisas não vão bem, e a perda de energia sem razão aparente. 29

    Em seu próprio laboratório, Diamond testou os efeitos da música rock, medindo a força do músculo deltóide no braço. Ele descobriu que um homem normal poderia suportar a aproximadamente 20,5 kg de pressão no braço, mas isto era reduzido a um terço quando a batida anapéstica era tocada ao fundo. 30 O propósito da pesquisa de Diamond não era buscar uma proibição para a música rock, mas advertir as pessoas contra seus perigos. Ele resume: “A música rock não vai matar ninguem, mas eu realmente duvido se Mick Jagger vai viver tanto tempo quanto Pablo Casals ou Segovia.” 31

    Pesquisadores russos chegaram a conclusões semelhantes. Eles descobriram que a música rock tem “um efeito psíquico tremendamente prejudicial.” 32 Discursando em um encontro da juventude russa, a equipe médica que realizou as experiências anunciou que a música rock era “como uma série de sinais de alarme, causando a erupção de ondas concentradas de energia que deviam ser liberadas em algum lugar.” 33 A energia é canalizada para disputas e brigas que, como foi notado pelos médicos russos, são características comuns nos concertos de rock ocidentais. 34

    — pág. 245 —

    Even Ruud explica como a música rock alta e rítmica cria uma necessidade por reações musculares e movimentos corporais: “Se o estímulo de som originado pelo tronco cerebral e sistema límbico for incapaz de se expressar em termos de movimento físico, isto pode resultar em sintomas indesejáveis de stress, ou seja, um incremento dos estados de alerta e preparação para alarme no sistema, e que não encontram nenhum alívio. Vendo que esta condição é dependente da intensidade do estímulo, podemos entender por que as pessoas expostas ao barulho são propensas a experimentar situações de stress. A música alta e sincopada criará, semelhantemente, uma enorme atividade límbica, além de reações vegetativas e hormonais, ou reações de stress. Estas forças poderiam ser neutralizadas por meio da dança.” 35

    A Freqüência de Pulso. Um efeito mensurável importante na batida do rock é sua influência no ritmo cardíaco, independente se o corpo está em movimento ou não. Ann Ekeberg, professora de escola secundária e pesquisadora de música, envolveu alguns de seus colegas – professores de música – em experimentos com seus estudantes. Antes do teste, a freqüência de pulso de cada estudante foi registrada. Um disco de hard rock foi tocado por 5 minutos. Durante o teste, os estudantes permaneceram quietos em seus assentos. Ao fim do teste, foram conferidas as freqüências de pulso novamente e uma média foi registrada. O resultado mostrou um aumento na freqüência de pulso de 7 a 12 batidas por minuto enquanto a música rock era tocada.”

  271. Roberto Aguiar Says:

    Saudações Ágata!

    Muito úteis essas informações sobre sonoridade. Eu confesso que em algum lugar, já tinha lido algo parecido, mas desisti de posta-las para não ser acusado de estar tentando “forçar a barra”. Por isso sempre me detive tão somente na questão fé.

    Mas sendo você da área, expondo conhecimento de causa, suas palavras possuem muito mais propriedade do que as de alguém de fora da área da musica como eu, se fosse expor os mesmos fatos.

    Gostei muito também de sua maneira sábia e verdadeiramente cristã, de conviver com as diferenças de seu marido roqueiro e não cristão, sem pressioná-lo. Quando pressionamos os não cristãos a se converterem, humilhamos Cristo, pois ninguém precisa empurrar algo que seja valioso.

    Siga assim!

  272. Ágata Says:

    Eu copiei esse estudo de um site adventista, foi o mais simplificado para copiar e colar. Mesmo não compartilhando da mesma doutrina, admito que, em música, são referência para nós, o que penso que deveria ser, pelo menos, nivelado! Quantos às explicações dos tipos de compasso, elas estão escritas de formas bem básicas. O Rock, geralmente, utiliza compasso composto e complexo que se originam dos simples, resumindo, multiplica-se as batidas e muitas vezes, o pulso forte é invertido com o fraco. Isso afeta o organismo de forma sutil ou relevante, o que depende de vários fatores, entre eles a idade, fases da vida como a adolescência, onde estão ocorrendo “bombardeios” químicos e hormonais significativos no organismo. Na primeira infância é totalmente inadequado. Alguns pais criam seus filhos ouvindo Rock, e ficam orgulhosos por eles decorarem as músicas como se fossem gênios. Desconhecem totalmente a capacidade de armazenamento que uma criança tem e também como isso faz mal pro seu desenvolvimento até físico dado o estress a que ela é sujeita.O Rock não vai gerar um psicopata, isso é patológico! Mas aqui estamos tratando dos seus efeitos tendo em vista que o gosto pessoal não conta quando adoramos ao Senhor. “Ordem (em música, números) e decência (dignidade)” é o que a Palavra nos ensina, em tudo, todas as áreas! Seria muito bom se, pela fé, nós fôssemos tocados a buscar a vontade de Deus para nossas vidas, como o senhor mesmo disse acima. Infelizmente ainda nos rendemos à nossa natureza pecaminosa, não é que nós pecamos, o fato é que nós nunca deixamos de pecar, nunca fizemos nada que não fosse pecar, como disse Piper. Onde está a santificação dos que se dizem nascidos de novo? Não estou ditando quem é ou não convertido, eu sei que isso é sobrenatural, mas também sei que somos levados à santificação pelo Espírito que habita em nós, mesmo antes da nossa confissão verbal que Jesus Cristo é nosso Salvador, foi o Espírito que nos convenceu que somos pecadores, e é o Espírito que muda nossa conduta, se nos submetemos a Ele! O Espirito milita contra a carne e o Espírito será vitorioso nos filhos de Deus.
    Gostei muito do que o senhor disse sobre meu esposo, eu fui convertida à 3 anos e sei que ele será convertido, se Deus quiser, quando for sua hora. Meu testemunho, cristão, é claro pra ele, e também o testemunho do meu pastor e sua família. Enfim, só tenho que agradecer ao Senhor pela sua misericórdia e sua “chuva” de bençãos espirituais na minha vida e da minha família. Deus abençoe o senhor, sua família e o seu ministério.

  273. Ágata Says:

    Um pregador batista, missionário, em uma pregação para cristãos americanos mostrando a realidade cristã americana, que não foge da realidade do Brasil e do mundo evangélico. Não defendo denominação, amo a minha igreja, que também não é a Batista, porem tenho professores Batista na APEC. Assistam esse vídeo, se tiverem tempo. Foi muito interessante pra mim. Deus os abençoe.

  274. Ixi… fiquei “cafuso”, seu Roberto! (risos!)
    É que minha mente trabalhou comparando a Bíblia, o que você disse, e o que teve de comentários aqui…
    Neurônios pifaram! hahahaha
    Só tenho um pergunta, talvez, para começar, porque meu cérebro tá viajando legal aqui! (risos!)

    Por exemplo: se a música foi Deus que criou, já que tudo veio dEle, e nada que surgiu, não surgiu sem que Ele aprove… e levando em conta que os apóstolos cantavam hinos, até Jesus cantou na Santa Ceia, senão me engano…

    …o que é mais importante, a cultura musical, ou a mensagem?

    Tô completamente aberto a sua resposta, eu fiquei muito confuso, aliás, tô tentando “renovar” minha mente em Cristo faz algum tempo e, cada vez mais, percebo que não pareço NADA NADA NADA com Jesus, e algumas coisas “religiosas” que eu pregava, eram mentiras… enfim, você percebe que estou confuso, né?
    E assim: tenho um grupo de louvor na Igreja, e agora, a gente só tá usando violão e voz, mas antes, a gente já tocou ritmos de Black Music (o chamado “Gospel” e “Soul” dos EUA), Rock, e o estilo “Adoração” (Hillsong United, por exemplo!).

    O que quero dizer, é tipo: eu curto, ouço e toco Rock, Blues e Jazz, e não toco, mas ouço Música Clássica, e nesses “ritmos”, ou “culturas”, sei lá, já teve bastante letras que me edificaram bastante, me ajudaram na fé em Cristo, me fizeram crescer, assim como teve letras NADA a ver com a Bíblia.
    Então, me pergunto: Deus faz distinção de ritmos? Porque, na África, é só batuque, mas com certeza, os cristãos de lá cantam letras cristãs; na Arábia, é aquele estilo árabe conhecido, e os poucos cristãos que existem lá, com certeza usarão esse ritmo para criar músicas cristãs; aqui no Brasil, é o samba e a bossa nova, e já vi letras cristãs nesses ritmos, nos EUA e Inglaterra, é o Rock e o mais popular, com inúúúmeras músicas com letras bíblicas… etc. Não seria mais importante se a letra, se a mensagem cristã é bíblica e conforme Cristo disse?

    Porque, todos nós, desde pequenos, sofremos influências do meio. Meus pais gostam de estilo de música do Roberto Carlos, por exemplo, e procuram escutar músicas cristãs do estilo parecido (MPB)! Lutero fez um dos primeiros hinos cristãos baseado no instrumental de uma música secular, acho que de um hino nacional ou “música de guerra” da época, e colocou a letra cristã e tals, no Hinário Assembleiano, tem várias letras baseadas em hinos de países e marchas de guerra (o que é ótimo, adoro marchas de guerra! hehehehe), por exemplo.

    Então, sabe… eu gostaria de ter ouvido o hino que Jesus cantou naquela Santa Ceia, e dos apóstolos Silas e Paulo, quando estavam presos… me basearia naquilo!
    Mas, penso eu, que a música e tudo mais veio de Deus, e o diabo, como em várias outras áreas, deturpou algo que era celestial!

    Pra mim, não existe música mais “celestial” que a Música Erudita… escutar os Requiems de Mozart, a composição “Air” de Bach, me faz pensar que seria “isso” que se toca no Céu! (Deus me perdoe se estiver falando besteira! hehehehe!)

    Entende mais ou menos o que eu digo? OBVIAMENTE, existem muitos estilos de música que em NADA combinam com a mensagem de Cristo, mas gostaria de saber tua opinião:

    Deus se importa mais com a mensagem, ou com o ritmo, ou ambos?

    E qual seria o ritmo mais “compatível” com o cristão?

    Espero por sua resposta, irmão! :)
    Abração, fique com Deus!
    Até mais!

  275. Roberto Aguiar Says:

    Saudações nobre Vitor!

    Me desculpe a demora em responder, é que haviam vários outros comentários na mesma situação!

    Meus neurônios também pifaram quando a bíblia deixou de ser um punhado de verdades desconexas, para ser um corpo coeso com início meio e fim!

    Meu caro, as dúvidas no genuíno cristianismo, não têm apenas um caráter de esvaziar nosso conteúdo e debilitar a nossa fé. Há um gênero de dúvida que é sã, benéfica, induzida pelo Espírito de Deus para levar a alma a um relacionamento mais íntimo com Ele. Desconfio que você esteja sofrendo dessa classe de dúvida…

    Você é mais um bom exemplo de fé que ousa pisar fora dos parâmetros condicionados pelos “neo-gurus” evangélicos em moda. Fé não deveria ser sinônimo de limitação e estreitismo, mas a incapacidade da maioria de nós como igreja de ir mais além, nos reserva adequadamente esse rótulo.

    Nobre, para iniciar, vamos primeiramente desmistificar algumas crendices evangélicas.

    É fato comprovado que Deus foi o autor do dom, do talento, que possibilitou a inspiração para a invenção do primeiro acorde musical. E por essa mesma fórmula vieram os instrumentos musicais. Mas afirmar que tudo veio de Deus é forçar a bíblia a estender seus limites até que eles abarquem nossos prazeres pessoais. Quando a bíblia afirma que, “TODAS as coisas foram feitas por Ele(Deus), e sem Ele NADA do que foi feito se fez” João 1:3, o texto se refere ao cosmos, “o universo em seu conjunto, toda a estrutura universal em sua totalidade, desde o microcosmo ao macrocosmo, a totalidade de todas as coisas deste Universo ordenado, desde as estrelas, até as partículas subatômicas”. Como eu sei disso? Sendo bastante específico, na época em que o novo testamento foi escrito, ainda não havia ocorrido o “boom” da ciência. Portanto a maioria das coisas que conhecemos não existia, e só por isso, o texto não poderia estar incluindo toda e qualquer coisa nesse TUDO. Bem já encontramos uma porção de coisas que Deus não criou, senão teríamos que incluir na lista das obras de Deus o nazismo, o crak, a bomba atômica, a Lady Gaga e por ai vai…

    Agora vamos pra questão da aprovação das coisas por Deus. O que lhe ensinaram é que, se existe é porque Deus aprovou, portanto Ele concorda, correto?! Pois bem, o problema dessa palavra, “aprovação”, é que se trata de um termo ambíguo. Ou seja, possui mais de um significado. Para quem estuda a bíblia, vai se deparar com o que na teologia se conhece como a “Vontade Absoluta de Deus” e a “Vontade Permissiva de Deus”. O que isso significa? Por exemplo, foi da Vontade Absoluta de Deus criar Adão e Eva. No entanto foi a Vontade Permissiva de Deus que permitiu, que Adão e Eva caíssem diante do pecado, embora obviamente não fosse de sua Vontade Absoluta. Assim fica mais que evidente na bíblia que Deus, por um tempo determinado, permite(aprova), que sua vontade soberana(Vontade Absoluta) seja desobedecida ou rejeitada, sem que Ele tome nenhuma atitude quanto a isso.

    A questão da sonoridade teocêntrica

    Os acordes musicais são lindos, muitas vezes até inexprimíveis de tão maravilhosos que são. E eu me refiro aqui não só aos acordes realizados por crentes, mas também os produzidos por pessoas alheias a Deus… A musica realmente é algo que não se explica em palavras… A musica celestial então, nem se fala… É explicito na bíblia que existe uma musicalidade espiritual positiva divinamente inspirada. Os exemplos são inúmeros, Lúcifer, o povo de Israel, Davi , Asafe, Jesus e etc. Mas afirmar que toda manifestação musical cristã evangélica é oriunda de Deus, é o mesmo que afirmar que qualquer forma de sexo é inspirado por Deus, por Ele ser o autor do sexo e inclusive das partes envolvidas na questão.

    A FONTE

    O ponto de partida para nós nos situarmos diante da problemática da musica sacra, é entendermos a questão da fonte, da procedência, da inspiração de determinada musica. Para que uma musica seja considerada de Deus, ela deve ser inspirada pelo espírito de Deus, da mesma forma que a oração, a pregação, o testemunho e a leitura bíblica. Isso exige um outro questionamento; existe outra fonte inspiradora fora Deus?

    De acordo com a bíblia, a primeira fonte inspiradora documentada, extra Deus, foi Lúcifer(em hebraico significa literalmente “o que brilha”). Antes da rebelião levada à cabo por Lúcifer, Deus era a única fonte inspiradora que existia. A bíblia documenta que no coração de Lúcifer, por opção própria, surgiu uma fonte inspiradora alternativa ao Criador, conforme relata o texto abaixo:

    “Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que em ti se achou iniqüidade”. Ezequiel 28:15

    A segunda fonte inspiradora, extra Deus, documentada pela bíblia foi o coração do próprio homem, conforme as referências abaixo:

    “Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus. E chamou o SENHOR Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás? E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me. E Deus disse: Quem te mostrou que estavas nu?”
    Gênesis 3:7,9-11

    “E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação(inspiração) dos pensamentos de seu coração era só má continuamente”. Gênesis 6:5

    “Enganoso(inspirador do mal) é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?” Jeremias 17:9

    Após a queda espiritual do casal, a conseqüência foi que o pecado tomou posse do coração humano desalojando Deus, e assim passou a ser a terceira força inspiradora do ser humano. Então agora, diferentemente do estado anterior à queda, temos mais duas fontes inspiradoras na vida do homem: o diabo e o coração do próprio homem. Somadas temos 3 fontes, logo temos 3 classes distintas de obras. Isso significa que nosso trabalho em discernir a procedência das coisas, juntamente com a possibilidade de errarmos nesse discernimento, aumentou consideravelmente.

    Vitor, confesso que seria extremamente animador e relaxante se todas as coisas concernentes a vida espiritual tivessem apenas uma fonte, Deus, mas o fato é que esse pensamento não passa de utopia.

    Bem já definimos via bíblia que o ser humano está exposto a 3 diferentes forças inspiradoras. Agora surge uma pergunta, será que o crente está também exposto a essas 2 forças contrárias, o próprio coração e o Diabo?

    Vejamos o texto abaixo:

    “Até quando sucederá isso no coração dos profetas que profetizam mentiras, e que só profetizam do engano do seu coração?” Jeremias 23:26

    Como a musica, a profecia necessita de inspiração para se concretizar. Mas no exemplo acima, assim como acontece muitas vezes com a musica, a inspiração não foi divina, mas de uma fonte contrária, apesar de o indivíduo ser um servo de Deus.

    “Desde então começou Jesus a mostrar aos seus discípulos que convinha ir a Jerusalém, e padecer muitas coisas dos anciãos, e dos principais dos sacerdotes, e dos escribas, e ser morto, e ressuscitar ao terceiro dia. E Pedro, tomando-o de parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Senhor, tem compaixão de ti; de modo nenhum te acontecerá isso. Jesus, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas só as que são dos homens”. Mateus 16:21-23

    Note que nesse caso, o alvo foi um dos discípulos escolhidos pelo mestre. Aqui não era profecia nem musica, mas uma palavra de incentivo e consolo. Só que a inspiração era maligna.

    Os exemplos citados acima comprovam que essa conversa de que a musica é neutra, é imune, é falsa, porque quem faz a musica é o homem, e este está totalmente vulnerável a inspirações contrárias a Deus. Entenda jovem Vitor, que não existe campo neutro nessa vida, e que ninguém está imune a inspirações ruins, seja crente ou descrente.

    Você me pergunta: O que tem maior peso, a cultura ou a mensagem?
    A cultura funciona como um curral que matem presa as pessoas. Todas as pessoas são em si um produto cultural. Tudo o que manifestamos em nossas vidas é um produto cultural. Agora vejamos, existe uma cultura celestial, que vem do alto, de outro mundo e podemos encontrá-la nas escrituras. Toda mensagem é subordinada a cultura que a gerou. É por isso que não vamos conseguir discernir se uma musica é boa ou ruim analisando sons. É preciso descer mais fundo e checar a fonte. Sim a fonte cultural é mais importante que a mensagem. A mensagem pode ser falsificada, a cultura que a gerou não.

    Alguns fundamentalistas pró-musica dizem: “ Mas não existe musica sem ser do mundo, porque todos os estilos vieram do mundo”. Isso não é verdade por um detalhe, o homem não nasceu caído, ele foi criado em pé. O diabo não foi sempre o diabo, mas Lúcifer, aquele que transportava a luz de Deus. Portanto a musica não foi criada entre pecadores, mas no meio de seres puros. A queda de ambos forçou uma mudança cultural, e esta por sua vez, influenciou negativamente todo o resto, inclusive a musica.

    NÃO SE ENGANE, A LETRA TRAI. SE VOCÊ FOR JULGAR UMA MUSICA PELA LETRA, VOCÊ SERÁ ENGANADO.

    Para uma musica ser culturalmente mundana precisa está subordinada a algum estilo musical? Absolutamente não! Encontramos musicas culturalmente mundanas nos estilos mais serenos e insuspeitos possíveis.

    Afinal de contas, quais os pontos que caracterizam uma música evangélica culturalmente mundana?
    Músicas composta com objetivos financeiros.
    Músicas composta com objetivos de atrair hora e gloria pessoal.
    Músicas que parecem mais com uma cópia de outras musicas já gravadas.
    Músicas que em suas letras contradizem as escrituras, e isso tem muito!
    Músicas compostas para satisfazer o gosto musical do autor.
    Músicas usadas como entretenimento cristão.

    A música é mundana quando seus músicos tentam copiar estilos comportamentais dos ícones do mundo.
    A música é mundana quando copia descaradamente os estilos da moda em voga.
    A música é mundana quando usa estratégias de marketing para conquistar ouvintes.
    A música é mundana quando é vista pelos autores e músicos como um produto.

    O músico cristão é mundano quando é fraco na bíblia. Quem é fraco na bíblia jamais se submeterá a Deus.
    O músico cristão é mundano quando visa lucrar financeiramente com os louvores. Lembre-se, nada do que é de Deus pode ser comercializado com lucro. “De graça recebeste, de graça daí…”

    ALGUMAS CRENDICES EVANGÉLICAS

    Os músicos cristãos de hoje são os levitas do passado? Não existe mais levita, esse ministério se encerrou no velho testamento. No novo testamento todos são chamados em tese, a serem levitas e sacerdotes. Na nova aliança a adoração é elevada a um patamar muito superior a sons e instrumentos musicais. Evangelho judaizante é obra da carne.

    Deus recebe qualquer louvor? Mentira, Deus só recebe o louvor de quem vive o que canta. Quem canta o que não vive é um mentiroso.

    O músico cristão é um profissional como qualquer outro? Músico cristão não é profissão, e sim, uma expressão da espiritualidade, portanto, o tal não pode sobreviver de música. Como todo mundo, deve procurar uma profissão de verdade, pois o evangelho não pode ser fonte de lucro.

    O músico cristão é um artista como qualquer outro? Não existe “músico-artista-cristão” no sentido convencional da palavra. Fãs, fã-clubes, shows, tietagem, tudo isso é completamente alheio às escrituras. São pobres almas, enganando e sendo enganadas. O ultimo sujeito que tentou ser artista se transformou no diabo.

    A música cristã serve como instrumento de conversão das almas? Mentira! Música não salva nem converte ninguém, só toca o sentimento. Não existe nenhum registro bíblico de conversão por meio da musica, isso é invenção de quem adora determinado estilo musical e usa a evangelização como pretexto para curtir o som desejado. E se não está na bíblia não deveria nem ser discutido.

    Quem critica determinados estilos de música cristã, o faz porque tem preconceito por não gostar daquele estilo musical? Mentira! Sempre “adorei” rock, principalmente o heavy metal. Gosto de jazz, do pop, gosto muito de dance, Black Music, reggae, musica sertaneja, instrumental, folk, country, baião, musica popular… A questão aqui é outra! Quem foi honestamente chamado para seguir a Cristo, foi informado que teria que negar-se a si mesmo, morrer para o “eu” e para o mundo, sendo notificado perfeitamente do que isso significa. Lembre-se:

    “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convém e não me deixarei dominar por nenhuma delas” . I Coríntios 6:12

    Outra questão, se cantar e compor musicas cristãs é tão divino assim, por que não existe tal dom na relação do novo testamento?

    Textos do novo testamento que relacionam os dons:

    Romanos 12:
    Profecia
    Serviço Ensino
    Exortação
    Contribuição
    Liderança
    Misericórdia

    I Coríntios 12:
    Sabedoria
    Conhecimento

    Cura
    Milagres
    Discernimento de espíritos
    Línguas
    Interpretação de línguas
    Apóstolo
    Socorro
    Administração

    Efésios 4:
    Evangelista
    Pastor

    Cadê o dom de louvar?

    O mais importante nesse tema é entender que, o que vai no coração gera a arte, e musica é arte. O verdadeiro adorador, deve antes, ter seu coração completamente rendido a Deus. Deve ser um profundo conhecedor da bíblia e viver com o único objetivo de praticá-la. O que passar disso, como dizia Salomão, “é correr atrás do vento”…

    O tema é muito extenso… Não sei se foi o que você esperava ouvir, mas em resumo, é o que as escrituras ensinam sobre o tema, inclusive os homens sérios de Deus de todos os tempos também.

    Se quiser estou aberto a mais questionamentos!

    Um abraço!

  276. vitor91 Says:

    Hummm! Muito, muito, muito interessante!

    Eu estou aberto a qualquer informação bíblica, e realmente, percebi bastante verdades aí, embasadas na Bíblia! Realmente, muito interessante! :D

    E não há problema com a demora, eu estarei sempre esperando sua resposta! A propósito, sobre as minhas “dúvidas”, eu tinha desconfiança que era isso mesmo como tu disse, que era algo pelo Espírito para me levar mais além, e no culto da Santa Ceia, nossa… foi exatamente isso! Fui muito edificado, e creio que “ampliei” mais as asas da fé! :D

    E sobre o assunto, aproveitando que o senhor está aberto a mais questionamentos… :D

    …ainda fica uma dúvida, do tipo:

    Músicas mundanas não edificam, obviamente! Sendo de não-cristãs, ou de cristãos com qualquer outra inspiração e objetivo além de Deus, não edifica! Concordo e assino embaixo!

    Mas então, surge a busca por escutar algo rotulado “cristão”, pois todo o crente quer escutar uma música com mensagem cristã, porque até Paulo disse que em Filipenses que “…se há algum louvor, nisso pensai”, citando as coisas que são benéficas a nós, de forma cristã. Então, a gente pensa que algo que está na prateleira da venda de cds na seção “Gospel”, é cristã e a gente compra. Me entende?

    Dessa forma, penso: se tal música tem a letra cristã, é totalmente bíblica e fala de Cristo, e levando em conta que o músico tem influência de vários ritmos (ou “culturas musicais”), e ele vai se basear em uma coisa ou outra, parece que não terá valor, entende?

    Por exemplo: Glenn Kaiser é um músico conhecido na área cristã pela área Blues/Hard Rock, agora tá só no Blues. Mas sabe, nunca fui tão edificado com as letras das músicas dele! E eu vejo sempre bases bíblicas, e sempre falando de Cristo… mensagens da Bíblia, mesmo! Ou então, como no último álbum: ele fala das experiências dele com o projeto que ele faz com sem-tetos, pessoas desabrigadas, nas ruas mesmo, e fala de Cristo!

    E Paul Washer, John Piper… pregadores conhecidos atualmente, criaram músicas todas extremamente bíblicas, cristãs, como Glenn Kaiser, mas os ritmos são bem contemporâneos, lembra até o velho clichê “estilo U2″, que Coldplay toca e, por incrível que pareça ou não, a Hillsong também!

    Então… o que escuto? Nada? (risos!)

    O que vou tocar? Como compôr?

    A propósito… eu tenho composições minhas, e são todas exatamente bíblicas, mas aí vai ter alguma carga de Folk, Blues… porque é o que eu sei, sabe?

    Portanto, é mais ou menos por aí. (risos!)

    Se não entendeu algo, porque escrevo bem espontaneamente, e escrevendo, ás vezes, é mais difícil explicar do que oralmente, me pergunta e eu tento explicar melhor! Mas por enquanto, é isso!

    Aguardo sua resposta! :D

    Abração, mano!
    E obrigado pela ajuda!

    P.S.: não dê bolas aos comentários ácidos que houve aí… eu curto quase todas as bandas que tu citou no post, e nem por isso levei pro “pessoal”. Acho que, como cristão “pensante”, você deve estar aberto a todo o questionamento possível, para saber como proceder da forma mais cristã possível!

    Abraço!

  277. Roberto Aguiar Says:

    Que bom nobre Vitor,

    Fico feliz por você… Apesar do dilúvio de palavras piedosas que ouvimos no meio evangélico, é tão raro encontrar um irmão que esteja disposto a parar e analisar de fato se a coisa toda bate ou não com a palavra, que no momento que encontramos um apenas que esteja disposto a questionar e correr para a palavra como os bereanos no tempo de Paulo, ficamos realmente animados e esperançosos…

    Do século XVIII para trás, os hinos eram usados apenas na devoção pessoal, bem como na adoração congregacional. Depois disso os homens inventaram todo tipo de utilidade para a música sacra, deturpando todo o propósito inicial dos primeiros cristãos.
    Para você entender melhor a diferença entre a verdadeira e a falsa musica cristã, você terá que se aprofundar nas escrituras, mergulhar fundo no texto bíblico, porque é a Palavra de Deus revelada pelo Espírito Santo que lhe ensinará a discernir entre o falso e o verdadeiro.

    A pergunta, o que escutar?
    Como a bíblia deve ser nossa única baliza comportamental, o que iremos escutar deve ser coerente com o santo livro.
    Segundo o corpo geral de instruções da bíblia, principalmente se tratando de práticas e técnicas de adoração a Deus, devemos nos manter do lado de cá da faixa dos bíblicamente-corretos. Escutar alguém que tenha uma vida comprovadamente coerente com o evangelho é o princípio de tudo em relação a esse tema. Coerência não significa perfeição, mas uma boa relação correspondente entre o que se fala e o que se faz. Um certo homem de Deus me ensinou uma coisa,

    “Nunca ouça(no sentido espiritual), um pessoa que não ouve a Deus”.

    Tal cantor deve viver aquilo que canta, deve ser um discípulo verdadeiro de Cristo. Como assim? Vejamos algumas características de um verdadeiro discípulo de Cristo relacionado ao tema musical.

    1° O genuíno musico cristão segundo definição bíblica não mercantiliza louvores. No contesto bíblico é uma afronta a Deus cobrar para louvá-lo. Pode até ser cobrado, mas em duas situações específicas:

    a) É cobrado só o valor de custo de produção do CD.

    b) É cobrado o valor com lucro, e todo o recurso adquirido com a venda é investido na obra de Deus.

    Vixiiiii….E agora? Onde vou encontrar crente assim?
    Calma, existem alguns exemplos desses na igreja por ai, o mais famoso que conheço é o dos irmãos Jonh e Carlos Wesley na idade média. Os Wesley foram os primeiros grandes compositores evangélicos de que se tem notícia. Juntos escreveram e publicaram 54 hinários. Carlos Wesley chegou a ser um dos mais espirituais e famosos escritores de hinos evangélicos, deixando 6500 hinos. Cerca de 200 desses hinos ainda tocam nas igrejas de hoje. Ambos morreram sem deixar herança porque repassavam todo o recurso que provinha dessa fonte. É óbvio que eles dispunham de outras fontes de sustento. Jonh Wesley ganhou muito dinheiro com a venda de seus livros, panfletos e hinários, e sua renda o classificava como um dos homens mais ricos da Inglaterra do seu tempo. Entretanto poucos talvez saibam que Jonh morreu sem deixar nada porque investia quase tudo que ganhava no reino de Deus.

    Ai você me diz, Roberto, assim vou ter que comprar briga com quase todo cantor cristão… Eu te respondo, “Quem disse que seguir a Cristo é fácil?”. Ou a música é sagrada ou não é correto? Se for produto de mercado, não tem nada haver com Deus. Acho que até as pessoas do mundo conseguem entender isso…

    Um exemplo moderno é Keith Green, excelente musico cristão. Green tinha o dom completo da musica, ou seja, compunha letra e musica e interpretava. Tudo isso com maestria. Green passou a cobrar só o valor de custo, e algumas vezes passou a doar de fato, ou seja, era grátis. Fiz uma matéria sobre ele aqui no blog. Segue link abaixo

    http://discernimentocristao.wordpress.com/2009/06/28/keith-green-um-exemplo-desconcertante-de-musico-cristao/

    Todo crente neotestamentário tem ojeriza ao que se chama “mercado da musica gospel”. Segundo a bíblia ele sabe o quanto esse mercado é infame, nojento, uma contradição da fé cristã, uma ofensa a Deus e uma vergonha para nós crentes. Qualquer pessoa inteligente do mundo entende que o binômio, comercio/fé, não se misturam, e se acontecer a mistura, tal fé é tratada como piada, e isso sob total aprovação escriturística.

    E você só houve quem você conhece? Não! E como faz então nesses casos?
    Quando não conheço a vida do cantor, escolho as musicas seguindo alguns dos critérios que coloquei abaixo.

    A música genuína cristã:
    – A música genuína cristã é um tipo de oração. Portanto deve ser original no sentido pessoal, como toda oração que se preze. Não copiada, não clonada, não colada…

    – A música genuína cristã se restringe a dois únicos temas: Eu e Deus!
    – A música genuína cristã é 100% verdadeira pois é fruto de uma vida prática.
    – A música genuína cristã se dirigi a uma única pessoa: Deus!
    – A música genuína cristã musicaliza momentos espirituais reais e concretos vividos pelo compositor.

    – A música genuína cristã está subordinada as escrituras sendo totalmente coerente com o texto bíblico no tocante ao seu corpo doutrinário. Se contraria as doutrinas bíblicas é falsa e tem como fonte única a carne.

    – A música genuína cristã não segue um estilo pré-determinado, embora não caiba em qualquer estilo. Exemplo, nem no mundão ninguém tentaria por um recém-nascido para ninar ao som de Marilyn Manson, ou escolheria como musica de casamento, musicas do Slipknot. Esse raciocínio existe, é real! Até no mundo se respeitam essas nomenclaturas.

    – O verdadeiro músico cristão não se submete a moda em voga. Moda é um produto cultural do mundo. O mundo é inimigo de Deus. Se o estilo musical e pessoal do músico é ditado pela moda em voga, ele é uma fraude como cantor e cristão.

    – O verdadeiro músico cristão não usa os louvores como entretenimento, nem como música ambiente.

    – O maduro músico cristão não usa sua música como ferramenta de evangelização, pois foi informado por Deus que a adoração é uma forma exclusiva de comunicação entre os santos e seu Deus, muito embora possa prestar um louvor pessoal a Deus em qualquer lugar, inclusive durante um evangelismo.

    – O genuíno músico cristão foge de tudo que lembre um show em seu momento de adoração.

    – O genuíno músico cristão sabe que a música sacra não pode ser ouvida nem tocada com o intuito de se “curtir o som”, essa é uma visão pobre de quem seja Deus e do que seja louvor.

    O genuíno músico cristão faz músicas apenas para Deus, endereçadas exclusivamente a Deus, e ponto.

    O genuíno músico cristão em sua música não aborda temas como projetos pessoais, vida familiar ou relacionamento afetivo. Isso é transformar a música sacra em entretenimento. Sua música aborda apenas dois temas, ele e Deus. Veja os salmos. A moda em voga de se fazer música para a mulher, pros filhos, projetos, e depois rotular isso de música cristã é puro oportunismo, é uma tentativa sutil de se chegar ao gosto popular através da abordagem de temas que atraiam o maior número de pessoas possíveis, aumentando o faturamento.

    O genuíno músico cristão odeia o sucesso! Ele sabe que sucesso é uma palavra 100% mundo. Ele sabe que seu mestre nunca fez sucesso, e sabe muito bem o porque. Portanto foge ao menor sinal disso. Se notarmos nos evangelhos, até o próprio Cristo, que era alguém que podia receber glória, fugia do famoso e tão procurado, sucesso.

    O genuíno músico cristão odeia chamar atenção pra si, portanto não faz nada para que isso aconteça com ele! Muito pelo contrário. Ele sabe que só Um pode e deve chamar atenção.

    O genuíno músico cristão não privilegia a sonoridade de sua música, mas sim, o quanto dá música ele mesmo vive de fato. O nível de verdade inserido em sua música sempre será muito mais importante pra ele do que a qualidade musical de suas obras.

    O genuíno músico cristão sabe que não tem compromisso nenhum em compor musicas, pois entende que isso vai depender de seu crescimento espiritual. Portanto ele não força nada, pois não quer produzir nada que seja inspirado por sua carne. Sabe que a música boa e limpa, sã, surge naturalmente de bons momentos com seu Deus.

    O genuíno músico cristão tem uma reverência interior tremenda quando está cantando pra Deus. Ele não participa do culto como uma estrela, ou celebridade, muito pelo contrário, ele se sente indigno de estar cantando ao Senhor. E na hora da pregação, é um dos que mais atentamente houvem o pregador, com temor e tremor.

    Finalizo com algumas considerações de quem foi muito usado por Deus com a música,Wesley. Acima de tudo, Wesley recomendava que,

    “Se cante espiritualmente. “Tenha um olho em Deus em cada palavra que você canta. Procure satisfazê-lo mais do que a você mesmo ou a outra criatura”.

    Finalizando Wesley diz:

    “O seu cântico deve ser de tal ordem que o Senhor o aprove aqui e o premie quando vier nas nuvens do céu”.

    Se houver mais perguntas, estamos aqui!

    Um abraço!

  278. Rodrigo Says:

    Caro irmão parabéns pelo blog, apesar de não concordar com suas opiniões. Creio que todo debate é válido.
    Mas generalizar é um problema sério vamos pensar:
    1º – Todo e qualquer tipo de instrumento de percussão não podem ser usados para louvar o nome do Senhor em nossas igrejas, haja visto que eles são usados no Candomblé e demais cultos afro, por isso seriam uma profanação no santuário divino;
    2º – O uso de harpa no templo para a adoração ao nome do Senhor está proibido haja vista grupos pagãos como os Celtas e Druidas usarem em suas cerimônias pagãs aos deuses;
    3º – É proibido o uso do orgão instrumento criticado pelo então reformador Calvino. O reformador ordenou que todos os órgãos fossem retirados dos templos calvinistas e jogados no mar. Seu conceito ortodoxo era que tal instrumento não tinha ligação ao culto pois era usado nos cabarés. “Aqueles que introduzem novidades, métodos inventados de adoração a Deus, realmente cultuam e adoram a criação de suas próprias destemperadas imaginações (Calvin, ICR, 1960, 1:4:3);
    4º – O Hino da Reforma “Castelo Forte”, composto por Lutero, deverá ser rasgado de nossos hinários, pois é emprestado de uma canção popular cantada nos bares alemães de sua época (O pensamento de Lutero é seguinte, só porque o inimigo usou primeiro, não quer dizer que ele é o dono desta combinação);
    5º – Sigamos o exemplo de Charles Spurgeon, grande pregador e pastor inglês, detestava as canções contemporâneas de seus dias, músicas tais como:
    – Amazing Grace ou Mais Perto Quero Estar;
    6º – A música “Primeiro Amor” do grupo de rock cristão Rebanhão não deve ser cantado, afinal no primeiro álbum desse mesmo grupo existe um trecho da canção “Salas de Jantar” que diz:
    “Se a tristeza tentar pegar o seu coração,
    Pegue a guitarra e cante um rock
    Pra louvar Jesus, Pra louvar Jesus”;
    7º – A musica “Noite Feliz” que é presença certa nos hinários tradicionais deve também ser rasgada e queimada afinal quando foi criada, George Weber, diretor musical da Catedral de Mainz a chamou de vulgar, vazia de religiosidade e de sentimentos cristãos;
    8º – A obra o Messias, de Haendel, foi amplamente condenado como “um teatro vulgar” pelos religiosos de seu tempo, por isso devemos expurga-las de nós;
    9ª – A musica erudita de Wagner é usada por seitas demoníacas e idolatrada por Adolph Hitler, por isso a música erudita não pode ser ouvida ou usada como forma de evangelização;
    10º – Década de 1930, o primeiro guitar hero Robert Johnson (grande influencia de Eric Clapton e demais guitarristas da década de 60) vende sua alma ao demônio em troca de sucesso e existem alguns fatos interessantes sobre a sua vida que comprovam isso:
    – Musica “Me And The Devil Blues”:
    “Eu e o Demônio
    Estávamos andando lado a lado
    Eu e o Demônio, ooh
    Estávamos andando lado a lado
    E eu irei bater na minha mulher
    Até ficar satisfeito”
    Isso é a mais pura verdade, só que um dia essa “mulher” cansou de apanhar e o matou.
    Isso quer dizer que todo músico de Blues, assim como o próprio estilo é satanista correto?
    O que acha de tudo isso????
    O Rock como estilo musical foi criado e denominado nos Estados Unidos da America na década de 1950, e sofria preconceito por seus grandes expoentes serem negros: Chuck Berry e Little Richard (que mais tarde se converteu e disse a celebre frase: “Se Deus pode salvar um homossexual negro e velho como eu pode salvar qualquer um”) isso só mudou quando um certo rapaz da igreja Assembleia de Deus chamado Elvis Presley surgiu.
    O rock’n’roll desses expoentes deram lugar nos anos 60 a 1ª invasão inglesa com Beatles e Rolling Stones alem de outros. Em meados nos dessa mesma década surge o sexo livre junto com a era hippie.
    Surge o heavy metal no inicio da década de70 na Inglaterra com o Black Sabbath…
    Estranho é que só em 1975 no Brasil um cantor de MPB lança um disco chamado Nova Aeon, com a musica Rock do Diabo, dizendo que o diabo é o pai do rock… no minimo estranho.
    Ainda mais estranho e que o segundo álbum que mais vendeu da historia da musica e de heavy metal Back In Black do ACDC.
    Será que são todos anormais…
    Suas palavras:
    “Pessoas que estão nesse movimento pseudo-cristão carregam em seus corpos as marcas de seu senhor, Satanás. Eles estão espiritualmente destituídos, cegos e aprisionados, tropeçando em buracos e escuridão, de mãos dadas, rindo da alegria que eles têm em seguir a “Jesus”. A única esperança que eles têm é um encontro com um desastre, o que freqüentemente leva as pessoas a encararem a realidade. Então, o estado pecaminoso pode ser confrontado, num momento de sanidade. Que Deus os ajude de alguma maneira a acordar, antes que seja tarde demais. Ninguém terá a chance, além da sepultura, de aceitar a verdade e mudar. Certamente eu não estarei em pé lá, quando eles forem lançados no inferno, dizendo, “eu lhe disse”. Não haverá nenhum sentido em conhecer a verdade depois do trono do juízo.”
    Com isso você esta dizendo que grupos como:
    – Rebanhão (inclusive o grande musico Janires já esta ardendo nas chamas do inferno);
    – Oficina G3;
    – Fruto Sagrado;
    – Katsbarnea;
    – Toda a congregação Refugio nos EUA…
    – Stryper;
    – Mortification ( o baixista e vocalista Steve Howe ainda se recuperando de um câncer, seu testemunho é um balsamo para os doentes, é apenas mais um enganado, quem sabe segundo a sua lógica esse câncer é ate um castigo por cantor death metal?)
    Todos esses incluindo todos os que ouvem e gostam do estilo estão condenados ao inferno.
    Você tem um poder maior do que o do próprio satã sabia?
    Afinal você tem a capacidade de sondar os corações de todos e afirmar que não cultuam a Deus, segundo o que me consta apenas Deus sonda os nossos corações…
    Quando Saul vivia atormentado, e foi sugerido um musico para acalmar, Davi foi indicado não por ser bom musico apenas… Mas porque “Deus era com ele”, mas Davi era instável, seus irmãos diziam que ele tinha sede de sangue.
    Entao independente de como era Davi ele tinha unção, eu posso condenar alguem dizendo que esse ou aquele nao tem unção?Quando Samuel é enviado a ungir o novo rei de Israel, Ele nos mostra a diferença do julgamento dEle e o dos homens:
    “Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a sua altura, porque o rejeitei; porque o SENHOR não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o SENHOR, o coração. 1 Samuel 16:7”
    Outra coisa muito se diz sobre música, ai entramos na questão cultural…
    Afinal ninguém diz nada a respeito de outro estilo musical apenas do Rock…
    Ninguem condena a dupla Daniel & Samuel de serem perfeitas copias do Zezé di Camargo & Luciano…
    Ninguem critica a cantora Pamela que cada vez parece mais as funkeiras cariocas…
    DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS SIMPLESMENTE!
    Muito se diz sobre musica…
    Mas muitos dos que criticam o rock vivem horas e horas em frente a TV, vendo filmes de todos os gêneros…
    Mas isso não atrapalha?
    Novelas?
    Reality shows?
    O sagrado futebol de domingo a tarde?
    Na maioria das vezes as pessoas tacanhas filtram as moscas e engolem elefantes.
    Creio que isso é mais uma luta do tradicional e do moderno.
    Realmente a grande contribuição da história é a de revelar para nós a transitoriedade do tradicional e do moderno.
    Qual o limite entre o tradicional e o moderno? Quanto tempo o moderno será moderno até se tornar tradicional?
    O tradicional geralmente é santificado e o moderno, demonizado. Isso existe por conta de um preconceito velado de que a música do céu é a música WASP (White Anglo-Saxon Protestant) Branco, Inglês ou Alemão e Protestante.
    São as pessoas que pensam desta forma que tem o mesmo raciocínio que inspirou os movimentos radicais racistas, tais como Hitler, Ku-Klux-Klan, etc.

    Enfrentamos hoje situações difíceis como fruto da pouca reflexão no passado sobre a música que cantamos em nossas igrejas. As discussões em torno do assunto, na maioria das vezes, recorrem a um subjetivismo exagerado e o resultado é a predominância de duas linhas de pensamento: a música que as pessoas gostam e a música que as pessoas conhecem.
    Fico por aqui.

  279. Roberto Aguiar Says:

    Nobre Rodrigo, saudações!

    A resposta é longuíssima porque seu questionamento foi muito extenso…

    Você aborda uma gama muito grande de pontos, dos quais alguns eu não abordei. Entretanto vou tentar responder o que está ao meu alcance.

    ENTÃO VAMOS PENSAR COMO VOCÊ SUGERIU…

    Generalizar em alguns casos é realmente um problema porque engloba muitas variantes.
    Mas será que toda generalização é errada?

    Por quê será que em todo idioma existe esse recurso?

    A generalização é um recurso da língua para aplicar uma conclusão a muitas coisas.
    Será que a realidade exige esse termo?

    É claro que sim! Como poderíamos nos referir a algo que se torna comum, repetitivo, corriqueiro e que abrange a maioria dos casos analisados, sem o termo generalizar?

    Por exemplo, quando alguém diz que no Brasil só pobre vai para a cadeia, essa pessoa está errada porque está generalizando correto? Errado!

    Mesmo sabendo que existem alguns ricos presos, eles não chegam nem a 1% da população carcerária. Logo nesse caso, o uso da generalização é correto e necessário como forma de expressão da realidade.

    Assim acontece nos temas como a corrupção política, a falência da educação, da saúde… Em todos esses temas a generalização não só é correta como necessária.

    Vamos ver agora a generalização dentro da bíblia.

    Jesus generalizou quando disse que ninguém seguisse os exemplos dos fariseus.
    E ai? Será que não existia um fariseu se quer que fosse diferente dos demais…?
    Sim existia, como vemos em João 12:42, “Apesar de tudo, até muitos dos principais creram nele; mas não o confessavam(ainda) para não serem expulsos da sinagoga”.

    E ai? Jesus errou em generalizar?

    Jesus generalizou novamente quando a firmou que o mundo jás do maligno. Essa frase significa que o mundo inteiro é comandado e pertence ao diabo.

    E ai? Jesus equivocou-se Rodrigo? Foi errado Jesus generalizar?

    Jesus generalizou novamente quando partiu pra cima dos negociantes do templo,” E entrou Jesus no templo de Deus, e expulsou todos os que vendiam e compravam no templo, e derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas; E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; mas vós a tendes convertido em covil de ladrões. Mateus 21:12-13

    Ele chamou todos que estavam negociando de ladrões.
    Jesus errou novamente em generalizar?

    Deus generalizou em relação a humanidade. “E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente”. Gênesis 6:5

    E ai Rodrigo, Deus está dizendo nesse texto que de nós mesmos, eu e você, de nós mesmos, só temos pensamentos maus… Será que Deus está errado em generalizar sobre nós?

    RESPONDENDO AOS PONTOS ENUMERADOS POR VOCÊ
    1° Os instrumentos, assim como as notas musicais se originaram no céu.
    A primeira referência bíblica a instrumentos, inclusive de percussão se confundem com o próprio nascimento de Lúcifer:
    “Estiveste no Éden, jardim de Deus; de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônica, topázio, diamante, turquesa, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados.” Ezequiel 28:13

    Portanto nesse caso Rodrigo, a generalização foi aplicada incorretamente, pois não foram os macumbeiros os primeiros percursionistas do universo.

    Alguns instrumentos musicais, embora tenham se originado da fonte suja do mundo, eles são inanimados, ou seja, não possuem alma. Isso significa que de si mesmos, sem o contato do homem, não podem se comunicar conosco. É só há partir da manipulação do homem que os instrumentos produzem sons, e ai sim, uma mensagem boa ou ruim, dependendo da fonte, pode ser passada através da música.

    É claro que eu sei que você não pensa que os instrumentos são maus, você propositadamente fez algumas generalizações erradas para tentar mostrar que toda generalização é errada. Mas como você viu nos exemplos acima, o que você tentou provar não se justifica. A generalização em muitos casos é sim um recurso da lógica, que serve para expor com clareza e verdade, determinados fatos comprováveis.

    2° É uma repetição do equívoco do ponto 1.

    3° No cristianismo a única fonte de regra e vida deveria ser a bíblia, mas a realidade prova que na maioria dos casos, o homem e não Deus é a fonte inspiradora. Assim como os católicos, Calvino chegou ao absurdo de condenar uma pessoa a morte, por não concordar com a sua noção de fé. Não devemos ser seguidores de homens, mas de Deus, e isso inclui a nós mesmos. Calvino fez algumas coisa dignas, não neste caso.

    4° Isso novamente é uma reedição do ponto 3. Com o Deus que temos, simplesmente não faz sentido nenhum buscarmos inspiração para o nosso culto a Deus, no mundo. Nesse caso é até uma contradição… Se o homem natural é descrito pelo evangelho como sendo cego e mergulhado em trevas, incapaz por si mesmo de enxergar a luz, como de repente, do nada, esse mesmo homem passa a ter uma inspiração tão limpa, digna, a ponto de ser usada na adoração a Deus? Lutero, assim como a igreja católica, perseguia os judeus e empreendeu algumas guerras “santas”… Lutero é um exemplo em muitos casos, mas nesse caso específico, assim como nas guerras e perseguições, foi infeliz…

    5° O hino Amazing Grace de John Newton foi escrito mais ou menos em 1779, Já Spurgeon nasceu apenas em 1834. Portanto, não procede a informação de que esse hino era moderno para Spurgeon, pois quando este nasceu, o hino já tinha 55 anos. Já sobre o hino, Mais Perto Quero Estar, desconheço essa desaprovação de Spurgeon. Mas você sem querer, tocou num ponto importante. Em toda a história, os homens de Deus lúcidos eram extremamente críticos com tudo que cercava Deus. E a música é um objeto de culto a Deus, por isso não só Spurgeon, mas todos os adoradores que se aplicam a conhecer de fato a bíblia, desenvolvem o senso crítico enorme em relação a música.
    …Não o que vemos hoje…

    6° O grupo Rebanhão, se jamais tivesse gravado a música, “Salas de Jantar”, não mudaria em nada o perfil da banda. O Rebanhão mostrou ao longo de sua carreira, que assim como os mercadores do templo, no tempo de Jesus, vieram para comercializar as coisas santas.

    Rodrigo, me mostre a diferença entre os grupos de musica como Rebanhão, Oficina G3, Fruto Sagrado, Stryper, Mortification e etc…, e os mercadores do templo que Jesus expulsou?

    Para nos fundamentarmos concretamente, vejamos na íntegra, o significado das palavras:

    Mercador: Quem compra e ou vende bens ou serviços produzidos por si mesmo ou por outros com lucro, com certa frequencia, quem comercializa algo, comerciante, aquele que se intercala na venda entre quem produz e quem compra. O que realiza transações comerciais de forma profissional.

    Mercado: Comércio de coisas ou serviços, Negócio, tráfico que se faz comprando e ou vendendo. Fazer operações de compra e venda. Relações de negócio. A classe dos comerciantes. Produtos ou serviços comercializados pelo produtor, nacional ou estrangeiro, e a aquisição pelo consumidor. O produto das transações comerciais. Todos os processos envolvidos na produção, promoção e comercialização de um produto ou serviço. O conjunto de setores que envolvem o comercio humano.

    Mercadoria: Mercadoria é um objeto ou serviço que serve para ser consumido, que pode ser imediatamente utilizado para satisfazer uma necessidade pessoal ou coletiva.

    “E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita”. II Pedro 2:3

    Agora Rodrigo, segundo a definição na língua portuguesa para a contexto da palavra comercio, o que essas bandas fazem é comercio ou não?

    Mercadejar as coisas de Deus é apenas um aspecto em que podemos condenar a obra de grupos cristãos como esses. Fora desta análise, deixei ainda aspectos condenáveis como, permitir o “Culto a Personalidade” em forma de tietagem por parte dos fans, o que caracteriza a aceitação de hora e glória pelo que supostamente Deus é o autor, a descarada cópia de modismo do mundo plantado assim nos jovens, a admiração pela cultura do mundo, a cobrança de cachê para louvar a Deus, auto promoção, produção de propaganda enganosa, desvio de dinheiro que supostamente deveria ser usado na obra de Deus, aliciamento espiritual, o uso de técnicas de marketing na promoção do que supostamente seriam “as coisas sagradas de Deus”, a invenção segundo o conceito secular da profissão de adorador, perverter e corromper os irmãos que tem inclinação para a adoração em forma de música, a introdução de mentiras doutrinárias no que supostamente seriam louvores…

    7° A música católica “Noite Feliz”, composta pelo padre Joseph Mohr , possui uma melodia belíssima e que toca o sentimento. Mas o problema é que, sentimento por sentimento, Luan Santana, Bom Jovi, e os Beatles também tocam o sentimento das pessoas a ponto de fazê-las se esvaírem em lágrimas… O natal é uma festa pagã e qualquer professor de história pode provar isso. Foi criada pela igreja católica para atrair os pagãos que festejavam suas festas de fim de ano para o seu rebanho. É uma contradição essa música constar de algum hinário evangélico.

    8° Embora seja tocada mais amplamente no natal, o messias foi uma encomenda que Haendel recebeu do Lord Lieutenant da Irlanda, para arrecadar dinheiro para três instituições de caridade de Dublin com as apresentações. A peça na verdade foi feita para a páscoa e não pro natal. As críticas questionavam como uma obra de cunho religioso poderia ser apresentado num teatro, um local em que geralmente se zomba do evangelho. O fato é que os motivos que levaram a criação do “Messias”, aparentemente foi a caridade, sentimentos muito mais sinceros do que os manifestados pela maioria dos músicos evangélicos.

    9° Você repete a mesma lógica equivocada do ponto 1.

    10° …Repetição do 1…

    Em sua abordagem da vida de Davi, você equivocadamente usa as acusações dos irmãos de Davi que desejavam encontrar uma justificativa ruim para o sentimento de indignação de Davi face as ofensas de Golias. Quando Golias caiu, ficou comprovado que a sede de Davi não era por Sangue, mas por honrar o nome de Deus. Nenhum homem jamais foi perfeito, mas os verdadeiros homens de Deus jamais se posicionam conscientemente contra a palavra de Deus, para satisfazer seu gosto pessoal, como é o caso dos músicos evangélicos.

    Você está usando os defeitos de Davi, juntamente com uma cultura de 3000 anos, que mudou bastante com a vinda de Jesus, para justificar o seu gosto pessoal. A bíblia diz que Davi tinha o coração reto diante de Deus, e ao contrário do que você afirma, a retidão interior se manifesta no exterior, não pode ficar escondida como você, e todos os fanáticos por música, querem que fique. Davi nunca vendeu as coisas de Deus. Davi nunca se corrompeu com a riqueza, fama e poder, como o seu filho Salomão e os músicos evangélicos. Davi era um homem humilde, íntegro, desapegado das coisas materiais, e isso fica bastante claro nos seus salmos e pela a duração do seu reinado. Davi nunca copiou os costumes do mundo como você e os músicos evangélicos não só copiam, como pregam que é isso que Deus quer. Não meu amigo, deixe Davi fora desse time, não há nada em comum entre esses músicos e Davi.

    Você novamente, e equivocadamente, aplica muito mal a regra da generalização, no texto bíblico em que o profeta Samuel, inadvertidamente, tenta descobrir o rei escolhido por Deus, baseado na beleza exterior. Com a citação desse texto você quer provar, para benefício próprio, que é impossível para nós homens, sabermos o que vai no interior de outro homem. Esse texto só prova que é natural do homem, procurar se impressionar com o exterior, antes do interior. Em absoluto ele quer dizer que nos é impossível conhecer o interior de outro homem.

    E eu provo…!

    “Pois do que há em abundância no coração, disso fala(exterioriza) a boca.
    Mateus” 12:34

    “Tomem cuidado, porém, com os falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Por seus frutos os conhecereis(interior). Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.
    Mateus 7:15-18

    Para quem leva apenas a bíblia como única fonte, Jesus ensina como discernir, identificar, diferenciar os verdadeiros discípulos, dos falsos intencionais, e dos iludidos pela ignorância causada pela subnutrição da Palavra de Deus.

    Principalmente em relação a arte… O que vai no coração gera a arte!

    A maioria dos erros cometidos pelos gospel rockers, é o mesmo de outros estilos como pagode, rap, clássico, forró, Axè….
    Observe que muitos dos erros apontados aqui em relação aos roqueiros cristãos, se aplicam a maioria dos músicos de outros estilos. Isso prova que a crítica não é específica a um determinado estilo musical, mas a uma cultura de se fazer música sacra de um modo geral.

    Agora nobre Rodrigo é a minha vez de fazer algumas perguntas…

    O que esses três textos querem dizer:
    “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.” 1 João 2:15 ?

    “Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno”. 1 João 5:19?

    “Portanto qualquer que quiser ser amigo do mundo, constitui-se inimigo de Deus” (Tiago 4:4)

    Que mundo é esse que os apóstolos se referem?

    Parafraseando Jesus, Tiago pergunta em sua carta, 3:11 diz: “Uma fonte d’água pode jorrar primeiro água doce e depois água amarga?

    A música secular veio de que fonte?

    Se a bíblia afirma que o mundo é do maligno, e diz que quem é amigo do mundo se faz inimigo de Deus, a cultura pop vem de que fonte?

    Baseado nessas passagens das escrituras, é correto a igreja copiar o mundo e introduzir a cópia na forma de adorar a Deus?

    Sua fé consegue sobreviver sem música ou você é dependente dela?

    Em qual parte da bíblia afirma que a música é um dos dons do Espírito Santo?

    Nos mostre na bíblia, uma passagem, em que a música é usada para evangelizar?

    Quem foi o cristão, na história moderna da igreja, que mais obteve sucesso na evangelização de jovens viciados e fãs de rock, a nível mundial?

    Seguindo sua lógica ele deve ser um pregador do gospel rocker?

    Assim como a exemplo dos irmãos Wesley, me dê um nome, só um, de um músico roqueiro cristão ou pop, reconhecido por sua grande espiritualidade e testemunho, não no meio de sua tribo, mas fora dela, pela igreja de um modo geral?

    Se o sincretismo musical da igreja moderna é santo e bom, por quê a maioria dos jovens evangélicos fãs desses gêneros de música, em sua grande maioria, são analfabetos na bíblia, revelando um profundo desinteresse nela?
    Isso não deveria ser o inverso?
    Será que isso não nos diz algo sobre esse estilo de evangelho?

    Quando a igreja se vê obrigada a copiar gêneros musicais do mundo, isso não significa que o diabo tem uma capacidade de inspiração muito maior do que Deus?

    O que Raul Seixas quis dizer quando afirmou que o diabo era o pai do Rock?

    Por quê você acha que Little Richard, considerado o pai do rock, afirmou que o rock era a música do diabo?

    Na sua opinião, baseado em que o mega astro do rock David Bowie, afirma que o rock é perigoso e que sempre foi a música do diabo?

    Na sua opinião, Por quê o “imortal” mega star Jim Morrison, vocalista da banda “The Doors”, afirmou que o espírito da música rock era o diabo?

    Os crentes dizem que Deus é o pai do rock. Já os criadores do rock dizem que o diabo é o pai do rock. Por quê a opinião dos gospel rockers deveria ser superior a dos monstros sagrados do rock, em relação a uma coisa que eles mesmos inventaram?

    Se a música é neutra, qualquer gênero de adoração agrada ao Senhor, certo?

    Por quê então no livro de Amós 5:23, Deus fala assim, “Afasta de mim o estrépito dos teus cântico, por que não ouvirei as melodias das tuas violas.”?

    Se a música é neutra, como você tentou provar ao longo de seu texto, por quê o ilustríssimo Frank Zappa, um cara que dominava vários estilos como, Rock, jazz , rock progressivo, música eletrônica e música clássica, e que foi incluído no seleto Hall da Fama do Rock and Roll, afirmou que a música pode proporcionar o mesmo efeito que as drogas?

    Ainda na neutralidade da música, por quê o mesmo Frank Zappa afirmou, “As formas em que o som afetam o organismo humano são inúmeras e sutis … os sons altos e as luzes brilhantes de hoje são instrumentos tremendos de doutrinação”. Explique isso?

    Explique a neutralidade da música tendo em vista o episódio que se deu na entrega do prêmio da MTV Awards, quando o grupo Red Hot Chili Peppers, ao receber seu prêmio e dando graças, disse: “Em primeiro lugar queremos agradecer a Satanás …” ?

    Se a música é neutra, por quê, exclusivamente no gênero do rock, estranhamente há tantas bandas e músicas que fazem apologia ao diabo e contra o Deus cristão?

    O que tem haver religião com musica secular?

    Onde pontos tão divergentes se encontram, musica secular e fé cristã, que justifique uma produção tão grande de músicas anti-Deus exclusivamente no gênero rock?

    Se a música é neutra, por quê Slash, um dos maiores guitarrista do mundo, ex-músico da banda Guns and Roses, declarou: “Quero dizer uma coisa, e isso é sério. A minha música afeta a vida das pessoas. Ter esse poder, é definitivamente uma coisa assustadora”?

    Se a música é neutra, por quê os psicólogos americanos que se especializam na área de influência da música sobre os seres humanos são unânimes em suas advertências sobre o rock? Por quê o psicólogo John Kappas, uma das maiores autoridades do mundo em hipnose, mostrou que as pessoas “são verdadeiramente suscetíveis a mensagens conscientes em um registro e que a excitação e melancolia podem ser criados por música / sobrecarga sensorial …` Toda vez que você sobrecarregar a mente, a pessoa se torna muito sugestionável. Elas vão aceitar qualquer coisa que você sugira no momento, porque elas não têm defesas contra isso. As pessoas podem sair de concertos musicais em um estado hiper-sugestionável … A música tem uma tendência a neutralizar o pensamento e criar estados de espírito. E, por sua vez, o poder de infiltrar mensagens .” Explique o seu ponto de vista da neutralidade, em relação as palavras dos psicólogos?

    Abordei com ênfase esse estilo de música porque você se deteve mais nele. Mas nunca cai na bobagem de afirmar qual era o gênero da música que agrada a Deus.

    Você certamente é jovem, e certamente com o evangelho diluído que recebeu, teria problemas em seguir um Jesus que não carregava uma banda atrás de si.

    Antes dos anos 50 Rodrigo, simplesmente jamais estaríamos tendo esse conversa. Para você ter uma idéia, no Brasil, o primeiro disco de rock gospel só foi gravado nos anos 70. Portanto você deve ponderar que algo que esteja na igreja apenas há 30 anos, não pode ter a importância e a força que você enxerga nela.

    A música se divide em estilos.

    A definição de estilo é:Atitude, personalidade, caráter, comportamento, hábito, moral, prática, procedimento, sistema, formato.

    Qual o estilo da palavra de Deus?

    Só um cego não consegue enxergar que a bíblia tem um estilo. Esse estilo é o estilo do seu autor, Deus.

    Se Deus é pessoal, e mostra seu estilo na bíblia, por que a música que agrada a Deus não combinaria com o estilo de sua palavra?

    Uma coisa fica evidente nobre Rodrigo, a questão musical, para você, supera de longe qualquer outro tema espiritual… Lendo suas palavras, parece até que na bíblia, a música é um dos temas que se destacam… O que não é verdade.

    Outra coisa que fica clara, é que você usa a bíblia para justificar o seu gosto pessoal. Ai você contesta: “Não eu defendo qualquer gênero de música!”

    Isso é oportunismo!

    Por quê?

    Porque os roqueiros evangélicos sabem que por mais que odeiem o Axè, por exemplo, e eles odeiam e muito, defender o Axé ou qualquer outro gênero de música, significa que na verdade estão defendendo a si mesmos…

    Por favor, não me inclua no hall dos que fazem crítica por gosto pessoal.

    Pessoalmente, adoro rock, principalmente o metal!

    Pra começar… É isso ai!

  280. Rodrigo Says:

    Caro irmão Roberto…
    Gostei muito das suas considerações e num futuro próximo iremos debater sobre cada ponto.
    Apesar da minha defesa quanto ao rock, eu não considero a música algo tão importante e concordo com muitos pontos de vista levantados por você. Sou jovem, mas não adolescente. Sempre fui e serei havido por conhecimento e ao contrário da maioria dos que postaram criticas sem nexo aqui eu gosto de um debate. Não gosto de ofensas e o único ponto negativo em seu post e o que me deixou realmente indignado foi o final:
    “Pessoas que estão nesse movimento pseudo-cristão carregam em seus corpos as marcas de seu senhor, Satanás. Eles estão espiritualmente destituídos, cegos e aprisionados, tropeçando em buracos e escuridão, de mãos dadas, rindo da alegria que eles têm em seguir a “Jesus”. A única esperança que eles têm é um encontro com um desastre, o que freqüentemente leva as pessoas a encararem a realidade. Então, o estado pecaminoso pode ser confrontado, num momento de sanidade. Que Deus os ajude de alguma maneira a acordar, antes que seja tarde demais. Ninguém terá a chance, além da sepultura, de aceitar a verdade e mudar.”

    De resto mais uma critica em relação as suas respostas que são muitas vezes ofensivas quanto a inteligencia dos que criticaram você. Creio que falta um pouco de amor nas suas respostas o que acaba criando uma série de ofensas.

    Sou de uma igreja tradicional não denomicional conhecida no Brasil como Casa de Oração e acredito que já há algum tempo a teologia da prosperidade e apostólicas que surgiram nos últimos anos tem afastado as pessoas de uma fé genuína baseada na Bíblia. Muito se diz da falta de amparo bíblico da igreja católica mas muitos dos que a condenam tem ate mais idolatria do que ela (arcas, lenços, cajados e demais artefatos) e ate idolatria a homens, e vejo que muitos das tribos que fazem do rock um estilo de vida cometem esse mesmo pecado.

    Sou consumidor de musica, mas tambem de outras midias e pra mim elas sao apenas entretenimento. Em cultos por exemplo acho errado toda essa enfase que dá em muitas igrejas para a musica, em detrimento a palavra. Já teve momentos que vi a palavra ser passada para o pregador faltando 10 minutos para o termino “normal” do culto, Creio que assim com existem ministrações “ESPADA” (fria, longa e chata) existem períodos de louvor “ESPADA” e muitas vezes as emoções despertadas em canções levam a um convencimento ao invés de uma conversão genuína.

    Compartilho da sua preocupação e ao contrário de muitas vou avaliar cada ponto de sua resposta.

    Deus lhe abençõe.

  281. Rodrigo Says:

    Ola, primeiramente a Paz do nosso senhor Jeus Cristo.
    Bom, apenas vou da r minha opnião, gosto mto de rock, nao extremo, mas gosto. Nao acho motivo nenhum pra criticar as bandas ai citadas, Salmo 150 diz q todo ser q respira louve ao Senhor, axo q o Senhor nos deu dons, e dons pra serem usados a louvor d’Ele, sou músico, baterista, o q me leva a gostar um pouco mais de rock, até pq grandes influencias musicais minhas estao nesse estilo, enfim, mas olha, nas igrejas pentecostais hoje em dia o q acontece: exemplo, tocamos um pop/rock e talz e sentimos realmente a Presença de Deus. Mas os mais anciãos e conservadores nos criticam, mas tipo, isso é o nosso melhor, é o que fazemos de todo p coraçao. Aí vem uma irmazinha e canta um “forró abençoado” e o fogo cai… Não condeno o forró, mas simplismente não gosto, ai vem as criticas ao rock…. e o Forró?
    O Funk? A valsa, o sertanejo, tudo isso esta em nossa música (musica gospel) , agora, por que só o rock???
    Tipo, as vezes isso soa meio que como comentario preconceituoso.
    Aqui no Brasil, temos o Resgate, cujo líder é Bispo, o Bp. Zé Bruno.
    temos o Oficina G3, irmão, vejo mto Deus na vida daqueles homens, nao é carne não.
    Mas mesmo assim, foi só uma opnião, um abraço e fica na santa Paz.

  282. Juliana Says:

    Caro irmão Roberto,diante de todos os seus comentários só tenho uma coisa a afirmar,são muitos os seus argumentos,e confesso que tens muito conhecimento também.Mas você disse a respeito do nosso irmão Rodrigo,que ele usou argumentos para se beneficiar,e eu digo o mesmo de você!Muitos dos seus argumentos são discutíveis,no entanto há muitos que você expôs apenas para “validar” a sua defesa.Entre muitas coisas que disse,uma me chamou mais atenção que o restante,pois você indaga o Rodrigo,sobre as influências dos “gospel rocker” sobre influenciar e algo do tipo.Diante de tudo isso,eu te pergunto,com o conhecimento que você tem,quem você tem influenciado pro reino de Deus?Quantos você tem levado a Cristo?Paulo antes de ter uma experiência com Jesus Cristo,era perseguidor do seu povo,após uma experiência sobrenatural,ele nunca foi o mesmo,e como se sabe,Paulo foi muito conhecedor da lei,apesar dele usar esse conhecimento para o ” seu beneficio”,que era ganhar almas,em um momento ele afirma que todo conhecimento que obteve era como esterco,ou seja “bosta” não valia de nada diante das experiências e conhecimento espiritual.Pois esse mesmo apóstolo,afirmou em Filipenses 2:15 e 18 : “(15) Alguns,efetivamente,proclamam a Cristo por inveja e porfia;outros,porém,o fazem de boa vontade…(18) Todavia,que importa?Uma vez que Cristo,de qualquer modo,está sendo pregado,quer por pretexto,quer por verdade,também com isto me regozijo,sim,sempre me regozijarei.”
    Os “gospel rocker” estão pregando e alcançando milhares de vidas,independente se erram ou não,porque quem convence o homem do pecado,do juízo e da justiça é o Espírito Santo,então não venha dizer,que as pessoas só são influenciadas porque não tem conhecimento e são vulneráveis a manipulação.Eles são convencidos pelo Espírito Santo,aí depois de convertidos o trabalho é de Deus e de seus pastores e líderes espirituais,para orientá-los ao caminho certo.
    Agora você está externando atitudes de um “semideus”,detentor de todo conhecimento (aos seus olhos) e tendo o poder se julgar e sentenciar quem bem lhe parecer.Talvez seria mais edificante,que você o orasse por esses “gospel rocker” para que eles saíssem das trevas á Luz (no seu ponto de vista),e que seu conhecimento seja usado para gloria de Deus e não para sua,pois o que eu vejo aqui é você querendo medir e competir conhecimento,debate que levam nada a lugar nenhum.Sai do seu lugar de conforto e comodidade,e vai ministrar a palavra de Deus aos aflitos,que Deus ficará muito mais contente.Você não impressiona Deus com seu conhecimento e seu talento,pois foi ele mesmo que o deu.Você impressiona e conquista seu coração,quando almas são saqueadas do inferno.
    Graça e Paz

  283. VERBO Says:

    Só tenho uma coisa pra dizer..
    Uma coisa.
    pronto dei o meu recado, agora eu sou de Deus ou do Diabo?

  284. Este artigo está mais pra falta de DISCERNIMENTO do que discernimento… mostra apenas preconceito e falta de contextualização daquilo que é essência dos ensinamentos de Cristo.. lamentável ver cristãos preconceituosos.. Eu sou pastor e reafirmo que não importa o estilo se no teu coração pulsa a verdade do amor de Deus e o Reino de Deus dentro de você.. continuem tocando rock, death e black .. tudo podemos naquele que nos fortalece.. que nasça Jesus Cristo no meio dos cansados e oprimidos e que nasça o amor de Deus no meio dos religiosos para que possam ver e entrar no Reino..

  285. Kemuel Says:

    Nuss a tempos que num via um debate tão Fariseu!!!!!

  286. A maior utilidade deste blog e seu comentários será no dia de nosso julgamento amados,quando Cristo revelar as intenções dos corações,trazendo a luz toda nossa arrogância em nosso orgulho escondido atrás de palavras, que matam cada irmão, como a biblia retrata,td isso q vejo aqui é a misericórdia de Deus para com os rebeldes,através de um servo de Jesus Cristo,que não se contenta com o cristianismo satânico e o cumprimento de uma profecia dos ultimos dias,os homens seriam sem amor para com os bons.Espírito Santo de Deus nos dá vista e ouvidos !!!

  287. Élida... Says:

    (Amós 5- 21 ao 24)

    21 “Eu odeio o exibicionismo – o fingimento de me “honrar” com festas religiosas e assembleias solenes.
    22 Eu não aceitarei as ofertas queimadas e as ofertas de gratidão. Nem sequer vou olhar para as ofertas de paz.
    23 Acabem com esse barulho das suas canções; eles são um barulho que incomoda meus ouvidos. Não ouvirei suas músicas, por mais belas que seja.
    24 O que Eu quero ver é a justiça correndo como um rio. Quero ver uma correnteza de justiça e retidão.”(Viva)

    Atentem-se ao que Deus diz a Moisés em Êxodo 20: 7 ao qual se constitui o terceiro mandamento:

    (7) “Nunca use mal o meu nome. Não tolerarei qualquer abuso neste sentido.”(Viva)

    Cuidado, aqueles que se rotulam como Cristão… será que estamos moldados e conformados com a imagem de Deus?! Será que estamos santificados o suficiente para um dia adentrarmos no Santo lugar?! Examine o homem a si mesmo.

    2 Co 13:5 “Façam a verificação em vocês mesmos. Vocês são realmente cristãos? Passem pela prova? Sentem cada vez mais a esperança e o poder de Cristo dentro de vocês? Ou estão apenas fingindo-se cristãos, quando não são absolutamente nada”? (Viva)

    Misericórdia Senhor, quebrante os nossos corações e faça nos ver a tua verdade, e enxergar não através da ótica humana, mas sim, a Divina.
    Faça-nos que não fiquemos sempre aprendendo sem nunca chegarmos ao conhecimento da verdade.
    Amém !

  288. Marco Says:

    Parabéns Élida, muito me alegra saber que ainda existem pessoas sensatas e com discernimento.

  289. Élida... Says:

    Sim Marco, mas muito me entristece em ver tantas pessoas que ainda não compreendem o Amor Imensurável do Pai, e nem a SANTIFICAÇÃO, a qual Deus requer de nós, e usam a palavra de Deus para justificarem suas próprias concupiscências…
    Deus é Santo, puro, imaculado e deseja que:

    1 Pe 1:14-15
    “Como filhos obedientes, NÃO se deixem AMOLDAR pelos maus desejos de outrora, quando viviam na ignorância.Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, pois está escrito: “Sejam santos, porque Eu sou santo”.(Viva)
    Daqui, dessa matéria, percebe-se o grau de Santificação de cada pessoa que se nomeiam “Cristão”, que triste.
    Pessoas que buscam sua “própria glória”, e reconhecimento, amantes de si mesmos…
    2 Tm 3:
    1- “É IMPORTANTE para você saber isto também, Timóteo, que nos últimos dias vai ser muito difícil ser cristão.
    2- Porque as pessoas só amarão a si mesmas e ao dinheiro; serão orgulhosas e fanfarronas, zombarão de Deus, desobedecendo aos pais, sendo ingratas com eles e completamente más.
    3- Serão duras de coração e nunca se submeterão aos outros; serão sempre mentirosas e desordeiras, e não se incomodarão com a imoralidade. Serão rudes e cruéis, e escarnecerão daqueles que procuram ser bons.
    4- Atraiçoarão seus amigos; serão irascíveis, inchadas de orgulho, e preferirão divertir-se a adorar a Deus.
    5- Irão à igreja, sim, porém não acreditarão realmente em nada do que ouvem. Não se deixe enganar por gente assim”…
    8-( 2ª parte do versículo) “Eles têm uma “mente suja”, “deformada” e “torcida”, e se REBELARAM CONTRA A FÉ CRISTÔ.

    Mas, por um outro lado, me alegro em saber que a Profecia está se cumprindo…

    Hb 12:14
    “Segui a paz com todos e a SANTIFICAÇÃO, sem a qual ninguém verá o Senhor”…

  290. Edu santos Says:

    Pra Mim vcs são lados da mesma moeda todos iguais em defender seus argumentos( Onde há evidências para todos ), então pra que perder tempo discutindo…se ninguém vai mudar de ideia?

  291. então pra que perder tempo discutindo…se ninguém vai mudar de ideia? Para que o Espírito Santo de entendimento e livre alguns cativos das garras de satanás, que anda como leão rugindo a qualquer um q possa tragar,expor nossos argumentos baseados na vedade da biblia, não distorcida, isso traz traz luz e vida…os sábios amam a correção,mas o escarnecedor odeia aquele quem o corrige.

  292. Letícia Says:

    Se você pesquisa,sobre cada banda,o significado dos albuns,as imagens ou os mascotes vc vai entender,e se vc pega rockeiros cristão e pergunta como ele era antes vc tem q dar graças a Deus, e eu duvido vc conseguir tirar os rockeiros do “mundo”,já fui e foi mt dificil minha conversão por me jugarem por ouvir rock gospel,pelo menos eles tão fazendo algo ultil,mts rockeiros vão a igreja tradicional e tratão mal,o jugam pela aparencia,e eles tão ali ajudando…Pense um pouco antes de falar besteira,desculpe pelo meu vocabulario..

  293. Bruno Says:

    Oh seu idiota que colocou esse post aki,tu é um hipocrita,vai se converter seu otário,eu fiko puto com uma coisa dessa ,pra tu mateus cap:23 e ver:33: serpentes raça de víboras até quando escapareis da condenção do inferno?

  294. Bruno Sprovieri Says:

    Roberto Aguiar, vi nos posts que faz tempo que não os responde, por favor, vê se aparece, se estou errado preciso de orientação, estou aberto a aprender, não sou dono da verdade!

    nos primeiros comentários percebi que você é um tanto quanto sarcástico com as pessoas que não são tão eloquentes quanto você, ou que usam um vocabulário meio que defasado, aí você já começa nos revelando que não conhece tanto assim uma experiência real com Deus, cuja característica é a humildade e o amor ao próximo, duas delas. pode conhecer bastante a teoria mas nada da espiritualidade, e isso não adianta de nada, não estou julgando apenas usando suas palavras contra você mesmo.

    detalhe sobre o artigo: posso afirmar com clareza que uma cultura não irá influenciar uma pessoa que é nova criatura em Cristo, embora nem precisaria fazer tal afirmação já que sabemos as bandas de Rock Gospel que realmente seguem a Deus e Sua Palavra não receberá de maneira nenhuma influências de uma banda satanista, fica aí a dica: pesquisar e pedir sabedoria a Deus para, realmente, não cair em apostasia ouvindo bandas que se dizem gospel mas na verdade de Deus não tem nada, ressaltando que existem muitas bandas do gênero que louvam a Deus com seu rock e salvam almas com ele, será que estamos fazendo o mesmo ou perdemos nosso julgando-as.

    vale a pena lembrar que bandas “falsamente cristãs” não incluem apenas algumas bandas de rock, mas tem muitos grupos e bandas famosas nacional ou não que só se interessam no cachê no fim do show, pecado e santidade convivem dentro de uma mesma igreja, de um mesmo gênero musical, cabendo a nós escolhermos que caminho trilhar, buscando sempre a Deus pra abrir nossos olhos espirituais.

    Obrigado, Paz do Senhor

  295. Nunca vi tanta merda publicada sobre algo que chega dar nojo desse surtado que escreveu isso!

  296. Davyd Wesley Says:

    Sejam Loucos como Paulo, Pedro, e João foram. E sejam cheios do Espirito Santo meus irmãos. Glória a Deus pela vida de todos. Agora parem de discutir e vão evangelizar.kkk

  297. Karl Harman Says:

    Chega de tanto palhaço falando merda na internet, isso aqui tudo é esgoto escroto fétido! Porque esse idiota que escreveu essas coisas do rock não engole a lingua e morre. Vai fazer favor pro mundo e pra Igreja se fizer isso .. quanta palhaçada!

  298. Só tenho um ponto a dizer deste Sr que escreveu este post.Dizer que satanás tem poder criativo é demais.Afirmo, satanás não tem poder criativo, e sim perversivo. Deus criou o homem com toda sabedoria e inteligência.Deus fez o homem com a capacidade de criar, desenvolver.
    Então quer dizer que o sexo é criação do diabo:Não. É criação de Deus, mas satanás perverte o coração do homem e DETURPA as coisas de Deus. EX: pornografia, prostituição etc.

    Isto acima foi só um exemplo.Com a música acredito que seja a mesma coisa.O homem na sua essência tem a condição de criar, pois Deus deu isto ao homem.Satanás é um anjo caído, e na sua condição não tem poder criativo e nunca terá.

    Se o rock é do diabo simplesmente pelo fato de ter sido criado ou desenvolvido por pessoas que na sua essência não conhecem a Deus, foi apenas um prato cheio para que o Diabo utilizasse deste artifício para se manisfestar. Porque na realidade o desejo dele é este.

    Este Sr que escreveu este post está me parecendo que está com o mesmo sentimento que mical, quando viu Davi dançando e tocando a pandeirola…….quem conhece a história que entenda……

    Primeiro, tanto que satanás não tem poder criativo, que o anseio dele é de se manifestar através do homem.

    Segundo satanás, tanto quer se manifestar através da vida do homem, porque só assim ele tem condições de dar cabo aquilo que está na sua essência, matar, roubar e destruir.

    Satanás ele é tão miserável, e não tem poder criativo nenhum, que as bases das religiões que ele utiliza para se manifestar todas são cópias dos antigos rituais Judaicos do antigo testamento……Matança de animais, derramamento de sangue, oferendas etc….

    O diabo é o rei da cópia da pirataria.Sim satanás tentou a JESUS, ofereceu riquezas e glórias para o meu Senhor, mas não porque ele é dono, mais sim porque lhe foi dado a liberdade por Deus, pois a Bíblia diz: o mundo jaz no maligno.

    Volto a dizer tudo aquilo que o homem fizer e que na sua essência mais íntima tenha o desejo de louvar a DEUS em espírito e em verdade é bem vindo seja rock, pagode, música sacra, dance,música clássica, bater palmas, que seja, fomos criados para adorar a DEUS o senhor, através de seu Filho JESUS CRISTO,com o Auxílio do SEU SANTO ESPÌRITO.

    Não sei qual era a música que DAVI dançava e cantava e tocava na época dele, mas posso te afirmar que não era a mesma que este SR que escreveu este post acha que é louvor, até mesmo porque se trata de culturas e tempos diferentes.

    É o home que tem a condição de criar, façamos tudo para a honra e glória do nosso senhor…….

  299. Roberto Gurgel Says:

    Tudo pertence a Deus o diabo não criou nada, a capacidade do ser humano em criar musica, seja em qualquer estilo é algo criativo que é uma faceta de Deus em nós.. importa que os verdadeiros adoradores o adorem em espírito e em verdade, seja rock, samba, reagae, soul music, funk, heavy metal, pagode, estilo de coral, orquestração seja o que for se for feito para DEUS ninguém pode julgar.. vamos deixar isso para o Sr. o pai das LUZES. Eu tenho a impressão que essa desavença ou percepção com o estilo rock é preconceituosa e o autor do blog não entende de musica e nem sabe o que significa misericórdia e não sacrifícios.

  300. Adriana Says:

    Engraçado então logo Deus deu a capacidade do ser humano ser desobediente??! Veja bem a pós queda da natureza humana.!! ” Quero portanto que os varões orem em todo lugar,levantando mão santas em todos os lugares sem ira e sem Animosidade! 1 Timóteo 2-8

  301. Roberto Gurgel Says:

    Engraçado que Deus deu a capacidade do ser humano poder escolher qualquer coisa inclusive desobedecer como Adam fez, e que sofremos as consequências disso até hoje e engraçado tbm que a palavra de Paulo tem contexto anterior e posterior, além das nuances históricas e sociais, é preciso estudar a palavra para entender a contextualização do evangelho.

  302. Roberto Gurgel Says:

    Esta estorinha de subcultura, imitando os padrões do mundo é pura falácia de quem não entende o ser humano e a sociedade, gente que parou no tempo e vive estagnado e não percebe as mudanças na sociedade. O evangelho tem que atingir todos, a proposta da música é difundir o evangelho seja em culturas diferentes seja em guetos, o importante é que o evangelho seja pregado a todo custo. Pessoas ficam limitando a obra do Espírito Santo e não entende assim como os fariseus que o céu estará lotado de gente que alcançou graça e misericórdia e não de gente supostamente sã. Pura falácia de gente que continua na mesmície sem entender a proposta, porque o evangelho é isso, uma proposta que demanda uma resposta no coração, por isso Deus escolhe as coisas fracas pra envergonhar as fortes e as que não são para envergonhar as que são, ou julgam ser! Deus tenha misericórdia do surto da religiosidade mórbida daqueles que acham que pode louvar assim, mas assado não! pode fazer isso mas isso aee não.. esses ficam igual aos fariseus tentando institucionalizar a Deus, os milagres e tentam matar o milagre DEUS! Não tentem matar o milagre do Espírito Santo no reino do ROCK, deixem o milagre DEUS transcender os seus limites humanos e aceitem a graça de Deus ..

  303. Rodrigo Nogueira Says:

    Li o texto e achei interessante, gosto muito do petra e whitecross e stryper, sei que o stryper pisou na bola mas petra e whitecross estão ok…creio que o autor tem razão com relação a essas bandas que se dizem cristãs, tentei procurar rock cristão da atualidade, pesquisei sobre o POD e outras bandas e percebi que elas tem se mostrado bem erradas tanto na letra, nos shows e simbologia…me considero liberal com relação as bandas, mas eu já sou maduro suficiente para escolher o que quero escutar, minha mulher gosta do Diante do Trono, eu gosto de uma música ou outra…mas sei que eles hoje aceitam mulher como pastora, coisa que não tem fundamento bíblico, e, em sua igreja, vem adotando coisas erradas fora da palavra. Minha opinião é a seguinte:
    A música em si não diz nada, mas presto muita atenção em quem está tocando, os que eles estão dizendo. Para mim isso é o mais importante, sua vida dentro e fora dos palcos. Infelizmente tá cheio de um mercado gospel nojento com bandas que nem sabem os que estão falando ou fazendo…Eu me acho equilibrado para ouvir o que acho bom. Têm muitos louvores que são meros cultos ao homem pedindo e pedindo coisas e barganhado o direito de ganhar algo em troca de Deus. Com o advento da fé positiva que nada mais é que bruxaria disseminada na igreja (leiam o livro Sedução do Cristianismo), mesmo louvores bonitos não louvam mais a Deus supremo, mas sim ao homem. O tema central das músicas deixou de ser o todo poderosos Deus, mudando o foco para o homem, preciso disso, preciso daquilo. ou seja, na minha opinião, o problema não está mais na música em si, se é rock ou se é louvor, mas sim se está cultuando a Deus ou ao homem e suas necessidades materiais. Fico chocado como a bruxaria entrou nas igrejas, conheço pessoas que não podem fazer declarações do tipo o meu filho é bagunceiro, pois essa pessoa acha que nessas palavras ou nessa declaração irá gerar um poder destruidor na vida do filho dela. Ela só pode dizer coisas positivas, pois isso gerará “benção” para o filho dela, é claro que não é legal chamar o filho de burro não que no mundo espiritual isso vai acarretar dano para a criança, mas sim, que, por exemplo, a criança pode escutar tanto isso que ela poderá acreditar que isso é verdade. Enfim, meu ponto de vista é esse…estamos vivendo em um mundo cristão que já está imerso na apostasia…e infelizmente muito desse gospel rock cristão pode estar envolvido com essas sujeiras, buscando somente a glória para si mesmo e não para quem merece que é o nosso Deus.

  304. Roberto Gurgel Says:

    Rodrigo dá pra ver que vc não entende de música e nem de contextualização do evangelho, não sou liberal quanto a palavra e acho que vc tem razão quanto a questão do positivismo nesse lance de “há poder nas palavras” e isso não foi bruxaria não, Paul Young Sho no livro Quarta Dimensão coloca na verdade é o positivismo, enfim, mas música é musica meu irmão e esse lance de ficar olhando a vida de quem toca é ridículo até porque todos, inclusive vc, somos pecadores. O que precisamos hoje é de muita musica e gente boa de Deus para levar o evangelho seja no estilo rock ou heavy metal ou pagode. Seja tudo para honra e glória do Deus altíssimo.

  305. Parem de dar ibope para este caraw pessoal !
    Perca de tempo total .

  306. perda de tempo mesmo.. preconceito não está na musica .. está no coração..

  307. Andresa Ferreira Pereira Says:

    Pra começar, tratando de MÚSICA as referencias não interessam aos nomes de banda e sim o contexto musical que ela produz. Quem é músico busca sempre o melhor e como no meio evangélico está escasso uma produção musical que se preze, vamos ser sinceros é melhor buscar fora o que é bem mais acessível. Não julgo a música evangélica, pois sou uma, amo música mas temos de reconhecer que cada dia que passa o mundo gospel musical virou um grande PLÁGIO!
    E cara, que besteiras são essas ditas a cima? (não todas), o mal das pessoas é julgar o líquido pelo frasco. Não sei se conhecem a passagem que está em 1CO 9;22 hoje em dia é quase que obrigatório usarmos de estratégias para evangelizar… se o próprio Jesus usava de estratégias! Hoje existem no meio evangélico muitas modalidades e estilos, isso pq as pessoas estão abrindo suas mentes e enxernagndo que Deus é mais do que roupas e aparência. Então como vamos ganhar pessoas do mundão que são Góticas, Funkeiras, Pagodeiras se não tocando o que elas gostam de ouvir? não digo que transformação vem pela música mas contribui, pois ele pode ver que no meio evangélico também podemos louvar a Deus com um ritmo que foi criado por Ele mesmo, o Senhor, não foi Deus o fundador da música? É só ler a bíblia! logo não é o ritmo o problema, é o que a pessoa faz da essencia da música que é uma das criações mais perfeitas.
    Olhem, sou rockeira, ministra de louvor na casa do Senhor e sei que existem sim pessoas que se enganam dentro das igrejas, FATO! mas ninguém pode julgar as pessoas pelo tipo de música que tocam ou curtem, isso é ridículo! Eu ouço rock, hard, punk, new, metal entre outros estilos porque meu ministério pede isso, que eu seja bem informada. Então queridos vamos pesquisar, constatar antes de dizer coisas que simplesmente “achamos ser” e prestem atenção na quantidade de pessoas que se perdem por aí enquanto vcs estão esculhambando com as variações musicas enquanto poderiam aderir estratégias para ganhar pessoas para o Reino dos céus.
    Não é obrigatório ninguém gostar de tudo, mas temos que ser inteligentes o suficiente pra saber que muitas coisas tem seu mal, sim, claro! mas muitas outras coisas podem, se usadas corretamente fazer um bem incomensurável.

  308. Irmãozinho acorda vai estudar o que significa misericórdia seu surtado religioso e babaca gospel. Continue surfando no meio do que está na gospelândia que vc vai se dar bem.. religioso hipócrita que se acha melhor do que os outros.. ACORDA e vai ler os evangelhos.. fariseu dissimulado

  309. Eu sou de Jesus e curto ROCK pesado pra Jesus tudo isso para honra e glória dEle.. o altíssimo e justo.

  310. Arthur Says:

    Discernimento Cristão?
    Nunca li tanto julgamento, e bobeira num blog só! Ao ponto de dizer que o senhor de tais, é o próprio inimigo. A bíblia diz para não atrelarmos o que é de Deus ao inimigo e vice-versa, portanto escrito deste blog, peça DISCERNIMENTO a Deus, para que você aprenda a não julgar algo que não entenda, pois muitas dessas bandas estão fazendo o Ide que o próprio Senhor nos mandou, e você está aqui julgando a forma deles fazerem isso. Cuidado, e pare de falar bobeira, pois bandas como FOR TODAY, SLEEPING GIANT, THE EMBER DAYS, estão por ai pregando e louvando e glorificando o nome de DEUS através de suas músicas, e trazendo jovens que muitas vezes se achegam a Deus, se convertem e conhecem a Cristo através dessas bandas.
    Lamento por esse texto infeliz que o irmão escreveu.
    Deus o abençoe.

  311. César Says:

    Quando Cristo não se torna suficiente e sua palavra não é compreendida em sua totalidade, acontece as divisôes, pessoas se agarram a doutrinas, dogmas, Cristo que é o filho de Deus o caminho a verdade e a vida, fica vendido a sistemas e instituições, na qual sem elas muito julgam ser impossível chegar a Cristo. Jesus hoje é usado como garoto propaganda de muitas instituições que após ser aceito é imbutido um monte de regras e leis, que sem essas mesmas o convertido não se vê seguidor de Cristo, e por consequencia se tornam religiosos igual a qualquer outro. Jesus nos convida a vida a uma nova forma de viver e pensar, essa mesma forma que transcede ao espaço e tempo.

  312. Gui Says:

    Se as pessoas aprendessem a pensar racionalmente… O mundo seria um lugar bem melhor… Tenho pena de quem escreveu esse artigo.

  313. Christian Says:

    É verdade. Lutero devia ser um grande anti-cristo (e a Igreja em sua época também), por pegar canções populares e inserir sobre elas letras de louvor a Deus. Tudo enganação do diabo!

  314. Keven Carrilho Says:

    a pessoa que escreveu esta página esqueceu da seguinte passagem
    ” E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.

    Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado”

    Marcos 16:15,16

    Ele não disse para ouvirmos ou cantarmos música “gospel” – que em nossa época é de muito baixa qualidade – e também não disse como temos que pregar as boas novas ou como no original o evangelio.
    Na minha inútil opinião se o “diabo”, “capiroto”, “demonio”, “satanas” ou como quiser chamar ele, usa as pessoas das igrajas e artes da “Sagrada Escritura” temos que fazer o mesmo para ganhar espaço dentro do território dele.
    se existe muitas pessoas que gostam de rock ou de qualquer outro tipo de música devemos usa-las para pregas as boas novas. e não usar a igreja e a religião para ganhar dinheiro como muitos estão fazendo na nossa geração.

  315. henrique eduardo pacheco rebouças junior Says:

    em primeiro lugar sempre se achar dono da verdade ja esta errado,segundo voce nao conheçe essas pessoas no seu interior para saber se ela ou nao espiritual,terceiro se o louvor vier do coraçao voce acha que deus tem gosta de um genero de musica kkk dis na biblia se o louvor vier do coraçao nao inporta o tipo de musica procura ai,quarto e aquela voz que voce diz ser selvagem se faz parte do corpo nao se pode usar como assim se deus criou nossas cordas vocais e proibido usar ta bom kkk,quinto os cristaos nao podem jugar para nao ser julgado voce nao conheçe a pessoa no seu interior,sexto tem milhares de banda sem fazer a voz de maluco como voce fala so porque tem um ritmo rapido e do demonio nao to entendendo,setimo uma guerra entre irmaos uma guerra perdida ve se reflete,oitavo tem muitas pessoas que atraves do rock gospel se converteu,saquear do inferno pra dar pro ceu muitas pessoas deixaram de ouvir bandas fazendo apologia ao demonio e agora ouvem bandas com letras falando do amor de deus,unico deus

  316. Emilly Says:

    Nossa, nunca li tanta besteira, desde que o louvor seja dedicado a Deus do que importa suas roupas e tatuagens ou ritmo de musica?! O que mais irrita é esses hipócritas que falam sem conhecer e não olham pra si mesmo… Ao invés de perder seu tempo escrevendo artigos como esse que só traz a discórdia e provoca a ira dos irmãos porque não faz como eles e vá pregar o evangelho.

  317. Ola pessoal. Meu Nome é Rinnatha e estudo as testemunhas de jeová. Eu sou evangélica e estou em defesa das testemunhas de Jeová. As vezes é meio inconveniente ele fim de manha no fim de semana batendo na porta. Mas é totalmente possovel ter uma conversa edificante com eles. O pastor da igraja falou pra mim q eles sao falsos pprofetas e q eeles querem desviar as pessoas de Deus. Um dia uma Testemunha bateu a minha porta, perguntei se ele acreditavam em Cristo, e eles disseram q s, e ate mostraram textos na Biblia deles. Eu ate duvidei, visto q eu vi na Biblia deles. Mas ai eles me disseram para eu ver em minha Biblia e vi q era verdade. E lembrei q o pastor tinha dito q a Biblia é autoridade max nesses assuntos. Embora eu seja evangelica, eu sei q testemunha s de jeova n é isso tudo q os outros falam. Eu sei disso pq estudo a Biblia com elas, e vejo verdades da Biblia em minha biblia q é evangelica. E ele se encaixan no texto de 1 Joao 2: 15. Eu sou contra o preconceito. Por isso, se tetemunha de jeová bater na sua porta, em vez de querer fazer guerra, ficar debatendo ou bater a porta na cara deles, seja educado e escute. Se somos servos do Senhor, devemos seguir seu BOM exemplos. Diga n ao preconceito. Conheça e saiba como as testemunhas de Jeová realmente sao antes de se basear no q os outros dizem. Embora eu estou na igreja há 8anos, se um dia eu tiver q mudar de religiao, quero ser testemunha de Jeová. Embora todas religioes afirmam ser verdadeiras, no dia do juiso final, o Senhor nos mostrara a religiao verdadeira. Meu objetivo nese sentido n é ser evangelica ou testemunha de jeova, mas sim servir ao Senhor de toda a minha alma e pertencer ao seu povo escolhido, seja ele qual for, a final Jesus n deixou placa de igreja.

  318. Bárbara Kethelen Says:

    Deu vontade de vomitar lendo tanta nojeira!
    Perdi uns 15 minutos da minha vida.

  319. thomasaner Says:

    Post lamentável! Quase que deplorável, mas vou levar em consideração que o autor é tão imperfeito como eu…

  320. Daniella Says:

    Caraaa como vc tem a cara de pal de falar essas coisas sem necso nenhum sobre bandas evangelicas siim q estam mtu melhor q essas cantoraszinhas q so vivem pregando o materialismo pregando a vingança
    cara vai se converter realmente
    vai aprender mtu mais sobre Deus
    vai estudar mais sobre a biblia
    n é pq uma banda tem em seu nome demon q é satanicaa
    se vc n sabe a tradução de demon hunter é caçador de demonios e cara foi realmente super desnecessario tudu isso q vc escreveu
    e na biblia esta escrito q devemos adorar a Deus com todos os instrumentos com danças e tudo o mais
    e meu se vc acha q uma banda q canta isso: Eu espero por você
    Sempre irei, sempre espero
    Eu espero por você
    Queimando, sangrando, morrendo

    Faz você se sentir tão vibrante
    Faz você se apaixonar
    Faz você se sentir novo

    Não espere mais um dia
    Pegue uma nova avenida
    Olhe para dentro de você e encontrará
    (love and death- I w8 4 u ‘atual banda do head’)
    não é evangelica
    meu bem ja n sei mais o q é ser evangelico
    cara n é pq no rock existe gente q come morcego gente q se droga e tudo o mais q nos so pq gostamos de rock deveremos fazer tbm
    eu acho sinceramente q vc deveria rever seus conceitos

  321. Giovanni Says:

    Nunca li tanta merda na minha vida…
    Desculpe ao autor, mas uma pessoa como você não deve saber o que passou na vida desses cantores. Você sinceramente procurou saber alguma coisa sobre o assunto?! Por nunca vi tanta falta de sabedoria em um só texto.

    Que Deus ilumine essa cabeça sombria pela religiosidade.

  322. Murilo Silva Says:

    Isso é lixo

  323. Luciano Diniz Says:

    Amiguinho, é notório que seu árduo estudo (creio que levou horas pra chegar a essa conclusão) é unicamente apenas para criticar o gênero ROCK gospel. Entenda uma coisa: há bandas que envergonham, e bandas que honram. E todas as bandas que vc citou, elas fazem uma obra de missão muito bonita – quem sabe e acompanha sabe do que falo –
    outro adeno: o termo Jesus freak’s significa malucos por Cristo, e não aberrações de Jesus.

    Contudo, parabéns Farisetão, pequeno Fariseu, pois ao invés de dedicar horas jejuando e orando por sua vida e a de seus irmãos, passou horas buscando argumentos para acusar pessoas e bandas, sem ao menos saber do que está falando…

    Fica com Deus, aprenda que a real essência do evangelho, é cuidar do seu irmão, e não apontar…

  324. Luciano Diniz Says:

    O cara conhece Randy Clark pessoalmente há anos? É isso mesmo que eu li? Sério?! Na boa roberto, li muitas coisas que me fizeram sair da Graça, e na boa? Deus que me perdoe, mas VÁ TOMAR NO CÚ EM NOME DE JESUS! SEU BOSTA DE MERDA! ONDE QUE SATAN LIBERTA SEU RETARDADO? ONDE QUE LOUVOR É ISSO QUE VOCÊ FALOU? SEU PASTOR TA LENDO ISSO? O QUE SEU PASTOR PENSARIA DE VC? O QUE SUA MÃE PENSARIA DE VC? COITADA DELA INCLUSIVE QUE DEVE ESTAR DANDO TOPADA ATRÁS DE TOPADA POR CADA “SEU FILHO DA…” QUE NEGO FORMULOU EM MENTE… NÃO SEJA IDIOTA, VC SIM É UMA ABERRAÇÃO E VERGONHA PARA CRISTO… EU ME CONTROLEI PRA NÃO CAIR NO MESMO ERRO QUE VC COMETEU, DE JULGAR.. MAS JÁ DEU NO SACO! REALMENTE É PERDA DE TEMPO ALGUÉM ORAR POR UMA ALMA CEGA E SEGA COMO VC… USE OS SEUS FLOREIOS DE PALAVRS E FALÁCIS PRA LIMPAR O CÚ QUE É SUA BOCA, POIS A SUA CARA É UMA BUNDA AMBULANTE, DE ONDE SÓ SAI MERDA… E VC JOGOU JESUS FREAK NO GOOGLE TRADUTOR… FALO LOGO…

  325. Carlos Parra Says:

    Vou até ouvir uns death metal CRISTÃOS agora

  326. ~Lid Says:

    Porque está escrito: ” ‘Por mim mesmo jurei’, diz o Senhor, ‘diante de mim todo joelho se dobrará e toda língua confessará que sou Deus’ “.
    Romanos 14:11
    A voz lhe falou segunda vez: “Não chame impuro ao que Deus purificou”.
    Atos 10:15

    Acho que você nunca viu as letras das músicas, irmão. Nos próprios shows, eles pregam a Palavra. Não importa o ritmo, e sim o conteúdo.

    Que Deus te livre da sua hipocrisia!

  327. Unknown Says:

    Esse aí nunca conheceu For Today ou Petra…

  328. Roberto Aguiar Says:

    …Eis o retrato de um verdadeiro “espécime” do Rock Gospel…

    …Eles falam por si mesmos…

  329. Roberto Aguiar Says:

    … Mai um que não lê, mas quer comentar… Difícil…

  330. Roberto Aguiar Says:

    … Faço minhas, as suas palavras, mas em relação ao seu comentário…

  331. Roberto Aguiar Says:

    Comentário justo!

    Afirma sua discordância dizendo o que pensa sem vomitar o lixo costumeiro da tribo a que pertence!

  332. Roberto Aguiar Says:

    …Lixo Tribal de uma cultura decadente, a cultura rock pop gospel…

  333. Roberto Aguiar Says:

    … Chavão bonito, até daria para imprimir num camiseta, se fosse verdade, pena que é só bl´, blá, blá…

  334. o contrario Says:

    É muito facil falar, pq não fazer a vontade de DEUS, o ide e pregai o evangelho, muitas pessoas se converteram ouvindo essas musicas. Parem de demagogias e vão fazer alguma coisa pra DEUS, ao invés de apontarem os dedos como os fariseus.

  335. GILMAR CAPTEIN BERNARDO Says:

    Caro irmao Roberto. Gostei muito do voce postou ,e concordo plenamente com voce,e agradeço a Deus por pessoas como voces .Pois o evangelho , sempre foi confrontador ao pecado e seus ensinamentos tirou dos meus olhos muitas escamas,mais as macaras desses falsos lideres vao cair ,o julgamento vai começar pela casa de Deus.Parabens ,que Deus abençoe voce e o seu ministerio,A PAZ DO SENHOR

  336. Guilherme Emmerick Says:

    Meu Amigo Roberto Aguiar olhe esse vídeo e pare de julgar o Rock, estou cansado de ver pessoas criticarem o rock enquanto outros estilo musicais nem se fala, porque em vez de falar que o rock e do diabo não fazem palestras para dizer que o funk e demoníaco, se está enaltecendo a gloria de Deus porque não pode ser considerado de Deus?
    O que essas bandas falam muitos grupos considerados cristãos por você não dizem, até porque como por exemplo a Ana paula valadão que para mim era considerada um pessoa muito santa, veio numa entrevista dizer que só usava botas de couro de cobra porque tinha que pisar na cabeça da cobra todo momento, que forma de louvar e essa, e depois nós que estamos errados por causa de um ritmo como qualquer outro?
    Apenas veja o vídeo e me diga se já viu algum cantor considerado gospel falar da graça desse jeito?


    Todos vocalista de bandas de Metal Cristão.

  337. Francel Says:

    Meu irmao Roberto gostei do que vc postou,e tambem por senhor ter demostrado um conhecimento da Biblia e usou a para se defender,nao se baseando no gosto pesoal mais sim no que Deus realmente quer e nao em aquilo que o pastor dise ou por estarmos em “tempos modernos” que devemos fazer uma “actualizacao” como vi em alguns comentarios!Deus lhe abencoe a ti e o teu ministerio

  338. Tiago Dias Says:

    Ele usa o termo gospel, aí ele diz que os caras estão errados kkkkkkKKKK Go$pel = Comércio.. E não é rock go$pel, e sim rock cristão, Go$pel só existe no Brasil, inventando para iludir o povo, esse sim iludi o povo de Deus… Abaixo o gospel, o Diabo não é o pai do rock, mas sim o gospel centrado no homem. Sou roqueiro cristão!

  339. Roberto, sua frase que diz “Há um espírito dissidente no cristianismo que leva as pessoas a irem contra as crenças ortodoxas da igreja e a estabelecerem suas próprias organizações autônomas onde não respondem a ninguém”, foi simplesmente perfeita.
    É um absurdo o que estão fazendo nos dias atuais e denominando como “cristão” ou “gospel”. Muitos jovens estão se perdendo, porque falta o verdadeiro conhecimento da Palavra de Deus. Ninguém sabe mais o que é santidade (separação do mundo). Muitos entendem que já que não podem estar no mundo, podem trazer o mundo para dentro das igrejas.
    E fiquei estarrecida com os comentários aqui postados, repletos de ironia e agressividade (características que jamais deveria haver entre cristãos verdadeiros), na defesa de uma cultura que mais envergonha do que enaltece o Nome Daquele que morreu por nós, o Senhor Jesus Cristo.
    O verdadeiro cristão, mesmo defendendo uma posição discordante, revelaria o amor de Deus em suas palavras. Lamentável e a prova incontestável de que o nosso Rei está voltando.
    Parabéns pelo seu texto. Foi de muita coragem.
    Em tempo: só se atira pedra em árvore que está dando frutos.Então, não desanime, continue.

  340. Complementando, meu marido aprecia muito o ritmo “rock”, inclusive é guitarrista. Mas como cristão, ele se choca com os absurdos que estão introduzindo no meio cristão, a título de “liberdade cristã”.

  341. ISRAEL Borges Says:

    caro Roberto,e logico que existe muita atrosidade.engano,HERESIAS,tanto no metal como nas calmas musicas de Aline Barros que por ventura ela em seus senarios tem satanismo oculto,mas quero lhe dizer cara que satan era o regente da musica dos ceus,quando ele foi derrotado o Senhor retirou dele aquilo que melhor existia nos ceus que e adoraçao,musicas,sons,ritmos e o mandou para o inferno apenas com a culpa,arrogancia,maldade e a mais original delas a mentira,quando DEUS criou o homen,ele presenteou com o dom presioso da musica,o que acontece nos dias atuais e que pessoas como voce,tem dado tudo para o diabo,tem dado a tv que poderia ser e era o maior meio de evangelizaçao,tem dado a higiene pessoal sda mulher ao pecado rotulando a VAIDADE,dizendo que homen barbudo e cabeludo nao pode ser visto como de Deus.e por esses e muito mais motivos que tem almas indo para o inferno,por pensarem que se entregarem a DEUS e se vestir e andar,escutar coisas de antigamente e seculo 21 querido,eu nao contra aos irmaos que adotam para si usos e costumes,o que nao suporto sao aqueles fanaticos que condenam ate bermuda,quanta bizarrise.Devemos adorar a DEUS em espirito e em verdade,quem e voce para dizer quem ta ou nao adorando a DEUS,voce so pode se garantir em saber se voce esta fasendo a coisa serta ou nao.Da prosima crie um conteudo que vai salvar,fortaleser,edificar almas,nao isso que voce escreveu,perdeu tempo com isso,a quem voce vai conseguir trazer a CRISTO com essa conversa,e me diz que deus tao limitado e esse que tuserves que mesmo a adoraçao sendo com humildade,sendo de coraçao,com o intuito de adoralo e salvar almas nao aceita so por que e rock ou metal,o DEUS que eu sirvo nao faz acepsao de pessoas por gosto musical ou se ta ou nao de gravata e terno,eu cresi e vivi nesse meio religioso acusador onde tudo oque nao faz parte do costume da igreja{quando falo em costume nao digo a sa doutrina}nao e de DEUS e se nao cumprir e pecado,eu vivenciei uma epoca onde nem ter barba podia subir no pulpito pra adorar a DEUS,E AI A PERGUNTA e pra adorar a DEUS ou aos lideres que impoen regras,servir a deus ou aO HOMEm?muitas veses perdem de salvar almas por costumes contemporaneos e extra biblicos,ora DEUS nao pediu comunidades cheias de dogmas e proibiçoes,ele pediu um povo santo que o adorassem em eapirito e em verdade.fique na paz,e outra sou metaleiro,pentecostal fui criado na assembleia,mas nao me prendo mais em fundamentos humanos,lembre que a fe e a espiritualidade em DEUS uni as pessoas enquanto a religiao alienada faz acepsao e banimentos de pessoas.

  342. Johnk667 Says:

    Vigamox Without A Script in Columbus fefcbkdeeddc

  343. Joel Filipe Says:

    Meu amigo você falou muita merda, tu não conhece o que Jesus fez na vida desses caras e mais quem és tú pra julgar se as músicas deles são ou não de adoração a Deus?Deus é tão perfeito que fez a salvação ser individual, cada um dará conta de si.Na boa? você sim é um teleguiado por dogmas que as igrejas inventam com suas doutrinas que não tem pé e nem cabeça, pq vc tá dando um estilo musical ao diabo dizendo que é satanismo, sendo que Deus criou todas as coisas??
    Não posso ser hipocrita e dizer que não existem lobos no meio musical, mas mesmo assim não podemos acusar ninguém.
    Ao inves de você perder tempo criando tempo com um texto ridiculo desse, faça o que Jesus pediu, fale do amor DELE, e bom acho que essas bandas citadas fazem isso.;) Abraço.Fica na Paz

  344. Kyrios Says:

    E vc esta super certo em julgar os outros pela aparência realmente achas isso? Não toqueis na menina dos meus olhos não toques nos meus ungidos eis que os teus dias serão amargoso como o fel e ardera como o fogo do inferno. Ass; Yeshua

  345. Erik Says:

    Cabe a cada um escolher o caminho a traçar, a minha dica é orar e pedir para o Senhor disernimento, deve-se amar a Deus ACIMA DE QUALQUER COISA. Eu escuto rock cristão mas principalmente as músicas que glorificam a Deus, a Deus cabe o julgamento e ponto.

  346. Alexandre Says:

    cara, na moral, pelo que eu li aqui, o Diabo ta trabalhando em Você, falar mal de bandas que usam roupas diferentes, tatuagens, jeito de cantar; se olhe no espelho jovem, acho que você tem muito que crescer na fé, não é porque você não intende a letra que ela não vai ser cristã, pra sua informação, não é só as músicas Brasileiras Gospel que são GOSPEL, você não tem o direito de julgar ninguém pela aparência, seja Emo, Tatuado, ETC.

Nesse blog, 100% dos comentários são publicados, portanto contribua com sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 263 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: